A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

12/08/2016

Entre um Serrado e um Mentiroso (Parte 2)

12/08/2016 + 8 Comentários
O SERRADO INVENTA MAIS. OU AINDA NÃO SABE O QUE O ESPERA!



Para um clube com uma história tão verosímil e credível, segundo ele, há incongruências na fundação do Sporting CP que deixam qualquer um perplexo. O essencial está digitalizado do portal do SCP para poder tecer com justificação o texto para hoje mas nada como ir à origem (clicar). 




 Recordemos a entrevista de Ricardo Serrado à Sporting TV. 



«O Sporting é o clube que tem a sua história mais consolidada».


«A história do Sporting que até é a mais verosímil».


Ora vamos lá ver a consolidação e o ser verosímil! Em três penadas (por isto interessar pouco ao Benfiquismo) mas podem ser mais:

1. Os "primeiros 19 leões"



As listagens publicadas não batem certas. Um caso de "a bota e a perdigota". No portal listam-se os 19 fundadores, mas numa listagem publicada em 1951 com os primeiros 67 associados do Sporting CP pouco bate certo. Não vou ser exaustivo, pois isto é assunto sportinguista. Apenas quatro notas:

1.1. Há cinco dos 19 que não constam da lista. A lista é de 1910 mas não é crível que já tivesse havido, em quatro anos, renumeração; Não se faz!

1.2. Mesmo que houvesse como pode um dos 19 fundadores (António Stromp) aparecer com o número...60 (sessenta!). Entre outros cinco números absurdos - 24, 25, 29, 32 e 33 - acima de 19 para os 19 primeiros; Não se faz!


1.3. Os associados do "Glorioso" (a vermelho) que desertaram, no Verão de 1907, para o Sporting CP têm números muito mais baixos - 6, 7, 11, 12, 17, 20, 21 e 22 - em relação a vários - há pelo menos seis com números superiores a 23 - dos 19 fundadores de 8 de Maio de 1906, talvez 1 de Julho de 1906! Não se faz!


1.4. O número 62 de Francisco Santos (escultor) é "interessante" mostrando que a lista publicada no Boletim do Sporting CP, em 1951, com a "relação dos 67 associados em Janeiro de 1910" tem razão de ser ao colocá-lo "próximo" de 1910. Francisco Santos começou por jogar na famosa equipa da Real Casa Pia de Lisboa em 1895-1898. Depois jogou no "Glorioso" como a maioria desses casapianos. Entretanto após uma estadia em Paris (para apurar pintura) vai para Roma estudar escultura, jogando na SS Lazio (1907/08 e 1908/09). Quando regressa a Lisboa, em 1909, os seus amigos casapianos, entretanto tinham passado para o SCP (António Couto (6), Queiroz Santos (7) e Januário Barreto (11), por exemplo). Passou a jogar no SCP - há foto dele como futebolista do Sporting CP em 8 de Dezembro de 1909. Mais dia, menos dia foi no último trimestre de 1909 que deve ter feito a sua inscrição, em época - 1909/10 - com início tardio da temporada de jogos de futebol. O novato no clube era o n.º 62. O fundador António Stromp, em 8 de Maio ou 1 de Julho, quem sabe, apenas sabemos ser 1906, era o n.º 60! Não se faz!

2. Revisionismo histórico 14 anos depois e...depois de José Alvalade morrer

Trapalhada. O clube não tinha nome em 8 de Maio? Então não é José Alvalade o principal fundador (ao contrário do "Glorioso" que não teve um "principal fundador") que diz nesse dia: «Queremos que o Sporting...»


Foi preciso esperar 14 anos ou foi necessário que o principal fundador falecesse?



Ou seja, José de Alvalade (e grande parte dos fundadores - quantos não se sabe - como pelos "vistos" demonstram) foi bem traído. Quando faleceu, em 19 de Outubro de 1918, o clube, que foi sua ideia, comemorou o aniversário sempre com referência a 8 de Maio de 1906! Dia em que até foi eleito vice-presidente, tendo como presidente eleito o seu avô mecenas, Visconde de Alvalade. Um ano e meio depois de falecer, em Maio de 1920, decidem que o seu SCP de 8 de Maio, quando disse a famosa frase, passou a ser fundado em 1 de Julho de 1906! Disse a frase para um clube que só existiria dois meses depois! Não se faz!

3. Verde muito clarinho, tão clarinho, quase branco


Verde esperança só de paleio. Em campo eram brancos. Como os anjinhos. E foi assim desde que há fotografias conhecidas até finais de Março de 1908 quando estrearam as camisolas bipartidas, verde-e-brancas mantendo os calções brancos num jogo frente aos ingleses do Carcavellos Club (D 0-7). Claro no tempo em que ainda tinham sido fundados a 8 de Maio. Aliás José de Alvalade nunca soube de qualquer outra data como dia da fundação! Não se faz!


A estreia "a verde" do SCP frente ao SLB na Feiteira, em 25 de Outubro de 1908, numa Gloriosa Vitória por 2-0:


E isto são só uns "pózinhos". Para consolidação e verosimilhança não está mal. Mesmo nada mal.

Alberto Miguéns

NOTA1: Acalma-te Ricardo Serrado. Há no Mundo (que é vastíssimo) quem saiba de assuntos vários e variados. Avariados!




Tanta consolidação, certeza e verosimilhança mas em 1943 ainda andavam às voltas com a data.


E o SCP deve ser o único clube do Mundo, para além de ser a maior potência desportiva, que tem o maior desplante supradesportivo. Teve dirigentes eleitos, normas instituídas, quotas, orgânica definida cerca de dois meses antes de existir! Dirigiam e serviam para quê se, ao que dizem, nem havia clube? O que é que andaram a fazer entre 8 de Maio e 1 de Julho de 1906? Não se faz!


(Clicar em cima da imagem para visualizar as datas com mais pormenor)

História e Vida do Sporting Clube de Portugal; Eduardo de Azevedo; Fascículo 21; Volume 3; separata; Homenagem aos presidentes do Sporting CP; Março de 1977; Lisboa

NOTA2: Amanhã e depois o que interessa é a mui interessante (ainda mais no sábado) Tondela, capital do Benfiquismo. Depois veremos, afinal, com documentação com mais de 60 anos, afinal qual é o clube com a historiografia mais verosímil, consolidada e fidedigna no último texto desta aborrecida (mas necessária) série. Entre um Serrado e um Mentiroso (Parte 3)
8 comentários
comentários
  1. ENORME Miguéns, que a pena nunca te doa.
    A família Benfiquista precisa bem de defensores do seu bom nome como o meu caro.
    Obrigado.
    Um Benfiquista agradecido.
    Saudações Gloriosas,
    GloriosoBeiraAlta

    ResponderEliminar
  2. Só para desmascarar o trafulha do Serrado se justifica dar uma lição de história aos lagartos, sobre o seu próprio clube.

    ResponderEliminar
  3. Talvez não seja o blogue ideal, mas a verdade é que também gostava de ver bem esclarecida, sem margem para dúvidas a questão dos 4 campeonatos fantasma da lagartagem. Aceita a sugestão? Obrigado caro Alberto pelo serviço público que presta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. aqui:
      http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com/2016/08/entre-um-serrado-e-um-mentiroso-parte-1.html

      Eliminar
  4. Muito obrigado caro benfiquista pelo respeitoso trabalho.
    Até nisto nós somos enormes.

    Saudações benfiquistas
    Viva o nosso Glorioso Benfica

    ResponderEliminar
  5. Ó Serrado, ito é só o começo...

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde Alberto.

    Gostava de saber o quanto é que ele deve estar a engolir por causa destas palavras... Tão correctas:

    http://www.bulhosa.pt/images/products/00000245798.JPG

    ResponderEliminar
  7. História consolidada...

    Que bela "base de trabalho" para o serrado trabalhar. Imagino a bagunça que vai ser quando ele descobrir "a história do scp à moda do serrado". Mas isso é problema dos sapos. Que desfrutem bem do grande estoriador. Fica-lhe tão bem a gravata verde.

    Malhe nele Alberto. Malhe nele com a Verdade. Malhe nele que o serrado nem sequer tem coragem para dar a cara!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail