Futebolistas Sportingados? Longe! - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

14/06/2018

Futebolistas Sportingados? Longe!

14/06/2018 + 15 Comentários
NÃO QUERO NENHUM FUTEBOLISTA QUE JÁ TENHA RESCINDIDO OU VENHA A RESCINDIR COM O SCP.

E como adepto/associado vou apresentar dez razões - podiam ser mais, mas dez costuma ser o número habitual, um Decálogo - começando por razões históricas (as de que mais gosto) até razões de actualidade e até futuro (as menos previsíveis pois pode não ser assim). O Futuro a Deus pertence.

1. O Benfica tem «superioridade» ética
Desde o Verão de 1907 quando oito Gloriosos Futebolistas desertaram do Clube rumo às mordomias oferecidas por José Alvalade. Continuada em 1914 quando mais três, entre eles, um dos melhores futebolistas portugueses de sempre - Artur José Pereira - decidiram jogar no Sporting CP. Artur José Pereira foi considerado o primeiro profissional do futebol em Portugal a partir de 1914/15. Depois em 1917/18 foi Alberto Rio que à revelia do Clube tentou jogar no SCP. Seguiu-se um período de "acalmia" em que houve trocas «mais ou menos» pacíficas embora a passagem do guarda-redes Artur Dyson em 1931 tenha sido imputada mais à sua ganância - trocou o Benfica por um terno dado pelo Sporting CP: casaco, colete e calças - que à responsabilidade do SCP. Reacendeu-se em 1977 com o desvio directo de Artur e indirecto de Jordão mas neste caso a "burrice" foi de Romão Martins, responsável pelo Futebol. E novamente em 1979 com dois jovens que não eram promessas mas certezas, Fidalgo e Eurico a rumarem ao estádio Alvalade retaliando o Benfica com a aquisição de dois veteranos: Botelho e Laranjeira. Depois veio o mais escandaloso. O Verão de 1993 com o Sporting CP a tentar adquirir meia-equipa do Benfica, apenas conseguindo Paulo Sousa e Pacheco, mas conseguindo inflacionar os contratos de quase todo o plantel, pelo menos os mais valiosos. O Sporting CP não serve de exemplo para os Grandes Clubes.

2. O Benfica tem mais capacidade moral
De todas estes "saques" o único que resultou foi o de 1914 pois o SCP só em 1914/15 conseguiu ser campeão regional depois de sete campeonatos perdidos: quatro para o "Glorioso" incluindo um TRI, dois para os ingleses do Carcavellos Club e um para o Internacional/CIF. Em 1907/08 conseguiram classificar-se em segundo, mas em 1908/09 já estavam, outra vez, atrás do "Glorioso" que em duas temporadas resolveu o problema da deserção do Verão de 1907 e em 1909/10 sagrar-se-ia Campeão Regional. O SCP só em 1914/15. Em 1993/94 o Benfica foi Campeão e ainda tiveram que perder por 3-6 frente ao "Glorioso" em pleno estádio Alvalade. Para o Sporting CP o "crime" nunca compensou. E ao invés...envergonha. Por isso o Benfica moralmente é superior e capitaliza isso em apoio incondicional e grandeza entre a população portuguesa. Pode não ser possível quantificar mas de certeza que o Benfica não perde adeptos por ter boas práticas. Antes pelo contrário.       

3. O Benfica nunca foi vingativo
Tirando a retaliação de 1979 o Benfica não ripostou. Mas nunca se esqueceu. E os Benfiquistas continuam a lembrar-lhes, quando é necessário. E nunca esquecemos 1907, 1914, Alberto Rio, Dyson, 1977, 1979 e muito menos 1993 e o «parvalhão» do Paulo Sousa. Este em particular pela afronta que fez a quem tudo lhe deu e tudo lhe aceitou, o senhor presidente Jorge Brito. Não somos vingativos mas não nos tomem por parvos.

4. O Benfica é uma referência no desporto mundial
Ao contrário do Sporting CP que na principal competição da UEFA só por uma vez conseguiu atingir os quartos-de-final. Inacreditável. E ao contrário do que apregoam se nos tempos dos "Violinos" houvesse Taça dos Clubes Campeões Europeus uma era deles! Então não! Nem em quatro participações na Taça Latina conseguiram conquistar uma! por isso deixaram de a valorizar. é como se não existisse para não terem de assumir que perderam quatro! Quatro dos oito. E o Benfica em três participações venceu uma! Os violinos afinal desafinavam pelas «pautas internacionais» ao contrário dos Gloriosos Pianos. Música celestial para o Mundo.

5. O Benfica tem melhores futebolistas
Quanto melhor for um plantel menos futebolistas cabem de plantéis inferiores. São poucos os futebolistas do Sporting CP que podem aspirar a vestir o "Manto Sagrado". Nem meia dúzia. Há outros que poderão servir para empréstimos, mas isso não interessa quando se pensa que o "Glorioso" tem de começar a ser racional se quer tentar atingir quartos-de-final com regularidade, aceder por vezes às meias-finais (e porque não, numa época atípica) a final da Liga dos Campeões?

6. O Benfica não tem poder económico
Para conseguir os poucos bons futebolistas do Sporting CP. Esses futebolistas conseguirão clubes na Europa - das cinco principais ligas da UEFA - com mais capacidade para fazerem bons contratos, quer com chorudos prémios de assinatura quer com vencimentos mensais abonados. É uma ilusão pensar que o Benfica pode competir com clubes financeiramente mais poderosos que não vão deixar de captar a meia dúzia de bons futebolistas do Sporting CP. Há uns 30 clubes globalmente mais poderosos que o Benfica, nas quatro principais Ligas, e uns 60 que podem atrair em "avulso" um ou dois futebolistas do "Glorioso", em países como a Rússia, China e «Praláestão».

7. O Benfica não deve ser «entreposto internacional»
Em que estabelece um qualquer acordo com clubes mais poderosos que não queiram arriscar-se no contencioso jurídico e talvez imbróglio que se vai seguir entre advogados dos futebolistas e advogados do clube. E depois do que der e vier levarem o(s) jogador(es). O Benfica tem estatuto de Clube Mítico e se o tem terá de assumi-lo. Vinte e quatro horas por dia, 365/366 dias por ano até à eternidade. O Benfica não pode estar para o Futebol europeu como alguns clubes estão para o Futebol português.  

8. O Benfica deve organizar o plantel com objectividade
Reforçando bem para 2018/19 o que esteve menos bem em 2017/18. Equilibrar os vários sectores: guarda-redes, defesa, meio-campo e avançados. Ora isto pode ser incompatível com alguns dos melhores futebolistas do SCP pois quase todos têm Gloriosos Futebolistas de igual valor para as posições onde jogam. Que sentido faz estar a «empanturrar» o plantel só porque é necessário causar mossa no rival se isso pode significar desequilibrar o grupo de trabalho em campo e no balneário. Zero. Não interessa. Os bons futebolistas do SCP que são superiores aos nossos não vêm e os que podem vir são iguais ou inferiores. E para posições onde não fazem falta porque temos igual ou melhor. Para "chatear" os sportinguistas dois meses vamos ter de nos "chatear" oito meses? Dispenso!  

9. O Benfica a superiorizar-se (e deve!) é em campo
Não é em provocar danos num clube que há muito deixou de competir directamente para a conquista de títulos de Campeão nacional. Nos últimos 50 anos (1968/69 - 2017/18) o SCP conquistou seis títulos (12 por cento), o SL Benfica obteve vinte (40 por cento), o FC Porto com 23 conquistas (46 por cento) e o Boavista FC completa o meio-século com um em 2000/01.

O SPORTING CP NO CAMPEONATO NACIONAL (1934/35 - 2017/18)

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
6


















Mono
41

















2


















Mono
44

















2


















Tri
47
48
49















1


















Tetra
51
52
53
54














3


















Mono
58
48
49















3


















Mono
62

















3


















Mono
66

















3


















Mono
70

















3


















Mono
74

















5


















Mono
80

















1


















Mono
82

















17


















Mono
00

















1


















Mono
02

















16



















10. O Benfica é o BENFICA
E não há mais nada a dizer. A não ser...É MESMO. E faz toda a diferença para o Sporting CP!

Se for contratado algum?
Mesmo aqueles de fazerem número porque de futebol para um clube como o Benfica têm pouco. Pois aí, como adepto, terei tanto apreço por ele como pelos outros. Não gostei da chegada do Djaló ou do Yannick. Nem do Carillo ou Carilho. Já não tinha gostado do Botelho, Laranjeira, Fernando Mendes, Marinho ou Dani. Mas depois eram iguais aos outros. Toca de os incentivar para se superarem e honrarem o "Manto Sagrado". Já fiz, neste blogue, um texto a solidarizar-me com os futebolistas depois do ataque cobarde a Al-cacetada com colchete. Mas...agora é vida nova. Que vão para outros clubes e quando forem adversários do "Glorioso" que façam o pior jogo da vida de cada um e de todos! Todos no sentido de contagiarem negativamente a exibição da equipa adversária do Benfica.  

Viva o impoluto Sport Lisboa e Benfica!

Alberto Miguéns

NOTA FINAL: Quis fazer um texto conceptual, ou seja, teórico sem referir nomes, mas não deixo de saber quem são. Prefiro-os referir à parte.

1. Não acredito que o Benfica possa competir, a não ser estabelecendo desde já uma "parceria" com um clube colosso económico europeu para depois saírem quando a decisão das rescisões estiver encaminhada, e mesmo assim admitindo esta possibilidade continuo a não acreditar, com: Rui Patrício, Coates, Wiliam Carvalho, Gelson, Bruno Fernandes e Bas Dost;
2. Não interessam para integrar o plantel 2018/19: Acuña, Battaglia, Podence, etecetra e tal.  

15 comentários
comentários facebook
  1. É assim que eu penso! Sem tirar nem pôr!

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, Alberto.
    Gosto muito deste blog, que visito amiúde, e dos factos históricos com que nos presenteia e as opiniões que emite, sempre muito bem fundamentadas, de acordo com os estatutos e os superiores interesses do SLB e seus adeptos.
    Mas desta vez não posso concordar consigo e passo a explicar muito rapidamente:
    O Benfica não será responsável pela onda de rescisões de Alvalade ao contrário do que poderá ter acontecido com Carrillo e os outros casos que refere nas notas finais nem no que aconteceu em todas as situações referidas no ponto 1. Se se vier a descobrir que, pelo contrário, o Benfica é responsável direta ou indiretamente através do Mendes, por exemplo, passo a concordar consigo
    E por outro lado, em jeito de pergunta, deixo-lhe este pensamento: se fossem jogadores do Basileia ou da Real Sociedad a rescindir por causa de um ditador alucinado que tivessem como presidente? São clubes que nos merecerão tanto ou mais respeito que o Sporting, mas se mantiver a sua opinião de não contratar volto a perguntar: então jogadores vítimas de um presidente insano que rescindam os seus contratos nunca mais poderiam jogar à bola, caso se verificasse que todos os clubes possuiam um ética igual à que defende?

    Desculpe a intromissão, mas se lhe faço este comentário é porque prezo muito a sua opinião ainda que estejamos em desacordo.

    Cumprimentos gloriosos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro André Leal

      Mas ainda bem que não concorda tem todo o direito de o fazer.

      Mas coloca uma questão que considero apenas hipotética. Nenhum clube com um mínimo de futebolistas de qualidade terá um presidente narcisista/egocentrista que pensa so por existir é obrigado a conquistar! E que é mais importante que todo e todos no Clube ao ponto de poder prescindir de todos e ficar só! Só naquilo a nós designamos por...clubes dos distritais.

      Gloriosas Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Pode ficar descansado!...Basta ter 2 dedos de testa para concluir que nem Bruno Fernandes, nem Gelson, nem quaisquer outros dos que rescindiram ou que possam vir a rescindir, virão para o Glorioso !...

    O 'sonho húmido' do homem que ESTÁ, com tanto sacrifício - deixa-me rir !...enquanto posso - presidente do S. L. e...BENFICA, não passa de mais uma carrada de areia lançada para os olhos dos Benfiquistas !...

    De resto, 'adivinha-se' a intenção e a intencionalidade...!!!

    Entretanto - agora que está resolvido o "caso vouchers" - sou dos que continuam à espera que LFV cumpra a SUA promessa, por uma vez que seja, largada aos 7 ventos num canal de televisão, de levar o Brunalgas (e o Sporting!) a sentar as ditas em Tribunal e fazer pagar com 'língua de palmo' todas as ofensas ao próprio, aos Benfiquistas em geral e, sobretudo, os danos provocados à imagem internacional do Glorioso - Sport Lisboa e...BENFICA.

    Como diz o saber popular !..."Quem não se sente não é filho de boa gente" ...!!!


    Gloriosas Saudações

    ResponderEliminar
  4. Caro AMiguens,

    Por mim só o Bruno Fernandes poderia ser uma aposta com valor, nem que no futuro tivessemos de pagar um valor elevado pelo seu passe em caso de não lhe ver reconhecida a justa causa.

    O Benfica neste caso, não teve qualquer intervenção na rescisão dos jogadores do SCP, ao contrário de todas aquelas situações que tão bem elencou, e em que, aproveitando-se de debilidades do clube, o Sporting "roubou" jogadores ao Benfica.

    Para mim BF já não é jogador do Sporting, é um jogador livre, que foi atacado fisica e moralmente por adeptos do seu proprio clube incentivados pelo sociopata que tomou de assalto uma instituição do desporto portugues.

    É a minha perspectiva.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  5. Alberto sou um leitor incondicional deste blogue por vezes venho atenuar a minha deceção nas cronicas do Alberto e seguia sempre as suas aparições na BTV. Alberto li a sua cronica no que diz respeito à ultima assembleia do BENFICA aonde fazia referência às aberturas à imprensa desse modo fazer chegar aos benfiquistas a vivencia do clube a minha pergunta ao Alberto é a seguinte o que pensa o senhor desta nova democracia ou falta dela e se LFV fosse o nosso Bruno Carvalho en mais soft.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Benfiquista

      Escreveu bem...Se...

      Não acredito que alguma vez apareça um presidente do Glorioso como Bruno de Carvalho. Mesmo mais suave E se aparecesse nunca seria reeleito.

      Os clubes SLB e SCP não são iguais e têm -ismos quase opostos nalguns aspectos.

      Claro que tem todo o direito de ficar decepcionado com algumas opiniões. Mas a questão é: Quem é que tem mudado muito. São os dirigentes e o Benfica que dirigem ou é Alberto Miguéns?

      Olhe que eu tenho a ideia que sou coerente. E quem me conhece bem por conviver comigo, pessoalmente, desde há muito, como o caso do António Melo, por exemplo, diz o mesmo. Continuas igual. Nunca dobras a espinha Benfiquista! Nem a troco de ma$$a. Mantenho as mesmas ideias e o Ideal Benfiquista que tinha em 2008. Em 2018 penso ter exactamente o mesmo ou muito semelhante ao que tinha, apenas adaptando à realidade pois o próprio Mundo mudou numa década.

      Gloriosíssimas Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  6. Caro Alberto Miguéns, li todos os "considerandos" que apresentou, justificando a não aquisição de algum jogador vindo de alvalade e concordo com todos ; mesmo assim tomo a permissão de lhe lembrar ( eu sei que tem a consciência disso...), que os 10/11 "títulos" com que classificou o seu artigo, embora sendo verdadeiros, não nos fazem ganhar Campeonatos !!! De qualquer maneira, o nosso Presidente, ao anunciar na última Assembleia, ter a intenção de ir buscar futebolistas ao "inimigo", pronto a fazer uma "folia"...está a incitar os empresários e os proprios atletas a inflacionar os preços, e mais uma vez demonstra o seu lado auto-convencido e parolo. ( Nada a fazer: está-lhe no sangue...). Com a situação atual , há muito que o fcp está de pé atrás, calado como sempre, mas a tecê--las...sabendo que TODA A CORJA sportinguista aplaudiria com pés e mãos a ida de atletas antes para o norte que para o Benfica; que ninguém duvide disso. Aliás, vindo dessa gente, de extrema direita, será de prever ameaças físicas se alguém vier a vestir o nosso manto. Mas a novela b.de carvalho ainda está para durar, com os jornais a trabalhar para o sporting, fazendo crer que o Benfica está " a toda a hora" a pressionar esses atletas, aparecendo como o "mau da fita"...enquanto, pela calada, o fcp no seu estilo inconfundível, vai-se movimentando. A caoa desta manhã, dum jornal, anunciando um suposto aliciamento do sporting a um atleta do hóquei portista, é-me bastante suspeita, porque com todo este Circo nem acredito que o sporting tenha cabeça para aliciar quem quer que seja...ou que haja alguém que queira vir para alvalade. A ver vamos. Cumprimentos de Paris para si.

    ResponderEliminar
  7. Borda D,Agua,

    Ética, Moral e um manual para Carneiros:

    Primeiro, em 1907 ainda não havia SLB.
    Depois quer passar a ideia para Carneiros que o seu clube nunca se aproveitou da posição dominante que tanto apregoam..!!
    Vou lembrar-lhe so algumas recentes (nasci em 1958), a Ruth (Eusebio) foi roubado ao SCP porque o Benfica comprou a mãe porque a data perante a lei ainda era menor.
    António Simões, veio do Almada para o SCP a ganhar 750 escudos por mes, o Benfica antecipa-se e da 50 contos a mãe pelos mesmos motivos!!!
    José. Augusto, o Benfica engana o FCP através de Bella Gutmann quando este ja tinha assinado pelo Benfica.
    Faltou dizer que o Jordao veio do Saragoca para o SCP e não diretamente do Benfica.
    O Benfica que através dos estatutos não permitia contratar jogadores estrangeiros comprava tudo o que mexia no mercado português e principalmente o SCP e o FCP tinham que ir ao estrangeiro e o que sobrava por ca no burgo.
    Depois termina : Viva o impoluto Sport Lisboa e Benfica!!!
    Tenha vergonha nessa cara e não responda por todos os atos dos dirigentes do seu clube!
    Olhe so para terminar: Como foi o processo recente do Carrilho?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só um anónimo que se esconde

      O que vai para aqui. Só insinuações. Provas? Zero!

      Todos os "envolvidos" negam. em 1907 havia glorioso. Eusébio nega! Simões nega! José Augusto nega!

      leu mal pois foi escrito que Jordão foi indirectamente até porque para recuperar da lesão contraída no Real Saragoça esteve a treinar na Saudosa Catedral indo desta para o José Alvalade.

      O Benfica é o mais popular desde 1910 (pelo menos)

      Nunca foram os Estatutos (seria xenofobia) que proibiam. Era uma tradição, que vinha de 1903, ainda antes da Fundação, de só com portugueses ser possível vencer estrangeiros/ingleses!

      Passe bem ou mal...roendo as unhas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  8. Muito obrigado Alberto a sua resposta ao mesmo tempo dizer-lhe que francamente nunca duvidei da suas ideias a minha observção estava direcionada a LFV que é mais agarrado ao podêr e de forma alguma me revejo na sua maneira belicista de conduzir o nosso BENFICA

    ResponderEliminar
  9. Caro Alberto, concordo com o que diz. O SL Benfica não deve contratar ninguém que tenha rescindido. Uma coisa é terminar o contrato de forma regular outra é esta triste situação. Não estou certo que isso venha a suceder. Espero que exista bom senso por parte dos dirigente do SL Benfica

    Uma nota final é que lhe admiro a capacidade de aceitar comentários com o cobarde manto do anonimato.

    ResponderEliminar
  10. Os sapoides do çeportém sempre a marrar com o Eusébio que nós roubámos ao çeportém.

    Pelo facto do Eusébio ter jogado no Sporting de Lourenço Marques, pensam os sapoides que Sporting tanto era lá como cá... cambada de bestas.

    A ser assim, também os que jogam no Sporting da Covilhã ou Sporting de Braga, são seus...

    Sacrificou-se o Martin Moniz deixando-se entalar na porta, para isto...
    -----------
    Quando aos cepos e coxos que rescindiram com o çeportém não são necessários no Glorioso. Estamos em 2018 e não em 1993. Não precisamos de mais sarilhos dos que já há!!!

    ResponderEliminar
  11. O Sr Alberto diz que provas, zero?!
    Mesmo aquelas que respondeu so disse inverdades:
    Rui Jordao foi apresentado no dia 1 Setembro de 1977 (eu estava la) vindo do Saragoca no mesmo dia indo diretamente do Aeroporto para Alvalade num jogo particular Sporting/Vasco da Gama.
    Convém referir que o jogador começou a sua carreira no Sporting de Benguela.
    Jorge Gomes foi o primeiro estrangeiro contratado pelo Benfica depois de uma Assembleia presidida por Adriano Afonso no dia 1 de Julho de 1978 (lembra-se)?!
    Roer as unhas isso tem a ver com aguias!!

    ResponderEliminar
  12. Caro Miguens
    Sabe melhor do que eu de que as palavras proferidas, no término da AG, pelo nosso presidente Pinóquio são apenas as suas habituais patranhas. O homem quis acabar a noite com os parolos todos a baterem-lhe palmas, apenas isso!
    Como é óbvio, o Benfica não tem a mínima hipótese de rivalizar com clubes estrangeiros mais endinheirados que não vão perder a oportunidade de ficarem com jogadores livres de elevado nível.
    Muito menos querem os jogadores permanecer em Portugal (e logo em Lisboa, do outro lado da rua!) e sujeitarem-se, com as suas famílias, às alarvidades neo-nazis que invadiram Alcochete.
    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue