A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

04/07/2016

O Benfica Não Precisa de Ser o Que Não É

04/07/2016 + 23 Comentários API
ISTO A PROPÓSITO DO HINO DO CLUBE. FÉLIX BERMUDES NASCEU EM 4 DE JULHO DE 1874. PASSAM HOJE 142 ANOS!




Embora nos últimos dias tenha havido "desenvolvimentos" acerca deste assunto, mantenho-o porque foi uma "promessa" que fiz a um leitor deste blogue. Há alguns meses recebi um comentário de um leitor que está por aí publicado, pedi para reafirmar se tinha mesmo ouvido o que contava, mas guardei-o e o tempo foi passando sem que eu respondesse pois queria confirmar todas as possibilidades. Neste momento posso garantir que se aquilo que ouviu se foi tal como conta está errado. E não dignifica o Clube.

«Caro Alberto. Em tempos esclareceu-me acerca de terem dito numa visita guiada ao Museu que a acta da fundação nem devia ter sido escrita por Cosme Damião pois não tinha a letra dele. Na semana passada ouvi uma guia afirmar que o Avante P'lo Benfica se tinha inspirado no Avante do Partido Comunista!»

Pois se ouviu isso (e não tenho razões para não acreditar que ouviu), tal afirmação é algo inacreditável numa "fonte oficial do Clube" como é o Museu. Que o Avante P'lo Benfica tenha sido inspirado no jornal Avante ou no Avante Camarada ("Hino" do Partido Comunista Português)! Porque é completamente falso, como se "ser falso" já não fosse suficiente, ainda é “completamente”.

Deve ser mais uma má influência do Ricardo Serrado no Museu e não só - até porque há mais erros "visuais", pois como nunca fiz uma visita guiada não sei o que se diz. Ricardo Serrado (sempre ele - clicanço - para quem quiser ler toda a entrevista ao jornal "Público") foi uma influência nefasta na Gloriosa História que vai demorar anos a reverter mas reproduzo o essencial dessa entrevista, para este "assunto":



Félix Bermudes nunca foi comunista, nem fez parte das listas de Norton de Matos, nem foi apoiante e muito menos deve ter ficado "chateado" com a desistência dele. A filha sim! Foi apoiante. Como teve um filho e duas filhas, aquela que foi apoiante de Norton de Matos, foi Cesina Bermudes (20 de Maio de 1908 - 9 de Dezembro de 2001) com quem falei, presencialmente, três vezes entre meados e final dos anos 90.

Mentira! Aliás Mentiras!

A letra do Hino do Clube, da autoria de Félix Bermudes, feito para assinalar as comemorações das Bodas de Prata (1929) nada tem a ver com o Comunismo!




1. Félix Bermudes nem gostava do Comunismo!




2. O jornal Avante só surgiu em 15 de Fevereiro de 1931.



3. O "Avante Camarada" foi escrito (letra e música) pelo enorme Luís Cilia, aquando do seu exílio político em Paris, em 1967! (nem é o Hino Oficial do PCP). O Hino do PCP é a Internacional Comunista!


Então qual a relação entre o nosso Glorioso Hino e o Estado Novo?
A popularidade do Benfica fazia com que a exibição pública do Hino se confundisse com o Avante pelo Comunismo. E por vezes (ao que se dizia) havia quem o cantasse de punho fechado erguido ao alto. Para evitar "confusões" o Ministério do Interior, no início dos anos 40, em plena Segunda Guerra Mundial, "solicitou" aos dirigentes do Clube que evitassem a exibição pública do Hino. Para "evitar aproveitamentos políticos". Hino que foi sendo cada vez menos cantado em cerimónias do "Glorioso". Até porque nunca o foi muito... A ideia de Félix Bermudes foi solicitar ao maestro Alves Coelho (pai) que fizesse uma composição mais intimista para que os Benfiquistas (em particular os atletas) nele se inspirassem em momentos de maior dificuldade! Para recuperarem energia, vigor e Mística!


A palavra Avante para Félix Bermudes estaria (não sou especialista, mas vou perguntar a um enorme Benfiquista que sabe do assunto como poucos: Manoel Barbosa) relacionado com o termo Avanti! do Futurismo criado por Marinetti alguns anos antes.


O Benfica tem uma História transparente, gloriosa e bela. Não necessita de inventar mentiras. Não precisa de fazer-se passar por perseguido e coitadinho...

Alberto Miguéns

NOTA FINAL: Levei tempo a responder ao citado comentário do leitor porque quis verificar todas as possibilidades acerca de Félix Bermudes e das suas relações com o Comunismo e o Estado Novo. Como no Benfica conhecer a história nunca é tempo perdido, é sempre tempo ocupado, agradeço ao leitor esse pretexto para ficar a saber mais acerca de Félix Bermudes de que aliás tenho quatro textos preparados para editar, em sequência, desde 5 de Janeiro de 2016 (faleceu em 5 de Janeiro de 1960) e passaram a estar programados para serem editados em 14 de Julho (Centenário da sua primeira eleição para presidente da Direcção do "Glorioso"). 

1. Aquando das três conversas com a sua filha entre meados e o final dos anos 90 (duas na sua residência na avenida Santos Dumont e uma na casa da sua sobrinha - filha da falecida irmã Clara Bermudes - na avenida 5 de Outubro) falou-se do Hino, dela lembrar-se do pai a dizer que não havia tempo para brincadeiras, que era um trabalho que tinha prazo para ser feito e entregue (1929) e dela dizer, melhor dar a entender, que o pai estava muito longe de ser activo ideologicamente. Ao contrário dela!;


(clicar em cima da imagem para ampliar e visualizar melhor)




2. No Arquivo da Presidência da República encontrei documentos que mostram que Félix Bermudes tinha uma personalidade que orgulha os Benfiquistas mas estava longe de ser um homem de roturas preferia o consenso, embora a sua principal característica fosse a assertividade. Por isso não ficava por dizer o que pensava. Um grande do Benfiquismo. Um dos maiores de todos nós! Deixo apenas três parágrafos de um dos vários textos que enviou para o Presidente da República, Marechal Carmona (e este deu conhecimento ao presidente do Conselho, Oliveira Salazar), em Fevereiro de 1949, ou seja em plena actividade do general Norton de Matos:


(clicar em cima da imagem para ampliar e visualizar melhor)



3. Na Torre do Tombo tive oportunidade de consultar o arquivo da PIDE (Polícia Internacional de Defesa do Estado, na prática, polícia política que perseguia quem tinha actividade ideológica considerada contra o Estado Novo). Só na passada quinta-feira (30 de Junho) recebi o que solicitei para justificar este texto, acerca de um comentário de um leitor de "há meses". Félix Bermudes tem quatro processos abertos (felizmente agora bem fechados) na PIDE, entre 1942 e 1959. Há duas fichas em que os agentes da PIDE que as escreveram são peremptórios. 




Vamos lá parar de inventar acerca da Gloriosa História. E de nossos consócios que por nos terem deixado não se podem "defender". É um assunto demasiado importante para "atirar barro à parede"! Com a História do Benfica não se brinca, porque envolve não só o presente mas as gerações que nos deixaram este Clube Sem Igual! 

23 comentários
comentários
  1. O que é caricato, é o tal "historiador" Ricardo Serrado (adepto do Spótem) que LFV achou por bem ser ele a fazer a história do Glorioso no Museu, ( O Miguéns tem de nascer mais 9 vezes...) estar ainda hoje convencido que Felix Bermudes foi comunista. É lambão e ocioso nas pesquisas, veja-se que até chamou Julio, ao Cosme Damião, quando bastava requisitar uma certidão de nascimento.

    Felizmente temos o Miguéns, que é como o algodão, sempre atento na defesa do nosso Glorioso!!!

    ResponderEliminar
  2. Nada como documentos para mostrar a verdade. Neste artigo o Alberto divulga documentos que sustentam o que diz. Isto é ser sério e fazer trabalho inatacável e importante para a verdade dos factos e das pessoas por trás dos factos.

    Como é que se alguém pode achar que é possível fazer história e falar do carácter de outros, chegando ao ponto de fazer biografias sem atentar em documentos de importância fundamental? É inconcebível.

    Eu não sou historiador mas sei entender o valor dos documentos. O que se afirma deve ter por trás fontes citadas.

    Aceito que se possam fazer interpretações de traços de personalidade e dos actos dos biografados mas isso deve ser feito com recurso a documentos. Se os documentos em nossa opinião nos fornecem dados falsos sobre a efectiva verdade histórica então não devem ser ignorados mas antes deve-se procurar rebater com outros documentos.

    Fazer afirmações sem base documental é grave. Ignorar documentos é mais grave ainda. É preciso respeitar a memória e a obra dos que nos antecederam!

    Mais um excelente texto que prova como pesquisa bem feita, laboriosa, séria nos traz sempre a verdade. Texto muito bem estruturado e que é uma notável contribuição para se conhecer mais da grande figura de cidadão e Benfiquista que foi Félix Bermudes.

    Obrigado Alberto.

    ResponderEliminar
  3. Esmagador. Alberto, que orgulho em ter-te connosco. O teu amor ao Benfica comove-me.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço com este comentário a todos os que estão a seguir.

      Felizmente somos muitos a terem esses amor ao Clube como se pode ler nos comentários. Não por me elogiarem ou elogiarem o blogue (porque sem ele estaria a falar para o vazio). Mas por terem orgulho em ser do Benfica.

      É que ser do Benfica é estar sempre à vontade. Nunca temos medo (antes pelo contrário) de visitar o passado. Já como portugueses há muita dor nalguns assuntos.

      O Benfica é mesmo Bom e de Bem!

      Saudações TRicampeãs para todos

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  4. Muito obrigado por todo o trabalho para esclarecer mais este imbróglio, Alberto.
    Ó presidente, onde é que foi desencantar esse artista do Serrado? O senhor permitiu-lhe praticar, para o sujeito pôr agora a experiência adquirida ao serviço do clube dele, nosso declarado inimigo (digo-o e sinto-o, porque eles não o escondem, tanto nas palavras como nas atitudes).
    Sou um sócio (com as quotas sempre em dia) e há coisas que me custam a engolir. Uma delas é ver tanta gente de outros clubes a mamar no nosso. Outra é o afastamento do senhor Alberto Miguéis (um benfiquista que não tem de provar nada a ninguém), da instituição Benfica. Tenha o senhor a paciência de consultar os benfiquistas e para lhes perguntar quem gostariam de ver a historiar a gloriosa História do Sport Lisboa e Benfica, com seriedade e competência, e verá quem escolherão.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo4/7/16 10:48

    Pois nisto das questões de História o que eu gosto é mesmo das fotos de arquivo e das cópias dos registos e os apontamentos de jornal e as entrevistas a quem viveu.

    Parabéns ao Alberto por este blog. Que nunca lhe doam os dedos e não lhe faltem as forças.

    BF

    ResponderEliminar
  6. Mais uma...

    Cada tiro cada melro... Mas nestas situações será cada tiro - uma data de melros!

    Nunca mais é Agosto e em termos de transferências, nunca mais é Setembro.

    Saudações TRIGloriosas.

    ResponderEliminar
  7. É o que dá colocar um "lagarto" a contar a história do GLORIOSO...há decisões do nosso presidente que não dá mesmo para entender...
    Amigo Alberto continue por este caminho que é o caminho certo, deve falar do assunto quem tem conhecimentos para tal.

    ResponderEliminar
  8. Magnífico artigo. Espero ansioso pelo de 14 de Julho.

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente, as mentiras são tantas que o sr. Alberto têm que andar sistemáticamente a desmascarar estes aldrabões todos que conspurcam a história do nosso Benfica.
    O lado bom disto é que, por linhas direitas ou tortas, a história do Benfica vai-se esclarecendo!

    Só não entendo o porquê de o sr. Alberto ainda estár "fora" do Benfica!!!???
    Têm que estár lá dentro... a meter aquilo tudo na ordem e nos eixos... e a "formar" outros como o senhor, para o futuro estár assegurado com e só com a verdade.

    Força amigo Alberto, não pare nunca o seu precioso trabalho pelo Benfica.

    Abraço
    Fernando Sousa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não está lá dentro porque o Miguens tem um problema de espinha e é-lhe custoso dobrar-se!!!

      Eliminar
  10. Caro Fernando Sousa e restantes leitores,

    Um leitor Benfiquista, que assina como António Madeira, lançou uma petição para colocar o Alberto Miguéns como responsável pelo Museu Cosme Damião!

    Ninguém mais adequado que o grande Alberto para tal responsabilidade!

    Aqui está o link da petição:
    http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR92726

    Considero uma excelente iniciativa e devemos todos, como Benfiquistas, dar uma resposta à altura. Pode até nem mover a direcção do clube, que poderão manter-se cegos a tal designio, mas pelo menos que tornemos nesta iniciativa que partiu de um só, a iniciativa de nós todos, à Benfica!

    Cumprimentos,
    Isaías

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tá feito... petição "assinadíssima"...
      Isto é realmente muito importante e parece-me que está a passar ao lado de muito Benfiquista.

      Eliminar
  11. António Madeira4/7/16 23:24

    Espero que o meu caro Alberto não me leve a mal, mas vejo muitas palavras e o problema persiste sem que ninguém tome uma atitude.
    Tomei a liberdade de criar um petição online, com o intuito de alertar os Benfiquistas para o que se passa no nosso Museu Cosme Damião. O lugar do Alberto não é atrás de um blogue, o seu lugar é a transmitir a história e a mística aos mais novos e a ensiná-la aos mais velhos PESSOALMENTE.
    Que sirva, no mínimo, para consciencializar a nação benfiquista, numa tentativa para repor uma falha que considero inqualificável na estrutura do nosso amado clube.

    Forte abraço, e que continue a defender intransigentemente os valores de Cosme Damião e de tantos os outros que construiram este gigante.

    Petição online:
    http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR92726

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caros,

      Não me parece boa ideia. Sinceramente.

      O Director do nosso Museu devia ser uma pessoa Benfiquista mas com reconhecido valor no meio cultural português. Mega Ferreira, por exemplo. Um cargo de prestígio não remunerado. Quase ao nível de uma presidência de um dos três Órgãos Sociais.

      Eu não vos posso impedir de fazer isso, mas não é boa ideia. Preferia que fosse nomeado um Benfiquista com muito nível e classe intelectual e cultural Que onde quer que fosse - e teria de ir a muitos sítios falar do nosso Museu - fosse reconhecido como tal.

      Sempre foi essa a minha ideia. Eu poderia ajudá-lo se ele quisesse e ir fazendo a História do Clube.

      Pensem nisso. Também havia o Medeiros Ferreira mas já faleceu. Luís Tadeu era uma boa escolha. Alguém com esse "perfil". Isso é que era. Ter uma personalidade da vida cultural portuguesa. Já reformado sem necessitar de vencimento. Para mim um Director do Museu não merece ser assalariado. Deve ser independente. Uma função nobre ao nível do presidente da Direcção, assembleia Geral ou Conselho Fiscal. Só que não era eleito. E daí não sei. Talvez em AG do Clube. Pensem nisso primeiro.

      De qualquer modo não posso ser ingrato. Agradeço a vossa estima pois sei que é generosa. Mas não concordo. Tenho de ser franco. Preferia que entre os Benfiquistas fosse escolhido alguém com as características que apontei.

      Gloriosíssimas TRIsaudações

      Alberto Miguéns



      Eliminar
    2. António Madeira5/7/16 03:10

      Agradeço a sua resposta e a reflexão que fez à minha proposta, que não passa disso mesmo, uma simples proposta que parte da evidência de que o Museu Cosme Damião não está bem servido nem nas mãos da pessoa mais capaz.
      Tenho imenso respeito pela forma como defende o Benfiquismo para querer sequer contrariá-lo, mas neste momento não vejo ninguém mais capaz e merecedor de o fazer que o meu caro Alberto Miguéns.
      De uma coisa eu estou certo: o Alberto reúne um consenso que dificilmente se encontra neste momento no universo do clube. Se deveria ocupar o cargo de diretor ou de "historiador residente" isso são questões que fogem ao meu pelouro, mas ninguém mais tem o saber, o amor, a responsabilidade e entrega que o meu caro tem pela História do Glorioso e, por isso, fosse aonde fosse, deveria estar nos quadros do Museu Cosme Damião. Assalariado ou não, como diretor ou não, o lugar do Alberto é onde o Benfica mais precisa de si, sem desprimor para o que faz neste blogue, claro está.

      Se a minha iniciativa esporear o debate deste assunto que considero da mais alta importância para o Sport Lisboa e Benfica, já me darei por muito satisfeito.

      Forte abraço.

      Eliminar
    3. Caríssimo Alberto,

      Não foi Cosme Damião nomeado uma vez à revelia?
      Pois mesmo que a iniciativa do António Madeira tivesse repercussões nas decisões da actual direcção do clube, o Alberto teria a liberdade de "nomear-se" assistente e convidar quem julgasse melhor "figura de prôa".

      Dado o contexto actual governativo do clube, dos tais caciquismos evidentes, dificilmente uma "mera" petição teria influência neles. No entanto, a influência nos Benfiquistas, por um lado ao redireccionar-lhes a atenção quanto à História do clube para um foco mais verdadeiro (o Alberto), por outro, aperceberem-se que o Benfica não é aquilo que esses mercadores que habitam o clube lentamente querem que se venha a tornar.

      Posto isto, para o efeito, só o nome do Alberto faz sentido, a meu ver, sendo que, se se viesse a concretizar, seria o Alberto a escolher e convidar a equipa.

      Cumprimentos,
      Isaías

      Eliminar
  12. Nuno Fernandes5/7/16 08:49

    Exelente!
    Se existe alguém que deve estar no Benfica é o Alberto Miguéns...
    Gostava muito de o ouvir na BTV também!
    Uma vez quando liguei, em directo, disse que era o melhor comentador da Sport tv...
    Por lapso, Hehe não sei se recorda...
    Continue, faz um trabalho belíssimo a esclarecer os Benfiquistas!
    Um dia volta ao Benfica, porque merece, não por favor!
    Água mole em pedra dura, tanto bate, que até fura!
    Viva ao SL ♡ BENFICA!

    ResponderEliminar
  13. Anónimo5/7/16 09:45

    Caro Alberto, face ao histórico que se lê aqui pelo blog, não colocaria a minha assinatura nessa petição, mas apenas por respeito ao Alberto e à sua vontade. O prestígio e o valor são coisas que se conquistam e, nas questões de História Gloriosa, pouca gente deve granjear, nos meios benfiquistas, do prestígio do Alberto. Prestígio esse alicerçado no valor de quem dá o seu tempo e se sacrifica para desenterrar, como eu disse num comentário anterior, notícias da época. Quem se sacrifica para conseguir entrevistar os que viveram o Benfica enquanto são vivos. Por motivos profissionais também sou forçado a intermináveis pesquisas. Sei o que me custaria ter de as fazer "fora do expediente", portanto acredite, e repito-me: poucos merecem o epíteto de benfiquistas que tenham o seu prestígio e valor no que à História Gloriosa diz respeito.

    Forte abraço,
    BF

    ResponderEliminar
  14. Subscrevo a opinião do Alberto. Na mesma lógica de quem nomeia sportinguistas para cargos no Clube então esta petição pode ser encarada como um acto de confrontação. E eu estou certo que não é.

    Todos nós reconhecemos a Alberto Miguéns um saber enciclopédico assente em anos e anos de pesquisa séria e rigorosa. Todos nós reconhecemos a Alberto Miguéns uma personalidade excepcional de coerência e defesa do Clube. Nada disso é incompatível com o actual Benfica. Se isso fosse entendido o Benfica seria o principal beneficiado. Basta que as pessoas que dirigem o Clube percebem que no estado actual das coisas a defesa do Clube - frequentemente atacado com mentiras externas - passa por nos blindarmos com o melhor que nós temos: a Verdade. E felizmente para o SL Benfica a Verdade assenta na nossa História. Incorruptível, isenta, factual e respeitadora das enormes figuras dos que nos antecederam.

    O SL Benfica é um projecto imenso. O Clube tem a felicidade de ter a paixão incondicional de milhões de pessoas. Vamos usar isso em favor do Clube?

    Dito isto concordo com o perfil indicado pelo Alberto. Os cargos de gestão de instituições não tem necessariamente de ser feitos por especialistas podendo antes ser desempenhados por gente com o perfil indicado pelo Alberto. É claro que estou certo que o Alberto seria um excelente Director. Se esse fosse o entendimento da Direcção estou certo que teríamos orgulho em vê-lo a liderar uma equipa. Agora isso também consumiria energias que são preciosas para o muito que há por fazer na recolha, estudo, catalogação e divulgação da enorme História do SLB. O Alberto deve ter sempre lugar no Museu. Seja como Director, seja como colaborador especialista. O que não se entende é o Clube não aproveitar na plenitude as seus enormes capacidades e conhecimentos.

    Desculpe falar assim tão livremente sobre a sua pessoa Alberto mas sabe que tem aqui um admirador e alguém que como o Alberto coloca o SL Benfica acima de tudo.

    Tantos e tantos como nós lutaram pelo melhor do Clube. Tantos e tantos como nós virão e continuarão esta construção colectiva. Só o SL Benfica é eterno.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom... o que eu disse é que queria/quero o sr. Alberto "dentro" do Benfica.... se é Director ou outra coisa qualquer, não sei... e pouco me importa o cargo... o que gostava mesmo é que o sr. Alberto fosse o "filtro" de toda a informação histórica do nosso Benfica e, não menos importante, a "formar" e ensinar outros a ser como ele... rigoroso!

      Será ignorância minha concerteza, mas é que não vejo mais ninguém a fazer este tipo de trabalhos/pesquisas acerca do nosso Benfica... e isso preocupa-me no futuro.

      Assinei a petição porque é necessário agitar, abrir olhos/consciências, falar no "assunto", pressionar o Presidente e as belas adormecidas...
      Os nossos bons valores são para ser aproveitados...
      O sr. Alberto é um valor e não pode ser desperdiçado.

      Tenha lá paciência sr. Alberto, você meteu-se nisto agora aguente-nos... eh eh eh eh... há tipos que têm que ser empurrados para fora do clube... há outros que têm que ser empurrados "lá para dentro"!!!

      Eliminar
  15. Excelente mais uma vez.
    Só um apontamento. Para defender o "não-comunismo" de Félix Bermudes não me posso basear num parágrafo de um livro (deduzo que ilegal, porque naquela altura ter comunistas no título devia ser o suficiente para não ser aprovado), até porque como também foi referido, o mesmo Félix Bermudes teve quatro processos abertos na PIDE, apesar de não terem confirmado nada, para serem abertos é porque houve indícios para tal. Os meus avós também eram comunistas e na rua "tinham" de idolatrar Salazar, se é que me faço entender.
    Mas mais uma vez, grandessíssima investigação em prol da gloriosa história do Benfica. Parabéns caro Alberto!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail