SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Obrigado! Querido! Benfica!

SEXTA "DOBRADINHA" EM 14 CONQUISTAS NAS 22 FINAIS DISPUTADAS.


Mais um dia - 24 de Maio de 2015 - para a Gloriosa História na 99.ª época consecutiva do Hóquei em Patins Benfiquista.

Domínio na Taça de Portugal
Com 14 triunfos em 22 presenças em finais o Benfica segue para a Supertaça na qual vai defrontar, no início de 2015/16, o finalista vencido: Sporting CP. Apesar da Taça de Portugal ser uma competição recente - a edição inicial foi em 1975/76 - o Benfica faz jus ao facto de ser o clube mais antigo a praticar a modalidade.

Honrar agora os ases que nos honraram o passado
Eis os Gloriosos Hoquistas que marcaram os 111 golos do Benfica nas 22 finais da Taça de Portugal.

FINAIS DA TAÇA DE PORTUGAL
N.º
Época
Adversário
Local
Res.
Marcadores
01
1977/78
AD Oeiras
Lisboa/PD
V 6-3
Piruças (4)
Garrancho
José Virgílio
02
1978/79
FC Porto
M. Grande
V 7-1
José Virgílio (5)
Fernando Pereira
José Carlos
03
1979/80
Sporting CP
Cascais
V 1-0
Piruças
04
1980/81
FC Porto
M. Grande
V 5-3
Picas (4)
José Virgílio
05
1981/82
FC Porto

Luz.1
V 5-3
Leste (4)
Cristiano (4)
Picas (2)
Fernando Pereira (2)
Antas
D 7-8

(12-11)

1982/83
FC Porto
Antas
D 3-8
Picas (6)
José Carlos
Piruças
Fernando Pereira
Leste
Luz.1
V 7-4

(10-12)

1985/86
FC Porto
Antas
D 3-6
Garrido (2)
Pedro Mendes (2)
Rodrigues
Vítor Rosado
Luz.1
D 3-6

(6-12)
06
1990/91
HC Turquel
Carregal Sal
V 3-1
Carlos Garção
Rui Lopes
Paulo Almeida

1992/93
OC Barcelos
Figueira Foz
D 4-5
Pedro Trindade (2)
Rui Lopes
Paulo Almeida
07
1993/94
Sporting CP
Angra do
Heroísmo
V 11-3
Luís Ferreira (5)
Rui Lopes (2)
Ramalho (2)
Paulo Almeida
Vítor Fortunato
08
1994/95
OC Barcelos
Valença
V 6-5
Luís Ferreira (2)
Rui Lopes (2)
Paulo Almeida
Ramalho

1997/98
FC Porto
Lousada
D 4-7
Luís Ferreira (2)
Paulo Almeida
Ricardo Pereira
09
1999/00
FC Porto
Fafe
V 2-0
Luís Ferreira
Alan Fernandes
10
2000/01
OC Barcelos
Arrifana
V 4-2
Panchito Velasquez (2)
Filipe Gaidão (2)
11
2001/02
OC Barcelos
Sintra
V 6-1
Filipe Gaidão (3)
Mariano Velasquez (2)
Ricardo Pereira

2002/03
OC Barcelos
Madalena
do Pico
D 3-6
Ricardo Pereira (2)
Miguel Dantas

2004/05
FC Porto
Entroncamento
E 2-2
(Dgp)
Valter Neves
Rui Ribeiro

2008/09
FC Porto
Entroncamento
D 1-2
Tiago Rafael
12
2009/10
AE Física
T. Vedras
Paço de Arcos
V 6-1
Tiago Rafael (4)
Diogo Rafael
Ricardo Pereira

2011/12
UD Oliveirense
S. J. Madeira
D 1-3
Sérgio Silva
13
2013/14
FC Porto
Turquel
V 8-3
Valter Neves (3)
João Rodrigues (2)
Abalos
Carlos López
Guilherme Silva
14
2014/15
Sporting CP
V. F. Xira
V 3-0
Nicolia (2)
João Rodrigues (1)
NOTAS : Época em que o Benfica se sagrou Campeão Nacional; Em 1984/85 o Benfica não participou na competição por contestação aos dirigentes federativos (FPP)

Percorrer as finais do "Glorioso" na Taça de Portugal
É viajar pela fabulosa história dos últimos 40 anos do Glorioso Hóquei em Patins. Adversários, resultados, locais, marcadores dos golos. Uma história ímpar a caminho do centenário: 1916 como Secção, 1917 como estreia em competição!

Gloriosíssimo

Alberto Miguéns

NOTA: Nas temporadas de 1962/63 e 1963/64, com a conquista dos títulos, respectivamente por SL Benfica e CD Malhangalene, a competição foi um campeonato nacional, ainda que o troféu tenha a denominação de "Taça de Portugal". Porque não há diferenças - nos apuramentos (* ver NOTA FINAL) e na forma de realização - entre essas duas temporadas e a anterior (1961/62) e a seguinte (1964/65). Em 1962/63 e 1963/64, não há final, nem meias-finais, nem quartos-de-final, nem oitavos-de-final, nem NADA! A não ser pontuar três pontos por vitória, dois por empate, um por derrota e nenhum por falta de comparência! A verdade é como o azeite um dia virá à superfície. Basta alguém fazer a História do Hóquei em Patins em Portugal. Com resultados, equipas e classificações. Ou seja "a sério" com seriedade. Não vou regressar ao tema. Quem quiser "perder tempo" tem aqui a explicação (clicar).

Eis os resultados obtidos na temporada em que o SL Benfica se sagrou campeão nacional mas que é considerada:

“Taça de Portugal”
1962/63


SL Benfica
AD Oeiras
Sporting CP
GD CUF
Barr.
AD Sanjoan.
CS Marítimo
SLB
2-2
2-1
3-1
4-1
5-0
ADO
2-2
0-0
4-0
3-2
5-2
SCP
3-3
0-1
3-1
5-3
5-0
CUF
2-6
3-4
4-4
5-2
7-3
ADS
1-2
3-4
0-4
2-5
3-2
CSM
0-9
2-3
0-7
1-4
3-4

* NOTA FINAL: nos apuramentos em termos de história do Hóquei em Patins, que mudava praticamente todas as temporadas. Apenas em 1981/82 passou a existir um quadro fixo de clubes com promoções e despromoções. Até esta temporada era necessário apurar-se através dos Regionais (entre 1938/39 e 1965/66), campeonato metropolitano (entre 1966/67 e 1973/74) e depois nas fases zonais (entre 1974/75 e 1980/81). Por exemplo, as primeiras edições do campeonato nacional eram rudimentares. Veja-se o primeiro campeonato nacional em 1939 que teve... dois jogos. Dois. Um campeonato nacional com dois jogos! E já disputados no início de 1940!

Sporting CP (campeão de Lisboa; o "Glorioso" ficou em 2.º lugar com menos seis pontos, em 12 jornadas) frente ao Clube Infante de Sagres (campeão do Porto)

1.º jogo do campeonato nacional; 24 de Fevereiro de 1940; Rinque do SCP; V 5-2 do SCP;
2.º jogo do campeonato nacional; 2 de Março de 1940; Rinque do CIS/Porto; V 4-3 do SCP.
O Sporting CP é campeão nacional com 2 J - 2 V; 9/5 em golos; 4 pontos.
O difícil era ser campeão regional em Lisboa!




Ler Mais ►