A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

16/04/2015

Mentiras Oficializadas (Calabote)

16/04/2015 + 12 Comentários
APENAS ONTEM PERCEBI UM COMENTÁRIO A UM TEXTO QUE FIZ ACERCA DO JOGO ARBITRADO POR INOCÊNCIO CALABOTE.


A pesquisa de elementos históricos é propícia a situações destas. Por vezes andamos à procura de um tema que não encontramos e deparamos com outro que dávamos por perdido. Outras vezes procuramos esclarecer determinado assunto e acabamos por encontrar outro que estava esquecido.

Ao fazer, ontem, uma anotação a propósito de um jogo no estádio do Restelo é...
...que percebi, passadas semanas (meses?), um comentário que está relacionado com o mesmo assunto. A anotação é a seguinte:


Para mim é um assunto "arrumado" pelo facto das crónicas de dez jornais diferentes do(s) dia(s) a seguir a esse jogo (22 de Março de 1959) serem esclarecedoras, embora não coincidentes. Mas quase! Por isso consulto apenas a minha Base de Dados (BD). Em relação ao minuto do 7-1 até já nem necessito, pois de tanto falar (mas pelos vistos nunca é de mais) dele sei de "cor e salteado" o minuto, o 83.º do jogo ou 38.º do segundo tempo. Ora... ao fazer o texto publicado ontem, onde estava não tinha acesso à BD (está em "manutenção", ou seja, a mudar de sistema operativo) mas tinha, o Almanaque. Para me certificar de alguns dados fui consultar o Almanaque e eis que vejo o 7-1 aos... 89 minutos. 


Nem incrédulo fiquei, porque recordei-me imediatamente de um comentário feito aqui no EDB por um anónimo (sei que o publiquei, não encontrei, mas também não gastei muito tempo a procurá-lo porque era simples e recordo os dados essenciais). Era semelhante ao seguinte:

...não se percebe que não saiba fazer contas. Como pode dizer que se Calabote estivesse comprado pelo Benfica o Benfica seria campeão, pois a equipa tinha quase dez minutos para marcar o golo que dava o título! Até o Benfica assume/diz (não sei o termo exacto) que o golo foi aos 89'. Se diz que Calabote deu 4 minutos de descontos, seriam cinco ou seis e não dez, onze ou doze como faz insistentemente/ repetidamente (não sei o termo exacto) publicar. Não seria melhor ir aprender matemática/ aritmética? (não sei o termo exacto)!

Confesso que não percebi, pois para mim o sétimo golo do Benfica foi aos 83 minutos. Nem imaginava que nalgum sítio estivesse registado a outro minuto que não esse ou abaixo desse. Muito menos aos 89 minutos. Mas no Almanaque é aos 89 minutos. De facto. O Anónimo tem razão. O Benfica ao licenciar o Almanaque assume toda a informação que nele consta. Ou seja, "oficialmente" o segundo golo do "Pé Canhão" Mendes, o 7-1, é aos 89 minutos. Mas só o é "oficialmente" para o Benfica. Não há nenhuma publicação que indique esse minuto. Nenhum jornal publicado na semana a seguir ao jogo indica ou sugere esse minuto. Mas os 89' passam a existir para o 7-1 porque temos essa nódoa chamada Almanaque a desdizê-los, sabe-se lá com informações vindas do... Além.

GRUPO DE JORNAIS - QUATRO - MAIORITÁRIOS (83 minutos)

O Primeiro de Janeiro; 23 de Março de 1959; Página 6
Mundo Desportivo; 23 de Março de 1959; Primeira página
O Norte Desportivo; 22 de Março de 1959; Página 4
O Benfica; 26 de Março de 1959; Página 13

UM JORNAL (82 minutos; 37 do segundo tempo)

A Bola; 23 de Março de 1959; Página 4
UM JORNAL (81 minutos; 36 do segundo tempo)

Jornal de Notícias; 23 de Março de 1959; Página 9

GRUPO DE JORNAIS - QUATRO - SEM TEMPO*
*mas percebe-se que foi antes dos cinco minutos finais (85' ou 40' do segundo tempo)

O Século; 23 de Março de 1959; Página 10

Record; 24 de Março de 1959; Página 9
 Comércio do Porto; 23 de Março de 1959; Página 6


Diário de Notícias; 23 de Março de 1959; Página 6

Isto do último golo (7-1) ser até aos 83' ou aos 89' não é um pormenor?
Neste caso não é pois os jogos do SLB na Luz e do FCP em Torres Vedras têm de ser vistos e entendidos em conjunto e simultâneo para se perceber como se ganhou um título por um golo (com duas expulsões dos que jogavam "em casa") e depois se dá a entender que o Benfica é que beneficiava da arbitragem (sem expulsões e com os forasteiros a despejarem bolas para fora e gastarem tempo "desnecessário"!)

O campeonato nacional da I Divisão em 1958/59 dava um… Filme
Numa atitude de “Pensam que nos enganam?!” (se quiser saber o porquê do Benfica ter agido deste modo clique aqui) os dirigentes do Futebol Benfiquista, para não terem de pagar uma multa elevada ou serem alvos de inquérito, optaram por não entrar tarde em campo, mas antes tentarem retardar (ao máximo) o início do jogo. Assim, conseguiram que algumas gentis ginastas da nossa Secção entrassem em campo para distribuir flores aos intervenientes do encontro, justificando que fosse qual fosse o resultado – por tudo o que se passara - o Benfica sentia-se Campeão Nacional e o Clube estava em festa repartindo gentilezas com árbitros e adversários… O jogo de Torres Vedras começou às 15 horas e o nosso às 15.06, ou seja seis minutos depois, apesar do árbitro por várias vezes ter pedido às nossas ginastas para deixarem o campo, mas algumas regressavam. Face a tão gentis meninas era ir aceitando o tempo a passar.

Ocorrências na Luz e nas Covas (Torres Vedras)
Hora
Catedral
Torres Vedras
Min
Res
Ocorrência
Min
Res
Ocorrência
15.00
00’
0-0
Início do jogo
15.06
00’
0-0
Início do jogo
15.14
14’
Devido ao jogo violento António Manuel (SCUT) sai de campo para por uma ligadura na cabeça depois de soturado
15.20
14’
1-0
José Águas (GP)
15.26
26’
0-1
Perdigão (FCP)
15.28
28’
António Manuel reentra em campo, após 14’ com o SCUT a jogar com dez
15.32
26’
2-0
José Águas (GP)
15.41
35’
3-0
Mendes
15.45
45’
Intervalo
FCP (+ 57 golos)
15.51
45’
Intervalo
SLB (+ 55 golos)
16.00
45’
Início da 2.ª parte
16.06
45’
Início da 2.ª parte
16.09
48’
4-0
Chino
16.16
55’
4-1
Quaresma (CUF)
16.19
58’
5-1
José Águas (GP)
16.20
65’
Manuel Carlos (SCUT) expulso
16.26
65’
6-1
José Águas
(+ 57 em golos
 = FCP)
16.43
88’
0-2
Noé (FCP)
(+ 58 golos)
16.44
83’
7-1
Mendes
(+ 58 golos = FCP)
89’
Saldanha (SCUT) expulso
16.45
84'
1'
90’
0-3
Teixeira (FCP)
(+ 59 golos)
16.46
85'
2'
90’
+1
FINAL
FCP (+ 59 golos)
16.47
86'
3'
19.48
87'
4'
19.49
88'
5'
19.50
89'
6'
19.51
90'
7'
19.52
91'
8'
19.53
92'
9'
16.54 ou 16.55
90’
+3 ou 4
10'
ou
11'
FINAL
SLB (+ 58 golos)
FCP campeão

NOTA: O Benfica (e Calabote se fosse corrupto) tinha 10 ou 11 minutos para marcar um golo e sagrar-se campeão (e Calabote ser "bem pago").  É evidente que com a pateguice dos 89' passava a 4 ou 5 minutos mas esse valor (89') não passa de aldrabice oficializada. O "caso Calabote" é uma patranha para encobrir a vergonha de anos a fio do FCP (e arbitragens controladas) a roubar!

É que este título do FC Porto bem como o "Caso Calabote" só é caso porque há desinformação. 
Para quem esteja bem informado deixa de ser caso. Aliás se houver "caso" é em Torres Vedras. O "caso Calabote" existe porque é uma mentira contada muitas vezes. Reparem nestes três exemplos:

Revista "Dragões"; Maio de 2014
Diário de Notícias; 13 de Abril de 2012; Página 36

Portal www.zerozero.pt retirado às 23:37 de 15 de Abril de 2015
Mas não há registo de expulsões na ficha do jogo. Nem pode haver pois elas não existiram no jogo. Só existem para criar o "Caso Calabote"! O próprio zerozero.pt cria um texto que é apenas elaborado para mentir... mais uma vez!

Portal www.zerozero.pt retirado às 23:37 de 15 de Abril de 2015
Mas em Torres Vedras os portistas beneficiaram de duas expulsões (reais) que ninguém fala para encobrir as duas ou três virtuais de futebolistas do GD CUF.
Portal www.zerozero.pt retirado às 23:37 de 15 de Abril de 2015
Chamo a atenção para a digitalização do "Jornal de Notícias" porque é a primeira vez que é publicada e desmente a justificação que o «Dogma Portista» tem dado para quando se divulgam as digitalizações de "A Bola", "Record" e "Mundo Desportivo", que é a seguinte: «escreveram que foram só 3 ou 4 minutos, em vez dos 11 ou 12 verdadeiros, por que são jornais de Lisboa e querem encobrir essa vergonha!» Então o JN, em 1959, também era de Lisboa!?


Porquê dos Dupondt ilustrarem a abertura deste texto?
Porque quando um diz "mata", o outro diz "esfola"! Nunca saberemos quem é o Dupond (zerozero.pt ou Almanaque) e o Dupont (Almanaque ou zerozero.pt) na recolha de informação e publicação de estatísticas referentes ao "Glorioso" tal a semelhança entre eles... menos com a verdade e o rigor!
 
Portal www.zerozero.pt retirado às 22:16 de 15 de Abril de 2015
Almanaque do SL Benfica; 3.ª edição; Maio de 2015 (Produto Oficial)
Quem copia quem?

O Benfica tem a história alterada devido a estes produtos sem qualidade  publicados sem rigor nem respeito pelos "Azes que nos honraram o Passado"
O Almanaque é apenas mais um, talvez, o mais grave, mas produzem-se diariamente no Clube notícias que contradizem o que a História regista. O EDB tem recebido "algumas "reclamações"! Ficará para uma próxima oportunidade!

Caro Anónimo. Tem razão! Vou aprender a contar. Se foi aos 89 minutos o Benfica teve mais um minuto e depois o tempo de compensação que deixo ao seu critério. 
Se for Benfiquista serão 3 ou 4;
Se for Sportinguista serão 7 ou 8;
Se for Portista serão 11 ou 12;
Se for Honesto serão 3 ou 4! 


Alberto Miguéns
12 comentários
comentários
  1. Fantástico! Parabéns e obrigado. Sempre.

    ResponderEliminar
  2. A comunicação social prefere que o que se tenha passado seja pela via da polémica e não dos factos,o que lhes interessa é alimentar a primeira ideia e não a última.
    Até quando?!

    Mais um excelente trabalho Alberto!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  3. Grande Alberto Miguéns. Obrigado

    ResponderEliminar
  4. Sr Dr Alberto....Começam a faltar adjetivos para QUALIFICAR O SEU TRABALHO DE PESQUISA (EM DEFESA DO BENFICA)mas também para DESMASCARAR UMA COMUNICAÇÃO SOCIAL INFAME MENTIROSA/ DETURPADORA/ SEM COLUNA VERTEBRAL QUE APENAS SOBREVIVE PORQUE VIVEMOS NUM PAÍS MEDIOCRE CORRUPTO E SEM VALORES MORAIS ...Já aqui tenho deixado a minha opinião em ralação ao país" PEQUENINO DEMAIS" PARA A GRANDEZA DO GLORIOSO SPORT LISBOA E BENFICA.....Sr Dr este tema que BRILHANTEMENTE (UMA VEZ MAIS) AQUI APRESENTA merecia um debate televisivo na BENFICA TV com a PRESENÇA DO Dr MIGUÉNS porque é UM TRABALHO QUE DESMONTA O ARGUMENTO (apoiado por uma c.social (repito)INFAME) de um clube que está ligado ao MAIOR ESCANDALO DA HISTÓRIA DO FUTEBOL PORTUGUES (APITO DOURADO(azulado )E QUE PROCURA DESESPERADAMENTE "arrastar" O GLORIOSO SPORT LISBOA E BENFICA PARA O LÔDO EM QUE ESSE CLUBE GRAVITA....Sr Dr....todos nós BENFIQUISTAS e ANTI-BENFIQUISTAS sabemos da MENTIRA que é hoje o futebol português dos "ataques" diários de que O GLORIOSO BENFICA é vitima o que CADA VEZ MAIS NOS LEVA (A NÓS BENFIQUISTAS)A ESTARMOS UNIDOS E MAIS DO QUE NUNCA SEGUIRMOS A" DIVISA" QUE OS NOSSOS FUNDADORES NOS DIXARAM....(UM POR TODOS E TODOS POR UM)...(.mesmo que aqui ou ali com algumas atitudes que não se compreendem alguns dos nossos dirigentes atuais deem tiros nos pés)...abraço

    ResponderEliminar
  5. Bruno Paiva16/4/15 10:27

    Excelente trabalho de pesquisa e de investigação.

    Parabéns

    ResponderEliminar
  6. Como sempre em grande, Sr. Miguéns está na hora com toda a sua informação de passar este em defesa do Benfica a Livro, pelo menos teriamos a certeza que seria um com dados corretos e com base em jornais de época e não em diz que disse e informações de memória. os meus parabéns pois este é mesmo um blog à Benfica!!

    ResponderEliminar
  7. Caro Alberto Miguéns,

    Mesmo sem tanta atenção (necessária!) aos detalhes, facilmente se determina que Calabote não podia ter beneficiado o Benfica voluntariamente, nem que o Benfica foi o clube do regime Salazarista, por estes dois principais motivos:

    1 - Se Salazar preferisse que o Benfica ganhasse (o que se sabe ser falso, por vários motivos já expostos noutras ocasiões), nessa ocasião duas coisas surgiriam: Inocêncio Calabote beneficiando o Benfica e Francisco Guiomar prejudicando o Porto. Nem um nem o outro aconteceram, pelo contrário, até se pode discutir.

    2 - Se se assumir que é verdade que beneficiou o Benfica, o facto de Inocêncio Calabote ter sido afastado da arbitragem implicita que a entidade reguladora dos árbitros não era controlada pelo clube da Luz, nem, claro, por ninguém "a mando de Salazar". Poderá até assumir-se como válida a proposição de que o mesmo foi afastado por não ter prejudicado o Benfica, pela mesma medida da afirmação contrária.

    Os meus parabéns e agradecimentos pelo seu excelente trabalho!

    Consideradamente,
    Isaías

    ResponderEliminar
  8. uma só pergunta, será que já não há ninguém vivo da comitiva (entre jogadores, dirigentes, treinador, massagista, etc...) que esteve neste jogo da extinta CUF a quem se possa pedir para de viva voz recordar o que realmente se passou neste jogo?

    ResponderEliminar
  9. Obrigado.
    Este é daqueles posts fantásticos. Imbatível, incontestável e fundamentado.
    Desenrola o novelo e mostra a história a direito. Devia ser Copy & Paste para as páginas centrais dos pasquins de encomenda.
    O pormenor dos recorte de jornais da época é brilhante: incontestável para não branquear a história no período pré-Sifilis.

    ResponderEliminar
  10. Grande artigo Miguens. O meu obrigado por tudo o que aprendo consigo.
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria

      Para mim é uma honra ser uma referência para uma Benfiquista como a marley.

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  11. Fantástico texto, como sempre.

    Um abraço, Duarte Costa.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail