Degola dos Inocentes | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

21/10/2018

Degola dos Inocentes

21/10/2018 + 0 Comentários
O ACTUAL REGULAMENTO DIZIMA OS CLUBES MAIS PEQUENOS.


Quando se dá a entender que se quer precisamente o contrário.

Tendo todos os resultados destas 96 edições do Campeonato/Taça de Portugal
É facílimo verificar, analisando época-a-época a cada período de um decénio, que sempre havendo surpresas elas são cada vez menos pois os clubes têm meios para estudar os adversários e os recintos destes - mesmo quando jogam "em casa" - além da impossibilidade dos clubes da Segunda Liga se defrontarem na 2.ª eliminatória e dos 18 emblemas do principal escalão não se poderem cruzar na 3.º eliminatória.

Surpresas
Quase nada. Cinco em 32 jogos. Dezasseis por cento. A percentagem mais baixa desde que há 32-avos-de-final com emblemas da I Divisão/Liga, ou seja, em 53 edições com a presença dos clubes do primeiro escalão nesta fase da competição.
1/2. Dois clubes (em 18) do primeiro escalão - Portimonense SC e CD Nacional - eliminados no recinto de dois clubes de escalões inferiores: um da Segunda Liga (CD Cova da Piedade) e outro do terceiro escalão (Lusitano FC Vildemoinhos/Viseu);
3. Um clube do segundo escalão (Clube Académico Futebol Viseu) afastado no terreno do SC Espinho (terceiro escalão);
4. Um clube do quarto escalão (Silves FC) eliminou no seu terreno outro que compete no terceiro escalão, o clube satélite do GD Chaves que por não pertencer ao GD Chaves SAD pode competir na Taça de Portugal, tal como o FC Alverca quando era satélite do Benfica também podia;
5. Um clube do quarto escalão (FC Vale Formoso) eliminou no seu terreno, nas Furnas/São Miguel/Açores, outro do terceiro escalão (SC Coimbrões/Vila Nova de Gaia). Qualquer deles já tinha sido eliminado na primeira eliminatória. O SC Coimbrões foi afastado pela segunda vez - na 1.ª eliminatória perdeu em Vila Nova de Gaia, por 0-2, com o SC Rio Tinto - e o FC Vale Formoso além de afastado na primeira eliminatória só está em competição porque o UD Leiria depois de lhe ganhar em campo (2.ª eliminatória) perdeu na "secretaria".
NOTA: O FC Felgueiras frente ao SC Braga teve início pelas oito da noite!

Deixem-se de "chico-espertices"
1. Acabem com as repescagens de clubes eliminados na 1.ª eliminatória (aumentando o número de emblemas dos Campeonatos distritais);
2. Acabem com o determinismo de fazer fracotes os clubes de escalões secundários obrigando-os a jogar em casa nem que seja emprestada;
3. Acabem com os sorteios condicionados na 2.ª e 3.ª eliminatórias permitindo confrontos, respectivamente, entre clubes do segundo escalão e do primeiro escalão;
4. Acabem com as meias-finais disputadas a duas mãos (separadas 40 dias ou mais) enquanto toda a competição é jogada a uma mão.

Anda o "Glorioso" metido nisto...

Alberto Miguéns

NOTA FINAL: Para memória futura, eis os resultados desta terceira eliminatória:




Publicar um comentário

Subscrever este blogue

Apoio de: