A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

29/10/2015

Não Queriam Mais Nada!?

29/10/2015 + 1 Comentários API
PARA A TAÇA DE PORTUGAL O “GLORIOSO” NÃO VENCEU APENAS DUAS VEZES NO RECINTO DO SPORTING CP. VENCEU TRÊS VEZES!


O jornal "Record" na edição de sábado passado, em 24 de Outubro de 2015, na página 2, enganou os seus leitores.



Este texto não está correcto. O Benfica venceu por três vezes, em terreno adversário, o Sporting CP. Como num texto deste blogue foi dito e exemplificado (clicar).


Em 1942/43, o Benfica foi eliminar o Sporting CP no estádio do Lumiar
Que era o recinto onde o adversário jogava desde 30 de Abril de 1937. O Benfica venceu por 3-2 nessas meias-finais disputadas apenas num jogo. Vou utilizar uma digitalização do Almanaque mas deixo o aviso habitual, pois terá entre 15/20 mil erros.

Almanaque do Benfica; Página 180; 3.ª edição; Lua de Papel; Maio de 2014; Lisboa
NOTA: Não garanto que todas as informações – futebolistas que jogaram, marcadores de golos e minutos - estejam correctas. O local do jogo está e é isso que interessa para justificar o que vou escrever. É um assunto menor que não justifica gastar tempo e dinheiro na Biblioteca Nacional a consultar três ou mais jornais do dia seguinte (14 de Junho de 1943) para justificar prováveis erros.


Efeito zerozero
Desta vez o Almanaque até “se safa”. Está correcto. O que vem confirmar - pelas comparações que têm sido feitas entre Almanaque e zerozero que apesar de haver semelhanças demasiado evidentes (quem copiou quem?) o zerozero ainda é mais desleixado. Inventam informações com muito mais ligeireza. E depois, por comodidade – dá uma trabalheira consultar os jornais do dia seguinte aos jogos – não têm dúvidas. Toca a copiar. Como não indicam de onde copiaram (apesar de ser mais que evidente) o Record é responsável pelo erro, pois ao não indicar a “fonte” assume que é da sua exclusiva responsabilidade. Já por mais de um vez escrevi que para fazer trabalhos que envolvam precisão copiar do Almanaque ou do zerozero é estar a correr colossais probabilidades de mentir. E ainda mais grave. Este(s) erro(s) são repetidos nas plataformas de comunicação do Benfica que copiam informações externas dadas por órgãos exteriores ao Clube em vez de ser o Clube a fornecer a essas plataformas o que está correcto! Inacreditável!

Em 1944/45, o Benfica venceu, por 2-1, na 1.ª mão
Jogo no estádio do Lumiar, mas o adversário respondeu com 3-2 na 2.ª mão (estádio do Campo Grande). Foi necessário um terceiro jogo em “campo neutro” no Lumiar-A (também ficava tudo ali bem “juntinho”). O Sporting CP venceu, por 1-0, seguindo para a final da Taça de Portugal.


Em 1962/63, o Benfica venceu, por 1-0, na 1.ª mão
Jogo no estádio do Lumiar (entretanto baptizado José Alvalade e muito modificado em relação a 1944/45, pois sofrera remodelações em 1947 (passou de madeira a alvenaria) e em 1956 (passou de alvenaria a betão), mas o adversário respondeu com 2-0 na 2.ª mão (naquela que foi a primeira vitória do Sporting CP – ao 13.º jogo na “Saudosa Catedral” - num estádio inaugurado há nove anos, em 1 de Dezembro de 1954). O Sporting CP seguiu, por diferença de golos, para a final da Taça de Portugal. Antes desse jogo o Sporting CP registava em 12 jogos, oito derrotas (cinco consecutivas) e menos 15 golos marcados (27/12).

Calma!
A próxima vitória, em 21 de Novembro, na Taça de Portugal, não só será a quarta (em vez de terceira) como será a segunda com efeitos práticos: afastamento do Sporting CP da competição, mesmo com este a jogar no seu recinto. Não liguem ao "Record" e aos “outros” que nas vésperas do próximo “Dérbi de Lisboa” nos vão entreter com a mesma historieta. Ou este blogue não se chame “Em Defesa do Benfica”!

É que por “azar” foram logo eliminar o jogo que “contou”. As outras duas vitórias valeram de pouco.

Alberto Miguéns

NOTA FINAL: Mas até na conceituada UEFA se brinca aos números. Reparem nesta "pérola":

clicar para aceder à notícia completa (embora seja perder tempo!)
Mas o golo não foi aos 69 segundos? Ou um minuto para a UEFA tem 65 segundos! É que cinco segundos nestas estorietas que agora gostam de noticiar para «encher chouriços» podem fazer toda a diferença no final da competição para "apurar o mais rápido".


PLANO PARA AS EDIÇÕES DURANTE  OUTUBRO/ NOVEMBRO
(provisório como é evidente)
De 30 de Outubro a 24 de Novembro de 2015 (Sempre pela meia-noite)
Sexta-feira (de 29 para 30): Estreia frente ao CD Tondela;
Sábado (de 30 para 31): Primeira “posta” SLB!
Domingo (de 31 para 1): Benfica tão brilhante que se vê no escuro;
Segunda-feira (de 1 para 2): 130.º aniversário de Cosme Damião;
Terça-feira (de 2 para 3): O Benfica e os clubes turcos em Lisboa;
Quarta-feira (de 3 para 4): O Benfica depois da 4.ª jornada na Liga dos Campeões;
Quinta-feira (de 4 para 5): O Lar dos Jogadores;
Sexta-feira (de 5 para 6): Os treinos com Otto Glória;
Sábado (de 6 para 7): O Campo Grande como nunca o viu;
Domingo (de 7 para 8): O Benfica e o Boavista FC;
Segunda-feira (de 8 para 9): O “Glorioso” depois da Décima!;
Terça-feira (de 9 para 10): Os treinos com Béla Guttmann;
Quarta-feira (de 10 para 11): Toni dixit;
Quinta-feira (de 11 para 12): Álvaro dixit;
Sexta-feira (de 12 para 13): O Oriental/COL foi mesmo o primeiro!;
Sábado (de 13 para 14): O mais belo 138;
Domingo (de 14 para 15): Anatomia de uma descoberta;
Segunda-feira (de 15 para 16): Museu do FC Porto (parte I);
Terça-feira (de 16 para 17): Museu do FC Porto (parte II); 
Quarta-feira (de 17 para 18): Museu do FC Porto (parte III);
Quinta-feira (de 18 para 19): Museu do FC Porto (parte IV); 
Sexta-feira (de 19 para 20): Museu do FC Porto (parte V); 
Sábado (de 20 para 21): Museu do FC Porto (parte VI)
Quinta-feira (de 28 para 29): Estreia frente ao CD Tondela;
Sexta-feira (de 29 para 30): E depois da Nona?;
Sábado (de 30 para 31): Primeira “posta” SLB!
Domingo (de 31 para 1): Benfica tão brilhante que se vê no escuro;
Segunda-feira (de 1 para 2): 130.º aniversário de Cosme Damião;
Terça-feira (de 2 para 3): O Benfica e os clubes turcos em Lisboa;
Quarta-feira (de 3 para 4): O Benfica depois da 4.ª jornada na Liga dos Campeões;
Quinta-feira (de 4 para 5): O Lar dos Jogadores;
Sexta-feira (de 5 para 6): Os treinos com Otto Glória;
Sábado (de 6 para 7): O Campo Grande como nunca o viu;
Domingo (de 7 para 8): O Benfica e o Boavista FC;
Segunda-feira (de 8 para 9): O “Glorioso” depois da Décima!;
Terça-feira (de 9 para 10): Os treinos com Béla Guttmann;
Quarta-feira (de 10 para 11): Toni dixit;
Quinta-feira (de 11 para 12): Álvaro dixit;
Sexta-feira (de 12 para 13): O Oriental/COL foi mesmo o primeiro!;
Sábado (de 13 para 14): O mais belo 138;
Domingo (de 14 para 15): Anatomia de uma descoberta;
Segunda-feira (de 15 para 16): Museu do FC Porto (parte I);
Terça-feira (de 16 para 17): Museu do FC Porto (parte II); 
Quarta-feira (de 17 para 18): Museu do FC Porto (parte III);
Quinta-feira (de 18 para 19): Museu do FC Porto (parte IV); 
Sexta-feira (de 19 para 20): Museu do FC Porto (parte V); 
Sábado (de 20 para 21): Museu do FC Porto (parte VI);
Terça-feira (de 22 para 23):  Cuidado com eles;

Quarta-feira (de 23 para 24): Mentiras Oficiais Made in SLB
1 comentários
comentários
  1. Creio que o Benfica é o maior culpado, pois nunca se deu ao trabalho de editar um livro "à séria" (ou o que quer que seja, um site, por exemplo, como o do Manchester United) com todos os resultados e constituições dos jogos da sua equipa de Honra de futebol. Se o fizesse desapareceriam os erros e as omissões que surgem diariamente na imprensa.
    Saudações,
    José Algarvio

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail