Os Jogos Só Estão Ganhos Quando o Árbitro Apita Para Terminarem | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/05/2021

Os Jogos Só Estão Ganhos Quando o Árbitro Apita Para Terminarem

15/05/2021 + 7 Comentários

UM BENFICA MUITO SUPERIOR PÔS-SE A JEITO DE EMPATAR O JOGO.

 

1-0         por Seferovic. Golo-rioso n.º 13 510


2-0         por Pizzi. Golo-rioso n.º 13 511



3-0         por Lucas Veríssimo. Golo-rioso n.º 13 512


4-1         por Seferovic. Golo-rioso n.º 13 513


 

NOTA: talvez ainda aqui venha Benficar mais umas notinhas que escrever acerca do Benfica é como enviar poemas a namoradas. Agora é ir jantar umas gambas grelhadas e beber o merecido conhaque. Depois (se houver justificação escrever acerca da derrota do FC Porto em Vila do Conde. NOTA: as apreciações são da minha inteira responsabilidade pois não oiço um segundo, sequer, de comentários de terceiros. Não há aqui «futebolês modernizado» de controle de profundidades, transições, verticalidade, entre e tira-linhas, corredores e outras "diarreias mentais". Análise simples a um desporto simples. 


O Benfica fez o que tinha de ser feito. A Supertaça (se o Benfica conquistar a Taça de Portugal, dia 23, frente ao SC Braga) continuará este jogo que se disputa desde 1 de Dezembro de 1907. Está-se a prever novo tratamento À Benfica, em 1 de Agosto deste ano, algures em Aveiro! Ou Coimbra! Ou Algarve! Ou Leiria. No Jamor é que está quieto! E O Benfica devia exigir, mas isso são outras estórias!

 


Primeira parte (3-1)

Muito bem o Benfica a jogar como uma equipa deve jogar. Solidariedade entre os futebolistas e apoio entre os três sectores "compactando" o Sporting CP, ou seja, não deixando o adversário fazer mais de três passes em progressão. Como me diziam nas bancadas da «Saudosa Catedral» - entre Janeiro de 1979 a meados dos Anos 80 - os "velhotes" que tinham tanto tempo de vida como tinha o Benfica de fundação: »Quando se joga melhor, está mais perto de se vencer». Agora é marcar mais três na segunda parte.

 


Segunda parte (1-2)

Com o encontro ganho o Benfica foi menos rigoroso e repartiu o jogo. E notou-se menos a imaturidade do adversário. Sporting CP a ser Sporting CP. Agiganta-se quando percebe que o Benfica se encolhe ou joga sob conforto. Há anos que se anda nisto. Desde meados dos Anos 50! O Benfica tem de jogar sempre para controlar o jogo. Se joga no seu terreno tem obrigação disso!

 

Sporting CP

Primeiro tempo: incaracterístico como se ainda estivessem a desfilar, para a frente e para trás, na Alameda das Linhas de Torres Tontas! Segunda parte: muita infantilidade e imaturidade em que nem souberam aproveitar a displicência do «Glorioso».

 

Os «Betêvistas»

Com o televisor sem som não ouvi népia. Preferi ouvir a passarada (The Byrds).

 

O senhor árbitro

Primeira parte: bem embora seja inexplicável não ter mostrado cartão amarelo numa falta por volta da meia-hora sobre Otamendi. Segundo tempo: voltou a perder um cartão amarelo (alaranjado) numa falta sobre Rafa próximo do final do encontro.

 

Videoárbitro (VAR)

Primeiro tempo: bem mas tendo pouco trabalho. Segunda parte: foi BAR.

 

Como treinador de sofá

Se jogasse com três defesas centrais teria sempre um defesa-central como suplente a menos que tivesse fé que os que estão em campo não se lesionam ou jogar com três ou dois centrais seja igual (lesionando-se um...recuam-se mais os dois defesas-laterais). Então está bem!

Bem este Jorge Jesus a "queimar" tempo com a entrada, aos 89 minutos de dois suplentes.

 

 CALENDÁRIO DE JOGOS (2020/2021)

Mês

Dia

Adversário

Competição

Local

A

B

R

I

L

5

SEG

V 1-0

CS Marítimo /J.25

C/SLB

7

QUA

 

 

 

10

SÁB

V 5-0

FC Paços Ferreira /J.26

F/P. Ferreira

14

QUA

 

 

 

17

SÁB

D 1-2

Gil Vicente FC /J.27

C/SLB

22

QUI

V 5-1

Portimonense SC /J.28

F/Portimão

26

SEG

V 2-1

CD Santa Clara/J.29

C/SLB

28

QUA

 

 

 

30

SEX

V 2-0

CD Tondela /J.30

F/Tondela

M

A

I

O

2

DOM

 

 

 

5

QUA

 

 

 

6

QUI

E 1-1

FC Porto /J.31

C/SLB

9

DOM

 

 

 

11

TER

V 3-1

CD Nacional /J.32

F/Choupana

15

SÁB

V 4-3

Sporting CP /J.33

C/SLB

19

QUA

00:00

Vitória SC (Gui.)

87.º campeonato nacional/J.34

F/Guimarães

23

DOM

20:30

SC Braga

98.ª Taça de Portugal: FINAL

N/Coimbra

26

QUA

 

64.ª Liga Europa.FINAL

Istambul

29

SAB

 

66.ª Liga Campeões.FINAL

Gdansk

 

No próximo jogo, na terça ou quarta-feira, eis que a «Capital do Benfiquismo»

É em Guimarães, frente ao Vitória SC, para a 34.ª jornada Liga NOS que encerrará este 87.º campeonato nacional.

 

2020/2021: TEMPORADA GLORIOSA 117

Competições

Clas

Fase

J

V

E

D

GM

GS

TOTAIS

54 (2)

34

12

8

114

49

Taça de Portugal

F

6 (1)

6

-

-

18

1

Primeira Liga

3.º

33 (1)

22

7

4

66

26

Liga Europa

1/16

8

3

4

1

21

13

Taça da Liga

1/2

2

-

1

1

2

3

Supertaça

D

1

-

-

1

0

2

Liga dos Campeões (Ap.)

3PE

1

-

-

1

1

2

Particulares

-

3

3

-

-

6

2

NOTA: entre parêntesis os jogos que faltam disputar em 2020/21

                     

Obrigado, Benfica!

 

Alberto Miguéns

  1. Caro Sr. Alberto Miguéns... Tínhamos de ser nós a desvirginar o tal Campeão... Mas uma equipa que se apanha a ganhar por 3-0 e 4-1 não pode baixar a sua intensidade posta no jogo, é por isso que não fomos campeões... Poderia ter sido um resultado historico se houvesse mais garra dos jogadores e claro não se podem falhar golos cantados como tiveram Pizzi e Everton, que na minha opinião está agora a mostrar o seu verdadeiro valor, que grande primeira parte ele fez!!!!!, o seu melhor jogo até agora no Glorioso... É para continuar BENFICA.. Um abraÇo glorioso...

    ResponderEliminar
  2. Vitória importante porque foi conseguida contra o novo campeão nacional, mostrando uma vez mais que o Benfica tinha condições para fazer um campeonato bastante melhor.

    Foi um jogo com duas caras que devia ter sido uma goleada do Benfica e acabou numa vitória tangencial. Entrada forte, concentrada, solidária e dinâmica. Bons golos e boa atitude. Distrações e más substituições complicaram o jogo, logo a partir do finald a 1ª parte. A entrada de Gabriel tem sempre o mesmo efeito que é degradar o jogo colectivo e a capacidade defensiva da equipa. A entrada de Darwin e Rafa foi tardia e não permitiu aproveitar os espaços abertos pela subida do SCP e assim ser mais perigoso e eficaz nos contra-ataques.

    A arbitragem e o VAR tiveram um erro muito grave, com influência no resultado final. Em particular o VAR não tem desculpas sendo de todo incompreensível que não tenham descrutinado uma falta evidente do lateral esquerdo leonino. Era o último jogador e por isso penso que era vermelho. E mesmo que não fosse vermelho era um amarelo para um jogador que já tinha visto um amarelo. Vergonhoso e inaceitável.

    Obrigado, Benfica! Vencer os próximos dois jogos.

    ResponderEliminar
  3. Por causa da invencibilidade do SCP, até hoje, gostaria de fazer uma pergunta.
    É verdade que nunca houve campeão sem derrotas? Tenho ideia de ouvir falar que o Glorioso já tinha conseguido esse feito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Benfiquista

      O Benfica em 1972/73 (20.º título) foi campeão invicto com 28 vitórias e dois empates (24.ª jornada e 29.ª jornada) numa edição com 30 jornadas. Sagrou-se campeão a sete jornadas do final da competição.

      Em 1959/60 (10.º título) ocorreu uma situação semelhante a 2020/21 numa edição com 26 jornadas. O Benfica foi campeão na 25.ª jornada, em Matosinhos, frente ao Leixões SC com 20 vitórias e cinco empates (5.ª, 11.ª, 12.ª, 13.ª e 23.ª jornadas). Depois de se sagrar campeão foi derrotado, por 1-2, na última jornada, na "Saudosa Catedral" pelo CF "Os Belenenses" e até começou a vencer com um golo de José Augusto aos 35 minutos.

      Em 1977/78 (44.ª edição) classificou-se em segundo lugar invicto, com 21 vitórias e nove empates (1.ª, 5.ª, 10.ª, 13.ª, 17.ª, 19.ª, 22.ª, 25.ª e 28.ª jornadas). Ficou em igualdade pontual (51 pontos) com o FC Porto mas perdeu o título por diferença de golos: FCP + 60 (81/21) e SLB + 41 (56/11). No confronto directo houve igualdade: 0-0 na «Saudosa Catedral» e 1-1 no estádio do FCP. Pelos critérios actuais tinha conquistado o título pois empatou com golos no terreno do adversário.

      Abraço Glorioso

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Quem sabe sabe! Obrigado pela informação que me vai servir para calar algumas bocas.

      Eliminar
  4. Apesar de satisfeito pela vitória sobre o eterno - na verdade, o verdadeiro!... - rival, estou desapontado com o resultado e, mais ainda, com a postura da equipa, técnicos e dirigentes incluídos.
    Ficou á vista de todos - se dúvidas houvessem... - que a qualidade (individual) do Sporting é, pelo menos, 10 vezes inferior à do Benfica. Do mesmo modo que ficou à vista - pela enésima vez! - que a postura e entrega dos jogadores do Benfica é, no mínimo, 10 vezes inferior à dos jogadores do Sporting!
    Se jogássemos com metade da crença e da vontade com que jogou o nosso adversário de hoje, tínhamos construído um resultado histórico! Mas, não. Não fizemos nada disso. E, em consequência, arriscámo-nos a nem sequer sair do jogo com a vitória.
    Como aconteceu com outros opositores mais fraco, os nossos adversários de hoje progrediam como queriam em campo, rematavam como queriam e de onde lhes dava jeito, sempre sem serem incomodados. A nossa equipa é lenta a defender - os defesas são, mesmo, lentos e não conseguem acompanhar os adversários... - ineficaz e permissiva, seja na zona central, seja nas laterais. E, hoje, para além dos defensores, também Helton ficou mal nos dois golos sofridos de bola corrida. Assim não vamos lá!
    Com o Braga, na final da Taça, se jogarmos como se jogou hoje, vamos "colher" mais uma desilusão...
    Acorda, Benfica!

    ResponderEliminar
  5. Todos os meus caros co-comentadores benfiquistas esquecem-se de que o Sporting entrou sem Palhinha e João Mário, bem como um defesa-central sem rotinas naquela posição. Parabéns pelo empenho e pela excelente entrada, mas, com aqueles jogadores de início, não teria sido aquela passadeira, como é bom de ver. Naturalmente que uma equipa que gasta 100 M em jogadores tem obrigação de ganhar a uma equipa que gastou um quarto dessa quantia.

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue

Apoio de: