-->

últimos 7 artigos

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Onde é Que Está a Placa?

NESTES DIAS DE TÉDIO EM QUE POUCO OU NADA HÁ A FAZER DEPOIS DO JANTAR E ANTES DA DEITA DESCOBRI O QUE NÃO QUERIA.


Tinha pensado criar - e criei - um novo "assunto" aqui no Em Defesa do Benfica a que chamei (dei-lhe o nome) de "Arqueologia Benfiquista" para ocupar este  - e outros, quando os houver - hiato sem Glorioso Futebol. Trata-se de ir à procura, pelo Mundo, mas principalmente em Portugal, e essencialmente em Lisboa, por motivos óbvios, de locais relacionados com o Benfica, com a sua História, com imagens e localizá-las nos dias de hoje. Para honrar o passado, falando e mostrando-o e para perceber como o tempo passou e o Benfica ficou. Tudo muda. Menos o Benfica que é eterno! Para "estreia", pensei numa epopeia muito famosa do Clube, do Glorioso Ciclismo, integrada nas comemorações do 30.º aniversário do SLB, em 1934. Pensei e pensei bem, acho eu. Saí-me foi "mal".

História do SL Benfica 1904-1954; II volume; pp 132; Mário de Oliveira e Rebelo da Silva; Edição dos autores; Fascículos 1954-1959
9 de Abril de 1934
Em 1934 alguns dos melhores ciclistas do Benfica - Gil Moreira, Carlos Domingos Leal e César Luís (vencedor da Volta a Portugal no ano seguinte... 1935) - decidiram recriar o famoso "Raide Ciclista Paris-Lisboa" do Benfica, em 1926, aumentando a dificuldade para o dobro (Lisboa - Paris - Lisboa) servindo para homenagear (através de mensagem) os combatentes franceses da Grande Guerra 1914-1918 e os mortos portugueses nessa calamidade que assolou o Mundo e fez sepultar nos campos da Flandres milhares de jovens portugueses. Para tal levaram uma lápida de mármore com uma mensagem de saudade dos que "tombaram" simples mas significativa inscrita num "pedaço rectangular em bronze", tal como uma palma e o símbolo do clube também em bronze, numa composição singela mas com significado e equilíbrio. À Benfica.


História do SL Benfica 1904-1954; II volume; pp 133; Mário de Oliveira e Rebelo da Silva; Edição dos autores; Fascículos 1954-1959 NOTA: Certamente por não terem os meios que temos na actualidade os autores foram induzidos em erro pois o Monumento é no centro de La Couture, junto à principal igreja da localidade

Elogio sentido do cônsul português em Arras
Os ciclistas deixaram Lisboa (Estádio das Amoreiras) em 29 de Março para chegarem a Paris dez dias depois, em 7 de Abril, com tiradas de um dia finalizadas em Setúbal, Elvas, Cáceres, Salamanca (1 de Abril), Berbiesca, San Sebastian (3 de Abril), Belin, Poitiers, Chartres e Paris .
Em 8/9 de Abril deslocaram-se ao norte de França, a La Couture, para no triste aniversário dos 16 anos da Batalha de La Lys colocarem a Gloriosa Lápida no Monumento português de homenagem aos combatentes. Um acto de simbolismo pleno de história e honra que levou o cônsul português em Arras a pronunciar as seguintes palavras:

«Para mim, a vinda da equipa do Benfica aos campos da Flandres constitui uma das mais belas manifestações de solidariedade humana que tive a honra de patrocinar. O vosso clube, enviando aqui uma embaixada formada pelos seus atletas, praticou um acto de puro desportivismo, que eu nunca esquecerei. Por isso quero transmitir-lhe os meus votos de agradecimento pelo seu gesto».

Depois o regresso, entre 19 de Abril (saída de Paris) e 29 de Abril na pista do estádio do Lumiar, em Lisboa, novamente com um percurso de dez etapas em dez dias com pernoita em Tours, Bordéus, Baiona, Vitória, Palência, Pueblo Sanábria, Orense, Vigo, Porto e Lisboa.


História do SL Benfica 1904-1954; II volume; pp 133; Mário de Oliveira e Rebelo da Silva; Edição dos autores; Fascículos 1954-1959

10 de Novembro de 1928
O monumento é património português sendo traçado pelo escultor portuense António Teixeira Lopes (1866 - 1942) erigido num terreno de 25 metros quadrados, junto à Igreja Matricial, doado ao Governo Português, por decisão autárquica de La Couture, em 10 de Setembro de 1923. Mas "à portuguesa" a previsão para ser inaugurado na passagem dos dez anos da sangrenta batalha "escorregou" para os dez anos do final da I Guerra Mundial: Dia do Armistício. Vá lá! Seis meses! Podia ser pior! (clicar para saber mais)


Esquemas da Batalha de La Lys: Antes/Durante e Depois 
(Uma "coça" das grandes! Tantas vidas que deixaram de ser vividas)




9 de Abril de 1918
A feroz luta em La Lys dizimou milhares de jovens soldados portugueses tal como centenas de oficiais. Os alemães triunfaram com facilidade e poucas baixas. Triunfaram é uma força de expressão. Seis meses depois, em 11 de Novembro de 1918, perderam tudo. Geralmente nas guerras é assim! Haveriam de regressar mais tarde liderados por um senhor de bigodinho igual a este do filme mas não é este! (clicar para saber mais acerca da Batalha de La Lys)



Não consigo encontrar a placa!
Pois. O certo é que não encontro em fotografias e filmes mais recentes a placa colocada em 1934 pela embaixada desportiva do Benfica no monumento português em La Couture. Em 1964 (data desta fotografia) ainda lá estava.


Em 1984 fui lá propositadamente, desviando-me em Julho desse ano, da rota "interrailiana" entre Paris e Bruxelas para passar por lá para ver a placa. Ainda lá estava, se bem que não tenha tirado fotografias. Também não sei o sítio preciso (não tenho memória de tal): se como em 1934, por baixo do pé do soldado português "Zé Ninguém"; se como em 1964 ou noutro local (mas frontal) do monumento! Mas estava!




Actualmente não está. Pelo menos não está visível. Eh! Pá! Bem sei que a placa é (ou era) pequena, mas é (ou era) linda! E foi lá colocada antes de outras o serem. Foi lá colocada levada numa embaixada de bicicletas, desde Lisboa. Até Paris. De Paris até La Couture. Com esforço, carinho, dedicação, simpatia, devoção, sentimento e... glória! E esta não é uma glória qualquer! É a do Glorioso! Encontrem a -pide. Pode ser!?



Arqueologia Benfiquista: outro modo de Benficar

Alberto Miguéns
Ler Mais ►

quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

A Batalha das Camélias. Off Manchester

AINDA CONSIGO ENTENDER JOGOS DE SELECÇÕES COMO JOGOS ENTRE FUTEBOLISTAS DE ELITE. VÊ-LAS COMO ACÇÕES PATRIÓTICAS ACHO PINDÉRICO.


A anunciada "Batalha do Século" pariu, ao contrário da Montanha, dois ratolas. Esta(s) tentativa(s) da FIFA/UEFA em fazerem de um jogo colectivo uma passagem de modelos vestidos de futebolistas não passam de jogos mediáticos. Os "modelos" como são os «assalariados mais capitalistas do Mundo» guardam-se, resguardam-se, para as "passareles" que dão dinheiro: Ma$$a, bago; grão; milho; carcanhoi$; carcanhol; graveto; granfo; patacão; pilim; cheta; vil metal; ma$$aroca; pa$tel; pa$ta; guito; ou guita.



Pela Pátria lutar
Estes jogos estimulam os patrioteiros que vêem no desporto um sucedâneo limpo, politicamente correcto, das antigas batalhas com que sonham e recordam com intensidade se bem que nunca as tenham visto e principalmente vivido. Neste caso muitos, provavelmente, desertavam... A UEFA e a FIFA andam a brincar com o fogo!


Trazer metade da população para o futebol
Esta política de valorizar os jogos das selecções - contam todos para o currículo, particulares o oficiais, sem distinções - que existe exacerbadamente desde há cerca de duas décadas (alargamento das presenças nas fases finais dos Mundiais e Europeus) visou, essencialmente, interessar pelo futebol mais de metade da população mundial (clicar): as mulheres. No Ocidente poderosas e ricas. Trocar montras de roupas, sapatos, fitas, fitinhas e malas pelos gritos aos ídolos foi uma jogada de muita ma$$a. Valor.

Vender mais uns jornais
A Imprensa (papel, rádio e televisões) também lucra dos dias imediatamente anteriores. No dia seguinte tudo é passado. Já foi! Já está esquecido. Venham mais... Em tempo de crise (clicar).

Visão pessoal
Para mim os países devem defrontar-se nas condições de vida que os governantes escolhidos pela população, através de eleições, conseguem proporcionar aos seus habitantes. Aí, sim, é de valor. Aqui, sim, é que se vê quem "ganha"! (clicar)



Viva o Benfica!

Alberto Miguéns



Dinheiro, Dinheiro, Dinheiro

Eu trabalho a noite toda, eu trabalho o dia todo, para pagar as contas que tenho de pagar
Não é triste?
E ainda parece não sobrar um único centavo para mim
Isso é muito ruim
Nos meus sonhos eu tenho um plano
Se eu encontrasse um homem rico
Eu não teria que trabalhar, ficaria à toa e daria um baile

Dinheiro, dinheiro, dinheiro
Deve ser engraçado
No mundo dos ricos
Dinheiro, dinheiro, dinheiro
É sempre ensolarado
No mundo dos ricos
Aha-ahaaa
Todas as coisas que eu poderia fazer
Se eu tivesse um pouco de dinheiro
É um mundo de gente rica

Um homem como este é difícil de encontrar, mas não posso tirá-lo da minha mente
Não é triste?
E se acontecer de encontrar um solteiro eu aposto que ele não vai me agradar
Isso é muito ruim
Então tenho de ir embora, vou ter de ir
Para Las Vegas ou Mônaco
E ganhar uma fortuna em um jogo, minha vida nunca mais será a mesma

Dinheiro, dinheiro, dinheiro
Deve ser engraçado
No mundo dos ricos
Dinheiro, dinheiro, dinheiro
É sempre ensolarado
No mundo dos ricos
Aha-ahaaa
Todas as coisas que eu poderia fazer
Se eu tivesse um pouco de dinheiro
É um mundo de gente rica

Dinheiro, dinheiro, dinheiro
Deve ser engraçado
No mundo dos ricos
Dinheiro, dinheiro, dinheiro
É sempre ensolarado
No mundo dos ricos
Aha-ahaaa
Todas as coisas que eu poderia fazer
Se eu tivesse um pouco de dinheiro
É um mundo de gente rica

É um mundo de gente rica



Money, Money, Money

I work all night, I work all day, to pay the bills I have to pay
Ain't it sad
And still there never seems to be a single penny left for me
That's too bad
In my dreams I have a plan
If I got me a wealthy man
I wouldn't have to work at all, I'd fool around and have a ball

Money, money, money
Must be funny
In the rich man's world
Money, money, money
Always sunny
In the rich man's world
Aha-ahaaa
All the things I could do
If I had a little money
It's a rich man's world

A man like that is hard to find but I can't get him off my mind
Ain't it sad
And if he happens to be free I bet he wouldn't fancy me
That's too bad
So I must leave, I'll have to go
To Las Vegas or Monaco
And win a fortune in a game, my life will never be the same

Money, money, money
Must be funny
In the rich man's world
Money, money, money
Always sunny
In the rich man's world
Aha-ahaaa
All the things I could do
If I had a little money
It's a rich man's world

Money, money, money
Must be funny
In the rich man's world
Money, money, money
Always sunny
In the rich man's world
Aha-ahaaa
All the things I could do
If I had a little money
It's a rich man's world

It's a rich man's world


Ler Mais ►

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

Benfica de Glória na Finlândia

UMA VITÓRIA "TIRADA A FERROS" NUMA MODALIDADE (BASQUETEBOL) EM QUE PORTUGAL NÃO TEM EXPRESSÃO EUROPEIA.


O Glorioso regressou a uma vitória em terreno alheio numa fase de grupos ao fim de 26 jogos, com apenas quatro vitórias (todas caseiras). Ou seja, treze derrotas em terreno alheio e nove em "casa". Se bem que há também um empate (em Portugal) e uma vitória forasteira (na Ucrânia) na pré-eliminatória, por isso bem sucedida, de acesso ao Grupo K na Taça Eurochallenge durante a temporada de 2010/11.

Desde 1998 que não havia uma Gloriosa Vitória numa fase de grupos
Com o "Glorioso" remetido para o 4.º e último lugar do Grupo H a três jornadas do final o líder israelita do grupo foi derrotado - três pontos de diferença - em Israel, pelo Benfica. Com 16 grupos para apurar 32 clubes, os dois apurados do Grupo H foram logo eliminados nos dezasseis-avos-de-final.
Nesse Jogo de Glória, em Israel, o Benfica que tinha perdido no pavilhão SLB 1, por 93-99, deu uma resposta intrépida vencendo o favorito Maccabi de Rishon Le Zion. E como se sabe Maccabi tem um significado de Herói para os israelitas, pois é uma referência ao povo macabeu que se revoltou contra os opressores tendo sucesso!

Nesse jogo de boa memória os três estrangeiros estiveram em grande destaque com 19 pontos (Faulkner e Grant) e 18 pontos (Cargol).


Dezasseis anos e 14 dias depois...
De 4 de Novembro de 1998 a 18 de Novembro de 2014 medeiam dezasseis anos, mas apenas três participações nas competições europeias. Num desporto que tem pouca expressão qualitativa em Portugal - a selecção não dá "uma para a caixa" - o Benfica regressou às vitórias no estrangeiro numa fase de grupos. Depois da Taça Korac o Desafio agora é outro, ou melhor, outra! 


Na Finlândia fez-se luz na noite boreal com Jobey Thomas a concretizar 32 pontos "à Lisboa". Cheira bem , cheira a Thomas! O melhor "americano" que vi jogar no "Glorioso" depois de Mike Plowden.


RESULTADOS DO GLORIOSO BASQUETEBOL
COMPETIÇÕES EUROPEIAS (1998/99 - 2014/15)
Época
Competição
Fase
Adversário
S
Res.

1998/99

Taça Korac
Gr. H /4.ªJ
Maccabi Rishon (Israel)
F
V 77-74
Gr. H /5.ªJ
SCM Le Mans (França)
F
D 65-78
Gr. H /6.ªJ
FC 01 Bamberg (Alemanha)
C
D 63-69





2004/05





Taça ULEB
Gr. G /1.ªJ
Telekom Bkt. Bona(Alemanha)
C
D 71-74
Gr. G /2.ªJ
Wroclaw KS Silésia (Polónia)
F
D 83-85
Gr. G /3.ªJ
BC Lietuvos Rytas (Lituânia)
F
D 49-74
Gr. G /4.ªJ
KK Estrela Vermelha (Sérvia)
C
D 66-106
Gr. G /5.ªJ
SSB Pompeia Nápoles (Itália)
F
D 82-87
Gr. G /6.ªJ
Telekom Bkt. Bona (Alemanha)
F
D 68-80
Gr. G /7.ªJ
Wroclaw KS Silésia (Polónia)
C
D 60-70
Gr. G /8.ªJ
BC Lietuvos Rytas (Lituânia)
C
D 57-59
Gr. G /9.ªJ
KK Estrela Vermelha (Sérvia)
F
D 69-83
Gr. G /10.ªJ
SSB Pompeia Nápoles (Itália)
C
D 67-104





2010/11





Taça EuroDesafio
PE (1.ª m)
BC Ferro - ZNTU (Ucrânia)
C
E 105-105
PE (2.ª m)
F
V 77-72
Gr. C/1.ªJ
PBC Lukoil Ac. Sofia (Bulgária)
F
D 71-92
Gr. C /2.ªJ
Helsinn Lugano Bkt. (Suíça)
C
V 89-84
Gr. C /3.ªJ
Univ. Tartu Rock (Estónia)
C
V 80-74
Gr. C /4.ªJ
PBC Lukoil Ac. Sofia (Bulgária)
C
V 86-79
Gr. C /5.ªJ
Helsinn Lugano Bkt. (Suíça)
F
D 52-74
Gr. C /6.ªJ
Univ. Tartu Rock (Estónia)
F
D 64-80
Gr. K/1.ªJ
BK Ventspils (Letónia)
F
D 65-100
Gr. K /2.ªJ
BCM Gravelines Dunquerque (Fr.)
C
D 64-67
Gr. K /3.ªJ
Norrkoeping Dolphins (Suécia)
C
V 83-75
Gr. K /4.ªJ
BK Ventspils (Letónia)
C
D 71-74
Gr. K /5.ªJ
BCM Gravelines Dunquerque (Fr.)
F
D 82-91
Gr. K /6.ªJ
Norrkoeping Dolphins (Suécia)
F
D 74-80

2014/15

Taça EuroDesafio
Gr. E /1.ªJ
Belfius Mons-Hainaut (Bélgica)
C
D 69-79
Gr. E /2.ªJ
JSF Nanterre (França)
F
D 68-80
Gr. E /3.ªJ
Kataja Basket (Finlândia)
F
V 93-90
NOTA: Taça EuroDesafio (nome inglês EuroChallenge Cup)

Domingo há mais!


Alberto Miguéns
Ler Mais ►