RUTH: O Futebol Mundial Passou a Ser Outro - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

03/05/2018

RUTH: O Futebol Mundial Passou a Ser Outro

03/05/2018 + 2 Comentários
RECEBEMOS UM TREMENDO HOMEM.

Resultado de imagem para ruth filme eusébio


Em dia de ante-estreia de "Ruth" eis a confirmação em cinema daquele que foi o melhor da sua geração, após Pelé, e continua a ser amado. Vamos ver já num Futuro muito próximo quem bem fica nos corações e quem não nem fica.




Considerações sobre o filme ficam para de pois, aquando da estreia em 5 de Maio. O FutEusébio (falar da exibição da Ruth) também só existia depois dele jogar. Assim que terminava o jogo.




3 de Maio em Cron-Eusébio

1961. QUA. Há 57 anos estava em Viena, a acompanhar a comitiva do "Glorioso", que jogaria a segunda mão (4 de Maio) nas meias-finais (E 1-1) da Taça dos Clubes Campeões Europeus, depois da vitória, por 3-0, na "Saudosa Catedral". Estava dado o passo final para derrubar o FC Barcelona e conquistar a Primeira;




1962. QUI. Há 56 anos estava a viajar para o Brasil, pela selecção nacional, depois da conquista da Segunda, frente ao Real Madrid CF, em Amesterdão, no dia anterior;





1963. SEX. Há 55 anos entrou em estágio para disputar a 25.ª jornada, com o Benfica já campeão nacional, derrotando por 8-1 no dia seguinte, o FC Barreirense na "Saudosa Catedral", com quatro golos: 1-0, 2-0, 3-0 e 6-1;



1964. DOM. Há 54 anos jogou frente à selecção da Bélgica, em Bruxelas (Heysel) marcando o 1-0 (dos 2-1) após assistência de Coluna;



1965. SEG. Há 53 anos estava a treinar para defrontar o Vasas ETO Gyor, em 6 de Maio, na "Saudosa Catedral" numa vitória por 4-0, na segunda mão dos quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus;


1966. TER. Há 52 anos tinha realizado o último encontro da temporada, na 26.ª jornada, frente ao CF "Os Belenenses" (V 3-1) na "Saudosa Catedral" marcando o 3-1; 


1967. QUA. Há 51 anos estava a preparar a deslocação a Aveiro - 7 de Maio - depois do Benfica se ter sagrado campeão nacional. Frente ao SC Beira-Mar o "Glorioso" venceu por 9-0, na 26.ª e última jornada, ainda o maior resultado conseguido num terreno do adversário para o campeonato nacional. Eusébio marcou três golos: 2-0 (11'), 4-0 (36') e 7-0 (60').




1968. SEX. Há 50 anos estava a preparar a deslocação ao estádio do FC Porto, na 25.ª jornada do campeonato nacional (5 de Maio) com o Benfica campeão nacional, marcando o golo do Benfica: 1-1 aos 85 minutos.




1969. SÁB. Há 49 anos preparava o Portugal - Grécia no dia seguinte (4 de Maio) no estádio do FC Porto na fase de apuramento para o Mundial'70 (México). Marcou o 1-2 no escandaloso empate a dois golos depois de 0-2 aos 82 minutos; 



1970. DOM. Há 48 anos estava lesionado depois de operado ao joelho esquerdo;




1971. SEG. Há 47 anos passara um dia depois da festa do título, na 26.ª e última jornada, frente à equipa da Associação Académica de Coimbra, na "Saudosa Catedral", na vitória por 5-1, com Eusébio a marcar o 1-0 aos oito minutos;




1972. QUA. Há 46 anos preparava o encontro da 27.ª jornada frente à equipa da Associação Académica de Coimbra, na "Saudosa Catedral", na vitória por 3-1, em 7 de Maio;



1973. QUI. Há 45 anos no dia anterior capitaneou a selecção portuguesa frente à Bulgária, em Sófia, no jogo de qualificação para o Mundial'74 (RFA);



1974. SEX. Há 44 anos recuperava de lesão;



1975. SÁB. Há 43 anos estava lesionado e já não faria qualquer jogo para competições oficiais. Partiria rumo aos E.U.A.




Eis o inimitável.




Estás cá Sempre Eusébio.

Alberto Miguéns
2 comentários
comentários
  1. Impossível não ler esta cronologia sem ficar com os olhos brilhantes. Há pessoas que são mesmo insubstituíveis. Lá nos encontraremos um dia todos com ele.

    ResponderEliminar
  2. Talvez a minha maior mágoa de sempre como Benfiquista. Não tive oportunidade de ver Eusébio ao vivo. Vi-o muitas vezes mas já do lado de fora, a torcer no banco pelo seu, pelo nosso Benfica.

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue