A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

20/05/2014

A Maior Fábrica de Campeões (III)

20/05/2014 + 10 Comentários API
POR CIMA DA CATEDRAL BRILHAM 105 ESTRELAS NO CÉU




Depois do 28.º título na Taça de Portugal conquistado em 2013/14 - em 91 edições da competição iniciada em 1921/22 - são 288 os futebolistas que por envergarem o "Manto Sagrado" conseguiram a imortalidade como Vencedores da Taça de Portugal num Clube Eterno como o "Glorioso". Entre todos recordo os 105 que brilham no Quarto Anel. (ver NOTA FINAL)                                              

288 FUTEBOLISTAS VENCEDORES DA TAÇA DE PORTUGAL COM O MANTO SAGRADO

Alberto Miguéns

NOTA: Em Defesa do Benfica nunca permitirá que por estratégias, ignorâncias, espertezas, interesses e negligências de outros, se ignorem os que contribuíram para a grandeza incomparável do Glorioso. Mesmo que tenham passado muitos anos. Para o EDB é como se fosse ontem. Por isso considerará como vencedores da Taça de Portugal aqueles que a conquistaram ainda com o nome da Campeonato de Portugal. Tal como foi definido, em 1939, pelo Congresso da Federação Portuguesa de Futebol (que é a entidade que organiza esta competição desde 1921/22). Não foi o EDB que decidiu em 2014 foi a FPF, que o fez em 1939. Se não sabem, aprendam. Não queiram nem pensem fazer dos Benfiquistas (e de quem conhece a história do futebol português) parvos.


Extracto do início do artigo 6 (Provas) na Página 6 do Relatório e Contas de 1938/39 da Federação Portuguesa de Futebol

Em Defesa do Benfica zelará sempre pela cultura Benfiquista, que por o ser - CULTURA BENFIQUISTA - é diferente de todas as outras. Vale tanto um triunfo conquistado em 1905 como os que vão ser conquistados em 2015! E não é por nos últimos tempos a cultura portista e sportinguista ter contaminado o futebol português que o EDB abdicará de respeitar o Benfiquismo, que não é de agora, vem de 28 de Fevereiro de 1904 e está bem definido numa das estrofes (o refrão) do Hino do SLB, cuja letra foi escrita por Félix Bermudes aquando das "Bodas de Prata (25.º aniversário) do Glorioso, precisamente no ano em que se iniciou a época da primeira conquista na Taça de Portugal, ainda com a designação de Campeonato de Portugal:




10 comentários
comentários
  1. Entretanto o que chamam de tripleta nacional já incomodou alguns ilustres comentadores de clubes rivais. Argumentam eles que os seus clubes já ganharam tudo isso e, muitas vezes.
    Vou tentar esclarecer:

    Clubes que ganharam todos os troféus oficiais, em disputa numa época em Portugal:
    1963-64 /SL Benfica:1ª Liga, Taça de Portugal, Taça Ribeiro dos Reis-* prova oficial com reservas

    1980-81/ SL Benfica: 1ª Liga, Taça de Portugal, Supertaça Nacional*

    Clubes que ganharam todos os troféus oficiais, em que participaram, em disputa numa época em Portugal:
    2013-14/ SL Benfica: 1ª Liga, Taça de Portugal, Taça da Liga
    (não participou na Supertaça)

    Clubes que ganharam 3 troféus oficiais, em disputa numa época em Portugal:
    1983-84/ SL Benfica: Taça Ibérica* - FPF/RFEF-, 1ª Liga, Taça de Portugal- final da época anterior
    (falhou Taça de Portugal, Supertaça)

    2010-11/ FC Porto: 1ª Liga, Taça de Portugal, Supertaça
    (falhou Taça da Liga)


    Saudações Benfiquistas
    Jorge Gomes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Jorge Gomes

      Certíssimo. Vou falar disso (escrever acerca disso) de 21 para 22 de Maio. Espero!

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  2. Boa noite. Tinha ideia que o Chalana também tinha ganho a Taça de 79/80. Lembro-me que por essa altura partiram-lhe uma perna. Não jogou nenhum jogo nessa época? Obrigado e continuação de fabuloso trabalho. AMG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo

      Chalana fez o último jogo - 10.ª jornada (saiu ao intervalo do jogo na Póvoa de Varzim) em 11 de Novembro de 1979. A estreia na Taça de Portugal ocorreu em 2 de Dezembro de 1979, nos 1/64-avos-de-final: SLB - GD CUF (V 3-0) na Saudosa Luz. O Almanaque do Rui Tovar é que gangrena a história. "Diz" que Chalana não jogou nessa Taça mas depois enumera 3 Taças para ele. E se fosse só ele a ter os títulos truncados, já era bom! São dezenas de erros nos títulos dos futebolistas, de Ângelo a Vítor Baptista, passando por referências como Coluna e Simões.

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Obrigado pela explicação. Continuação deste grande trabalho. AMG

      Eliminar
  3. Excelente.
    Ninguém guarda o nosso TEMPLO melhor que o Miguéns !!!
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Em relação à sua contabilidade das Taças, e de esta ser o resultado do somatório das conquistas no Campeonato de Portugal e da Taça de Portugal, não acha estranho que os nossos adversários não incluam a mesma nas suas contas ? Afinal até teriam vantagem sobre o Benfica...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não só não acho estranho como até percebo.

      A maior parte dos portugueses comem aquilo que lhe põem no prato. Não acha?

      Ou duvida que não existe relatório da FPF em 19+39. Está nos arquivos da FPF na rua Alexandre Herculano!

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      NOTA: E até sei que é por questões de mercearia (o Benfica "perder" um título para os rivais) que alguns "bem informados" preferem que tudo fique assim. Mas o rigor não se compadece com lérias. Nem com chicoespertezas. A verdade é como o azeite. Virá sempre para o topo. Por muito que o queiram pôr no fundo.

      Eliminar
  5. A bem da verdade, o Benfica nem "perde" nada com um esclarecimento oficial da FPF considerando que os Campeonatos de Portugal são de facto Taças de Portugal. Ganhámos 3, assim como os Belenenses, os outros ganharam 4 cada. Os Campeonatos de Portugal com ou sem esclarecimento, que a bem da verdade até já foi feito à anos atrás, conta à mesma para o palmarés oficial, logo não é por aí.
    Troféu igual, método de disputa semelhante, à excepção da primeira edição (edição essa onde, rezam as crónicas, o rival nortenho colocou logo as garras de fora, como que mostrando logo a farsa que se tornaria décadas mais tarde). Fazer distinção entre Campeonato de Portugal e Taça é uma tolice, servindo até mais os rivais do que a nós.

    E é algo que acontece também noutros países, como Espanha, onde o Campeonato de Espanha se tornou Taça de Espanha (Generalíssimo ou Rey) e ainda hoje o troféu tem a inscrição "Campeonato de Espanha".
    Só este triste e misero país, onde os chicos-espertos ditam leis é que tem que ser o que é.

    Acerca do palmarés e chico-espertices, para quando o reconhecimento por parte da AFL do número real de Taças de Honra que cada clube conquistou? Para quando precisão do Benfica na divulgação dos títulos oficiais conquistados? (ainda esta semana no site oficial do clube mostraram não saber fazer contas ao falarem de cento e vinte e tal e apresentarem 102, para além de ignorarem as Taças de Lisboa e Associação)

    Enfim... Ficava agora horas a falar acerca disto, mas não vale a pena. Agora é altura de celebrar uma temporada histórica e em Agosto trazer a Supertaça Cândido de Oliveira. Nós merecemos e Mestre Cândido merece que o seu nome entre novamente no Museu Cosme Damião, embora o novo troféu seja para lá de feio...


    Saudações. Benfiquistas,

    Paulo Sousa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Paulo Sousa

      Como sabe estou totalmente de acordo com o meu caro (só de saudação) Benfiquista

      O que mais me custa, para´além da falta de rigor, é o desprezo que as entidades oficiais têm pelos jogadores e adeptos desse tempo. Uma competição descontinuada é uma competição esquecida. Vergonhoso

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail