A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

20/07/2013

Dérbi? É Para Ganhar! Pois Então

20/07/2013 + 8 Comentários
OPINIÃO


Hoje inicia-se a 37.ª edição da Taça de Honra de Lisboa. Nas 36 edições disputadas, entre 1914/15 e 1993/94, o “Glorioso” conquistou 18 edições, repartindo-se outras tantas (18) por três emblemas: Sporting CP (onze), CF “Os Belenenses” (seis) e Império LC (uma).

Uma competição regional, três fases
A Taça de Honra disputou-se em 36 edições repartidas por três períodos: 1914/15 a 1921/22 (seis edições), 1947/48 (uma edição) e 1959/60 a 1993/94 (29 edições). O “Glorioso” decidiu não participar na edição de 1993/94 por esta ter sido proposta por pressão do presidente do SCP, Sousa Cintra, depois de no verão de 1993 este ter sido o principal patrocinador da ida (sem justa causa) do futebolista Paulo Sousa, rescindindo o contrato com o SLB para assinar pelo SCP. A competição ficou “ferida de morte” nunca mais se disputando… até hoje! Resta dizer que o SCP… perdeu a edição de 1993/94 sendo eliminado, em casa, nas meias-finais…

SL BENFICA NA TAÇA DE HONRA DE LISBOA (1914/15 – 1993/94)

Adversários
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
84
54
12
18
186
93
Sporting CP
27
13
4
10
41
36
CF “Os Belenenses”
22
14
3
  5
43
25
Atlético CP
12
  9
2
  1
34
11
GD Estoril Praia
  5
  3
1
  1
16
10
Clube ORIENTAL de Lisboa
  4
  4
-
  -
15
  1
Clube INTERNACIONAL de Futebol
  3
  2
1
  -
10
  2
IMPÉRIO Lisboa Clube
  2
  1
-
  1
2
  3
Vitória FC (Setúbal)
  2
  2
-
  -
5
  1
Casa Pia AC
  2
  1
1
  -
3
  2
CF Estrela Amadora
  2
  2
-
  -
5
  2
Grupo Sport CRUZ QUEBRADA
  1
  1
-
  -
7
  0
CHELAS Futebol Clube (1)
  1
  1
-
  -
4
  0
SCU Torreense
  1
  1
-
  -
1
  0
NOTA: A fusão do Chelas FC, Marvilense FC e GD “Os Fósforos”, em 8 de Agosto de 1946 deu origem ao COL (Oriental)

414.º dérbi de Lisboa
Foi no 1.º de Dezembro de 1907 que se jogou o primeiro encontro entre o “Glorioso” (camisola vermelha e calção branco) e o Sporting CP (então a equipar todo de branco). De então para cá este jogo foi-se repetindo ciclicamente, época a época, em várias competições, mas… sempre o mesmo jogo. Hoje, pelas 21:15 horas, esse 414.º dérbi de Lisboa, não é mais que a continuação desse primeiro encontro, quase há 106 anos. Estamos no minuto 36 770.º com 697 golos marcados e 668 sofridos.

JOGOS TOTAIS POR COMPETIÇÃO com Sporting CP
Competição
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
 413
173
83
157
697
668
Campeonato Nacional
158
75
38
45
277
217
Taça de Portugal
39
16
3
20
67
80
Supertaça
4
1
1
2
4
7
Taça da Liga
3
2
1
-
7
3
Campeonato Regional
83
31
15
37
138
140
Taça de Honra
27
13
4
10
41
36
Torneios
46
13
10
23
67
78
Particulares
53
22
11
20
96
107

Diferenças assinaláveis
O "Glorioso" domina os Derbies de Lisboa, com mais 16 triunfos (173 vitórias contra 157 derrotas) e mais 29 golos (697 marcados e 668 sofridos).
Para a Taça de Honra de Lisboa, em 27 jogos, mais três vitórias (13 triunfos e dez derrotas) e mais cinco golos marcados (41 obtidos contra 36 sofridos).
Somos, historicamente, superiores. Há que mostrá-lo em campo. Mais uma vez...

A equipa que está pior agiganta-se
Nos Derbies de Lisboa geralmente vence o Benfica, mas o SCP tem por hábito dificultar a tarefa, quando está pior. É mais perigoso quando se sente mais fraco e debilitado! Tal como no passado, este jogo vai servir para o SCP tentar mostrar que não é inferior ao Benfica, mesmo sabendo-se que é! Só que em campo é preciso provar. E os futebolistas adversários vão fazer tudo para que o Benfica não triunfe.

ÚLTIMOS 34 DERBIES
Dérbi
N.º
Época
Comp
Sit
V
(15)
E
(9)
D
(10)
380
01/02
CN
C

2-2

381
CN
F

1-1

382

02/03
TSB
F

0-0

383
CN
F
2-0


384
CN
C


1-2
385

03/04
Par
N
1-0


386
CN
C


1-3
387
CN
F
1-0


388

04/05
CN
F


1-2
389
TP
C

3-3

390
CN
C
1-0


391
05/06
CN
F


1-2
392
CN
C


1-3
393

06/07
TGD
N


0-3
394
CN
F
2-0


395
CN
C

1-1

396

07/08
TGD
N
1-0


397
CN
C

0-0

398
CN
F

1-1

399
TP
F


3-5
400


08/09
TGD
N


0-2
401
CN
C
2-0


402
CN
F


2-3
403
TL
N

1-1

404

09/10
CN
F

0-0

405
TL
F
4-1


406
CN
C
2-0


407

10/11
CN
C
2-0


408
CN
F
2-0


409
TL
C
2-1


410
11/12
CN
C
1-0


411
CN
F


0-1
412
12/13
CN
F
3-1


413
CN
C
2-0


414
13/14
THL
N



415
CN
F



416
CN
C




Uma derrota em dez jogos
Após oito jogos sem perder, com seis vitórias consecutivas, apenas nos conseguiram vergar, com uma arbitragem execrável de Artur Soares Dias, que no 411.º Dérbi de Lisboa, não assinalou uma grande penalidade sobre Gaitán logo aos dois minutos de jogo. Estava com pressa de fazer do FC Porto campeão. Na temporada passada (2012/13) tudo voltou ao “normal”, com duas vitórias: 3-1 no século XXI e 2-0 na “Catedral”.

Logo à noite é para somar a terceira vitória consecutiva

Alberto Miguéns
NOTA1: A Taça de Honra de Lisboa é uma competição oficial, porque organizada por uma entidade oficial, a AFL, com jurisdição para criar competições para os seus filiados. Os quatro clubes são filiados na AFL e só competem a nível nacional, porque a AFL é filiada na FPF. O Benfica não está filiado na FPF, “apenas” na AFL (que a par da AF Portalegre e AF Porto);
NOTA2: A Taça de Honra de Lisboa é uma competição para as equipas seniores dos clubes. Estes são livres de apresentarem (de acordo com o regulamento) os jogadores que entenderem. Desde que tenham, no mínimo 16 anos, um clube pode jogar qualquer competição sénior com os jogadores que estiverem inscritos como futebolistas do clube. O “Glorioso” já jogou encontros da Taça de Portugal e até, uma jornada do campeonato nacional da I Divisão, com a equipa de Reserva. Não deixou de ser um jogo da Taça de Portugal ou na I Divisão… por isso! E na Taça de Portugal, em 1 de Junho de 1961, devido à impossibilidade – por estarem a viajar de Berna - de utilizar os 16 futebolistas (onze titular mais cinco de prevenção) que na véspera – 31 de Maio de 1961 - conquistaram a Taça dos Clubes Campeões Europeus, deslocou-se ao recinto do Vitória FC Setúbal, para discutir o acesso às meias-finais da Taça de Portugal, com um misto de Reserva/ Juniores! 

NOTA3 (chamada de atenção por um leitor do EDB): Ainda nem começou a temporada e para "eles" os números já atrapalham. Um jogo de futebol tem - sempre - onze futebolistas em campo (se não houver expulsões) e dura (se não houver factores extra) 90 minutos. Ou seja uma equipa totaliza 990 minutos (11 x 90' = 990 minutos).

O Benfica realizou três jogos, ou seja, 990' x 3 = 2970 minutos. Para o jornal "A Bola", o Benfica totaliza 2900 minutos. Onde param 70 minutos? O leitor do EDB tem razão: Se os media não acertam em "coisas tão simples", como podem apresentar-se credíveis perante os leitores?! Eu acrescento: Se não conseguem - têm muitos "empregados" (por isso meios para filtar informação) e os jornais são pagos (os pagantes merecem respeito) - fazer "contas", porque se propõem tratar de assuntos que merecem cuidado que não querem (ou não podem) ter!?

Eis a Serpada


A Bola; página 13; 18 de Julho de 2013

O Record desta vez está certo. Não merece ser elogiado, porque a lógica - e obrigação - é ter as contas certas. A Bola merece ser criticada!

Record; página 13; 18 de Julho de 2013


8 comentários
comentários
  1. é para ganhar e por muitos, pois os lagartos vão apresentar uma equipa b...ou será que o jesus se vai por a inventar e perder esta oportunidade de os triturar?

    ResponderEliminar
  2. A Taça da Associação da AFL que ganhámos em 1921/1922 é oficial? Há dados sobre essa competição?

    Saudações Gloriosas,

    João.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro João

      Há! Consulte o jornal "Os Sports" ou o "Sport Lisboa" de 26 de Maio de 1922. Ou vá ao Museu Cosme Damião. A THL de 1922 é exactamente igual à de 1920.

      Os portugueses confiam de mais nas instituições. Há muito incompetente nessas instituições. Amiguismos à parte, vou tentar colocar uma digitalização do jogo da final em 25 de Maio de 1922.

      Eliminar
  3. Fernando Henriques20/7/13 23:24

    Caro Alberto, no site da AFL está este historial : http://www.afl.pt/ficheiros/historial/hist_vencedores.pdf

    Lamentavelmente temos um "burro de tróia" no banco que foi condescendente com o seu clube do coração e não pôs a melhor equipa a jogar ... criando condições para "isto" ...

    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Fernando Henriques

      É ir ao Museu do Benfica e do Sporting CP e contá-las. Querem melhor que vê-las "ao vivo e a cores". Se não contarem 18 no Benfica e 11 no SCP pago uma mariscada!

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Fernando Henriques21/7/13 01:18

      Caro Alberto, não ponho em causa a sua contabilização; aliás para mim, assim como para muitos benfiquistas, o Alberto é uma referência na história do Benfica e do desporto português em geral. Apenas estranhei que a própria AFL não seja rigorosa no historial desta competição.

      Saudações benfiquistas

      Eliminar
    3. Caro Fernando Henriques

      Obrigado. Eu sei, e não há melhor como Benfiquista que ter a estima dos outros Benfiquistas. Para mim vale n vezes mais que a estima dos chamados "notáveis"!

      Como percebi que há dúvidas, já tenho uma fotografia da página do jornal "O Sport de Lisboa" de 27 de Maio de 1922 com o resumo da conquista do troféu e a fotografia, na mesma página, desse troféu. Muito selelhante (quse igual se não fosse o tamanho) ao actual. Troféu que a AFL atribui, em 1922, ao Sporting CP. Mas os jornais da época relatam ser do Benfica (e está no Museu). Amanhã conto fazer uma notícia acerca do assunto.

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  4. Não foi para ganhar. Foi , isso sim, uma enorme vergonha!
    Mais uma época a sofrer.
    maria

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail