Glorioso Râguebi: Sétimo Degrau (Em Dez) - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

20/01/2018

Glorioso Râguebi: Sétimo Degrau (Em Dez)

20/01/2018 + 1 Comentários
DESCALABRO NO ESTÁDIO NACIONAL. QUANDO SE EXIGIA ESTOFO DE CAMPEÃO FRENTE A UM CLUBE QUE ESTAVA ATRÁS DO "GLORIOSO" FEZ-SE O PIOR JOGO DESTA TEMPORADA (DOS QUE VI).



Com a afunilamento para garantir (pelo menos) o segundo lugar do Grupo B (manutenção) eis que o Benfica mostrou as limitações esperadas a que se juntou um dia não. O adversário não tem melhores valores individuais - em peso, técnica e velocidade - mas tem melhor colectivo. E um colectivo nesta modalidade leva épocas-atrás-de-épocas para consolidar.



Na primeira parte o "Glorioso" podia ter feito com facilidade um ensaio logo na primeira jogada, aos quatro minutos, e por uma falha técnica de um râguebista - deixou cair a oval quando já estava na zona de ensaio - só se conseguiu um pontapé de ressalto. Há anos que não via o Benfica marcar assim de ressalto. Em vez de cinco pontos certos e com mais dois de possibilidade. Nos 40 + 1 minutos da primeira parte o "Glorioso" teve à vontade cerca de 75/80 por cento da oval no meio-terreno do RC Montemor. E acabou a perder por nove pontos (6-15) consentindo o segundo ensaio no tempo de compensação com a conversão a bater no poste e este a "validar" dois pontos".



No segundo tempo quando se pensava que seria o Benfica a «tomar conta do jogo» foi o adversário que se entreteve a marcar pontos. Chegou aos  6-32 (menos 26 pontos) a meio da segunda parte. Depois o RC Montemor limitou-se a controlar colectivamente o jogo. O Benfica fez um "ensaio de raiva" (11-32) mas o adversário aproveitando o jogo em desespero do "Glorioso" aproveitou para colocar o resultado em 11-37 (menos 26 pontos) com 1-5 em ensaios, ou seja, ainda lhes demos um ponto de bónus por terem conseguido uma diferença de quatro ou mais ensaios. 



Esta temporada deverá ser uma lição para os dirigentes. "Construir" um plantel ganhador numa modalidade como esta exige tempo, muito tempo. Estamos a falar de 15 jogadores, regras exigentes que privilegiam o colectivo e um campo com as dimensões de cerca de um hectare, tal como no Futebol. O Râguebi não é Futsal, Basquetebol ou Voleibol. É muito difícil construir o que se destrói com facilidade.

Até "esta" ficou espantada com um jogo tão fraco do "Glorioso".




Agora é "rezar" para que até o RC Montemor tenha "dias maus" quanto mais o AEIS Técnico.





Só resta acreditar. E tentar levar a decisão do segundo lugar - que garante a permanência vencendo o campeão do segundo escalão - para a última jornada.

Alberto Miguéns
1 comentários
comentários facebook
  1. Devo ter sido eu a ouvir mal ....

    https://www.facebook.com/farmaciafranco1904/videos/1586583994760068/

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue