A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

04/03/2016

SL 111 Benfica, 1 – SL 112 Benfica, 2

04/03/2016 + 6 Comentários API
CONSIDERO O PLANTEL 112 (2015/16) SUPERIOR AO PLANTEL 111 (2014/15).


Daí poderem extrair-se sempre onzes e soluções saídas do banco de suplentes com mais qualidade. Mas será qualquer futebolista em 2015/16 superior a qualquer um de 2014/15? Não! Estou a comentar (a opinião que tenho) em relação à globalidade, não a fulanizar... Vamos ao quatro.quatro.dois sem esquecer o guarda-redes (sempre ausente nos números tácticos, mas apenas pelo facto de ser universal): 1.4.4.2

Consideração (mas, se for “caso disso” virei aqui em Maio reler): Como é óbvio tudo o que vai ser escrito não passará de um exercício de contemplação (êxtase se o Benfica for TRInta e cinco) puramente virtual, feita por um adepto, por aquilo que vê, ouve e lê, pois jamais poderá ser comprovado. E ainda bem…

TEMPORADA 2015/16
Competições
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
40 (17)
25
4
11
87
38
Primeira Liga
23 (11)
18
1
4
63
17
Liga dos Campeões
6 (4)
3
1
2
10
8
Taça da Liga
3 (2)
3
-
-
8
1
Taça de Portugal
2
1
-
1
3
3
Torneios
4
-
2
2
3
5
Troféus
1
-
-
1
-
3
Supertaça
1
-
-
1
-
1


Guarda-redes
Júlio César continua indiscutível. Por isso nem vou escrever acerca de Éderson (vai jogar na Taça da Liga) e Paulo Lopes, embora acredite que ambos joguem na Liga NOS para serem campeões. Futebolista com 36 anos (37 em 3 de Setembro) continua igual à temporada anterior. Por vezes, nos guarda-redes cada vez mais próximos de serem quarentões notam-se diferenças, mesmo de pormenor, mas Júlio César continua igual. Motivou-se com a vinda para o Benfica (quando estava a caminho da aposentaria, ou seja, reforma em “brasileiro”) e continua a ser o melhor guarda-redes a jogar em Portugal. Pelo menos o mais "completo".



Defesas-laterais
Na direita foi onde houve mudanças mais radicais. Se no início trocava Semedo por Maxi, nesta fase não! Maxi tem mais experiência, sabe jogar na antecipação, mas neste sim, nota-se o peso da idade. Nélson Semedo soube agarrar a oportunidade logo na atípica pré-época, foi infeliz naquela “lesão seleccioniana” mas ainda está a tempo de fazer três meses em grande! Isto se conseguir “tirar” a titularidade a André Almeida que soube corrigir aspectos que faziam dele um lateral sofrível a “desenrascar” na esquerda e do lado direito, "apenas" aceitável porque cumpridor e abnegado. Melhorou. Semedo em “boa forma física-mental” tem mais condições mas mesmo com Almeida, a ala direita Almeida-Pizzi é semelhante a Maxi-Salvio. Menos exuberância, mais equilíbrio. Semedo-Pizzi será ainda melhor, pois já revelou ser mais criativa. E isso é fundamental para desequilibrar o adversário.
Na esquerda manteve-se Eliseu (32 anos até 1 de Outubro). Parece menos afoito que em 2014/15 e... como já era criticado há um ano! E aguenta. Mas o entendimento com Gaitán está melhor. O tempo dá entrosamento. Sílvio e Grimaldo são opções com características bem diferenciadas mas Eliseu continua activo. Comparando 2014/15 com 2015/16 este semi-sector (as laterais) pode perder em fulgor (embora acredite que Maxi – 31 anos até 8 de Junho - faria menos nesta época que em 2014/15) mas ganha em qualidade. O plantel 112 está em ligeira vantagem para o 111!



Defesas-centrais
A lesão prolongada do capitão Luisão (desde 21 de Novembro de 2015) não permite avaliar a evolução ou regressão da dupla com Jardel. Mas a idade do capitão (35 anos em 13 de Fevereiro) parecia estar a “pesar” ainda que num central a idade pese quase tanto como num guarda-redes. A “experiência posicional” compensa a falta de fulgor. A liderança fazia-se sentir e Jardel (que complementa bem as características de Luisão) também beneficiava. Chegou Lisandro e a dupla de centrais ganhou vivacidade. Depois com a lesão de Lisandro fixou-se Lindelöf. Um futebolista com outras características (não há dois futebolistas em milhões, desde 1863 a infinito, iguais) mas o “miúdo” soube agarrar a oportunidade. Como tantas vezes já aconteceu em 112 épocas de Gloriosa História. Até parece que adivinhava quando escrevi isto (O "caso" Lindelöf), mas não! Foi apenas utilizar a experiência de ver futebol há muito tempo. Também podia ter dado errado. Felizmente não deu! Mesmo assim, querendo ser racional – como se isso fosse possível escrevendo acerca do Benfica – faço uma de politicamente correcto. Este semi-sector (centrais) tem menos experiência num sector onde tal é importante (e até a equipa fica com menos liderança pois o capitão “pertence” a este semi-sector). O plantel 112 está, até agora, igual ao plantel 111!


Médios-centro
Aqui o 112 dá baile ao 111. A dupla Samaris/Sanches é claramente superior a Samaris/Pizzi. E Fejsa/Sanches ainda é melhor pois os dois futebolistas complementam-se muito bem. A exuberância de Sanches equilibra-se na sobriedade de Fejsa (o azar é que este está mais tempo lesionado que operacional). Não querendo fazer comparações, até porque são estilos completamente diferentes, em tempos diferentes, idades diferentes, tudo diferente, fazem-me recordar a dupla Jaime Graça/Coluna. Dois pareciam um! Fejsa/Sanches também. Samaris (a médio-defensivo) é mais exuberante que Fejsa, mas quando comparo, conjuga melhor com Sanches (2015/16) que com Pizzi (a médio-ofensivo), em 2014/15. O plantel 112 está em clara vantagem para o 111!


Médios-ala
Na esquerda continua Gaitán, refinado agora com há um ano. A “melhor capacidade técnica a jogar em Portugal” tem é que estar bem (físico-emocional) para poder colocar em campo tudo o que tem (e tem muito) para "abrir defensivas densas" e fazer as assistências para golo que só ele sabe executar, como ninguém, em Portugal. Na direita Pizzi em vez de Salvio. Perde-se consistência e “faro” de golo, ganha-se mais versatilidade e interacção com o lateral-direito e os dois médios-centro. Mas… estas são posições de desgaste devido ao ritmo que têm de colocar em campo ou sujeitas a substituições para dar outra dinâmica ao onze. O segredo em 2015/16 para melhorar as alas está no plantel. Carcela e Guedes são melhores soluções que Ola John ou Talisca (utilizado na ala direita em 2014/15). O plantel 112 continua em clara vantagem para o 111!


Avançado
Jonas é Jonas. Não tenho nada mais para escrever.


Ponta-de-lança
Mitroglou (28 anos, em 12 de Março) é melhor que Lima (33 anos, em 11 de Maio). Na globalidade. Principalmente como “homem mais avançado” que é isso que mais interessa ao Benfica. Lima nos jogos mais complexos era quase um quinto médio. Mitroglou é claramente um avançado que sabe complementar as acções mais defensivas com Jonas. Quando em dupla Jonas/Mitroglou atacam melhor que Jonas/Lima e “defendem” tão bem quanto Jonas/Lima. O plantel 112 tem vantagem para o plantel 111!

O que se “passou” para não se perceber isso?
Foram as invenções que custaram “caro”. E que esperamos não custem o TRInta e cinco. Uma “anti-pré-época” (ainda com a agravante de haver mudança de treinador após seis temporadas com Jorge Jesus). Invenções inacreditáveis, em convocatórias e jogos. É só ir aqui ao arquivo deste blogue. Para não “estragar o ramalhete” deixo para depois do texto. Felizmente corrigiram-se os “contratempos” a tempo. O plantel 112 “dá dois-a-um” ao plantel 111!

Carrega Benfica

Alberto Miguéns

NOTA1: Para quem quiser ver uma apreciação feita com “cabeça, troco e membros” clicar em (jornal Expresso)

NOTA2: Nem vou colocar muitas equipas (onzes titulares) nem convocatórias. E ignoro a "anti-pré-época" com um treinador com ideias diferentes do treinador anterior. Deixo dois exemplos numa dúzia:


1. Insistir em Victor Andrade ou Gonçalo Guedes, até à exaustão, mesmo "iludir" João Teixeira ou Nuno Santos apenas prejudicou os futebolistas, expôs a equipa, enfraqueceu o Clube e instalou a desconfiança;
2. Convocar Clésio e Vera que se pensava serem avançados e depois utilizar Clésio como defesa-direito não prejudicou a equipa, nem o Clube (o SLB venceu, em Aveiro, o CD Tondela), mas não protegeu o futebolista (como se sabe) e fez desconfiar os adeptos se havia rumo. Se o treinador tinha "estaleca". E como o tempo provou. TEM!


6 comentários
comentários
  1. Obrigado pela aula.
    O gajo do Expresso explica-se muito bem e é capaz deter razão.

    Vamos ver no sábado.
    Estou confiante mas não vou ver o jogo, nem pela TV, nem sequer pela rádio.
    Durante o Jogo fico recolhido e em oração!!!

    ResponderEliminar
  2. Caro Dr Alberto,

    Dito isto, e após ter lido o seu post, comparando Planteis, qual a duvida que o Benfica chegará em Maio ao 35?

    Bom, faltam 10 Jornadas, e essa coisa que os derbys e clássicos não definem e decidem Campeões é uma grande falácia, não vamos recuar muito tempo, o FC Porto 0 Benfica 2 de Dezembro de 2014, decidiu o Campeão, e ponto final (não, nem abordo a Confraria do Rola e do Devesa da "bandeira", porque de igual modo, mão posso justificar que em Janeiro de 2004, o FC Porto de Mourinho, sem Europa nesse mês, venceu 2-0 o ultimo, e posteriormente despromovido E Amadora no Dragão, mas com o beneplácito do outro Paixão...)!

    Entretanto, observo os derbys do JJ enquanto Treinador do Benfica, foram 15, 12 para o Campeonato, 2 na T Liga, e 1 na T Portugal, com este balanço, o Benfica venceu 10 partidas, empatou 4, e perdeu 1 jogo (curiosamente, partida apitada pelo Soares Dias)!

    Puxo a fita á frente, e o JJ como Treinador do Sporting, e em 3 derbys: Sporting 3 Benfica 0!

    O que poderá desempatar o derby de sabado? Um melhor plantel do Benfica (meio Jimenez, custou "só" 9 M€, o A Madrid sempre lesado, são já tantos os negocios ruinosos para esses desgraçados dos "colchoneros"), e depois, a capacidade oratória do Prof Rui, naturalmente incomparavel a do boçal Jesus. Definitivamente, o JJ é um "iletrado", e o Prof Rui revela uma soberba eloquencia (o Quique mesmo em Castelhano, não era tão forte, quanto o Prof Rui). Relativamente á capacidade de ler o jogo, o boçal JJ nem é mau de todo, mas afinal poderá um iletrado ser eloquente? Bom, nessa matéria, só mesmo o "homem da inteira confiança do Senhor Pinto da Costa...", lê de forma escorreita, sem soletrar, e já o faz com teleponto, é notável (será o próximo notável a "crescemos a pensar em si" Braz&Braz? Com aquela Comissão de honra, com tantos ilustres, não me parece, e foi beatificado em 2001 ...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Paulo Teixeira

      Se o campeonato fosse entre o SL 112 Benfica e o SL 111 Benfica apostava no 35!

      O "problema" é que os campeonatos conquistam-se de modo relativo. Tenho opinião que o SCP 2015/16 é superior ao da época passada e o FCP de Peseiro melhor que o de Lopetegui (espero ter escrito o nome correcto).

      Por isso este fim-de-semana haverá tira-teimas. Nunca mais é sábado! E domingo passado na "Pedreira" comigo no sofá provavelmente alegre ou não... (a saborear a luta entre 3.º e 4.º classificados)

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Anónimo4/3/16 10:37

    alguem disse:


    O Sistema Mafioso Corrupto Existe, está activissimo e agora com a reimplantação do Sistema Sinistro e Ultra Corrupto "ROQUETE", ficou mais "violento" e com o beneplácido de arbitros que sempre foram mafiosos, e tendo como objectivo simplesmente derrubar o Glorioso Benfica, vai ser muito complicado o jogo no Alvalixo, ainda por mais com esta personagem arbitral que é um peão do Sistema implantado e ANTI-Benfiquista nojento.
    O Benfica joga "quase sempre" contra DUAS EQUIPAS em campo e este Sábado não vai ser excepção, aliás pelo que se ouve e vê o resultado está feito, agora cabe ao Benfica em campo complicar as contas do Badocha e sua seita e tentar ganhar, mas as dificuldades acrescidas para o Glorioso advêm do facto de jogarmos contra as referidas duas equipas e UMA DELES tem o poder de colocar o resultado à sua maneira e todos sabemos que não é vermelha. A seriedade dessa personagem estava numa couve e um "burro" comeu-a. Mais uma vez vamos ver se o RESULTADO não vai já feito, preparado, do exterior, parece-me que sim.
    Quanto ao tira-teimas ele só podia existir se houvessem probabilidades IGUAIS para ambos as Equipas, mas sabemos que com este Sistema e com a pressão efectuada pelos osgas isso é dificil, senão impossivel de acontecer.
    Um Porco não o deixa de ser só porque toma banho.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo4/3/16 14:28

    Caro Alberto,
    Há bocado passei pela Bola TV e lá estava o seu "amigo" Serrado (que só o conhecia aqui do blog) a fingir que dava uma aula sobre a história do Benfica e do Sporting. Fiquei com a certeza de que estava em presença dum "artista", quer pelas "não certezas" daquilo que estava a debitar, quer pela imagem "azeiteira" do próprio. Mas a verdade é que, com a ajuda do Clube, conseguiu vender uma imagem de catedrático do futebol português. Lamentável...
    Mário Trindade

    ResponderEliminar
  5. Pois é, vai ser muito difícil contrariar o que já está na cabeça deste árbitro! Grandes penalidades, a favor do Glorioso somente se um jogador for impedido consecutivamente de jogar a bola e o arbitro pensasse que ficaria com a sua imagem prejudicada ao não marcar; No caso inverso, bastaria um pequeno toque e a ideia de que "ERRAR É HUMANO". Esta nomeação está ao nível das nomeações do tempo de Pedro Proença, encapotada pelo princípio "O MELHOR ARBITRO, INTERNACIONAL, CLARO, PARA O JOGO MAIS IMPORTANTE".A minha expetativa é que as contas saiam furadas a este interveniente, muito à custa de uma grande exibição do SLB. Pela experiência, estou muitk cético!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail