A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

27/06/2013

Dicas Para Não Passarem Por Cobardes

27/06/2013 + 4 Comentários API
OPINIÃO




O ódio e fobia que os portugueses têm pelos políticos escondem muita mediocridade nas outras profissões. Funciona como uma cortina de fumo, para que em muitas outras actividades transbordem incompetentes, que e$cudam-$e no facto dos "políticos é que o são!"
O caso mais visível - porque é também neles que se faz o escrutínio e condenação pública dos políticos - são os media. Que em Portugal estão ao nível, em termos de incompetência, dos políticos. Mas com uma agravante.

A política não é uma profissão
Não se "é político". Está-se político. Qualquer cargo político resulta de uma escolha eleitoral. Só se está político se os outros eleitores - porque um político antes de o ser é um eleitor como os outros - votarem nele. Se votam repetidamente num determinado político é porque são coniventes com ele (e com o que faz ou deixa de fazer). Se existem "estes políticos" é porque os "outros cidadãos eleitores que podiam ser candidatos a cargos políticos" são virtuais, por ausência, inexistência ou desleixo.
Há, depois, outros cargos digamos que são "semi-políticos": assessores, delegados, chefes, etc. que resultam de convites. Estão indexados a "um determinado político". Só existem enquanto esse "determinado político" existir. Dependem directamente dele e indirectamente dos eleitores, pelo facto destes elegerem (ou não) esse "determinado político"!
Pior são as profissões onde abunda a mediocridade, que fazem passar-se por "gente competente" e são do piorio. E não se pode votar neles. Ao contrário dos políticos.

Lamento é lamento. Lama é lama
Toda esta conversa para lamentar como é possível, em Portugal, ninguém se interessar por fazer uma entrevista ao antigo futebolista do FC Porto, Casagrande. Não tenham medo. Não sejam subservientes ao FCP. Sejam gente livre, corajosa e, já agora, competente, com interesse em informar e formar a Opinião Pública. Em vez de formatá-la.
Se tiverem dificuldade ou preguiça em preparar a dita entrevista (talvez seja por isso que ainda não foi realizada), fica aqui o resumo da carreira de Casagrande no FCP.
 
Jogos de Casagrande pelo FC Porto
Data
Competição
Adversário
Local
Ocorrências
11.01.1987
CN ID/ 17.ª J.
E 2-2
Vitória SC Guimarães
Antas
Jogou 90' (1 golo aos 66' - 2-2)
18.01.1987
TP/ 16-avos-fin.
V 5-0
GD Samora Correia (II D)
Antas
Jogou 90' (1 golo aos 46' - 2-0)
25.01.1987
CN ID/ 18.ª J.
V 2-1
GD Chaves
Chaves
Jogou 90'
22.02.1987
CN ID/ 20.ª J.
V 3-0
SC Salgueiros
Vidal Pinheiro
Substituiu Quim aos 27' (0-0)
28.02.1987
CN ID/ 21.ª J.
V 1-0
Ass. Ac. Coimbra
Antas
Substituiu Celso aos 63' (0-0)
04.03.1987
TCE/ QF/ 1.ªm
V 1-0
Brondby IF
Antas
Substituiu Sousa aos 45' (0-0)
18.03.1987
TCE/ QF/ 2.ªm
E 1-1
Brondby IF
Copenhaga
Substituído por Juary aos 21' (0-0)
24.05.1987
CN ID/ 29.ª J.
D 0-1
SC Farense
Portimão
Substituiu Inácio aos 68' (0-1)
31.05.1987
CN ID/ 30.ª J.
V 6-0
O Elvas-CAD
Antas
Substituiu Futre aos 57' (2-0)

Só falta o EDB arranjar o número de telemóvel do Casagrande! Mas... já faltou mais...

Alberto Miguéns
4 comentários
comentários
  1. Muito bom. Era isso mesmo que deveria acontecer!

    ResponderEliminar
  2. Eles, os junta-letras, papagaios amestrados e canetas de aluguer...bem sabem como elas mordem...penso eu de que.

    ResponderEliminar
  3. http://www.youtube.com/watch?v=Pf7YX8rcMHg
    Sejam imparciais e já agora arranjem também o telem deste agora.
    Há coragem para publicar meu comentário? se nã houver tenho certeza que ficará de consciência pesada... e isto para não enumerar casos de atletas de diversas modalidades apanhados no doping... caso Nuno Assis já não se lembra? bem me parece...
    Cpts

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estórias com atletas entrevistados.

      No Brasil ou em Portugal, entrevistem Casagrande. Têm medo de quê e de quem?

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail