A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

10/01/2014

Camisola 10 Sem Dono

10/01/2014 + 4 Comentários
OPINIÃO


Artigo de opinião publicado no Semanário "O Benfica" verdadeira Bíblia do Clube, desde 28 de Novembro de 1942:

D’ Eusébio

E também as memórias gloriosas
Daqueles Reis que foram dilatando
A Fé, o Império, e as terras viciosas
De África e de Ásia andaram devastando,
E aqueles que por obras valerosas
Se vão da lei da Morte libertando,
Cantando espalharei por toda parte,
Se a tanto me ajudar o engenho e arte.
(Luís Vaz de Camões; Os Lusíadas; Canto I – Estrofe 2)

O meu pai não gostava muito, mesmo nada de futebol. A primeira (segunda e terceira) vez que vi o Benfica a jogar num estádio foi a acompanhar o meu pai nas bancadas. Talvez fosse ao contrário por eu ser menor de idade. E foram as únicas em que vi Eusébio jogar num estádio. Estreei-me, em 1971, aos 10 anos na final da Taça em Portugal. Eusébio marcou o nosso golo mas não chegou. Qual Sporting e Futebol. Para o meu pai só contava Eusébio. A segunda foi de Gala. Nem dormi. Ia ver o “Glorioso” na “Catedral” na meia-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus, frente ao poderoso Ajax holandês, campeão europeu na época anterior, recheado de vedetas. Em 1972, com 11 anos, o zero-a-zero afastou o “Manto Sagrado” da final. Qual Suurbier, Krol, Neeskens, Keizer, Cruyff e Futebol. Para o meu pai só contava Eusébio. Terceira presença (e última com o meu pai) nas bancadas, segunda na Luz, em 1973, eu com 12, o meu pai com 34 anos, num encontro de Gigantes, na “Festa de Homenagem” a Eusébio com o Benfica frente a uma selecção do “Resto do Mundo” da FIFA cheiinha de estrelas. Empate a dois golos. Qual Banks, Iribar, Jackie Charlton, Blankenburg, Netzer, Bobby Charlton, Paulo César, Best, Keita, Kaiser, Seeler, Dirceu, Gento e Futebol. Para o meu pai só contava Eusébio. Eusébio tinha esse poder. Era adorado, reverenciado e honrado pelos miúdos como eu que na rua, enquanto “se futebolava”, gritávamos ser (querer ser) Eusébio. Era admirado, respeitado e honrado por quem nem se interessava pelo Futebol. Como o meu pai.

Alberto Miguéns

 









4 comentários
comentários
  1. D'Eusébio é o nosso 10 imortal!

    Obrigado pela partilha. ;)

    ResponderEliminar
  2. Caro Alberto

    A SkySports fez um documentário sobre o nosso King, The Football´s Greatest : Eusébio - Pantera Negra. Esse documentário pode ser visto no Youtube. Claro que os comentários mais recentes vêm a propósito da despedida do sr.Eusébio, da sua morte, da sua lenda. No entanto, notei que um comentário destoava e decidi copiá-lo e trazê-lo aqui:

    "Fernando Peyroteo 635 goals in 393 games time in sporting 12 years....only in Sporting Lisbon . in is career 700 goals in 432 games average goals = (1,62 per match). a record not beaten by anyone in the world , counting for national championship !!! Eusebio 638 goals in 614 games average goals ( 1,03 per match ) ....time in Benfica 15 years now i ask ....why the portuguese gorvement makes more for Eusebio than Peyroteo.....they decided to give 3 days of mourning in memory of Eusebio !!! what they done for Peyroteo !? nothing. in the end, i have a question who is better Eusebio or Peyroteo ...Both portuguese players ! thanks."

    Eu respondi a este comentário, dizendo apenas para este (segundo consta, adepto verde e branco) fazer a lista dos troféus entre os dois jogadores e mostrar o currículo de ambos na seleção portuguesa e que aí teria a resposta. Além de ter referido que a sua análise dos golos era bastante redutora, pois assim, os avançados centro seriam sempre melhores jogadores que os médios, defesas e guarda-redes.
    O sr. Alberto é uma pessoa que conhece(penso eu que profundamente) a história do futebol português. O que tem a dizer deste comentário? Não será que, no antigo regime, o futebol e os jogadores não eram mais que pessoas comuns, à vista do poder político? Há de facto, alguma comparação possível entre o que foi Peyroteo no Sporting e Eusébio no Benfica?

    Muito obrigado pela atenção, com os melhores cumprimentos

    Fernando Antunes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Fernando Antunes

      Não têm comparação. Em todos os países há avançados-centro que até aos anos 50 têm médias elevadas devido aos resultados de 10 até 15 golos marcados por jogo serem frequentes.

      Peyroteo era um tanque que se posicionava dentro da grande-área e disparava as bolas que os dois extremos e interiores lhe colocavam à frente. E a nível interno beneficiava do SCP ter excelentes médios e avançados. Não tinha mobilidade nem poder técnico a não ser boa técnica de remate.

      NO SCP não tinha contactos internacionais. E quando tinha... Na I Taça Latina (1949) foi uma nulidade, mesmo jogando contra os juniores do Torino, pelo facto dos melhores terem morrido no acidente de avião.

      Na Selecção Nacional (SN) os valores estão mais próximos do seu "real valor": Num período de 23 jogos da SN, 20 internacionalizações.... 13 golos!

      Se formos comparar a importância nas equipas - clubes e SN - Coluna como futebolista, não como goleador, é superior a Peyroteo.

      Respondeu muito bem ao comentário! Parabéns!

      Eu não faria melhor e estou a ser sincero (apesar de provavelmente conhecer melhor o futebol português).

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Caro Alberto

      Muito obrigado pela sua resposta. Só queria acrescentar que, segundo esta versão dos lagartos, então o sr. Vítor Damas nem sequer devia ter sido homenageado pelo scp...era guarda redes, não marcava golos. Realmente, faz muita confusão a muita gente, estas homenagens ao King. Nem quando se morre, se tem respeito. De certeza que, no antigo regime, nunca fariam luto nacional por nenhum futebolista, até porque, segundo consta, o poder político estava-se nas tintas para o futebol...Abraço e continue o seu excelente trabalho.

      Fernando Antunes

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail