A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/07/2014

Tanta e Tanta Glória Glorioso (o Vinte e Sete Mil)

15/07/2014 + 2 Comentários
DEPOIS DO PRIMEIRO, MIL, CINCO, ONZE E DEZASSETE MIL MAIS UM "GOLO REDONDO"

A marcação do golo 50 mil na última jornada do 80.º campeonato nacional é o pretexto para viajar pela Gloriosa História. Hoje Carlos Manuel o sr. Vinte e sete Mil.

Carlos Manuel. Cromo de 1980/81
Uns "redondos" outros por um triz
O nosso Valadas fez o primeiro golo no primeiro jogo da primeira jornada do primeiro campeonato nacional. O nosso Enzo Perez fez o golo 50 mil no jogo n.º 17 303 da 2 228.ª jornada em 80 campeonatos nacionais. E entre o 1.º e o 50 000.º muitos outros "golos redondos" foram marcados por futebolistas com o "Manto Sagrado". E outros ficaram lá perto, por um ou um a mais!

"GOLOS REDONDOS"

               NOTA: * 601 Gatinho (CF "Os Belenenses") fez autogolo a favor do SL Benfica


A temporada de 1980/81 (quanto a pontos): "Glorioso" domínio até à 16.ª jornada... e depois também
A edição de 1980/81 do campeonato nacional era de extraordinária importância para o Benfica. Depois de três temporadas consecutivas de insucesso (1977/78, 1978/79 e 1979/80), algo que não acontecia desde 1953/54, há 26 anos, o Benfica tinha de vencer em 1980/81! E venceu! Após a 16.ª jornada - primeira da segunda volta - o "Glorioso" seguia na vanguarda com 28 pontos (treze vitórias, dois empates, uma derrota e 37/5 em golos) mais três que os 25 do FC Porto (onze vitórias, três empates, duas derrotas e 27/12 em golos).

A temporada de 1980/81 (quanto a golos): 26 984 golos marcados desde 1934/35 até à 16.ª jornada
Quanto a golos estavam marcados, desde 1934/35... 26 984, ou seja, o 16.º tento (se tantos houvesse...) da jornada seria o vinte-e-sete mil. A 17.ª jornada foi repartida por dois dias: dois jogos - 15.00 e 19.00 horas - no sábado (17 de Janeiro), cinco jogos, pelas 15 horas, no domingo (incluindo o do "Glorioso") e um - Sporting CP frente ao CAF (Académico de Viseu) adiado para dia 20 de Janeiro. Com os cinco golos obtidos no sábado (3-0 e 2-0) às 15.00 de domingo estavam marcados 26 989 golos. Faltavam onze (em cinco jogos) para o 27 mil.  

A 17.ª jornada em 1980/81
Antevia-se uma deslocação difícil do Benfica à Póvoa de Varzim para defrontar o Varzim SC onde o Benfica geralmente tinha dificuldades mas acabava por vencer. O FC Porto também jogava fora, em Lisboa, frente ao CF "Os Belenenses". Se houvesse alguma dificuldade, um ramo de flores para Pepe tudo acalmaria...
De todos os golos já aqui referenciados como "redondos" este é o primeiro que me lembro. De ouvir em directo no transístor (pequeno rádio portátil) e ver à noite no "Domingo Desportivo" da RTP. Não sabia era que aquele golo seria o 27 mil.

Dos cinco jogos dessa 17.ª jornada domingueira, o primeiro onde houve um golo foi... no estádio do Restelo. Ainda estavam a acabar de anunciar o recomeço dos cinco jogos percorrendo a Póvoa, Restelo, Guimarães, Penafiel e Espinho e o FC Porto, ainda no primeiro minuto, através de Costa inaugurava o marcador. Ainda mal começara a jornada de domingo e o FCP já só estava a dois pontos do Benfica. Adivinhava-se um domingo sofrido. Para evitar "despesas", desliguei o transístor e fui ouvir a emissão no rádio da "aparelhagem" que sendo mais pesada era mais resistente...


O Benfica ganhou... mas o FC Porto também
Depois do FCP, marcou o SC Espinho (dois minutos), o Amora FC em... Espinho (aos oito minutos) e Oliveira (do FCP mas agora no FC Penafiel) aos 14 minutos frente ao SC Braga. Do Benfica... nada. Tudo a zeros. Até que aos 18 minutos César (ainda herói fresco da final da Taça de Portugal em 1980, há seis meses, quando marcou o golo da vitória frente ao FC Porto) marcou o primeiro. E de novo três pontos a separar o "Glorioso" do FC Porto. Depois deste 10.º golo - quinto de domingo - na 17.ª jornada ficaram a faltar seis para o 27 mil. Reinaldo aos 32 minutos fez o 26 997, Oliveira (outra vez), aos 34 minutos fez o 26 998 (2-0) e Amândio do SC Espinho fez o 26 999 num espectacular 4-1, com cinco golos em 35 minutos no campo da Avenida, em Espinho. Dois minutos depois, aos 37', Carlos Manuel fez o 2-0, o 27 mil e um golo "do outro mundo" segundo o relatador de serviço na Póvoa de Varzim, que até pode ter sido o Malheiro (mas não garanto), pois ele andou pelos relatos radiofónicos. Se foi do "Outro Mundo" à noite era para ser visto no pequeno resumo do jogo, na televisão! E foi! Visto e do "Outro Mundo"! Ganhou o Benfica (por 4-0) e o FC Porto (1-0 desde o primeiro minuto!) As "flores para o Pepe" são sempre bem-vindas!





Desde o início até ao seu final feliz, o "6" encoberto por Shéu (?) atira a contar. Estava consumada a vitória e a recuperação do título ficava mais próxima... Digitalização (tal como a Ficha do Jogo) da página 6, de "O Benfica" em 21 de Janeiro de 1981

Carlos Manuel e o Benfica
Chegou ao Benfica no início de 1979/80 saiu em 1987/88 depois de nove temporadas com o "Manto Sagrado". Passou pelo FC Sion até cair no Sporting CP. Pelo Benfica conquistou 14 troféus oficiais, incluindo 10 títulos: quatro campeonatos nacionais, seis Taças de Portugal, duas Supertaças e duas Taças de Honra de Lisboa. Foram 32 823 minutos com o "Manto Sagrado" em 397 jogos com sete a capitão e 74 golos, incluindo uns quantos "golões" como o 27 mil... até "melhores"!


Carlos Manuel e o Benfica (campeonato nacional)
O barreirense fez pelo "Glorioso" 214 jogos, num total de 17 943 minutos, nos nove campeonatos nacionais em que participou, marcando 40 golos, entre 1979/80 e 1987/88, embora tenha saído do "Glorioso" ainda no decorrer da primeira volta, em Dezembro de 1987 rumando à Suíça.

Paragens anteriores:
16 de Maio de 2014: O Primeiro (Valadas)
16 de Maio de 2014: O Mil (Luís Xavier)
26 de Maio de 2014: O Cinco Mil (Arsénio)
05 de Junho de 2014: O Onze Mil (Francisco Palmeiro)
20 de Junho de 2014: O Dezassete Mil (Eusébio)
   
Próxima "paragem": o 35 mil (João Pinto)

Alberto Miguéns


Plano para Julho
(Previsão sempre à meia-noite)
De 15 para 16: Centenário da Gloriosa Natação (parte II);
De 16 para 17: Eu Benfiquista no Museu do FCP by BMG (parte II);
De 17 para 18: Fundação da Primeira Filial (Portalegre),
De 18 para 19: Três Dias do Voleibol (Última década);
De 19 para 20: Três Dias do Voleibol (2013/14);
De 20 para 21: Três Dias do Voleibol (Todos os campeões);
De 21 para 22: Gostava Tanto Que...
De 22 para 23: Três Dias do Hóquei em Patins (Última década);
De 23 para 24: Três Dias do Hóquei em Patins (2013/14);
De 24 para 25: Três Dias do Hóquei em Patins (Todos os campeões)
2 comentários
comentários
  1. o sr Alberto Miguéns estou preocupadissimo com o que se esta a passar no futebol em portugal andam sombras[ o clube dos anti benfica] a tentar matar o Benfica SEM do nem piedade, basta ver ler e pensar um pouco .

    ResponderEliminar
  2. Rui Gomes da Silva fala numa "união nacional anti-Benfica"
    "VICE" DIZ QUE HÁ TENTATIVA DE "DERROTAR O CAMPEÃO" no campo e NÃO SÓ .

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail