Adeus 2017: Hóquei em Futebol Patins | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

31/12/2017

Adeus 2017: Hóquei em Futebol Patins

31/12/2017 + 4 Comentários
O DESPORTO (E O FUTEBOL) TÊM ESTE PARADOXO. O QUE CONTA É QUE ACABOU DE PASSAR E A EXPECTATIVA DO QUE ESTÁ PARA CHEGAR NO IMEDIATO.



Se recordamos o ano de 2017 e o dividirmos por dois, antes e depois do Verão o Benfica em 2016/17 foi categórico, embora em algumas modalidades (incluindo o Futebol, principalmente na Liga dos Campeões) já denotasse dificuldades. E no Hóquei em Patins fosse vilipendiado e retirada a conquista de mais um título por quem está em campo para garantir a verdade do jogo, o(s) árbitro(s).

Quando se iniciaram as várias temporadas de 2017/18 nas modalidades em que o "Glorioso" tem plantéis a competir sempre pensei que houvesse duas que fossem alvo de maior atenção por parte dos dirigentes. O Futebol e o Hóquei em Patins.

O Hóquei em Patins está a corresponder embora tenha ficado a ideia que o Benfica podia ter feito uma aposta mais forte no sector defensivo. Se é que no Hóquei em Patins também vale a frase: «Os ataques ganham jogos e as defesas garantem campeonatos». É que o Benfica tem de vencer «dê por onde der» este campeonato depois do que se passou com o anterior. Esta modalidade é das poucas que não tem "bota-fora" (play-offs) final mas consegue condicionar os sorteios das 26 jornadas de modo a ter os jogos entre os quatro melhores clubes no final da temporada e por acréscimo no final da primeira volta que é a fase em que se está. Daí que o próximo jogo (11.ª jornada) frente ao Sporting CP, no seu recinto, seja importante para garantir o primeiro lugar ao terminar a primeira volta. Depois é ser competente e desfrutar pois o SLB já se "livrou" da UD Oliveirense (E 4-4; fora) e do FC Porto (V 6-2, Casa) mas os restantes estão agora a iniciar esses confrontos directos. O SLB tem tudo para chegar à 13.ª jornada bem isolado na liderança se vencer o Sporting CP. É que este será o último a jogar com SLB (11.ª), FCP (12.ª) e UDO (13.ª)! 



O Futebol não está a corresponder e isso é preocupante embora depois de muito se ter perdido no desenrolar de 2017/18 (continuação nas competições europeias, eliminação na Taça de Portugal e na Taça da Liga) o certo é que a possibilidade de conquistar o mais importante mantém-se. O quinto título consecutivo de campeão nacional correspondendo ao 37.º de sempre em 84 edições do Campeonato Nacional.



E mais uma vez o próximo jogo (e também frente ao Sporting CP) vai ser importante. Este na quarta-feira (3 de Janeiro). Os responsáveis do Benfica parecem muito confiantes que o Benfica tem jogado o suficiente e tem capacidade para derrotar o adversário, as adversidades, as mentiras que vão sendo repetidas pelos rivais e depois de disputar as 19 jornadas que faltam sagrar-se campeão. Mas os adeptos, grande parte, não está assim tão confiante.

Penso que não fazia mal nenhum, mesmo nenhum, o Benfica aproveitar uma pequena parte dos mais de cem milhões de euros que envolveram a transferência de cinco futebolistas, em 2017, para grande clubes europeus, e aplicar essa pequena parte (quinze ou vinte por cento) em reforço - mesmo "reforços" - do plantel. 

Viva o Benfica!

Alberto Miguéns

NOTA (Pois já publiquei estas notas sendo uma repetição):
É impossível o Benfica perder o campeonato nesta temporada. A Direcção sabia isso desde Maio de 2017. Porque:

1. O FC Porto começou a divulgar informações confidenciais, obtidas ilicitamente, relacionando o SLB com alegado tráfico de influências na arbitragem desde Março no Universo Porto da Bancada, no Porto Canal. O Benfica teria de manter a sua hegemonia pois saberia que a tentativa de desestabilização iria aumentar;

2. A FPF divulgou, em Abril, que a temporada seguinte (2017/18) teria videoárbitro nos jogos do campeonato nacional. O Benfica teria de manter-se a conquistar, para "mostrar" que domina pela sua maior qualidade, com ou sem VAR;

3. Nas competições da UEFA através do coeficientes sabe-se que, em 2018/19 apenas o campeão nacional português terá acesso directo à fase de grupos na Liga dos Campeões. O segundo classificado terá de disputar duas pré-eliminatórias para atingir a fase de grupos da Liga dos Campeões. O terceiro classificado terá acesso directo à fase de grupos da Liga Europa. O Benfica terá de garantir a presença na Liga dos Campeões 2018/19 e isso só é possível com a sagração como Campeão Nacional;

4. Após quatro conquistas consecutivas tudo tem de ser feito para obter a quinta e a sexta (pelo menos...). O presidente do FC Porto fez 80 anos em 28 de Dezembro deste ano e o Sporting CP vive obcecado com o deserto em que sobrevivem desde 2001/2002. São duas personagens que apresentam fragilidades naturais - físicas e emocionais - que podem (e devem) ser exploradas.

5. E o Benfica é o BENFICA!
  1. http://obelovoardaaguia.blogspot.pt/2017/12/e-tempo-do-benfica-e-dos-benfiquistas.html?m=1

    Muito bem Alberto, como sempre! Mas é mais que tempo de ser dado um murro na mesa, pela estrutura e por cada um de nós, benfiquistas!
    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  2. Caro consócio ....Na mouche.
    Bom Ano Novo ou melhor um GLORIOSO 2018.

    PS. Um dia espero ter a oportunidade e o respetivo prazer de o conhecer pessoalmente.

    ResponderEliminar
  3. O 5. é o ponto mais importante, tanto pelo lado positivo (o histórico de vitórias, o "apesar" de jogar contra 14... ou agora 14 mais os 2 do VAR) como pelo negativo (o nível de crença geral é baixo e o que se consegue é tudo "arrancado a ferros").

    A minha maior apreensão neste momento tem a ver com a arbitragem. Entre os que estão altamente condicionados e os que continuam a beneficiar descaradamente os outros dois que têm jogado (cada vez mais) sujo fora das 4 linhas.

    Sobre o Hóquei, estou maravilhado. A meia final da taça intercontinental 2017 era a final da taça intercontinental 2016 que por insuficiências da modalidade a nível mundial não se realizou. E ainda por cima, de bónus, venceu-se uma partida no dia seguinte, contra o que seria (dentro da normalidade...) o vencedor desta taça em 2017 em sua própria casa! E depois disso no espaço de uma semana, ter um jogo menos bom e empatar em oliveira de azeméis e ganhar por 4 ao vencedor aldrabado do último campeonato, significa que toda a gente está de parabéns. Em especial o Pedro e o Pedro (o que os põe em pista e o melhor "muro" da actualidade). Claro que ajuda ter o melhor avançado do mundo e provavelmente o melhor defesa/capitão do mundo, mas... o segredo do sucesso está no grupo todo!

    ResponderEliminar
  4. 6-2 nas nalgas. O marques diz que foi por causa dos e-mails. Imbestigue-se!

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue

Apoio de: