A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

26/10/2016

Recordes Fora Mas Dentro

26/10/2016 + 2 Comentários
NUM CLUBE GLORIOSO E MÍSTICO HÁ ESTATÍSTICAS PARA TODOS OS GOSTOS E FEITIOS. 


«Desde sempre» se o sempre for 1995/96!

Vamos ao essencial
O “Glorioso” está a oito jogos “fora” de ultrapassar a melhor série de jogos consecutivos sem perder no terreno do adversário. A célebre série de 27 jogos consecutivos sem conhecer a derrota, entre 1976/77 (Tricampeonato) e 1977/78 (segundo lugar invicto), com 12 jogos na do TRI e 15 em 1977/78 (a totalidade dos jogos “fora” num campeonato com 30 jornadas).

Sempre são 655 vitórias (57 por cento) em 1153 jogos no terreno do adversário
O Benfica realizou na última jornada a 2304.ª desde que se iniciou o campeonato a pontuar (1934/35); a 1153.ª em terreno alheio – nos campeonatos a pontuar não há jogos em campo neutro – e a próxima será a 1152.ª “em casa” e 2305.ª no total.

EVOLUÇÃO DO RECORDE DE JOGOS CONSECUTIVOS A VENCER EM TERRENO ALHEIO
E as vitórias “fora” não começaram por ser fáceis. Só à 5.ª jornada em terreno alheio (5-2 frente ao Vitória FC em Setúbal) o “Glorioso” alcançou a primeira vitória. Depois à 7.ª (4-1 ao Académico FC Porto) e finalmente na 10 e 11.ª duas vitórias consecutivas: Associação Académica de Coimbra (em Santa Cruz) e Sporting CP (no Campo Grande). Podemos dizer que começou aí mais uma Gloriosa Senda Estatística. Até à actualidade? Não! Continuará pelo futuro pois os recordes são para serem melhorados. No “Glorioso” com muito mais rapidez. É já ali!

EVOLUÇÃO DAS SEQUÊNCIAS DE VITÓRIAS CONSECUTIVAS EM TERRENO ALHEIO NO CAMPEONATO NACIONAL DESDE 1934/35

Seq.
35/36
36/37
41/42
47/48
48/49
62/63
63/64
71/72
72/73
15/16
16/17*
16.Fev
01.Mar
21.Mar
18.Abr
8.Mar
3.Mai

14.Mar
3.Out

6.Jan
17.Nov
16.Abr
25.Fev
16.Out
?
1
6-2
3-1
4-1
6-2
4-3
1-0
1-0
2
4-2
6-0
1-0
2-0
3-1
3-1
4-1
3

3-1
4-2
4-2
2-0
5-2
2-1
4

4-2
2-0
2-1
3-1
4-1
5
3-2
1-0
3-2
4-0
5-0
6

1-0
3-0
3-0
3-1
7
2-1
6-1
1-0
1-0
8

3-1
2-0
1-0
9
3-1
2-1
2-1
10
3-0
1-0
1-0
11
3-2
1-0
2-0
12
4-2
5-1
2-0
13

2-1
3-1
14
2-1
2-1
15
2-0
2-0
16

2-0
17

18

19

20

NOTA: * série em continuação

OUTRO RECORDE A “BATER”? JOGOS CONSECUTIVOS SEM PERDER EM TERRENO ALHEIO
De grande significado é estar consecutivamente a jogar em casa do adversário conseguindo não perder, ou seja, vencendo ou empatando. A melhor série é de 27. A actual é a quarta melhor com 20! A de 27 só não deu o TETRA por uma questão aritmética. A diferença de golos, pois em 1977/78 o Benfica tricampeão em 1976/77 obteve invicto o mesmo número de pontos em relação ao FC Porto, ou seja, 51! O "Glorioso com 21 vitórias e nove empates e o FC Porto com 22 vitórias, sete empates e uma derrota: 0-2 no Estoril, frente ao GD Estoril Praia.  Com Benfica e portistas em igualdade no confronto directo (0-0 e 1-1) valeu ao FCP a melhor diferença de golos, por 15 deles: 60 (81/21) em relação ao SLB: 45 (56/11). 

MELHORES SÉRIES CONSECUTIVAS SEM PERDER EM TERRENO ALHEIO NO CAMPEONATO NACIONAL DESDE 1934/35


Seq.
27
23
21
20
76/77
77/78
90/91
91/92
59/90
60/61
15/16
16/17*
31.Out
11.Jun
14.Nov
04.Jan
20.Mar
15.Jan
30.Out
?
1
V 3-2
V 3-1
E 1-1
V 4-0
2
V 2-1
V 3-1
V 3-0
V 2-0
3
E 2-2
V 2-0
V 2-0
V 4-2
4
V 1-0
E 2-2
E 1-1
E 0-0
5
V 1-0
V 1-0
V 4-0
V 1-0
6
V 1-0
V 3-2
V 2-0
V 4-1
7
V 3-0
E 1-1
E 1-1
V 2-1
8
V 1-0
V 2-1
E 0-0
V 4-1
9
E 1-1
V 4-1
V 3-2
V 5-0
10
V 2-1
V 2-0
V 3-2
V 3-1
11
V 1-0
V 3-1
V 4-1
V 1-0
12
V 2-0
V 3-0
V 5-1
V 1-0
13
E 1-1
V 2-0
E 2-2
V 2-1
14
V 1-0
V 2-0
V 2-1
V 1-0
15
E 1-1
V 1-0
V 1-0
V 2-0
16
V 3-0
E 0-0
V 2-0
V 2-0
17
E 0-0
V 3-1
E 3-3
V 3-1
18
V 3-0
E 1-1
V 3-1
V 2-1
19
V 1-0
E 0-0
V 4-0
V 2-0
20
E 0-0
V 2-0
V 3-1
V 2-0
21
E 0-0
E 2-2
V 2-0

22
V 5-1
V 1-0


23
V 1-0
E 1-1

24
V 3-0


25
V 1-0

26
E 1-1

27
V 4-1

NOTA: * série em continuação
  
ALTO E PÁRA O BAILE
O Benfica pode com a vitória na sexta-feira fazer o máximo número de pontos desde sempre. Só que o sempre é desde 1995/96 quando a vitória passou a corresponder a três pontos. Há que ter em consideração realidades distintas. Antes e depois de 1995/96.

PONTUAÇÃO NOS NOVE JOGOS INICIAIS DESDE 1995/96
Época
Pontos
V
E
D
1995/96
20
6
2
1
1996/97
20
6
2
1
1997/98
15
4
3
2
1998/99
17
5
2
2
1999/00
20
6
2
1
2000/01
15
4
3
2
2001/02
17
4
5
-
2002/03
17
5
2
2
2003/04
17
5
2
2
2004/05
20
6
2
1
2005/06
20
6
2
1
2006/07
18
6
-
3
2007/08
19
5
4
-
2008/09
21
6
3
-
2009/10
22
7
1
1
2010/11
18
6
-
3
2011/12
23
7
2
-
2012/13
23
7
2
-
2013/14
20
6
2
1
2014/15
22
7
1
1
2015/16
18
6
-
3
2016/17
25/23/22
7/8
1/2
-/1


GRANDES INÍCIOS DE CAMPEONATOS
E exuberantes finais também pois o "Glorioso" foi campeão em todos eles: 1936/37 (2.º), 1942/43 (BI/5.º), 1959/60 (10.º), 1972/73 (TRI/20.º), 1980/81 (24.º), 1982/83 (25.º), 1983/84 (BI/26.º), 1990/91 (29.º) e 2016/17 (a caminho do TETRA/36.º).

MELHORES NOVE JORNADAS INICIAIS
Época
1
2
3
4
5
6
7
8
9
1936/37
V
V
V
V
V
V
D
V
V
1942/43
V
V
V
V
V
V
V
D
V
1959/60
V
V
V
V
E
V
V
V
V
1960/61
V
V
V
V
V
E
V
V
V
1972/73    *
V
V
V
V
V
V
V
V
V
1980/81
V
V
V
V
V
V
V
D
V
1982/83   **
V
V
V
V
V
V
V
V
V
1983/84  ***
V
V
V
V
E
V
V
V
V
1990/91
V
V
V
E
V
V
V
V
V
2016/17 
V
E
V
V
V
V
V
V

NOTA: * Vinte e seis jornadas consecutivas a vencer; ** Onze jornadas iniciais a vencer e 13 primeiras sem derrotas (empate ao 12.º jogo); *** Vinte jornadas iniciais invicto com empates ao 5.º jogo e na 18.ª jornada

Carrega Benfica

Alberto Miguéns

NOTA: A melhor série de vitórias consecutivas "em casa" é de 40 e a melhor série de jogos sem perder (só empates e vitórias) "em casa" é de 78 encontros. Tal já foi motivo de um texto neste blogue (clicar) quando estava iminente a série de 55 jogos sem perder. 
"Em casa" as dez melhores séries só com vitórias: 40 - 27 - 27 - 22 - 22 - 20 - 15 - 14 - 14 - 13; 
As dez melhores séries sem perder numa das "Catedrais" ou estádios utilizados pelo Benfica para disputar os jogos como visitado: 78 - 72 - 57 - 55 - 54 - 50 - 49 - 39 - 39 - 36. 
Actualmente a série sem perder é de dez jogos (desde a derrota frente ao FC Porto em 2015/16) e a série de vitórias consecutivas é de três (desde o empate frente ao Vitória FC Setúbal na 2.º jornada desta temporada (2016/17)
2 comentários
comentários
  1. Gostava que me esclarecesse uma situação. O presidente do Sporting reclama mais 4 títulos para o clube. Entre esses estão os títulos das épocas 35/36 e 37/38. Mas nesses anos o campeão foi o Benfica, campeonatos onde o Sporting participou. O que o Sporting ganhou ( e outros clubes também ) foi o campeonato de Portugal, prova por eliminatórias. Estou certo? O que leva Bruno de Carvalho a publicamente cometer tamanho erro ?
    Cumprimentos. Carlos Feio, sócio 4542.

    ResponderEliminar
  2. Caro Carlos Feio.

    Dou-lhe a minha opinião em três pontos:

    1. Só abordou esse assunto esta temporada por temer que o Benfica "dobre" o SCP em títulos: 36 para 18 (opinião apenas por intuição);

    2. Desconhece o que era o futebol nos anos 20 e 30. E foi mal aconselhado. Atirou "barro à parede" para ver se cola;

    3. Aproveita o facto da FPF não assumir no seu portal, oficialmente, a listagem dos vencedores das competições organizadas pela FPF. É que a fazê-lo teria de considerar, tal como foi decidido em 1938 (ver NOTA FINAL) que a Taça de Portugal é a continuação do Campeonato de Portugal, o Campeonato Nacional da I Divisão a continuação do Campeonato da I Liga e o Campeonato Nacional da II Divisão a continuação do Campeonato da II Liga. E acrescentar a Taça FPF (esquecida) em 1976/77 e a Supertaça Cândido de Oliveira organizada pela FPF a partir de 1982/83. as duas edições iniciais - 1980/81 (Boavista FC e FC Porto) e 1981/82 (SL Benfica e Sporting CP) - foram organizadas pelos clubes.

    TRIsaudações Gloriosas

    Alberto Miguéns

    NOTA FINAL: Neste blogue já se publicou por diversas vezes - até penso já serem a mais, embora pelos vistos não sejam de...mais - o Relatório da FPF a oficializar a alteração das designações das três competições. Em 29 de Setembro de 2016 foi mais uma vez publicado. Pode encontrá-lo em:

    http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com/2016/09/o-benfica-nos-51s-trinta-e-dois-avos-de.html

    Este é o documento. O resto são interpretações e desejos. Até eu tenho a minha e gostaria que tivesse sido implementada em 1938 mas não foi! Ou seja, as interpretações e desejos de nada valem pois este documento é explicito. Foi decidido, está decidido. A FPF que seja responsável, assuma o que decidiu em 1938 e coloque a listagem dos vencedores no seu portal. Acabam-se as interpretações. Ficam só os desejos.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail