A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

10/09/2016

Solidariedade Lisboa e Benfica

10/09/2016 + 2 Comentários
FOI ASSIM QUE SE GANHOU UM JOGO QUE SE PERCEBIA SER DIFÍCIL.

1-0 por Nélson Semedo. Golo-rioso 12 913


2-0 por Lisandro. Golo-rioso 12 914


Foi a entreajuda que permitiu trazer a vitória e os três pontos de Arouca. As estatísticas no futebol dizem pouco e ainda mostram menos quando não há um critério que se saiba para definir o que é que se entende por remates ou posse e bola, por exemplo. Que o adversário beneficiou de um pontapé-de-canto...beneficiou!


A estatística não engana
Seja como for, de um lado ou de outro a posse de bola (56 ou 52 por cento para a SportTV) ilustra bem a diferença entre ter ou não ter os "melhores". Como é que uma equipa que tenha de assumir o jogo, controlá-lo para ficar mais perto de o vencer, o consegue fazer, a jogar sem Jonas, Mitroglou, Raúl e mesmo Jovic (que sempre tem a “cultura e muitos minutos e jogos desde criança” de ponta-de-lança) que Gonçalo Guedes ou Rafa não têm? Vai ser difícil o Benfica ter tão pouca posse de bola em jogos frente a equipas que não tenham a capacidade do FC Porto ou do Sporting CP.

Sport Lisboa e Benfica
Uma primeira parte de entreajuda formidável a que faltou o fundamental. O(s) golo(s) pois um foi escasso para tantas oportunidades. Mas o Benfica sempre em movimento como um harmónio afinado tornou – fez parecer – vulgar uma equipa adversária que não é. O Benfica é que não a deixou jogar. Na segunda parte o jogo parecia resolvido com o golo de Grimaldo/Lisandro mas o futebol é feito de erros (má decisão do árbitro) e virtudes (o golo de classe do avançado contrário). Quando o Benfica estava na iminência de fazer o 3-0 (por Rafa a “bem” – rematando isolado – ou a “mal” – através de uma grande penalidade do tamanho do Mundo) o FC Arouca faz 1-2! Assim não vale! Depois foi o esperado, face às limitações do plantel (agravadas com a lesão de Rafa), o Benfica teve de lutar mais e jogar menos. Era mais importante segurar o 2-1 que arriscar demasiado o 3-1 sofrendo o 2-2. Mas sempre a tentar atacar, pois quem joga para o empate (e para "empatar o jogo" deixando correr o tempo) arrisca-se a perder. O Benfica neste jogo precisava de vencer e não de convencer. E venceu. Vencemos!

FC Arouca
O futebol nos últimos anos vive entre equipas orientadas por treinadores teóricos (curso superior) e práticos (tarimbados como futebolistas). Lito Vidigal é destes últimos. Dá gosto ver as suas equipas. É dos poucos que consegue por os seus onzes a ousarem fazer mais de três passes em progressão. E não faz “ondas”. Discreto. Merece ter sorte. E azar sempre que defrontar o Benfica. E ontem até teve “sorte”. Podia ter ido para o intervalo a perder por três ou quatro. E depois continuou com sorte em não ter sofrido o 3-0 passando para 1-2!


Foi penálti sôr árbitro
Há uns anos os árbitros eram todos (exagero!) práticos. Tinham sido futebolistas, mesmo que em equipas limitadas, alguns durante várias épocas. Sabiam as causas e efeitos das faltas e atitudes. Agora parecem-me todos (exagero!) teóricos. Nem nos inter-turmas das escolas secundárias devem ter jogado! Como é que pode interpretar que um jogador entra na grande-área contrária, sendo mais veloz e eficaz (técnica), que o defesa contrário e depois cai... Só se interpretou que tropeçou nele próprio! Mas não foi isso. O árbitro é que tropeçou nas Leis do Futebol. Mas assim não pode ser. Podia ter desvirtuado a distribuição de pontos. Felizmente só desvirtuou o resultado. Nunca se saberá se a grande penalidade teria sido concretizada. Mas também nunca se saberá se o FC Arouca, a seguir, conseguiria marcar o golo que marcou!



José Gomes e Guilherme Espírito Santo
Com 17 anos e 154 dias quase que se estreava a marcar. Que seja muito feliz, tanto como um outro Glorioso Futebolista que marcava golos atrás de golos. Já sei que vão fazer a estatística dos “mais novos de sempre” esquecendo-se do avançado-centro Guilherme Espírito Santo. Nascido em 30 de Outubro de 1919 estreou-se com o “Manto Sagrado” em Setúbal, num jogo particular, frente ao Vitória FC, em 20 de Setembro de 1936 (16 anos e 325 dias), numa vitória por 5-2, entrando ao intervalo e marcando um golo; oficialmente para o campeonato regional, em 11 de Outubro de 1936, num empate, sem golos, no campo do Casa Pia AC. Tinha 16 anos e 346 dias. Faltavam 19 dias para fazer 17 anos! É bom recordar que até 1946/47 era nos Regionais que os clubes se apuravam para o campeonato nacional. Se em Lisboa um clube não ficasse nas quatro primeiros lugares ia jogar a partir de Janeiro no segundo escalão. Os Regionais tinham de terminar até 31 de Dezembro de cada ano para saber que clubes estavam apurados para o campeonato nacional que em regra iniciava-se no primeiro ou segundo domingo de Janeiro seguinte. Por isso Guilherme Espírito Santo teve de esperar pela primeira jornada, em Setúbal, num regresso feliz ao campo dos Arcos, onde se tinha estreado com o “Manto Sagrado”. O Vitória FC colocou-se na frente, mas ele deu valor ao trabalho da equipa fazendo o 1-1 e o 2-1. No dia 10 de Janeiro de 1937. Contava 17 anos e 72 dias. Que saudades!


Muito caminho para caminhar
Contamos mais vitórias (6) que o somatório de empates e derrotas (5). Temos mais do dobro dos golos marcados (20) em relação aos sofridos (oito que têm por dobro…16). Ainda estamos a começar, mas já estamos bem lançados. À Benfica! E assim no final da temporada – com títulos e consagração - podemos dizer: Há Benfica!

TEMPORADA 2016/17
Competições
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
11 (55)
6
3
2
20
8
Primeira Liga
4 (30)
3
1
-
8
3
Liga dos Campeões
0 (13)
-
-
-
-
-
Taça de Portugal
0 (7)
-
-
-
-
-
Taça da Liga
0 (5)
-
-
-
-
-
Supertaça
1
1
-
-
3
0
Torneios
2
1
1
-
4
0
Troféus
1
-
1
-
1
1
Particulares
3
1
-
2
4
4
 NOTA: Entre parêntesis a previsão de jogos que faltam disputar em 2016/17

O que aí vem...
Nunca mais é terça-feira. Ao vivo já não vejo o “Glorioso” deste aquele jogo esquisito frente ao Vitória FC Setúbal (terceira vez que escrevo este nome!) em 21 de Agosto. Nem passou um mês e parece que foi há mais tempo!

 CALENDÁRIO DE JOGOS (JULHO / SETEMBRO)
Mês
Dia
Adversário
Competição
Local


J
U
L
H
O
03
DOM
06
QUA
10
DOM
14
QUI
E 0-0 (E 3-3; gp)
Torneio Algarve
Faro/Loulé
15
SEX
16
SÁB
V 4-0
Torneio Algarve
Faro/Loulé
20
QUA
D 0-1
Particular
Sheffield
23
DOM
24
SEG
V 2-0
Particular
Altach/Áustria
27
QUA
E 1-1 (D 5-6; gp)
IX Troféu Eusébio
SLB
31
DOM
D 2-3
Particular
Lumiéres
A
G
O
S
T
O
03
QUA
07
DOM
V 3-0
Supertaça
Aveiro
10
QUA
13
SÁB
V 2-0
Primeira Liga.01
Fora/Tondela
17
QUA
21
DOM
E 1-1
Primeira Liga.02
Casa/ SLB
24
QUA
27
SÁB
V 3-1
Primeira Liga.03
Fora/ Choupana
31
QUA
S
E
T
E
M
B
R
O
04
DOM
Jogos das Selecções
07
QUA
Jogos das Selecções
9
SEX
V 2-1
  Primeira Liga.04
  Fora/Arouca
13
TER
Besiktas JK
Liga Campeões.01
Casa/ SLB
19
SEG
SC Braga
Primeira Liga.05
Casa/ SLB
21
QUA
24
SÁB
GD Chaves
Primeira Liga.06
Fora/ Chaves
28
QUA
SSC Nápoles
Liga Campeões.02
Fora/ Nápoles

Vamos Benfica!

Alberto Miguéns
2 comentários
comentários
  1. "José Gomes é o terceiro mais jovem de sempre
    11:33 - 10-09-2016

    O avançado José Gomes, de 17 anos, tornou-se o terceiro jogador mais jovem de sempre a alinhar pelo Benfica, sendo apenas superado por Hugo Leal (16 anos, em 1996/97) e Chalana (17 anos e 27 dias, em 1976).

    José Gomes estreou-se oficialmente na sexta-feira frente ao Arouca – vitória do Benfica por 2-1 -, tendo entrado já em período de compensação para render Gonçalo Guedes."

    in ABOLA

    Como o Caro Alberto previu...

    Saudações Benfiquistas
    Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Pedro Milheiro

      Obrigado pela informação, pois deixei de comprar jornais (a não ser o Expresso e o Público ao domingo), ainda que uma sociedade não possa viver sem eles.

      Já sei o que a casa gasta. Foi "fácil" acertar.

      Para A Bola o futebol começou quando A Bola começou. 1945

      Para o Record o futebol começou quando o Record começou. 1949

      Para O JOGO o futebol começou quando Pinto da Costa foi eleito presidente do FCP. 1982.

      Logo Guilherme Espírito Santo está "tramado". Estreou-se antes dessas datas.


      Gloriosas Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail