A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/04/2015

O Prometido é Devido!

15/04/2015 + 0 Comentários
A ESTATÍSTICA DO BENFICA NO ESTÁDIO DO RESTELO É IMPRESSIONANTE. NEM IMAGINAVA A SUPERIORIDADE ANTES DE A FAZER!


AVISO: O facto de ter de fazer um quadro com...108 jogos prolongou por muitas horas, após o jantar que teve de ser rápido, a elaboração do mesmo. Deixo-o já publicado, bem como as ideias das principais notas que conto desenvolver na próxima hora. Está concluído!


Só é interessante entre os 08:56 e os 09:15


Oito adversários, vantagem com todos
O clube mais penalizado é o CF "Os Belenenses", proprietário do recinto, com 45 derrotas e apenas 14 vitórias, encaixando 138 golos para 67 marcados ao Benfica. Há muito que chamo aos jogos CF "Os Belenenses" com o "Glorioso" o "Clássico das Camisolas de Bom Gosto". Mas o Sporting CP, no Dérbi de Lisboa, também não se fica a rir dos resultados do CF "Os Belenenses" frente ao Benfica. Onze vitórias do Benfica (quatro derrotas) e 32 golos encaixados para 13 sofridos. Em percentagens aproximam-se: Vitórias do Benfica (mais 3,1 sucessos frente aos azuis e 2, 75 frente ao Sporting CP; quociente de golos/"goal average" (mais 2,1 golos frente ao clube da casa e 2,5 frente ao SCP, ou seja, ainda melhor)!

JOGOS POR ADVERSÁRIO NO ESTÁDIO DO RESTELO
Adversários
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
108
67
23
18
199
92
CF "Os Belenenses"
78
45
19
14
138
67
Sporting CP
18
11
3
4
32
13
Atlético CP
4
3
1
-
9
5
GD Estoril Praia
3
3
-
-
7
4
CF Estrela Amadora
2
2
-
-
6
3
FC Barcelona
1
1
-
-
4
0
Selecção México
1
1
-
-
2
0
Gil Vicente FC
1
1
-
-
1
0

Três jogos que interessa destacar
O estádio do Restelo foi uma obra megalómana em todos os aspectos. Local, arquitectura, dimensão, espaços desportivos envolventes, cerimónia de inauguração, etc. Até teve desde a sua inauguração torres de iluminação! Foi tudo tão desmesurado face à realidade e capacidade, que o clube não teve dinheiro para o pagar. Eram tantas as dívidas sobre dívidas que entregaram o estádio (melhor, as dívidas sobre dívidas à CML). Esta demorou décadas a pagá-las e depois... entregou o estádio ao CF "Os Belenenses" no início da década de 80. Estava para falar deste assunto, comparando as atitudes desse clube com aquilo que decidiram, em 1954, os Benfiquistas e até sportinguistas - que preferiram não fechar totalmente as bancadas, em 1956, para não agravar os encargos mas fica para outra ocasião. Mesmo este parágrafo só o escrevi para que se perceba o porquê do jogo com o FC Barcelona ter sido jogado no estádio do Restelo e não na Luz. É que foi numa quinta-feira, à noite, e o Benfica só inaugurou a iluminação artificial na Luz em 9 de Junho de 1958, quase um ano depois.


Semanário "O Benfica"; 27 de Setembro de 1956; Primeira página

FC Barcelona: colheita 1957
Em 5 de Setembro de 1957 o FC Barcelona deslocou-se a Portugal para defrontar o Benfica, com o jogo a realizar-se no estádio do Restelo. Iniciara-se a época de 1957/58 com teria, para o FC Barcelona, um final de temporada magnífico com a conquista da primeira edição da "City Fairs Cup" (Taça das Cidades Com Feiras). O FC Barcelona conquistara em 1956/57 a Taça de Espanha e foi 3.º no campeonato espanhol, atrás de Real Madrid CF e Sevilha FC. Seria 3.º em 1957/58 atrás de Real Madrid CF e CA Madrid! Trouxe a equipa principal, apenas Kubala não pode jogar por estar adoentado ou lesionado (já li as duas situações). O Benfica deu-lhes um "banho de bola": Coluna (30'), José Águas (41' e 49') e Cavém (46') deram expressão ao resultado. O insuspeito sportinguista e extraordinário jornalista Tavares da Silva escreveu que acabara de assistir «à mais brilhante vitória de um clube de Portugal em toda a história do futebol português»!


Jornal "El Mundo Deportivo; Pág. 5; 6 de Setembro de 1957. NOTA: Espero que não continuem a pensar em Barcelona que "levaram" quatro do Belenenses! Foi do BENFICA! E Cabado foi afinal..Calado! Francisco Calado! Do onze inicial do FC Barcelona (no artigo desse jornal espanhol, apenas publicaram dez, falta lá o futebolista Suárez) que defrontou o "Glorioso" no estádio do Restelo, em 5 de Setembro de 1957, oito meses depois, em 1 de Maio de 1958, na final da Taça das Cidades Com Feiras, apenas não jogou na 2.ª mão: Villaverde (mas actuou na 1.ª mão, em Londres), substituído em Barcelona por Evaristo. Kubala também não jogou nas duas mãos da final. No Benfica, José Bastos saiu aos 70' (entrando Costa Pereira); Artur Santos entrou ao intervalo para o lugar de Serra. Aos 56 minutos saiu o capitão Caiado para entrar Salvador, passando Calado a capitanear. Aos 70 minutos, Otto Glória fez quatro substituições: Zézinho (Ângelo), Chipenda (Coluna), Palmeiro Antunes (Francisco Palmeiro) e Azevedo (Cavém)

Mundo Desportivo; 6 de Setembro de 1957, Primeira página

Sporting CP: colheita 1964
O Dérbi de Lisboa, em 29 de Março de 1964, realizado no estádio do Restelo para disputar a "Taça de Ouro da Imprensa" foi um hino à Glória do Benfica. Poucos dias antes, em 15 de Março, o Sporting CP empatara, a dois golos na Luz, para o campeonato. Ficara a sensação que o "Glorioso" jogara QB, o suficiente para sagrar-se Bicampeão Nacional. Os sportinguistas saíram da Luz como se tivessem vencido um jogo que empataram e tinham de golear. Num jogo em que não eram autorizadas substituições (como nos jogos para competições oficiais) no estádio Restelo serviu-se a "lição" em forma de "rolo compressor": Eusébio, aos 8', 12' e 56' com José Torres pelo "meio" aos 19' e 37'. Consta (Augusto Silva conta-o) que nos festejos do 5.º golo (aos 56') o capitão Coluna pediu na "molhada": «Por respeito e consideração para com o meu amigo ou compadre (cito de memória) Hilário acabaram-se os golos!» Alguém ainda retorquiu... «mas falta pr'á'í meia-hora!» Nada feito! O resultado é que estava feito... 5-0. Podiam ter sido oito! Oito que foram os futebolistas do SCP (em onze) que mês e meio depois conseguiram o maior feito desportivo do SCP, a conquista da Taça dos Clubes Vencedores das Taças! "Cinco-a-zero" daqueles hiperactivos com o "Manto Sagrado" levaram eles aos "ombros" para Antuérpia!



CF "Os Belenenses": colheita 2009
Em 13 de Setembro de 2009 um dos melhores jogos do Benfica no estádio do Restelo frente ao clube proprietário do recinto. Na 4.ª jornada do campeonato nacional o "Glorioso" desmantelou a equipa do CF "Os Belenenses" com golos aos 6 minutos (Saviola), 56 minutos (Cardozo), 75 minutos (Javi Garcia) e 87 minutos (Ramires). O Benfica alinhou com: Quim; Ruben Amorim, Luisão (cap.), David Luiz e César Peixoto; Javi Garcia (aos 79', Maxi Pereira); Ramires, Aimar e Di María (aos 66', Fábio Coentrão); Cardozo (aos 62', Keirrison) e Saviola. Três momentos: 
1. Pré-jogo: Dizia-se e escrevia-se (lia-se, via-se e ouvia-se) que o Benfica não tinha consistência tal como tinha revelado na 1.ª jornada na "Catedral" com o CS Marítimo (E 1-1) iria sofrer a primeira derrota; Aimar e Saviola vinham passar os primeiros anos da Reforma à procura de Sol e Praia;
2. Jogo: Saviola recebe a bola, ainda no meio-campo do "Glorioso", a cinco metros da linha de meio-campo e leva meia-equipa (seis) do adversário atrás dele correndo, simulando, serpenteando, até chegar à grande-área onde teve que fintar aquela "gente toda que correra atrás dele" e ainda mais um (o sétimo belenenses e guarda-redes) para colocar a bola redonda a abanar as redes);
3. Pós-jogo: O inenarrável portista Aguiar a reclamar que o golo devia ter sido anulado porque Saviola andara aos empurrões durante a jogada! Pimba!



Média de dois golos por jogo(199/108) num campo adversário
A um golo das duas centenas ou a caminho dos 90 no campeonato nacional.

JOGOS POR COMPETIÇÃO NO ESTÁDIO DO RESTELO
Adversários
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
108
67
23
18
199
92
Campeonato nacional
51
27
14
10
85
43
Taça de Honra de Lisboa
37
26
6
5
75
33
Taça de Portugal
8
6
-
2
15
9
Taça da F.P.F.
1
1
-
-
2
1
Supertaça "Cândido Oliveira"
1
1
-
-
2
0
Taça da Liga
1
1
-
-
1
0
Taça de Ouro da Imprensa
1
1
-
-
5
0
Particulares
8
4
3
1
14
6

Tanta vitória e parecem sempre poucas...
Há ali algumas derrotas, no quadro, (pouquíssimas porque 18 em 108 jogos já são poucas) que custaram muito a "engolir"!

JOGOS DO "GLORIOSO" NO ESTÁDIO DO RESTELO
N.º
ÉPOCA
S
Res
Adversário
Competição
Observações
01
1956/57
F
E 2-2
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

02


1957/58
N
V 4-0
FC Barcelona
Particular
MRSFP
03
F
D 1-2
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

04
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Taça de Portugal

05
N
V 2-0
Selecção México
Particular

06

1958/59
F
E 0-0
CF "Os Belenenses"
Anulado
Camp. Nacional (1)
07
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

08
F
D 1-3
CF "Os Belenenses"
Taça de Portugal

09
1959/60
F
E 0-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

10
1960/61
F
V 4-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

11
1961/62
F
E 2-2
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

12

1962/63
N
V 4-0
Sporting CP
Taça Honra Lx

13
N
V 3-1
Atlético CP
Taça Honra Lx

14
F
V 4-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

15


1963/64
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

16
N
D 0-3
Sporting CP
Taça Honra Lx

17
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

18
N
V 5-0
Sporting CP
Taça de Ouro

19
F
V 3-0
CF "Os Belenenses"
Taça de Portugal

20

1964/65
N
V 3-0
Sporting CP
Taça Honra Lx

21
F
V 7-1
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

22
F
V 6-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

23

1965/66
F
V 4-3
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

24
N
D 1-2
Sporting CP
Taça Honra Lx

25
F
V 3-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

26


1966/67
N
V 3-2
Atlético CP
Taça Honra Lx

27
N
V 2-0
Sporting CP
Taça Honra Lx

28
F
D 1-2
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

29
N
E 1-1
Sporting CP
Particular
Taça Vicente Lucas(2)
--
1967/68
O CF "Os Belenenses", no CN, recebeu o SLB no Estádio Nacional (E 0-0)
30

1968/69
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

31
N
V 3-0
Sporting CP
Taça Honra Lx

32
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

33
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Taça de Portugal

34
1969/70
N
V 2-1
Atlético CP
Taça Honra Lx

35
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx
Derrota Pnt. Canto
36
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

37
1970/71
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

38
F
D 0-1
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

39

1971/72
N
V 2-1
Sporting CP
Taça Honra Lx

40
F
V 4-1
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

41
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

42


1972/73
F
V 3-0
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

43
N
E 1-1
Atlético CP
Taça Honra Lx
Vitória PmGP
44
F
V 2-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

45
F
V 4-2
CF "Os Belenenses"
Taça de Portugal

46
1973/74
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

47
N
V 1-0
Sporting CP
Taça Honra Lx

48


1974/75
F
V 5-1
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

49
N
V 1-0
Sporting CP
Taça Honra Lx

50
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

51
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Taça de Portugal

52
1975/76
F
D 2-4
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

53
N
V 4-2
Sporting CP
Taça Honra Lx

54
1976/77
F
V 3-2
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

55
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Taça da F.P.F.

56

1977/78
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

57
N
E 0-0
Sporting CP
Taça Honra Lx
Vitória PmGP
58
F
E 0-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

59

1978/79
F
D 0-1
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

60
F
E 0-0
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx
Vitória PmGP
61
N
V 2-1
Sporting CP
Camp. Nacional

62
1979/80
F
V 3-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

63
1980/81
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Taça de Portugal

64
F
V 3-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

65

1981/82
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx
Vitória PmGP
66
N
V 1-0
GD Estoril Praia
Taça Honra Lx

67
F
V 4-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

68
1982/83
F
V 2-0
CF "Os Belenenses"
Particular
Taça Amizade
69
1983/84
N
V 5-4
GD Estoril Praia
Taça Honra Lx

70
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Taça Honra Lx

71
1984/85
N
D 1-2
GD Estoril Praia
Taça Honra Lx

72
F
V 3-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

73

1985/86
N
E 0-0
Sporting CP
Taça Honra Lx
Vitória PmGP
74
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

75
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

76
1986/87
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

77
1988/88
F
D 1-2
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

78
1988/89
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

79

1989/90
N
V 4-2
CF Estrela Amadora
Taça Honra Lx

80
F
V 2-0
CF "Os Belenenses"
Supertaça CO

81
F
E 0-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

82
1990/91
F
V 2-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

83
1992/93
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

84
1993/94
F
D 1-2
CF "Os Belenenses"
Taça de Portugal

85
F
V 2-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

86
1994/95
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

87
C
V 2-0
Sporting CP
Camp. Nacional
(3)
88
1995/96
F
D 1-2
CF "Os Belenenses"
Particular
Apresentação
89
F
D 0-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

90
1996/97
F
D 0-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

91
1997/98
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

92
1999/00
F
E 0-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

93
2000/01
F
D 0-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

94
2001/02
F
E 1-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

95
2002/03
F
V 4-2
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

96
2003/04
F
V 2-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

97
2004/05
F
E 2-2
CF "Os Belenenses"
Particular
Apresentação
98
F
D 1-4
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

99
2005/06
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

100
2006/07
F
V 2-1
CF Estrela Amadora
Particular
Apresentação (4)
101
F
V 2-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

102
2007/08
F
D 0-1
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

103
2008/09
F
E 0-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

104
2009/10
F
V 4-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

105
2013/14
C
V 1-0
Gil Vicente FC
Taça da Liga
(5)
106
F
V 1-0
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

107

2014/15
N
V 1-0
GD Estoril Praia
Taça Honra Lx

108
N
D 0-1
Sporting CP
Taça Honra Lx

109
F
?
CF "Os Belenenses"
Camp. Nacional

108 J - 67 V - 23 E - 18 D   199/92
NOTAS EXPLICATIVAS: (1) Jogo mandado repetir por erro do árbitro ao não validar um golo do Belenenses em que a bola tinha saído do rectângulo de jogo na marcação de um pontapé de canto num jogo da 19.ª jornada, disputada em 1 de Fevereiro. Jogo repetido em... 18 de Março (quarta-feira), precisamente entre a penúltima (15 de Março; 25.ª jornada; D 1-2; SCP; Fora) e a última (22 de Março; 26.ª jornada; V 7-1; GD CUF; Casa; árbitro Inocêncio Calabote). O SLB fez o 7-1, aos 83', sendo incapaz - por esgotamento físico - de marcar mais um golo, aliás, o golo que permitiria conquistar o título de campeão nacional em vez do FC Porto;
(2) Vitória do Benfica no desempate por maior número de pontapés de canto a favor (seis a favor do SL Benfica e três a favor do Sporting CP);
(3) Jogo da 30.ª jornada, em 14 de Junho, mandado repetir por um erro do árbitro Jorge Coroado que expulsou indevidamente Caniggia por palavras que se provou que o futebolista nunca pronunciou, em 30 de Abril. O Conselho de Justiça anulou o jogo de 30 de Abril e mandou repeti-lo. O Benfica que entretanto iniciara obras no estádio da Luz para fazer um fosso (que decisão mais idiota!) entre as bancadas e o recinto de jogo realizou o jogo no estádio do Restelo. Para que o campeonato nacional da temporada seguinte (1995/96) tivesse início os resultados foram homologados pelo Conselho de Justiça. entretanto o SCP (através do seu presidente o incrível Santana Lopes) queixa-se na FIFA e esta envia um faxe (é o que se passou a contar) para a FPF a pedir a anulação do jogo mandado repetir. Para que isso fosse possível, o Conselho de Justiça teria de reunir para (des)homologar o resultado que homologara, anular o jogo que tinha mandado repetir e homologar o resultado do jogo que tinha anulado. Como é evidente (pelo menos a FPF nunca me conseguiu mostrar a acta desta reunião) o Conselho de Justiça não ia desautorizar-se e nada fez, esperando que o tempo tudo fizesse esquecer. O "problema" é que o futebol português não é uma República das Bananas. Ou há acta da reunião do Conselho de Justiça a (des)homologar o resultado que homologara, anular o jogo que tinha mandado repetir e homologar o resultado do jogo que tinha anulado ou o resultado que está homologado é este (V 2-0) realizado no estádio do Restelo mandado disputar pela FPF, através do seu Conselho de Justiça. O resto (enquanto não for publicada a tal acta que se existisse teria redacção...curiosa) é conversa!
(4) Jogo de apresentação do CF Estrela da Amadora aos seus associados transferido para o estádio do Restelo devido ao seu estádio José Gomes, na Reboleira/Amadora, estar indisponível;
(5) Terceira jornada do grupo D da Taça da Liga realizada pelo SLB "em casa", utilizando o estádio do Restelo, pelo facto do relvado na "Catedral" estar "em manutenção".

Num estádio adversário, são 67 vitórias (mais 49 que as 18 derrotas) e 199 golos marcados (mais 107 golos que os 92 sofridos).

Impressionante Benfica! Impressionante!

Alberto Miguéns
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail