FPF: Comissão ou Comichão - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/12/2017

FPF: Comissão ou Comichão

15/12/2017 + 15 Comentários
SERÁ MAIS O INCÓMODO CAUSADO PELO SPORTING CP QUE A LEGALIDADE.


Ontem fiquei estupefacto mas não surpreendido com a notícia do jornal Record (clicar) e de "A Bola" (clicar)

O que foi decidido em 1938, no Congresso do Futebol (as capas das teses podem ser visualizadas aqui), e vertido para o «Relatório e Contas da FPF da Época 1938/39» jamais poderá ser revertido por qualquer comissão em 2017/2018. Revisionismo nunca!

A principal exposição que permitiu fazer suceder o Campeonato Nacional da I Divisão ao campeonato da I Liga



Página 6 do fascículo da comunicação do delegado da A. F. do Algarve aprovada no Congresso da FPF como muito bem foi explicado em 1945 no jornal "A Bola", na página 7, em 2 de Julho

 

As páginas 6 e 7 do «Relatório e Contas da FPF da época 1938/39»





Quem alterou em 1938
Sabia bem o que estava a fazer. Não foi levianamente que o fizeram.

COMPETIÇÕES EM PORTUGAL, A NÍVEL NACIONAL, COM CLUBES TITULARES POR TEMPORADA

Época
Competições a eliminar
Competições a pontuar *
Campeonato de Portugal
Taça de Portugal
Campeonato da I Liga
Campeonato Nacional da I Divisão
1921/22
FC Porto
---
---
---
1922/23
Sporting CP
---
---
---
1923/24
SC Olhanense
---
---
---
1924/25
FC Porto
---
---
---
1925/26
CS Marítimo
---
---
---
1926/27
CF "Os Belenenses"
---
---
---
1927/28
Carcavelinhos FC
---
---
---
1928/29
CF "Os Belenenses"
---
---
---
1929/30
SL Benfica
---
---
---
1930/31
SL Benfica
---
---
---
1931/32
FC Porto
---
---
---
1932/33
CF "Os Belenenses"
---
---
---
1933/34
Sporting CP
---
---
---
1934/35
SL Benfica
---
 FC Porto
---
1935/36
Sporting CP
---
SL Benfica
---
1936/37
FC Porto
---
SL Benfica
---
1937/38
Sporting CP
---
SL Benfica
---
1938/39
---
As. Acad. Coimbra
---
FC Porto
etc
xxxxx
xxxxx
xxxxx
xxxxx
NOTA: * As competições a pontuar estão divididas por vários escalões

A FPF pode criar as Comissões que quiser
Terá é de honrar e respeitar os seus dirigentes do passado, as decisões que tomou e tornou lei, os jornalistas que as divulgaram e, principalmente, as competições que decidiu organizar. Respeitem os dirigentes dos anos 30. Brinquem com a Selecção Nacional e deixem, quieta, a História do Futebol que foi feita por outros!

Vamos supor
Que a tal Comissão inventa que o Campeonato Nacional da I Divisão é a continuação do Campeonato de Portugal. O que é que acontece ao Campeonato da I Liga? Desaparece? O que foi fazer o dr. Virgílio Paula ao estádio das Amoreiras (SLB vs VFC) e para que fez o presidente da FPF um texto para ser lido por quatro dirigentes nos quatro jogos dessa primeira jornada (20 de Janeiro de 1935) do primeiro campeonato da I Liga, em 1934/35? Andaram a brincar ao futebol?

As principais competições do Futebol em Portugal são duas
A "Taça de Portugal" que tem esta época a 95.ª edição com as 17 iniciais a designarem-se "Campeonato de Portugal". O Campeonato Nacional que vai na 83.ª edição e já teve vários nomes conforme os patrocinadores mas foi até ao século XX "Campeonato Nacional da I Divisão" e nas quatro edições iniciais designou-se "Campeonato da I Liga. Não inventem a existência de três competições. São duas! Uma a eliminar e outra a pontuar! Não há uma terceira competição.


O actual Benfica também não fica bem na "fotografia"
Ao ignorar publicamente a existência do "Campeonato de Portugal" embora conste do palmarés. Também era o que havia mais de faltar existindo fisicamente os três troféus!






No início do Campeonato da I Liga a FPF depositava grandes esperanças que um verdadeiro campeonato nacional elevasse o nível do futebol português (clicar para a notícia do Diário de Lisboa)

Então e isto?
Respeitem as pessoas! Respeitem o presidente da FPF e o seu secretário, dr. Virgílio Paula. Respeitem o passado.

O presidente do Sporting CP só mete medo a quem tem telhados de vidro

Alberto Miguéns


15 comentários
comentários
  1. Se é para reinventar o passado com opiniões, palpites e interpretações do que está claro em documento oficiais então talvez o melhor é começar queimando documentos oficiais. Queimem também livros e jornais. Queimem as Taças que falam por si. Queimem os filmes e fotografias. Queimem os ossos dos que estão no cemitério. Queimem tudo e não deixem nada de fora para se poder começar numa Nova Ordem.

    Estamos num País de cobardes, valentões de balneário, de compadres, mentirosos e truculentos. Vem um que berra e os que deviam cumprir a lei sujam as calças. Vem outro que berra mais e mais calças sujam. Andamos nisto mudando as calças e a moscas. Não há respeito por nada.

    Que vergonha de gente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clap! Clap!Clap! Clap!Clap! Clap!

      Eliminar
  2. A mim cheira-me que vai ser mesmo para dar os quatro títulos ao zborden. Porque de outra forma, seria mesmo necessário uma comissão?

    ResponderEliminar
  3. Uma duvida. Não vai acontecer por todos os motivos e legalidade mais que provada, mas se estes 4 títulos contassem para o Sporting, o Benfica também aumentava em 3 os títulos de campeão. Certo ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não... porquê os 3 títulos de Campeão do SLB da Liga entre 1934 e 1938 deixariam de contar porque não poderia haver dois Campeões em simultâneo.
      O Benfica ganharia 3 pelo Campeonato de Portugal mas perderia os 3 da Liga...
      Ficaríamos iguais...

      Eliminar
    2. Caros

      Tenho a mesma opinião de Mário Sá.

      O objectivo final é fazer das quatro campeonatos da I Liga uma "ilha" ignorando-os. O SLB manteria os actuais 36 títulos deixando cair o TRI entre 1935/36 e 1937/38.

      Saudações Gloriosas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  4. E há ainda o facto dos troféus da antiga I Liga e dos primeiros Campeonatos Nacionais seram iguais, tal como a Federação possui um troféu gigante (Taça de Portugal), no qual estão placas com todos os vencedores do antigo Campeonato de Portugal, seguidos, sem qualquer interrupção, pelos vencedores da Taça de Portugal. A Federação não pode, 80 anos depois, alterar a história nem pode ser uma Assembleia Geral a decidir como foi há oitenta anos.
    Manuel Arons Carvalho

    ResponderEliminar
  5. Será que a federação terá a coragem de incluir nessa comichão um historiador da estirpe do Dr.Alberto Miguéns?
    É que, com a sua presença, a comichão passava a ser...COMISSÃO !!!

    Estamos num País de xico-espertos. O que me dá raiva é a actual Direcção do Glorioso assistir a tudo isto a "assobiar para o lado" !!!

    ResponderEliminar
  6. Decálogo da Santa Aliança para aniquilar o Benfica
    Eis o decálogo, eis os dez grandes objetivos das campanhas desestabilizadoras levadas a cabo pelo Futebol Clube do Porto e pelo Sporting Clube de Portugal de mãos dadas na Santa Aliança:
    1. Fabricar e estabilizar um forte dispositivo de propaganda múltipla que produza e reproduza nas representações sociais a crença de que o Benfica é um clube corrupto que só vence pela chantagem e pelo condicionamento de instituições desportivas, árbitros e imprensa;
    2. Produzir massivamente, através dos mais variados canais escritos e audiovisuais, ambiências emocionais acríticas que transformem pela repetição falsidades-estímulo em verdades indiscutíveis, sob execução dos directores de comunicação Francisco Marques e Nuno Saraiva e comando permanente de Pinto da Costa e Bruno de Carvalho;
    3. Transformar os emails do Benfica obtidos através de crime informático em material incriminador, deixando na penumbra o crime de invasão da privacidade alheia e o crime de roubo económico em favor dos diálogos entre pessoas que são criminosamente transformados em cartilhas de corrupção activa pela descontextualização, pela deturpação e pela falsificação;
    4. Linchar moralmente, da maneira mais torpe, quadros directivos do Benfica, dotando-os de malignidade e anti-cidadania nas percepções populares;
    5. Colocar e/ou aliciar nas instâncias desportivas e nos jornais pessoas que sirvam os propósitos do programa propagandístico criado, fazendo com que a justiça e as penas sejam desse exclusivo foro e por essa via e nesse sentido fidelizem lógicas populares de pensamento e de acção;
    6. Criar um ambiente decisório judicial e judiciário que criminalize severamente o Benfica e o ampute do seu poderio desportivo-financeiro, originando a ruptura dos apoios e dos parceiros internos e externos;
    7. Provocar uma fractura entre adeptos e direção, levando aqueles a forçar o afastamento da actual direção modernizadora e do treinador e por esta via arruinar o futuro neste momento em construção através de uma nova direção que deSEIXALaria o que existe e viveria unicamente do futebol de onze e da aquisição onerosa de jogadores estrangeiros;
    8. Enfraquecer a auto-estima dos atletas de todas as modalidades do Benfica e levá-los à desmoralização e às derrotas em campo;
    9. Conduzir o Benfica a extremos de emoção, desânimo e revolta activa susceptível de originar castigos severos;
    10. Incentivar directa e indirectamente a produção de falsos benfiquistas cavalos-de-tróia que ataquem o clube através de blogs e redes sociais, contribuindo desta maneira para ampliar a rede de desestabilização de nível central a cargo dos comandos da Santa Aliança.
    https://oubenficaouracha.blogspot.com/2017/12/decalogo-da-santa-alianca-para.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para alguns destes pontos a direcção do Benfica tem dado o seu apoio e contributo.

      Eliminar
    2. Caro ET

      Esse discurso tem laivos de regime totalitário. apoiem-nos porque eles querem aniquilar-nos. Ao longo da história da humanidade já houve muito disso. Há quem esteja vacinado e não vá em conversas.

      Texto demasiado rebuscado em teorias totalitárias.

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  7. Acho que o Sr. Alberto Miguéns, caso não seja incluído, pode e deve enviar à dita Comichão (com aviso de recepção) os documentos acima apresentados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro José Ramalhete

      Vai ser feito. O "problema" é que ninguém sabe quem fará parte da tal comichão!

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  8. Vergonhoso! Querem alterar a história, faz lembrar os retoques das fotos no tempo do Hitler, Estaline e por ai fora!

    P.S. - Até o Belenenses já entrou nesta "festa" - http://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/belenenses/detalhe/belenenses-entra-na-guerra-dos-titulos-e-reclama-mais-tres-campeonatos.html

    Mais um que quer ganhar na secretaria, estes até já estão habituados a lá ir para ver se ganham alguma coisa.

    ResponderEliminar
  9. Apoio o que José Ramalhete sugere: o envio, pelo Alberto, destes documentos à tal comissão (porque duvido que os elementos que a constituem os conheçam).

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue