A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

28/02/2017

Com Quantos Anos de Idade Se Pode Fundar Um Clube Glorioso?

28/02/2017 + 10 Comentários API
28 de Fevereiro de 2017: Data Com História e Histórica.


UM GRUPO DE MIÚDOS DE BELÉM, DE BOAS FAMÍLIAS E OS SEUS AMIGOS RICOS E POBRES COM CASAPIANOS LIGADOS AO RESTELO NUM MOMENTO FELIZ DECIDEM FUNDAR UM CLUBE. O NOSSO CLUBE!


Desde 1904 até hoje, o Clube tinha uma lista de fundadores com 24 nomes de pessoas. A partir de 2017, através de uma pesquisa usando fontes documentais (em registos paroquiais, hemerotecas, bibliotecas e diverso conhecimento disperso incluindo contactar familiares e conhecidos de alguns deles) o SLB pode dizer que tem para o Futuro uma lista de 24 pessoas com nomes. Uma pesquisa notável e preciosa de Victor João Carocha que acrescenta pormenores que para os nossos fundadores e para o Clube são sempre “porMaiores”. Os detalhes agora revelados aumentam e melhoram significativamente o nosso conhecimento acerca desses homens e dos seus diversos contextos familiares e socioeconómicos. Haverá algum clube no Mundo que com esta longevidade centenária possa dizer o mesmo? Acima de tudo, com este trabalho presta-se uma justa homenagem e um sentimento de agradecimento a um extraordinário conjunto de Homens que nos deixaram há tantos anos e dos quais tão pouco sabíamos. O direito à memória e à verdade é a maior justiça que podemos fazer a associados já desaparecidos.

Apresentação simplificada
Eis de um modo simples a apresentação dos “Vinte e Quatro Magníficos”. Homens generosos e entusiastas que no último domingo de Fevereiro de 1904 fundaram o nosso querido Clube. Nesse dia, dez desses 24 pioneiros decidiram comparecer a um treino – marcado para o final da manhã em Belém num espaço logradouro situado entre as traseiras do vasto quintal da Quinta da Praia do Senhor Duque de Loulé e a linha de caminhos-de-ferro. Um local situado nessa populosa e animosa vila de Belém, junto à "linha de comboio" entre a estação ferroviária do popular e pesqueiro Cais do Sodré e a cosmopolita e finória vila de Cascais.




Sul: Traseiras da Quinta da Praia do Duque de Loulé até à linha férrea, nos Areais de Belém, local do primeiro treino do Clube. Se quiser saber como está o mesmo local na actualidade (clicar) Fonte AML


Seguiu-se uma reunião na bem frequentada e conhecida farmácia Franco, propriedade do 2.º Conde do Restelo Ignácio José Franco e de seu irmão Pedro Augusto Franco, localizada na movimentada rua direita de Belém. Nessa mítica reunião que decorreu numa das dependências no interior da Farmácia, 24 inolvidáveis imorredoiros constituíram o Acto Fundador do nosso Clube. Para além dos dez do treino compareceram mais 14 intrépidos, impedidos de treinar de manhã talvez por habitarem afastados de Belém ou por terem outros afazeres nessa manhã. É possível ainda que alguns desses 14 estivessem presentes nesse momento histórico apenas por razões circunstanciais. Se assim foi, nessa tarde, ganharam a imortalidade.

Dos 24 nomes de pessoas passamos a ter 24 pessoas com nomes
Este não é um estudo ou uma pesquisa acabada. Muito longe disso. É antes de tudo uma evocação e um agradecimento aos 24 intrépidos fundadores que nos legaram desde há 113 anos – em 28 de Fevereiro de 1904 – este Clube inigualável. Os mesmos que Mário de Oliveira e Rebelo da Silva imortalizaram aquando das Bodas de Ouro do Clube, em 1954, através da edição da sua monumental obra “História do SLB 1904 – 1954” publicada em fascículos mensais e posteriormente encadernada em dois volumes, com 574 e 581 páginas, respectivamente. Os dados que agora se apresentam servem também de sugestão para que descendentes destes 24 homens e outros interessados venham contribuir para o progresso do conhecimento. Neste ano de 2017 fazemos votos para que nos próximos cem anos haja vontade e possibilidade de melhorar o conhecimento acerca destes 24 magníficos pois sem eles o SLB não existiria e não teríamos o orgulho e alegria de sermos Benfiquistas. A eles devemos o usufruto da felicidade de ser maior, de ser melhor, de poder sorrir, gritar e exultar em cada jogo, cada prova, cada competição ou recorde, onde quer que uma equipa do Glorioso se apresente.

O interior da famosa e imprescindível Farmácia Franco cerca de 1904



Numa simulação feita apenas para reunir, simplificar e tornar mais visual a informação agora revelada eis por ordem alfabética – tal como Cosme Damião listou – os dados biográficos desses 24 impolutos. Os dados apresentados, reportam-se à data da fundação, sabendo que 113 anos após esses 24 se multiplicaram por milhões espalhados por esse Mundo fora.

         (clicar em cima das imagens para obter uma melhor visualização)


Afinidades electivas entre eles
Em vinte e quatro – número suficiente para fazer duas equipas para “treinos jogados” – haveria uma multiplicidade de ligações e proximidades entre eles. Desde laços de familiaridade, a relações de vizinhança e entusiasmo expandido muito para lá da simpática e isolada Belém do início do século XX. Até bem próximo do centro da cidade onde alguns estudavam e contagiavam colegas de classe, carteira, turma, brincadeira e recreio. De longe ou perto irradiavam desejos de serem fortes – de mesmo só com portugueses conseguirem derrotar os ingleses “donos e senhores" do Futebol em Portugal - e isso fez deles convergentes em Belém. Os 113 anos de vida clubística intensa, palmilhados dia-a-dia, trataram de fazer divergir para os quatro Cantos do Mundo o foco imorredoiro que se acendeu naquele momento de legado. O que une milhões espalhados pelo Mundo a um grupinho de 24 em Belém com 113 anos de distância? O que une o Mundo em 2017 a Belém em 1904? E PLURIBUS UNUM. TODOS POR UM. TODOS POR UM CLUBE. TODOS PELO BENFICA! SEMPRE MAIS GLORIOSO!

   (clicar em cima da imagem para obter uma melhor visualização)


DUAS NOTAS FINAIS:

1. A base gráfica para que a apresentação seja mais visual e tenha uma leitura mais consistente teve por suporte os dois cartões de associado mais antigos que se conhecem, datados de 1912 e 1915. Por isso, essa simulação não quer dizer, de modo algum, que aquando da fundação os cartões de identidade dos associados do Clube tivessem esse aspecto - formato e características – em 1904.


2. A História do SL Benfica tal como a própria dinâmica do Clube está permanentemente em actualização. É um processo sem final previsto rumo ao eterno infinito. Esperamos que este ano de 2017 seja uma encruzilhada de passagem após o extraordinário caminho iniciado, depois de 1945*, pela parceria entre Mário de Oliveira e Rebelo da Silva que nos legaram, em 1954, a lista das fundadores elaborada por Cosme Damião, referente a 28 de Fevereiro de 1904, bem como os primeiros passos do Clube, ainda que pequenos, sempre enérgicos e afirmativos. Que as boas vontades e Benfiquismo vindouras consigam num futuro próximo acrescentar porMaiores às certezas, evidências às dúvidas e esclarecer pormenores actualmente insondáveis. Um Clube Mítico como é o Glorioso não tem segredos escondidos nem impossíveis de obter. É tudo uma questão de boa pesquisa, ponderação, cuidado e tempo com vontade para a sua realização.

* Cosme Damião entrevistado por Mário de Oliveira em 1 de Março de 1945 com publicação nas páginas 5 e 7 do número 11 do jornal “A Bola” em 5 de Março de 1945.

Victor João Carocha
Alberto Miguéns





10 comentários
comentários
  1. Artigo fantástico !!!!!

    Parabéns !!!!

    VIVA O BENFICA !!!!!

    ResponderEliminar
  2. Glorioso trabalho! Um enorme obrigado pelo vosso trabalho!

    ResponderEliminar
  3. Obrigado Victor João Carocha e Alberto Miguéns por este artigo.
    É assim que se defende a história do nosso Glorioso Clube.
    Bem haja.
    E parabéns também a vocês.

    ResponderEliminar
  4. Um grande obrigado ao Victor João Carocha e ao Alberto Miguéns, pelo trabalho incansável em prol do Sport Lisboa e Benfica e da sua gloriosa história.
    É graças ao vosso amor pelo clube que eu e muitos benfiquistas vamos descobrindo o Benfica e engrandecendo o nosso benfiquismo!

    Parabéns, Benfica!
    António Madeira.

    ResponderEliminar
  5. Um grande obrigado ao Victor João Carocha e ao Alberto Miguéns, pelo trabalho incansável em prol do Sport Lisboa e Benfica e da sua gloriosa história.
    É graças ao vosso amor pelo clube que eu e muitos benfiquistas vamos descobrindo o Benfica e engrandecendo o nosso benfiquismo!

    Parabéns, Benfica!
    António Madeira.

    ResponderEliminar
  6. Quase no final deste dia de celebração dos 113 anos do Sport Lisboa e Benfica, gostaria de agradecer as palavras simpáticas dos Benfiquistas que comentaram este texto.

    Gostaria de agradecer a Alberto Miguéns o privilégio que me deu em poder trabalhar com ele neste tema. Trabalhamos de uma forma frutuosa, dedicada, sincera e em alguns dias mesmo empolgante. Ficarão para mim inesquecíveis alguns desses dias pelas revelações extraordinárias que tivemos e por seguimos pistas que antes nem imaginávamos que existiam. Todo o caminho percorrido nesta investigação foi uma recompensa tremenda.

    E, para lá do aspecto pessoal, considero que fazer investigação neste período inicial da nossa História é de grande importância para o nosso Clube. Este foi um período decisivo para lançar o maior e mais popular Clube de Portugal e um dos maiores do Mundo. Sinto-me feliz por poder dar uma contribuição positiva para o meu Clube e recompensado por ajudar a fazer justiça a estes homens a quem tanto devemos. Esta informação é também de grande importância uma vez aumenta e estrutura melhor o nosso conhecimento deste período depois de nos últimos anos ter surgido situações de polémica desagradável por parte de pessoas que pela suas responsabilidades e pela sua formação profissional deviam ter mais cuidado e respeito pela História do SLB.

    E para finalizar, regressando ao aspecto pessoal, gostaria de dizer que não sou Historiador, mas sim um Benfiquista que procura o rigor histórico quando tento saber mais acerca da Historia do meu Clube. Por isso tornei-me leitor interessado e regular deste blogue. Procuro, com as limitações que tenho, fazer alguma investigação nos meus tempos livres para saber mais e para divulgar como posso, alguns detalhes acerca de pessoas e de episódios importantes ou curiosos da História do SLB. Cada um contribuí da forma que pode. Esta é a minha forma.

    Obrigado Alberto.

    ResponderEliminar
  7. Bom dia Alberto Miguéns.
    Agradecia informação sobre o porquê do jornal/revista Tiro Sport em 15/0/1910 ter um artigo onde consta que nessa data o Benfica comemorava o 4º aniversário.
    Cumprimentos
    Carlos Feio
    Sócio 4542

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Carlos Feio

      Já escrevi acerca disso em 13 de Janeiro de 2017

      http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com/2017/01/1904-nao-e-1908-voces-sabem-do-que-eu.html

      Não há qualquer clube SLB fundado em 1906 para comemorar o 4.º aniversário em 1910. Há a decisão em 1904 de o clube resultante da junção ter como origem o mais antigo, conhecido e gloriosíssimo fundado em 1904.

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  8. Muitos parabéns ao Victor Carocha e ao Alberto Miguéns, pelo magnífico trabalho em defesa da história do nosso Glorioso Sport Lisboa e Benfica!
    Muito obrigado pela vossa dedicação!

    Viva o Benfica!

    Vitor Gonçalves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Vítor Gonçalves, meu excelente amigo de muitos anos, grande Benfiquista, companheiro de Estádio. Um abraço Benfiquista!

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail