A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/08/2015

Nave Benfica. Destino 35. Rumo ao Tri

15/08/2015 + 4 Comentários
QUE SE FAÇA BARULHO. GRITOS. PALMAS. O CAMPEÃO DOS CAMPEÕES VAI JOGAR! AMANHÃ!

Em 81 primeiras jornadas os valores estão do lado Glorioso: 59 por cento de vitórias (76 por cento como anfitrião) e mais de dois golos (2,2) marcados na primeira jornada (quase três (2,8) como visitado)

Às 20:30 horas de amanhã, domingo, na "Catedral", a estreia do Campeão dos Campeões no campeonato nacional. Sempre são 34 títulos conquistados para 47 perdidos: 27 para o FC Porto (último em 2012/13), 18 para o Sporting CP (último em 2001/02), um para o CF "Os Belenenses" (1945/46) e outro para o Boavista FC (2000/01).

Nos 81 jogos de estreia do "Glorioso" nem todos foram na primeira jornada
Houve seis que ocorreram na 2.ª jornada por compromissos do Benfica em torneios internacionais, adiando a 1.ª jornada, ou mesmo por incidências do "Futeluso" como foi o "caso" de 2006/07 em que o Benfica nem sabia qual era o adversário: CF "Os Belenenses" ou Gil Vicente FC. Estreia apenas na 2.ª jornada. Fora. No Bessa.

Os 81 "arranques" no campeonato nacional
Épocas
J
Resultado
S
Estádio
Adversário
Clas
Fin

V
E
D

1934/35
1
3-1
C
Amoreiras
Vitória FC Setúbal
3.º

1935/36
1
5-3
C
Amoreiras
Vitória FC Setúbal
1.º

1936/37
1
2-1
F
Arcos
Vitória FC Setúbal
1.º

1937/38
1
4-0
F
Lima
Académico FC Porto
1.º

1938/39
1
4-0
C
Amoreiras
As. Académica Coimbra
3.º

1939/40
1
1-0
C
Amoreiras
Académico FC Porto
4.º

1940/41
1
1-1
F
Bessa
Boavista FC
4.º

1941/42
1
4-1
F
Tapadinha
Carcavelinhos FC
1.º

1942/43
1
3-2
F
Lumiar A
Unidos FC Lisboa
1.º

1943/44
1
1-1
F
Arcos
Vitória FC Setúbal
2.º

1944/45
1
2-0
C
Campo Grande
GD Estoril Praia
1.º

1945/46
1
1-1
C
Campo Grande
Vitória FC Setúbal
2.º

1946/47
1
2-3
F
Lima
FC Porto
2.º

1947/48
1
6-1
C
Campo Grande
SC Braga
2.º

1948/49
1
1-0
C
Campo Grande
SC Olhanense
2.º

1949/50
1
3-2
F
Ponte
SC Braga
1.º

1950/51
1
1-3
C
Estádio Nacional
Sporting CP
3.º

1951/52
1
4-1
C
Campo Grande
SC Covilhã
2.º

1952/53
1
1-2
F
Arcos
Vitória FC Setúbal
2.º

1953/54
1
2-0
F
Estrela
Lusitano GC Évora
3.º

1954/55
1
5-0
C
Estádio Nacional
Vitória FC Setúbal
1.º

1955/56
1
3-2
F
28 de Maio
SC Braga
2.º

1956/57
1
2-1
F
Estrela
Lusitano GC Évora
1.º

1957/58
1
6-1
F
Arcos
Vitória FC Setúbal
3.º

1958/59
1
7-0
C
Luz
Vitória SC Guimarães
2.º

1959/60
1
4-1
C
Luz
Vitória FC Setúbal
1.º

1960/61
1
1-0
F
D. Manuel Melo
FC Barreirense
1.º

1961/62
1
2-1
F
Santana
Leixões SC
3.º

1962/63
1
4-1
F
Restelo
CF "Os Belenenses"
1.º

1963/64
1
5-2
C
Luz
Vitória FC Setúbal
1.º

1964/65
1
5-0
C
Luz
Lusitano GC Évora
1.º

1965/66
1
2-2
F
Municipal
As. Académica Coimbra
2.º

1966/67
1
1-0
F
Municipal
Vitória SC Guimarães
1.º

1967/68
1
2-1
C
Luz
Vitória SC Guimarães
1.º

1968/69
1
4-1
C
Luz
CF "Os Belenenses"
1.º

1969/70
1
0-2
F
Mar
Leixões SC
2.º

1970/71
1
1-0
C
Estádio Nacional
GD CUF Barreiro
1.º

1971/72
1
3-1
F
Antas
FC Porto
1.º

1972/73
1
6-0
C
Luz
Leixões SC
1.º

1973/74
1
0-2
F
Bessa
Boavista FC
2.º

1974/75
1
4-0
C
Luz
CF "Os Belenenses"
1.º

1975/76
1
0-0
C
Luz
Boavista FC
1.º

1976/77
1
0-3
F
José Alvalade
Sporting CP
1.º

1977/78
1
1-1
F
José Alvalade
Sporting CP
2.º

1978/79
1
1-0
C
Luz
FC Barreirense
2.º

1979/80
1
5-1
C
Luz
Vitória FC Setúbal
3.º

1980/81
1
1-0
F
Bessa
Boavista FC
1.º

1981/82
1
1-2
F
Antas
FC Porto
2.º

1982/83
1
1-0
F
São João Madeira
SC Espinho
1.º

1983/84
1
3-2
F
Bonfim
Vitória FC Setúbal
1.º

1984/85
1
2-1
F
Mun. Guimarães
FC Vizela
2.º

1985/86
1
0-2
F
Antas
FC Porto
2.º

1986/87
1
2-2
F
1.º Maio Braga
FC Porto
1.º

1987/88
1
3-0
F
Santos Pinto
SC Covilhã
2.º

1988/89
2
2-2
F
Avenida
SC Espinho
1.º

1989/90
2
1-1
F
Municipal
Vitória SC Guimarães
2.º

1990/91
2
2-0
F
1.º Maio Braga
Vitória SC Guimarães
1.º

1991/92
1
0-1
C
Luz
Boavista FC
2.º

1992/93
2
2-1
F
Abel Figueiredo
FC Tirsense
2.º

1993/94
1
3-3
F
Antas
FC Porto
1.º

1994/95
1
2-0
C
Torres Novas
SC Beira Mar
3.º

1995/96
2
1-0
F
Abel Figueiredo
FC Tirsense
2.º

1996/97
1
1-1
C
Luz
SC Braga
3.º

1997/98
1
4-0
C
Luz
SC Campomaiorense
2.º

1998/99
1
2-0
C
Luz
CF Estrela Amadora
3.º

1999/00
1
1-1
F
Arcos
Rio Ave FC
3.º

2000/01
1
0-2
F
Antas
FC Porto
6.º

2001/02
1
2-2
F
Varzim SC
Varzim SC
4.º

2002/03
1
3-0
C
Luz
CS Marítimo
2.º

2003/04
1
0-0
F
Bessa
Boavista FC
2.º

2004/05
1
3-2
F
Municipal
SC Beira-Mar
1.º

2005/06
1
0-0
F
Cidade
As. Académica Coimbra
3.º

2006/07
2
0-3
F
Bessa
Boavista FC
3.º

2007/08
1
1-1
F
Bessa
Leixões SC
4.º

2008/09
1
1-1
F
Arcos
Rio Ave FC
3.º

2009/10
1
1-1
C
SLB
CS Marítimo
1.º

2010/11
1
1-2
C
SLB
As. Académica Coimbra
2.º

2011/12
1
2-2
F
Cidade Barcelos
Gil Vicente FC
2.º

2012/13
1
2-2
C
SLB
SC Braga
2.º

2013/14
1
1-2
F
Barreiros
CS Marítimo
1.º

2014/15
1
2-0


C
SLB
FC Paços Ferreira
1.º

2015/16
1
?
?
?
C
SLB
GD Estoril Praia

1.º lugar
2.º lugar
3.º lugar
4.º lugar
5.º lugar
6.º lugar

34
28
14
4
-
1


NOTAS: Jornada correspondente ao primeiro jogo: 1 - Primeira; 2 - Segunda

Mais estreias como visitante do que como visitado
Nas 81 edições do campeonato nacional entretanto disputadas, o Benfica estreou-se num dos seus estádios, em 33 jogos (41 por cento). Em terreno alheio são 48 jogos. O Benfica regista 48 vitórias (59 por cento dos resultados), 20 empates e 13 derrotas, com 178 golos marcados e 85 golos sofridos.
Em "casa" - situação para logo, às 20.30 horas - em 33 jogos registam-se 25 vitórias (76 por cento) com cinco empates e três derrotas. Quanto a golos: 95/23 entre marcados e sofridos.

RESUMO DO PRIMEIRO JOGO NAS 81 EDIÇÕES
DO CAMPEONATO NACIONAL
1.º Jogo
% V
J
V
E
D
GM
GS
1.ª (75)// 2.ª (6)
59
81
48
20
13
178
85
CASA (41 %)
76
33
25
  5
  3
95
23
FORA (59 %)
48
48
23
15
10
83
62

Foram 87 os Gloriosos que marcaram os 178 golos
O  insuspeito Eusébio lidera a lista dos melhores marcadores no jogo de estreia, com 16 golos. Segue-se José Águas com nove e Arsénio com oito tentos. Há 22 futebolistas com dois golos, incluindo Salvio (2012/13 e 2014/15). Os marcadores dos últimos onze golos, além do nosso ala-direito, desde 2007/08: Petit (2007/08), Nuno Gomes (2008/09), Weldon (2009/10), Jara (2010/11), Saviola e Nolito (2011/12), Cardozo (2012/13), Rodrigo (2013/14) e Maxi (2014/15).

GOLOS NO 1.º JOGO
GOLOS
JOGADORES (87)
178
16
  9
8
7
6
4x5
6x3
22x2
51x1
(16) Eusébio
(9) José Águas
(8) Arsénio
(7) Cavém
(6) José Torres
(5) Valadas
(5) Espírito Santo
(5) Coluna
(5) Nené

Para 81 jogos de abertura
São 30 os clubes que já defrontaram o Benfica, com muitas repetições, como é evidente. O Vitória FC Setúbal em 12 jogos lidera uma lista com FC Porto e Boavista FC com sete “estreias” cada um. Defrontar o GD Estoril Praia é regressar à esplendorosa temporada de 1944/45 com uma vitória por 2-0. Um grande campeonato que culminou com a conquista do 6.º título (54 por cento) em onze edições!

ADVERSÁRIOS NO 1.º JOGO
JOGOS
CLUBES (30)
81
12
  2x7
5
3x4
4x3
7x2
13x1
(12) Vitória FC Setúbal
(7) FC Porto
(7) Boavista FC
(5) Vitória SC Guimarães
(4) SC Braga
(4) Leixões SC
(4) Associação Académica Coimbra

Em 25 resultados diferentes ganha o empate a um golo
São dez os empates a um golo. Mas em casa vencem as vitórias, por 2-0 e 1-0. Em quatro estreias foi este - V 2-0 - o resultado: 1944/45 (com o GD Estoril Praia), 1994/95, 1998/99 e 2014/15 (há uma temporada). E este - V 1-0 - o resultado: 1939/40, 1948/49, 1970/71 e 1978/79. As 48 vitórias estão repartidas por 15 resultados diferentes, havendo um 7-0 (1958/59; Vitória SC Guimarães; Saudosa Luz).
Os 20 empates repartem-se por quatro resultados, de 0-0 a 3-3.
As 13 derrotas estão registadas com seis resultados diferentes.
As 32 jornadas caseiras repartem-se por 20 resultados diferentes e as 48 forasteiras por 17 tipos de resultados.

FREQUÊNCIA DE RESULTADOS
Res.
Total
Casa
Fora
VITÓRIAS (48)
1-0
9
4
5
2-1
6
1
5
3-2
5
-
5
2-0
6
4
2
3-1
2
1
1
5-3
1
1
-
3-0
2
1
1
4-1
5
3
2
5-2
1
1
-
4-0
4
3
1
5-1
1
1
-
5-0
2
2
-
6-1
2
1
1
6-0
1
1
-
7-0
1
1
EMPATES (20)
0-0
3
1
2
1-1
10
3
7
2-2
6
1
5
3-3
1
-
1
DERROTAS (13)
0-1
1
1
-
1-2
4
1
3
2-3
1
-
1
0-2
4
-
4
1-3
1
1
-
0-3
2
-
2
TOTAL
81
33
48

Mais golos na segunda parte e apenas 15 "minutos brancos"
Em 90 minutos o Benfica apenas em 15 nunca marcou golos - nove na primeira parte e seis no segundo tempo. O minuto mais matutino é o segundo e o mais tardio é o 87.º. Marcou golos em 75 dos 90 minutos que temporizam um jogo de futebol.
Como é normal nos clubes mais fortes do futebol, o Benfica marca mais golos na segunda parte. É assim com todos os maiores clubes. Os mais fracos marcam mais - ou têm percentagens mais elevadas que os maiores - na primeira parte. Tem lógica. Por isso é que as balizas para onde as equipas dos maiores clubes atacam na segunda parte registam mais golos. E em Portugal (e no Hemisfério Norte) para os clubes que jogam em casa são as balizas sul. E não é por acaso. Nem começou por ser uma superstição. Se é que agora é! Mas foi, sim, uma necessidade inteligente.

POR MINUTOS
1.ª Parte
(78)
2.ª Parte
(100)
Min
N.º G
Min
N.º G
1
2
46
3
2
47
2
3
2
48
6
4
4
49
4
5
3
50
3
6
4
51
4
7
1
52
2
8
3
53
3
9
1
54
1
10
1
55
2
11
56
2
12
1
57
1
13
2
58
1
14
1
59
15
8
60
1
16
1
61
1
17
62
18
63
3
19
1
64
1
20
3
65
21
66
2
22
1
67
2
23
2
68
2
24
3
69
1
25
1
70
4
26
3
71
2
27
                2
72
3
28
2
73
2
29
1
74
2
30
1
75
4
31
2
76
3
32
2
77
4
33
2
78
2
34
79
3
35
2
80
3
36
3
81
4
37
1
82
38
83
39
1
84
1
40
85
2
41
86
6
42
3
87
43
2
88
5
44
2
89
1
45
4
90
2

Nunca mais é amanhã!

Alberto Miguéns

PLANO PARA AS EDIÇÕES DURANTE  AGOSTO
(provisório como é evidente)
De 16 a 24 de Agosto de 2015 (Sempre pela meia-noite)
Domingo (de 15 para 16): O "Glorioso" frente ao GD Estoril Praia;
Segunda-feira (de 16 para 17): E depois da Primeira?;
Terça-feira (de 17 para 18): Benfica tão brilhante que se vê no escuro;
Quarta-feira (de 18 para 19): Uma modalidade por semana: Bilhar;
Quinta-feira (de 19 para 20): O Mais Belo e Inigualável 138;
Sexta-feira (de 20 para 21): Mentiras Oficiais Made in SLB
Sábado (de 21 para 22): O "Glorioso" em Aveiro;
Domingo (de 22 para 23): O "Glorioso" frente ao FC Arouca
Segunda-feira (de 23 para 24): E depois da Segunda?
4 comentários
comentários
  1. ...SR DR ALBERTO....Brilhante crónica e excelente compilação/analise.....Permita-me no entanto uma questão......O SR DR JÁ CONTABILIZA NO CAMINHO DA ( NAVE RUMO AO 35),ALGUNS" FUROS" DO TIPO JORGE SOUSA, XISTRA, E AFINS?????....abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos que estar atentos. Principalmente a "estrutura"!

      AM

      Eliminar
  2. Não sei porque razão se insiste neste erro de palmatória... considerar os vencedores antes de 1941-1942 como campeões nacionais quando em 1939-1940 a associação de futebol do algarve não podia inscrever os seus clubes filiados na 1ª divisão, mesmo que vencesse a 2ª divisão, como acabou por acontecer com o SCFarense.

    Até 1941-1942 a associação de futebol do algarve estava proibida pelos regulamentos de disputar a primeira divisão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Zé

      Não sou eu que mando.

      É a FPF. Questiono-os que eu há muito que o faço:

      A FPF que organiza/organizava a competição é que decidiu. Veja em:

      http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/2014/12/os-portistas-nao-sabem-ganhar-perder.html

      Saudações teimosas

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail