A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

16/07/2014

Gloriosa Natação Há Precisamente... 98 Anos

16/07/2014 + 1 Comentários API
PASSAM HOJE 98 ANOS DO PRIMEIRO REGISTO EM COMPETIÇÃO DA NATAÇÃO BENFIQUISTA

A natação iniciou-se gloriosamente após a inauguração do campo de Sete Rios, num tanque de apoio à actividade agrícola que existia antes do SLB alugar a Quinta Nova, na estrada de Palhavã para aí construir um espaço desportivo, tal como o EDB já divulgou em 18 de Junho de 2014.


1914, 1915, 1916, ...
A Natação é uma modalidade muito exigente que obriga a pratica desenvolvida e sistemática para apurar resistência, concentração e nível de eficiência de modo a permitir entrar em competição. Não há (ainda não há...) registo de outras participações em competição anteriores a 16 de Julho de 1916, há 98 anos! 

Carlos Sobral: futebolista nadador
Se até 1916 a Gloriosa Natação não passou de recreativa, nesse ano passou a competitiva. Para isso contribuiu o ingresso no Glorioso Futebol de um centrocampista também nadador excelente vindo do Internacional (CIF) onde já  fazia primeiras páginas de jornais como exímio nadador: Carlos Sobral. Chegou ao Benfica em final de temporada, jogando a médio-esquerdo os dois últimos encontros de 1914/15, ficando cinco épocas, até 1918/19, quando saiu para fundar o CF "Os Belenenses". E com ele levou a... natação. Só em 1923 regressaria a actividade benfiquista a esta modalidade.


A Doca de Alcântara funcionava como piscina natural
Estreia em competição
As condições para praticar a modalidade eram muito improvisadas. Não havendo piscinas, consistiam em utilizar as águas "mais calmas dos rios" para nadar longitudinalmente nas docas (em Lisboa geralmente em Alcântara) - com muitas competições por estafetas -  ou fazer travessias entre as duas margens. Apesar do estatuto mais individual da modalidade as competições quando dotadas de troféus - "Páscoa", "Henrique Seixas", "Silva Carvalho", "Camões" ou "Tejo", por exemplo - eram definidas por classificações colectivas. O ingresso de Carlos Sobral no Benfica trouxe, também, atrás dele, outros nadadores que procuravam a sua extraordinária capacidade nadadora, para formar uma equipa competitiva.


Se não fossem as igrejas dificilmente na actualidade seria possível localizar com exactidão o local de acontecimentos centenários. É a "Doca Pequena" a Leste da antiga Lisnave. A norte a Igreja de Santos-o-Velho.

Verão de 1916 muito activo
Os melhores clubes de Natação ou desportos náuticos (Remo e Vela) em Lisboa, por ordem de capacidade competitiva na segunda década do século XX, eram o CNL (Clube Naval de Lisboa), SAD (Sport Algés e Dafundo), GCP (Ginásio Clube Português) e ANL (Associação Naval de Lisboa), esta mais vocacionada para o Remo. O CIF intrometia-se entre eles conforme as prestações individuais e na equipa de Carlos Sobral. Com o ingresso deste no SLB o CIF "acabou" para a Natação surgindo o SLB a intrometer-se entre os três Grandes da Natação: CNL, SAD e GCP.




SL BENFICA NA NATAÇÃO PORTUGUESA EM 1916
Data
Org
Nome
Tipo
Cls
Equipa
16. JUL   
CNL
"Henrique Seixas"
E. 5 x 100 m
3.º
Irmãos Lima (Francisco e Idelino), Borges Almeida, Henrique Galvão e Rosendo Silva
20. AGO
CNL
"Camões"
E. 5 x 500 m
3.º
Irmãos Lima (Francisco e Idelino), Carlos Sobral, Vinhas e António Soares
24. SET
GCP
Travessia do Tejo
-
-
Não inscrição
01. OUT
SAD
Bugio - Santo Amaro de Oeiras
-
-
António Soares (Desistiu)
Francisco Lima (Não compareceu)
05. OUT
CNL
"Silva Carvalho"
-
6.º
António Soares (como concorreu sem equipa inscrita a classificação em 6.º lugar não contou)


A- Travessia do rio Tejo; B - Bugio - Santo Amaro

Paragem anterior (a primeira na Gloriosa Natação)
18 de Junho de 2014: 1914

Próxima paragem (a terceira na Gloriosa Natação)
De 1917 a 1919

E da Natação para o Polo Aquático
A equipa de nadadores do Clube também jogava Polo Aquático. Nesta modalidade o "Manto Sagrado" estreou-se, em competição, em 2 de Julho de 1916, ou seja, cerca de duas semanas antes da Natação. A equipa de sete: Gilberto Monteiro (guarda-redes); Idelino Lima e Rosendo Silva (defesas); Henrique Galvão (médio); Francisco Lima, Carlos Sobral (avançado-centro) e Borges de Almeida (extremos). Suplentes: Vinha, António Pereira e António Soares (guarda-redes). Em Defesa do Benfica assinalará devidamente - se ainda por cá "andar/ andarmos" - o Centenário do Polo Aquático Benfiquista em 2 de Julho de 2016 fazendo a sua curta (mas significativa) história...

Águias nadadoras? Muitas, antigas e boas...

Alberto Miguéns

Plano para Julho
(Previsão sempre à meia-noite)
De 16 para 17: Eu Benfiquista no Museu do FCP by BMG (parte II);
De 17 para 18: Fundação da Primeira Filial (Portalegre),
De 18 para 19: A meia-final da Taça de Honra de Lisboa;
De 19 para 20: 
Três Dias do Voleibol (Última década);
De 20 para 21: Três Dias do Voleibol (2013/14);
De 21 para 22: Três Dias do Voleibol (Todos os campeões);
De 22 para 23: Três Dias do Hóquei em Patins (Última década);
De 23 para 24: Três Dias do Hóquei em Patins (2013/14);
De 24 para 25: Três Dias do Hóquei em Patins (Todos os campeões);
De 25 para 26: Centenário da Gloriosa Natação (parte III);
De 26 para 27: O AFC Ajax em Lisboa;

De 27 para 28: Três Dias do Andebol (Última década);
De 28 para 29: Três Dias do Andebol (2013/14);

De 29 para 30: Três Dias do Andebol (Todos os campeões);
De 30 para 31: Gostava Tanto Que...



1 comentários
comentários
  1. Bonita homenagem à natação.

    Desconhecia estes tempos pioneiros do início da modalidade no Benfica. Impressiona perceber como esses pioneiros tinham tão precárias condições para a prática da natação.

    Na década de 80 e 90 fez parte juntamente com o atletismo, o basquetebol e o hóquei de um conjunto de modalidades que deu muitas alegrias competitivas ao clube. Paralelamente foi presumo a segunda modalidade que mais sócios trouxe para o clube.


    Pelo que percebi a actividade desportiva diversificada era comum nos "sportsmen" era assim que se designavam acho eu nesses anos juvanis do desporto em Portugal. No caso dos futebolistas era comum existir uma segunda ou terceira modalidade que geralmente era praticada nos meses de Verão. Ciclismo, remo, atletismo, natação. Tinhamos o caso de Félix Bermudes que praticou futebol, tiro, esgrima, hipismo. Cosme praticou remo, hoquei em campo e não sei que mais.

    Fiquei interessado em Carlos Sobral que foi talvez o mais nómada dos futebolistas desses tempos pioneiros. Que me lembre jogou por esta ordem no CIF, no SCP, no SLB e no CFB. Notável... Segundo o que li terá tido um destino trágico num acidente de caça em África. Um dramático fim para um atleta polivalente, talentoso e destemido.

    Obrigado por este excelente artigo.

    Saudações Benfiquistas.
    VJC

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail