A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

14/03/2011

Ontem houve! Amanhã não sabemos

14/03/2011 + 0 Comentários API
OPINIÃO
             
Foi feito o que tinha de ser feito. No entanto é uma tristeza haver necessidade de remodelar um “onze” de uma forma tão extrema. Fomos afunilando, afunilando, à espera de um milagre (entenda-se o FC Porto perder nove pontos, quando em 70 por cento da competição apenas perdera… quatro). Os sistemas mafiosos existem para proteger, por isso, são eficientes. Milagres são mistérios de fé.

Que Benfica?
Mantivemos a invencibilidade frente ao clube mais importante do Barlavento Algarvio (ver Quadro I). Empatámos, é certo, repetindo 1977/78 e 1986/87, jogando na Catedral com o último classificado do 77.º Nacional. Em termos históricos, imediatos, um péssimo resultado. O que se teria passado naquelas duas épocas, em que o Portimonense SC terminou o Nacional, respectivamente, em 13.º (despromovido para a Zona Sul da II Divisão) e em 10.º lugar!? É futebol! Em termos históricos, no futuro, pode ter sido o passaporte para um resto de temporada a vencer. Ou seja, seguir rumo aos quartos-de-final da Liga Europa, derrotar o FC Porto na 25.ª jornada, eliminar o FC Porto da Taça de Portugal, conquistar a Taça da Liga e triunfar na final da Taça de Portugal. Adeus 77.º Campeonato Nacional que ficará bem entregue a gente porca.

Que Portimonense Sporting Clube?
O nosso adversário de ontem, em termos de identidade é muito diferente do “outro" Portimonense, daquele que foi empurrado “borda-fora”, em 1989/90, do principal campeonato português (ver Quadros II e III). Recordemos que o “outro” Portimonense, liderado por Manuel João, presidente da Direcção do clube da Águia-perdigueira entre 1975 e 1993, era nos anos 80 um dos clubes mais rebeldes do futebol português face ao Imperialismo Portista. Até mais que os acomodados (À Sombra da Bananeira do “Glorioso”) dirigentes do Benfica. Esse Portimonense fazia-lhes a vida negra-e-branca quando o poder portista se deslocava a Portimão. Não tinha medo deles. Ao contrário dos “pintodacostistas” que até de braço ao peito andavam para que os media tivessem pena! Por isso pagaram (e bem) fazendo uma “Travessia do Deserto” durante duas décadas, entre 1990/91 e 2009/10, até um tal Fernando Rocha, empresário “pintodacostista” em negócios no All Garve, ter pegado neles, em 2006, conquistá-los e entregá-los de bandeja ao portismo. Para subirem! Só que já são tantos a viver na subserviência que o “Primeiro Escalão do Futeluso” não dá para todos! Algum vai ter que descer! Em 2010/11 presenciámos duas jornadas com o Portimonense SC. Em 2011/12 não sabemos...

Que Benfica em Paris?
Temos tudo para fazer uma grande jogatana em Paris! (ver Quadro final) Em princípio, os titulares para o Parque dos Príncipes não se desgastaram (nem correram o risco de se lesionarem, com a dupla Azelha & Baptista Lda), pois apenas um trio esteve em campo: Aimar (69’), Gaitán e Salvio (ambos, nos segundos 45’). Sabendo que nove ficaram de fora (oito na bancada e um – Sidnei - no banco), temos que destes três sairão dois titulares!

Uma parte – proteger os nossos jogadores mais valiosos - está feito. Falta fazer o resto… eliminar no Parque dos Príncipes, o Paris Saint-Germain FC.

Alberto Miguéns



Duas notas pós-finais:

1.   Carole foi o 1036.º futebolista a vestir o “Manto Sagrado”
     na equipa principal de futebol do Sport Lisboa e Benfica;

2.   Nuno Gomes marcou (ver fotografia) o 181.º golo como
     futebolista do “Glorioso”. É o 12.º melhor goleador da
     nossa história, a 18 tentos do 11.º, Guilherme Espírito
     Santo com 199 golos. No Campeonato Nacional totaliza
    146 golos (123 pelo Benfica e 23 pelo Boavista FC), sendo
    o 17.º melhor de sempre em 77 edições da competição,
    ficando a 12 do 16.º, José Augusto, que totaliza 158
    (113 pelo “Glorioso” e 45 pelo FC Barreirense).
    Apenas nas cifras referentes a futebolistas do Benfica
    com golos marcados no Campeonato Nacional,
    Nuno Gomes, com 123 remates certeiros e validados,
    é o 8.º melhor, apenas a quatro da “Lenda Benfiquista”,
    Rogério Carvalho, em 7.º lugar, com 127!



Foto gentilmente cedida por Gualter Fatia

Todos os jogos com o Portimonense SC

 
Todas as jornadas em casa do Portimonense SC frente ao FC Porto

A "Travessia do Deserto" do Portimonense SC vítima do FC Porto






Minutos jogados durante a época de 2010/11






0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail