A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

22/10/2014

Monte Carlo Vai Perceber o Que é Ser Benfica

22/10/2014 + 0 Comentários
ESTREIA DO "GLORIOSO" NO ROCHEDO. O HOMÓNIMO ALBERTO, QUE NÃO ENQUANTO PRÍNCIPE VAI PERCEBER PORQUE HÁ ALBERTOS QUE SABEM O QUE É BOM!


Neste ciclo de três jogos, um para cada competição, logo ao início da noite um de tudo-ou-nada. Um empate ou derrota será nada. Apenas matematicamente - se o TsV Bayer 04 Leverkusen vencer - o Benfica não estará fora das competições europeias nesta temporada. Uma vitória garante a hipótese de na jornada seguinte - recepção ao AS Mónaco FC - ultrapassar este clube: seis pontos para o SLB e quatro para o adversário de mais logo!


Histórico: Dois jogos, duas vitórias
Após dois jogos particulares o saldo é favorável ao "Glorioso", com 4 golos marcados e dois sofridos.

JOGOS NA TAÇA DE PORTUGAL com SC Covilhã
Época
Competição
Fase
Fora
Marcadores
Casa
Marcadores
1959/60
Particular
---
---
---
V 1-0
(26', 1-0) Santana

2010/11

Particular

---

---

---

V 3-2
(29', 1-0) Airton
(49', 2-2) Aimar
(61', 3-2) Cardozo
2014/15
Liga dos Campeões
Grupo
C
?
?
?
?
NOTA: A vermelho (primeiro jogo na fase de grupos da Liga dos Campeões)

Primeiro
Entre a disputa dos quartos-de-final e a meia-final da Taça de Portugal em 1959/60, em 16 de Junho de 1960, o Benfica derrotou o AS Mónaco FC no primeiro confronto entre os dois clubes. O adversário conquistara a Taça de França em 15 de Maio, classificara-se em 4.º lugar no campeonato francês mas seria campeão de França na temporada seguinte (1960/61).

Jornal "O Benfica"; 23 de Junho de 1960; página 7
Com o "Glorioso" campeão nacional em 1959/60, apurado para a VI edição da Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1960/61, o Benfica ansiava por jogos internacionais desenvolvendo com Béla Guttmann uma política desportiva de valorização dos contactos internacionais pelos quais Otto Glória tanto pugnou com duas inolvidáveis digressões ao continente sul-americano. Depois deste encontro com o clube monegasco, o Benfica iniciou a "temporada internacional" seguinte - 1960/61 - a defrontar o Real Bétis Sevilha, na festa de despedida do guarda-redes Bastos, seguindo-se a primeira mão da primeira eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus, em Edimburgo, na Escócia, frente ao Hearts of Midlotian FC. O resto é LENDA. A PRIMEIRA!



NOTA: No final do texto uma entrevista publicada na Bíblia do Benfica (O Benfica; 16 de Junho de 1960; página 7) a propósito da vinda à "Saudosa Luz" da equipa do AS Mónaco FC.

Segundo
Para apresentar o plantel aos adeptos, no início da temporada de 2010/11, em 24 de Julho de 2010, o Benfica convidou o 8.º classificado da Liga Francesa em 2009/10, época do 32.º título de campeão do "Glorioso". Novo jogo, nova vitória. O segundo jogo na "Catedral" seria a recepção ao Tottenham HFC para a 3.ª edição do troféu "EusébioCup".




Lima é esperança
Para fazer um destes ou de encostar. Tanto faz deste que o faça!


Até já sei o título da próxima entrada, em função da notícia de uma vitória: Boas! Mas também pode ser, em caso de empate/ derrota: Más!

Acredito em Boas!

Alberto Miguéns







0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail