A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

12/03/2014

Verdades Inconvenientes (5.ª em 5)

12/03/2014 + 12 Comentários API
OPINIÃO

A realização de finais da competição nacional a eliminar, nos estádios de clubes, não é apenas sinal de esperteza e poder (visível quando os clubes conseguem depois nos jogos decisivos jogar "em casa") é mostrar a evidência de clubes ligados ao Poder federativo e político! O BENFICA NUNCA TEVE, não é só ter jogado finais "em casa", FINAIS NUM DOS SEUS ESTÁDIOS. Ao contrário do FC Porto, Sporting CP e CF "Os Belenenses"! Clubes do Regime e de Regimes!

Campeonato de Portugal e Taça de Portugal
Como é evidente, por se tratar da mesma competição ainda com designações diferentes, juntei o campeonato de Portugal à Taça de Portugal.

Relatório da FPF em 1939. Se não fosse este artigo o SLB tinha conquistado 29 campeonatos nacionais e o FCP tinha 26 títulos de campeão nacional. Em 1934/35, 1935/36, 1936/37 e 1937/38 o clube que conquistava o Campeonato da I Liga não era titulado como campeão nacional. Só com este artigo passou a ser possível ser campeão nacional conquistando a I Liga. Porque foi decidido pela FPF. O mesmo é válido para a Taça de Portugal. Nunca se consegue enganar a História. Há sempre alguém que denuncia. Até os fascistas...  
Muitos tipos de apuramento e regulamentos competitivos
As duas competições - Campeonato de Portugal e Taça de Portugal - já tiveram em 92 edições muitas formas de apuramento dos clubes a participar. Quer enquanto campeonato de Portugal ou Taça de Portugal, com a curiosidade da última época como campeonato de Portugal (1937/38) e primeira como Taça de Portugal (1938/39) terem EXACTAMENTE a mesma forma de apuramento.

A prova de que campeonato de Portugal e Taça de Portugal são uma e a mesma competição (por isso os dirigentes da FPF em 1939 estiveram certos e devem ser respeitados por serem honestos. O que de outros na actualidade já não podemos dizer o mesmo):

Apuramento dos 15 Clubes a participar no Campeonato de Portugal e depois na Taça de Portugal

1937/38
(17.º e último CP)
1938/39
(1.ª TP)
1.º da I Liga/
I Divisão
SL BENFICA     
FC Porto

2.º da I Liga/
I Divisão
FC Porto
Sporting CP
3.º da I Liga/
I Divisão
Sporting CP    
SL BENFICA
4.º da I Liga /
I Divisão
Carcavelinhos FC
CF “Os Belenenses”
5.º da I Liga /
I Divisão
CF “Os Belenenses”
Ass.  Académica
Coimbra
6.º da I Liga /
I Divisão
As. Académica Coimbra
FC Barreirense
7.º da I Liga /
I Divisão
FC Barreirense
Académico FC
(Porto)
8.º da I Liga /
I Divisão
Académico FC
(Porto)
Casa Pia AC
1.º da II Liga /
II Divisão
Leixões SC
Carcavelinhos FC
2.º da II Liga/
II Divisão
União Futebol de
Lisboa       
SC Covilhã
2.º da Zona Norte II Liga / II Divisão
Boavista FC
Vitória SC
(Guimarães)
2.º da Zona Sul II Liga/ II Divisão 
Vitória FC (Setúbal)
SC Farense

3.º da Zona Norte II Liga / II Divisão
CA Marinhense
Vila Real SC
3.º da Zona Sul II Liga/ II Divisão
Marvilense FC
Luso SC (Beja)
Representante Insular      
CS Marítimo
(Funchal)
CD Nacional
(Madeira)
NOTA: Na 1.ª eliminatória jogaram-se sete jogos, para de 14 clubes apurar sete. Na 2.ª eliminatória juntava-se o "representante insular" - permitindo emparelhar oito emblemas - para nesses quartos-de-final apurar os quatro semifinalistas. Exactamente a mesma forma de apuramento e estrutura de competição apesar de ter alterado a designação de campeonato de Portugal para Taça de Portugal!

Sem finais de competições oficiais em casa
O Benfica nunca teve finais em casa mas pelo facto de outros traficarem influências para as terem, já obrigaram o "Glorioso" a disputar duas finais em terreno do adversário. Numa saiu-nos "caro", perdemos o campeonato de Portugal em 1937/38 com o Sporting CP proprietário do estádio da final. Na outra, Taça de Portugal em 1982/83, embora disputada no início de 1983/84 apesar do massacre à nossa baliza, vencemos por 1-0 o clube caseiro, FC Porto.

LISTAGEM DAS FINAIS DA TAÇA DE PORTUGAL
Ed.
Época
Estádio
Vencedor
Res.
Vencido
1
1921/22
Bessa/ Porto
FC Porto
V 3-1
Sporting CP
2
1922/23
Faro
Sporting CP
V 3-0
As. Acad. Coimbra
3
1923/24
Campo Grande (SCP)
SC Olhanense
V 4-2
FC Porto
4
1924/25
Viana do Castelo
FC Porto
V 2-1
Sporting CP
5
1925/26
Ameal / Porto
CS Marítimo
V 2-0
CF "Os Belenenses"
6
1926/27
Lumiar/ Lisboa
CF "Os Belenenses"
V 2-0
Vitória FC Setúbal
7
1927/28
Palhavã/ Lisboa
Carcavelinhos FC
V 3-1
Sporting CP
8
1928/29
Palhavã/ Lisboa
CF "Os Belenenses"
V 2-1
União Fut. Lisboa
9
1929/30
Campo Grande (SCP)
SL BENFICA
V 3-1
FC Barreirense
10
1930/31
Arnado/ Coimbra
SL BENFICA
V 3-0
FC Porto
11
1931/32
Arnado/ Coimbra
FC Porto
V 2-1
CF "Os Belenenses"
12
1932/33
Lumiar/ Lisboa
CF "Os Belenenses"
V 3-1
Sporting CP
13
1933/34
Lumiar/ Lisboa
Sporting CP
V 4-3
FC Barreirense
14
1934/35
Lumiar/ Lisboa
SL BENFICA
V 2-1
Lumiar/ Lisboa
15
1935/36
Lumiar/ Lisboa
Sporting CP
V 3-1
CF "Os Belenenses"
16
1936/37
Arnado/ Coimbra
FC Porto
V 3-2
Sporting CP
17
1937/38
Lumiar (SCP)
Sporting CP
V 3-1
SL BENFICA
18
1938/39
Salésias (CF"B")
As. Acad. Coimbra
V 4-3
SL BENFICA
19
1939/40
Lumiar (SCP)
SL BENFICA
V 3-1
CF "Os Belenenses"
20
1940/41
Salésias (CF"B")
Sporting CP
V 4-1
CF "Os Belenenses"
21
1941/42
Lumiar (SCP)
CF "Os Belenenses"
V 2-0
Vitória SC Guimar.
22
1942/43
Salésias (CF"B")
SL BENFICA
V 5-1
Vitória FC Setúbal
23
1943/44
Salésias (CF"B")
SL BENFICA
V 8-0
GD EStoril Praia
24
1944/45
Salésias (CF"B")
Sporting CP
V 1-0
SC Olhanense
25
1945/46
Estádio Nacional
Sporting CP
V 4-2
Atlético CP
---
1946/47
Não se realizou (1)
26
1947/48
Estádio Nacional
Sporting CP
V 3-1
CF "Os Belenenses"
27
1948/49
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 2-1
Atlético CP
---
1949/50
Não se realizou (2)
29
1950/51
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 5-1
As. Acad. Coimbra
30
1951/52
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 5-4
Sporting CP
31
1952/53
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 5-0
FC Porto
32
1953/54
Estádio Nacional
Sporting CP
V 3-2
Vitória FC Setúbal
33
1954/55
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 2-1
Sporting CP
34
1955/56
Estádio Nacional
FC Porto
V 2-0
SCU Torreense
35
1956/57
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 3-1
SC Covilhã
36
1957/58
Estádio Nacional
FC Porto
V 1-0
SL BENFICA
37
1958/59
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 1-0
FC Porto
38
1959/60
Estádio Nacional
CF "Os Belenenses"
V 2-1
Sporting CP
39
1960/61
Antas (FCP)
Leixões SC
V 2-0
FC Porto
40
1961/62
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 3-0
Vitória FC Setúbal
41
1962/63
Estádio Nacional
Sporting CP
V 4-0
Vitória SC Guimar.
42
1963/64
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 6-2
FC Porto
43
1964/65
Estádio Nacional
Vitória FC Setúbal
V 3-1
SL BENFICA
44
1965/66
Estádio Nacional
SC Braga
V 1-0
Vitória FC Setúbal
45
1966/67
Estádio Nacional
Vitória FC Setúbal
V 3-2
As. Acad. Coimbra
46
1967/68
Estádio Nacional
FC Porto
V 2-1
Vitória FC Setúbal
47
1968/69
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 2-1
As. Acad. Coimbra
48
1969/70
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 3-1
Sporting CP
49
1970/71
Estádio Nacional
Sporting CP
V 4-1
SL BENFICA
50
1971/72
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 3-2
Sporting CP
51
1972/73
Estádio Nacional
Sporting CP
V 3-2
Vitória FC Setúbal
52
1973/74
Estádio Nacional
Sporting CP
V 2-1
SL BENFICA
53
1974/75
José Alvalade (SCP)
Boavista FC
V 2-1
SL BENFICA
54
1975/76
Antas (FCP)
Boavista FC
V 2-1
Vitória SC Guimar.
55
1976/77
Antas (FCP)
FC Porto
V 1-0
SC Braga
56
1977/78
Estádio Nacional
Sporting CP
V 2-1
FC Porto
57
1978/79
Estádio Nacional
Boavista FC
V 1-0
Sporting CP
58
1979/80
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 1-0
FC Porto
59
1980/81
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 3-1
FC Porto
60
1981/82
Estádio Nacional
Sporting CP
V 4-0
SC Braga
61
1982/83
Antas (FCP)
SL BENFICA
V 1-0
FC Porto
62
1983/84
Estádio Nacional
FC Porto
V 4-1
Rio Ave FC
63
1984/85
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 3-1
FC Porto
64
1985/86
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 2-0
CF "Os Belenenses"
65
1986/87
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 2-1
Sporting CP
66
1987/88
Estádio Nacional
FC Porto
V 1-0
Vitória SC Guimar.
67
1988/89
Estádio Nacional
CF "Os Belenenses"
V 2-1
SL BENFICA
68
1989/90
Estádio Nacional
CF Estrela Amadora
V 2-0
SC Farense
69
1990/91
Estádio Nacional
FC Porto
V 3-1
SC Beira-Mar
70
1991/92
Estádio Nacional
Boavista FC
V 2-1
FC Porto
71
1992/93
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 5-2
Boavista FC
72
1993/94
Estádio Nacional
FC Porto
V 2-1
Sporting CP
73
1994/95
Estádio Nacional
Sporting CP
V 2-0
CS Marítimo
74
1995/96
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 3-1
Sporting CP
75
1996/97
Estádio Nacional
Boavista FC
V 3-2
SL BENFICA
76
1997/98
Estádio Nacional
FC Porto
V 3-1
SC Braga
77
1998/99
Estádio Nacional
SC Beira-Mar
V 1-0
SC Campomaiorense
78
1999/00
Estádio Nacional
FC Porto
V 2-0
Sporting CP
79
2000/01
Estádio Nacional
FC Porto
V 2-0
CS Marítimo
80
2001/02
Estádio Nacional
Sporting CP
V 1-0
Leixões SC
81
2002/03
Estádio Nacional
FC Porto
V 1-0
UD Leiria
82
2003/04
Estádio Nacional
SL BENFICA
V 2-1
FC Porto
83
2004/05
Estádio Nacional
Vitória FC Setúbal
V 2-1
SL BENFICA
84
2005/06
Estádio Nacional
FC Porto
V 1-0
Vitória FC Setúbal
85
2006/07
Estádio Nacional
Sporting CP
V 1-0
CF "Os Belenenses"
86
2007/08
Estádio Nacional
Sporting CP
V 2-0
FC Porto
87
2008/09
Estádio Nacional
FC Porto
V 1-0
FC Paços Ferreira
88
2009/10
Estádio Nacional
FC Porto
V 2-1
GD Chaves
89
2010/11
Estádio Nacional
FC Porto
V 6-2
Vitória SC Guimar.
90
2011/12
Estádio Nacional
As. Acad. Coimbra
V 1-0
Sporting CP
91
2012/13
Estádio Nacional
Vitória SC Guimar.
V 2-1
SL BENFICA
92
2013/14
Estádio Nacional



NOTAS: O Campo Grande foi propriedade (arrendada) do Sporting CP entre 1 de Abril de 1917 e 27 de Junho de 1937; O Lumiar foi estreado em 24 de Outubro de 1937 e depois utilizado até à actualidade ainda que passasse a ser designado por José de Alvalade a partir de 1946.
(1) Devido à má programação do alargamento da I Divisão - em 1946/47 passou a haver despromoções e promoções entre a I e a II Divisão - o campeonato terminou muito tarde - 26.ª e última jornada em 6 de Julho de 1947 - não sendo possível realizar a Taça de Portugal;
(2) O facto do Benfica ter optado por participar na Taça Latina - disputava-se no final da temporada - levou os clubes a desinteressarem-se da Taça de Portugal

O Sporting CP do Campo Grande ao Lumiar e José Alvalade
O Sporting CP foi o primeiro clube a "comer do poder". Duas finais no Campo Grande, três no Lumiar (beneficiando de uma para jogar em casa e vencer o Benfica) e mais uma no Lumiar, já "versão José Alvalade". Ainda estou para saber como é que "enrolaram" Borges Coutinho, em 1975, para o Benfica ir ao Lumiar defrontar o Boavista FC.

O CF "Os Belenenses" e as Salésias
Cinco nas Salésias - com a justificação de ser o "melhor ervado de Portugal" - com o CF "Os Belenenses" a jogar uma, perdendo-a para o Sporting CP, em 1940/41, na primeira "dobradinha" do futebol português, pois o Sporting CP sagrara-se campeão nacional nessa temporada. Aliás o Sporting CP em 1940/41 tem um feito inédito, conquistando na mesma temporada o campeonato de Lisboa, campeonato nacional da I Divisão e Taça de Portugal (em casa do adversário). É bom recordar que o estádio do CF "Os Belenenses" chamava-se "Almirante Américo Tomás" antes do 25 de Abril de 1974. Anda tudo a fazer-se esquecido! Muito gostam os portugueses de (tentar) enganar a História!



Para que ninguém esqueça o que nos escondem

O FC Porto e as super-Antas
Estes "jeitosinhos" conseguiram levar para o seu estádio quatro Taças de Portugal tentando comer três delas. Só comeram uma! Frente ao SC Braga. Perderam com o Benfica e o Leixões SC. Nesta época - 1960/61 - depois do conluio entre eles, o Vitória FC Setúbal, o Sporting CP, o CF "Os Belenenses" e a FPF. Enquanto o Benfica jogava a final da Taça dos Clubes Campeões Europeus em Berna, a 31 de Maio de 1961, marcaram o jogo, em Setúbal, entre o Vitória FC e o Benfica para a tarde de 1 de Junho de 1961. Num tempo em que as equipas não alugavam aviões, mas deslocavam-se nas carreiras de horário pré-estabelecido. O FC Porto perdeu, mesmo jogando "em casa". Em pleno Estado Novo! Pois é!

Com o Benfica... "nada-de-nada"
O Benfica nunca teve finais em casa, por isso nunca as poderia ter jogado por ser impossível. Nunca teve, nem nunca quis ter. Também não "estou a ver" os fascistas que estavam presentes nas mediáticas finais do futebol a querem cruzar-se com alguns dirigentes do Clube que eram oposicionistas. Seria interessante ver os responsáveis pela PIDE cruzarem-se, por exemplo, com José Magalhães Godinho - directos do Jornal "O Benfica" - que foi preso três vezes pela... PIDE! Não foi por acaso que a Selecção Nacional nunca jogou em estádios do Benfica até... 1971!

Nada-de-nada!? E ainda bem!

Alberto Miguéns

Próximos textos (previsão) no EDB:

De 12 para 13 de Março (00:00 horas) - O "Glorioso" em Londres;
De 13 para 14 de Março (00:00 horas) - E depois de Londres?;
De 14 para 15 de Março (00:00 horas) - Taças de Portugal: 14-4=10;
De 15 para 16 de Março (00:00 horas) - O Crescimento de Álvaro Gaspar
12 comentários
comentários
  1. Bruno Paiva12/3/14 09:37

    Tudo explicado ao pormenor Bravo sr. Alberto Minguéns. Só uma questão se me permite.

    "Não foi por acaso que a Selecção Nacional nunca jogou em estádios do Benfica até... 1971! "

    Eu cheguei a ler o artigo onde o consócio conta tudo tintim por tintim, e devo confessar que é impressionante. É um facto irrefutável e que pouca gente se lembra. Contudo pelo que percebi estamos a falar de jogos oficiais (qualificação para Europeu, Mundial) certo ? Ou também de jogos amigáveis ?

    Saudações Benfiquistas,
    Bruno Paiva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Bruno Paiva

      Estreia absoluta - ou seja em TODOS os jogos - a 21 de Abril de 1971. Na Luz ou em qualquer outro estádio do Benfica. A selecção jogou a primeira vez num estádio do SLB ao jogo n.º 164! Se tiver paciência este desprezo da SN pelo Benfica (e pelos Benfiquistas) está descrito no EDB em 13 de Junho de 2012.

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Bruno Paiva13/3/14 12:56

      Eu fiz essa pergunta, porque lembro-me de ter visto que a nossa Velha Glória, o Capitão dos campeões José Águas chegou a marcar pela nossa selecção nacional no Estádio da Luz(contra a Hungria senão estou em erro)

      Por isso é que resolvi perguntar.

      Espero que hoje possamos honrar os campeões europeus e dar um passo enorme de forma a eliminarmos o Tottenham e passarmos mais uma vez aos quartos de final. Desde 2009/2010 que atingimos, pelo menos, os quartos de final de uma competição europeia.

      Eliminar
    3. Caro Bruno Paiva

      O nosso Zé Águas marcou um golo - 40 minutos - à Hungria em 9 de Junho de 1956, E 2-2, no Estádio Nacional num jogo particular.

      Zé Águas tem 25 internacionalizações, entre 23 de Novembro de 1952 e 17 de Maio de 1962. Em Portugal jogou 14 encontros em três estádios: Nacional (10), José Alvalade (2, em 1957 e 1962, último) e Antas (2, em 1952, estreia e 1955).

      Nunca jogou com a camisola das quinas num Estádio do Benfica. No jogo de 1962, que seria para José Águas o último, frente à Bélgica (D 1-2) jogaram oito(!) futebolistas do Glorioso: Costa Pereira(GR), Mário João(DD), Cruz(DE), Germano(MC), José Augusto(ED), Eusébio(ID) (1 golo) , José Águas(AC) como capitão e Coluna(IE). No estádio do Sporting CP!!!! Os outros três foram dois do CF "Os Belenenses" - Vicente (ME) e Iaúca (EE) - e um do "caseiro" Fernando Mendes (MD).

      As "entidades oficiais" fugiam dos (de alguns) dirigentes do SLB

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  2. Bruno Paiva13/3/14 13:56

    Muito Obrigado mais uma vez e aproveito para dizer que já estive a reler todos os outros artigos escritos como aquele que me recomendou (13 de Junho de 2012) e também em 11 de Junho de 2013, assim como 9 de Junho de 2013 e sobretudo 7 de Junho de 2013.

    Este blogue é melhor que uma encicoplédia!

    ResponderEliminar
  3. sou sportinguista e venho aqui comentar com respeito...tudo o que disse está correcto apenas se esqueceu de um "pormaior", o campeonato da liga era uma prova experimental que decorreu em simultâneo com o campeonato de Portugal entre 34/35 e 37/38 para verificar se financeiramente era viável adoptar se o modelo de liga que começava a aparecer noutros países. Acho no mínimo caricato que o SLB e a generalidade da imprensa portuguesa considere o campeonato da liga como prova oficial e conte esses "títulos"

    Com respeito

    Fernando Reis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Fernando Reis

      Obrigado pelo comentário. Reforçou com respeito, mas o comentário é feito com muito respeito o que revela muita categoria da parte do sportinguista Fernando Reis.

      Mas não há nada escrito na época que diga que é experimental. Foi uma experiência como são sempre as primeiras edições de qualquer competição. Acredite que eu já li os relatórios da FPF e os jornais da época, desse tempo, e nunca li nada a informar que era uma "competição experimental".

      Na primeira jornada de 1934/35, com quatro jogos, o presidente da FPF Cruz Filipe (do Sporting CP) esteve no CF "Os Belenenses" a fazer uma alocução aos presentes. No SLB - Vitória FC Setúbal esteve o director-tesoureiro da FPF, Virgílio Paula (do CF "Os Belenenses") a ler essa saudação do presidente. Creio que em Coimbra (AAC - SCP) e Porto (AFC - UFL) também estiveram directores da FPF.

      Os Regionais apuravam para os Campeonatos da Liga (I e II) e estes para o Campeonato de Portugal.

      É sempre bem-vindo a este blogue mesmo que se chame ED Benfica. Tem o blogue aberto para fazer a Defesa do Sporting. As bicadas ao Sporting que encontra é porque Águias e Leões sempre gostaram de se "picar". Se no EDB se bica no SCP é porque o SCP é grande. Se não o fosse, o EDB nem se incomodava a falar dele.

      Obrigado pelo comentário.

      Boa sorte para 2014/15 (agora desejo-lhe mas quando começar a época não sei se o faria...)

      Até à próxima

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  4. Caro Alberto Miguéns

    Sem por em causa o que me disse pergunto lhe como explica que até final dos anos 90 a generalidade da crítica e da imprensa Portuguesa desse o SL Benfica como tendo 27 campeonatos nacionais??(isto antes dos 3 títulos que venceram desde o inicio do século) É que há imagens de revistas do jornal "record" e do jornal "A bola" referentes á temporada de 93/94 que dão o SL Benfica como tendo "apenas" 27 campeonatos nacionais. Em relação ao facto de o campeonato da liga ser experimental sei que li algures aqui na net e mal encontre posso lhe mostrar o que não quer de facto dizer que seja credível!
    Sinceros parabéns pelas conquistas desta época...adoro o Sporting CP e o meu presidente (que está a fazer um óptimo trabalho) mas sei ver que o SL Benfica para além de possuir melhor plantel foi mais regular e mereceu o que conquistou!!

    Fernando Reis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Fernando Reis

      Em 2004/05 apenas A Bola escrevia que o SLB tinha 31 CN´s. A imprensa da Controlinveste (DN, JN e O Jogo) e a da Cofina (CM e Record) escreviam 28 CN's. Por que partiam desse equívoco (e escreviam-no): A Liga era experimental. Mas não era. Como provam os Relatórios da FPF. A I e a II Liga eram oficiais. Era um campeonato à experiência como são todas as competições quando se iniciam. Vou aproveitar o seu comentário para fazer um esclarecimento. Será o tema no EDB de 31 de Maio para 1 de Junho.

      Também tenho a ideia que Bruno de Carvalho está a fazer um bom trabalho (com os pés assentes no chão)!

      Saudações Desportivas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  5. Caro Alberto Miguéns seguirei atentamente o seu esclarecimento! O maior elogio que lhe posso fazer é que é o único blog não Sportinguista que sigo. Demonstra sempre grande elevação e não precisa (ao contrário de muitos outros) de elevar o SL Benfica denegrindo o Sporting CP! Tomara que as rivalidades fossem sempre assim...

    Cumprimentos

    Fernando Reis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Fernando Reis

      Obrigado. Para mim é motivo de satisfação saber que um Sportinguista segue este blogue. E terá sempre espaço para dizer de sua justiça, mesmo quando eu "meter a pata - de Águia - na poça"!

      E aproveito para fazer o que devia ter feito às 19 horas e apenas me lembrei quando já tinha publicado a minha resposta!

      Agradeço, com reconhecimento, os seus sinceros parabéns, porque não tenho dúvida que são sinceros! Obrigado

      Saudações Desportivas

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail