Ter ou Não Ter um Amante -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

14/02/2020

Ter ou Não Ter um Amante

14/02/2020 + 3 Comentários
DESDE QUE SEJA O BENFICA!



Para os amantes que amam.




Não há namorada que compare!

Alberto Miguéns

NOTA: Espero que haja alguém que consiga mostrar que o que se passa em Portugal não é inédito. Não há nenhum país europeu (talvez mundial) em que o clube com mais títulos de campeão nacional em cada país não tenha mais vitórias nos jogos, conjunto "casa/fora", frente aos outros clubes, incluindo o segundo clube mais titulado.


Portugal é excepção 
O Benfica tem mais nove títulos (NOVE) de campeão nacional que o FC Porto (37/28), mas tem menos onze vitórias (ONZE) e até podia ser uma (57/68) que o clube de Pinto da Costa. Numa competição onde é claramente superior em 85 edições concluídas. Uma vergonha nacional! À atenção da Federação Portuguesa de Futebol!


86 CAMPEONATOS NACIONAIS
ÉPOCA
Melhor
Pior
CASA
FORA
1934/35
1
3.º
3-0
1-2
1935/36
1
2.º
5-1
2-2
1936/37
2
4.º
6-0
1-2
1937/38
3
2.º
3-1
2-2
1938/39
2
3.º
4-1
3-3
1939/40
3
4.º
2-3
2-4
1940/41
2.º
4.º
3-2
2-5
1941/42
4
4.º
5-1
1-4
1942/43
5
7.º
12-2
4-2
1943/44
2.º
4.º
6-3
2-2
1944/45
6
4.º
7-2
3-4
1945/46
2.º
6.º
4-0
2-0
1946/47
2.º
3.º
4-0
2-3
1947/48
2.º
5.º
4-1
2-0
1948/49
2.º
4.º
1-1
3-4
1949/50
7
5.º
3-2
1-0
1950/51
2.º
3.º
0-2
2-5
1951/52
2.º
3.º
2-0
0-3
1952/53
2.º
4.º
2-1
1-2
1953/54
2.º
3.º
2-2
3-5
1954/55
8
4.º
1-0
0-3
1955/56
4
2.º
1-1
0-3
1956/57
9
2.º
3-2
0-3
1957/58
2.º
3.º
2-3
0-1
1958/59
5
2.º
1-1
0-0
1959/60
10
4.º
2-1
2-2
1960/61
11
3.º
2-0
2-3
1961/62
2.º
3.º
1-1
1-2
1962/63
12
2.º
1-2
2-1
1963/64
13
2.º
2-2
1-1
1964/65
14
2.º
4-0
0-1
1965/66
2.º
3.º
3-1
0-2
1966/67
15
3.º
3-0
1-1
1967/68
16
3.º
3-2
1-1
1968/69
17
2.º
0-0
0-1
1969/70
2.º
9.º
2-0
2-1
1970/71
18
3.º
2-2
0-4
1971/72
19
5.º
1-0
3-1
1972/73
20
4.º
3-2
2-2
1973/74
2.º
4.º
2-1
1-2
1974/75
21
2.º
0-1
3-0
1975/76
22
4.º
2-3
3-2
1976/77
23
3.º
3-1
1-0
1977/78
6
2.º
0-0
1-1
1978/79
7
2.º
1-1
0-1
1979/80
2.º
3.º
0-0
1-2
1980/81
24
2.º
1-0
1-2
1981/82
2.º
3.º
3-1
1-2
1982/83
25
2.º
3-1
0-0
1983/84
26
2.º
1-0
1-3
1984/85
8
3.º
0-1
0-2
1985/86
9
2.º
0-0
0-2
1986/87
27
2.º
3-1
2-2
1987/88
10
2.º
1-1
0-3
1988/89
28
2.º
0-0
0-0
1989/90
11
2.º
0-0
0-1
1990/91
29
2.º
2-2
2-0
1991/92
12
2.º
2-3
0-0
1992/93
13
2.º
0-0
0-1
1993/94
30
2.º
2-0
3-3
1994/95
14
3.º
1-1
1-2
1995/96
15
2.º
2-1
0-3
1996/97
16
2.º
1-2
1-3
1997/98
17
2.º
3-0
0-2
1998/99
18
3.º
1-1
1-3
1999/00
2.º
3.º
1-0
0-2
2000/01
2.º
6.º
2-1
0-2
2001/02
3.º
4.º
0-0
2-3
2002/03
19
2.º
0-1
1-2
2003/04
20
2.º
1-1
0-2
2004/05
31
2.º
0-1
1-1
2005/06
21
3.º
1-0
2-0
2006/07
22
3.º
1-1
2-3
2007/08
23
4.º
0-1
0-2
2008/09
24
3.º
1-1
1-1
2009/10
32
3.º
1-0
1-3
2010/11
25
2.º
1-2
0-5
2011/12
26
2.º
2-3
2-2
2012/13
27
2.º
2-2
1-2
2013/14
33
3.º
2-0
1-2
2014/15
34
2.º
0-0
2-0
2015/16
35
3.º
1-2
0-1
2016/17
36
2.º
1-1
1-1
2017/18
28
2.º
0-1
0-0
2018/19
37
2.º
1-0
2-1
2019/20


0-2
2-3

Casa:  086 J – 43 V – 26 E – 17 D     167/087
Fora:  086 J – 14 V – 21 E – 51 D     100/167
Total:  172 J – 57 V – 47 E – 68 D    267/254
                                                    (- 11 V)    (+ 13 G)



Se durante uma semana ninguém demonstrar que é normal o que se passa em Portugal 
Este blogue avançará com uma explicação cujo valor depende da credibilidade que os seus leitores lhe dão. E isso chega! Aos media, em Portugal, muitos leitores pagam e não acreditam neles... 
  1. Caríssimo: Deixo-lhe a minha explicação: eu vejo futebol há 60 anos - o primeiro que vi foi o Benfica 4-3 Sporting, de 1959-60. Em todos estes anos, houve, penso eu, dois períodos distintos - o antes e o depois de 1978. A partir daí, o FCP encara todos os jogos com o Benfica como guerras que TEM que ganhar (e que, infelizmente, quase sempre ganha - porque para o Benfica são jogos normais.

    Mas não são! Em dois FCP-Benfica cabem 13 pontos - os que um ganha, os que o outro perde, mais o ponto extra de desempate - e mais uma vez se viu, este ano, tanto lá, mas principalmente cá, o medo que assola os jogadores do glorioso. (Veja-se o ano de 95/96 que o FCP ganha com 11 pontos sobre o SLB e ganhando então os dois jogos; inverta-se APENAS os resultados entre ambos e veja-se quem seria o campeão.)

    A meu ver é aqui que reside a diferença - o FCP sabe que ganhando os dois jogos, ou ganhando um e empatando o outro, normalmente será campeão. E joga-os para ganhar. Por cá (este ano foi mais do mesmo!) vai-se com o discurso de que não é decisivo, há muito campeonato pela frente, etc, etc. E perde-se.

    Erro! Era um jogo decisivo - e se o ganhássemos seríamos campeões e poderíamos fazer uma Liga Europa decente. Assim, e com o Braga a seguir... não sei não. (E se ganharmos ao Braga, espero que se invista só no campeonato e Taça e se mandem as reservas à LE)

    Abraços gloriosos

    Alberto de Carteado Malheiro

    ResponderEliminar
  2. Caro Dr. Alberto,

    Se me permite, faço um exercício, e por cada década, vou pontuar os confrontos directos (20 clássicos por década), a vitória a valer 3 pontos, por década vou também deixar os campeonatos ganhos por Benfica e FC Porto. Provavelmente iremos tirar algumas conclusões.

    Década 30 (apenas 12 confrontos directos):
    5 vitórias do Benfica, 4 vitórias do FC Porto, 3 empates. Benfica 18 pontos, FC Porto 15 pontos.
    (FC Porto 3 Campeonatos, Benfica 3 Campeonatos).

    Década 40:
    13 vitórias do Benfica, 5 vitórias do FC Porto, e 2 empates. Benfica 41 pontos, FC Porto 17 pontos.
    (Benfica 4 Campeonatos, FC Porto não foi Campeão)

    Década 50:
    10 vitórias do FC Porto, 5 vitórias do Benfica, 5 empates. FC Porto 35 pontos, Benfica 20 pontos.
    (Benfica 3 Campeonatos, FC Porto 2 Campeonatos).

    Década 60:
    8 vitórias do Benfica, 6 vitórias do FC Porto, e 6 empates. Benfica 30 pontos, FC Porto 24 pontos.
    (Benfica 7 Campeonatos, FC Porto não foi Campeão).

    Década 70:
    8 vitórias do Benfica, 6 vitórias do FC Porto, e 6 empates. Benfica 30 pontos, FC Porto 24 pontos.
    (Benfica 6 Campeonatos, FC Porto 2 Campeonatos).

    Década 80:
    8 vitórias do FC Porto, 5 vitórias do Benfica, e 7 empates. FC Porto 29 pontos, Benfica 22 pontos.
    (Benfica 5 Campeonatos, FC Porto 4 campeonatos).

    Década 90:
    9 vitórias do FC Porto, 5 vitórias do Benfica, e 6 empates. FC Porto 33 pontos, Benfica 21 pontos.
    (FC Porto 7 Campeonatos, Benfica 2 Campeonatos).

    Década 2000:
    10 vitórias do FC Porto, 4 vitórias do Benfica, e 6 empates. FC Porto 36 pontos, Benfica 18 pontos.
    (FC Porto 6 Campeonatos, Benfica 2 Campeonatos).

    Década 10:
    FC Porto 10 vitórias, 4 vitórias do Benfica, e 6 empates. FC Porto 34 pontos, Benfica 18 pontos.
    (Benfica 5 Campeonatos, FC Porto 4 Campeonatos).

    Objectivamente, nas décadas de 60/70 as de maior pujança desportiva do Benfica, registam-se 16 vitórias do Benfica, 12 vitórias do FC Porto, e 12 empates. O Benfica somou 60 pontos, e o FC Porto 48 pontos, em 40 confrontos directos

    Nas décadas de dominio do FC Porto, décadas de 90/2000, registam-se 19 vitórias do FC Porto, 9 vitórias do Benfica, e 12 empates. FC Porto somou 69 pontos, e Benfica 39 pontos, isto em 40 confrontos directos.

    Onde reside a grande diferença? Nas décadas de 50/80 e esta 10, foram todas elas décadas de equilibrio em termos de conquista de Campeonatos, mas nessas três décadas o FC Porto foi claramente superior no confronto directo com o Benfica, Em 60 confrontos directos: 28 vitórias do FC Porto, 16 vitórias do Benfica, e 16 empates. FC Porto somou 100 pontos, e Benfica 64 pontos, nessas três décadas, o Benfica venceu 13 campeonatos, e o FC Porto 10 campeonatos.

    Mas há outras razões, essas de ordem subjectiva (vi dois clássicos marcantes nas Antas na década de 70, e antes de abril de 1974), mas também a tal "crendice" do adepto, a tradição. Termino, se o Benfica é o Clube com mais títulos conquistados em Portugal, já o FC Porto é o Clube com mais títulos conquistados na Europa, e no Mundo, esse factor é irrelevante? Qual o barómetro mais importante, os títulos Nacionais, ou os Internacionais? "Á atenção da FPF"? e da UEFA, ou da FIFA, não?

    Saudações des_Portistas

    ResponderEliminar
  3. Paulo Oliveira:
    Quais títulos? Supertaças europeias? Taças intercontinentais contra Once Caldas? Títulos com um jogo só?
    Ou títulos como a Champions atípica de 2004 ou a Taça Toyota de 1988? Com todas as ajudas possíveis e imaginárias?
    Títulos com fruta?
    Tenha vergonha e repare nos triunfos internacionais do Glorioso, pré e pós-início das provas da UEFA ? Torneios mais competitivos e valiosos que esses arremedos existiram vários.
    Isso, a par do palmarés nacional, fez o prestígio do Glorioso.
    E essas estatísticas truncadas?
    Duma vez por todas, realço: o Benfica dominou globalmente o futebol português de 1909-10 a 1921-22, de 1929-30 a 1945-46, de 1954-55 a 1993-94 e de 2009-10 até ao presente. Facilmente isto se justifica com títulos, vitórias, balanços, grandeza granjeada e reconhecida.
    O Dr. Alberto tem toda a razão ao advogar que os jogos no reduto do FC Porto são extraordinários e, a meu ver, ínvios e manipulados.

    Saudações benfiquistas, das Terras de Besteiros

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue

Apoio de: