A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

01/05/2012

Obrigado, Leste

01/05/2012 + 13 Comentários
“Honrai agora os ases/ Que nos honraram o passado!”
Estrofe do Hino Oficial do SLB

 HISTÓRIA

Nota Explicativa: Esperei uma semana que os media, e o Benfica, dignificassem a memória do hoquista José Leste. Como não o fizeram, faço-o eu (Alberto Miguéns) no EDB.

Texto longo com fotografias de Roland Oliveira

No final do texto dois vídeos com o resumo da participação da Selecção Nacional no XXV Campeonato do Mundo, em 1982 (José Leste jogou com o número 9) 


Jornal "O Benfica" 25 de Maio de 1982

Faleceu há uma semana, em 22 de Abril de 2012, aos 53 anos, um dos mais brilhantes hoquistas da sua geração, que formou um grupo de jogadores de excelência, tendo Leste como um dos seus mais ilustres representantes. O melhor período da sua carreira de hoquista, foram as cinco temporadas com o “Manto Sagrado”.

Principais factos como hoquista do “Glorioso"
Data
Id.
Acontecimento
08.Jan.1959
---
Nascimento em Portugal
22.Set.1979
20
Estreia no Benfica (3 golos)
26.Jan.1980
21
Conquista da Taça Portugal (V 1-0 ao SCP)
30.Jan.1980
=
Conquista do Torneio Abertura
27.Jul.1980
=
Conquista do Campeonato Nacional
26.Set.1981
22
Regresso ao Benfica
07.Dez.1981
=
Conquista do Torneio Abertura
16.Mai.1982
23
Conquista do XXV Campeonato do Mundo
30.Jun.1982
23
Conquista da Taça Portugal (4 golos ao FCP)
30.Dez.1982
=
Conquista da Taça Lisboa (3 golos ao CACO)
05.Out.1986
27
Regresso ao Benfica
03.Dez.1986
=
Conquista do Torneio do Maputo (1 g. ao SCP)
27.Jun.1987
28
Conquista do Torneio de Sintra (3 golos final)
25.Jun.1988
29
Último jogo pelo SL Benfica (1 golo ao FCP)
22.Abr.2012
53
Falecimento em Portugal



Do Estoril para o Mundo
José Leonilde dos Santos Leste nasceu em 8 de Janeiro de 1959. Como muitos jovens nos anos 60/70 iniciou-se no hóquei em patins formando-se nas equipas jovens da Associação Juventude Salesiana, fundada em 20 de Março de 1961. Em 1973, aos 14 anos, era já um dos eleitos do senhor Padre Miguel Barros, que na Escola Salesiana do Estoril, formou centenas de hoquistas. Após brilhar no Campeonato Europeu de Juniores, em 1978, com a selecção portuguesa em 2.º lugar, foi contratado pelos dirigentes do clube italiano GS Pordenone, da região Nordeste de Itália.

1979/80: aos 20 anos eis o “Glorioso”
Após uma época (1978/79) em Itália, o avançado foi contratado pelo Benfica, no início da temporada de 1979/80, com o objectivo de reforçar o plantel campeão nacional, em 1978/79, para (mais uma…) tentativa de conquistar a Taça dos Clubes Campeões Europeus e manter o “Glorioso” campeão nacional de hóquei em patins. Hoquista n.º 223 da nossa equipa sénior, estreou-se no primeiro encontro da época, num particular realizado no saudoso Pavilhão dos Desportos (no interior da Nave do Antigo Terceiro Anel da “Catedral”) frente ao CACO (Clube Atlético do Campo de Ourique) que vencemos, por 7-2, com Leste, como suplente utilizado, a marcar três golos. Estávamos em 22 de Setembro de 1979. Já lá vão quase 33 anos! Superiormente orientados pelo treinador Torcato Ferreira, foi uma época de sonho: Torneio de Abertura (Regional); Torneio de Promoção e fase de apuramento para o campeonato nacional (Zonais); Campeonato Nacional e Taça de Portugal (Nacionais); e finalista na Taça dos Clubes Campeões Europeus (com FC Barcelona).

1981/82: do “El-dourado” para a Luz
Depois de mais uma época em Itália, no GS Pordenone (8.º no campeonato transalpino, com Leste a marcar 47 golos em 26 jogos, 2.º melhor marcador da competição) as saudades trouxeram-no de regresso ao “Glorioso”. Ficaria duas temporadas – 1981/82 e 1982/83 – contribuindo neste período para a selecção nacional conquistar o Mundial em 1982. Em 1981/82 conquistamos o Torneio de Abertura e a Taça de Portugal (numa final a duas mãos com o FC Porto). No Mundial de 1982, com 22 países, (Fase final em Barcelos e Lisboa) que Portugal conquistou, José Leste foi o melhor marcador de Portugal (15 golos) e 4.º melhor do Mundial.

1982/83: desilusão e saída
A terceira temporada, segunda consecutiva de Leste no Benfica não correu de feição, pois apenas fomos segundos (ou finalistas) em todas as competições oficiais (incluindo a Taça dos Vencedores das Taças). Apenas um troféu regional, a Taça Lisboa.

1986/87: três épocas depois
Após três temporadas ausente em Itália (no SH Roller Monza e CGC Viareggio), José Leste regressa ao Benfica, mas apenas consegue ajudar o clube a conquistar dois troféus oficiosos: no Maputo e em Sintra.

1987/88: um adeus português
Na última temporada pelo “Glorioso” lesionou-se no início da época, numa temporada com escassez de títulos. No final desta 5.ª temporada como hoquista do Benfica rumou ao Sporting CP. Era o adeus, de um jogador em fase final de carreira, desejado no Sporting CP, por ser um ídolo entre os Benfiquistas.

Equipa campeã nacional em 1979/80. Da esquerda para a direita. De cima para baixo: José Carlos, Picas, Casimiro e Fernando Pereira; Piruças, Ramalhete, Rui Santos e Leste (cito de memória)

523 golos em 299 jogos
Com o “Manto Sagrado” disputou 299 jogos, marcando 523 golos, ou seja, uma média de 1,75 golos por jogo. Na primeira época fez 75 jogos e na segunda marcou 134 golos em 62 jogos, ou seja, 2,2 golos por jogo.
No campeonato nacional, obteve 246 golos em 133 jogos (1,8 golos por jogo). A nível internacional, disputou 24 jogos, marcando 38 golos, a equipas de 14 clubes de 7 países. Nas competições europeias totalizou 41 golos em 22 jogos.

JOGOS E GOLOS POR ÉPOCA
Competição
TOTAL
J (G)
79/80
J (G)
81/82
J (G)
82/83
J (G)
86/87
J (G)
87/88
J (G)
Campeonato Nacional
133
(246)
13
(13)
30
(85)
30
(59)
34
(45)
26
(44)
Camp. Nac.
Zona Sul
18
(42)
18
(42)
--
--
--
--
Torneio de
Abertura
58
(84)
18
(20)
14
(23)
13
(23)
8
(11)
5
(7)
Taça de
Portugal
32
(52)
8
(12)
9
(16)
9
(9)
1
(1)
5
(14)
Supertaça
4
(8)
--
--
2
(3)
2
(5)
--
T. CCE
14
(22)
8
(12)
4
(7)
--
2
(3)
--
T. VT
6
(17)
--
--
6
(17)
--
--
T. CERS
2
(2)
--
--
--
--
2
(2)
Torneios
(5)
22
(31)
6
(14)
4
(1)
6
(8)
6
(8)
--
Particulares
10
(19)
4
(8)
1
(2)
1
(1)
1
(2)
3
(6)
TOTAIS
299
(523)
75
(121)
62
(134)
67
(120)
54
(75)
41
(73)

Três dezenas de golos a quatro adversários
Em 299 jogos defrontou equipas de 45 clubes, marcando 523 golos em 244 jogos a 41 clubes, apenas não marcou a 4 clubes, mas com todos jogou apenas uma vez. E jogou apenas um encontro com 9 clubes, marcando a 5! Marcou 34 golos (em 22 jogos com o GD Sesimbra), 31 ao Sporting CP (em 30 jogos), 30 ao FC Porto (em 25 jogos) e 30 à AD Oeiras (em 11 jogos).

GOLOS POR CLUBES ADVERSÁRIOS
Clubes
Tot
CN
TP
ST
TA
TC
TT
Cr
Tn
Pr
GD Sesimbra
34
14
6
-
  9
-
-
-
3
2
Sporting CP
31
18
-
3
  5
-
-
-
4
1
FC Porto
30
  8
9
5
-
3
3
-
-
2
AD Oeiras
30
17
-
-
10
-
-
-
3
-
CD Paço Arcos
28
12
5
-
11
-
-
-
-
-
SL Alenquer
27
16
2
-
  5
-
-
-
3
1
AD Valongo
27
27
-
-
-
-
-
-
-
-
AD Sanjoanense
25
17
8
-
-
-
-
-
-
-

FC Barcelona
  5
-
-
-
-
5
-
-
-
-
Amatori Vercelli
  2
-
-
-
-
-
-
2
-
-

Só José Leste (com apoio da equipa) goleava
Além de estar em goleadas importantes do “Glorioso” José Leste tem registos impressionantes, para além de por duas vezes ter marcado 4 golos num jogo ao Sporting CP ou num jogo com o FC Porto ter obtido também 4 golos. Conseguiu bater por oito vezes, na V 15-4, o guarda-redes do SL Alenquer, no campeonato nacional de 1981/82, sete golos, na V 12-1, ao Académico FC, do Porto, também no campeonato nacional de 1981/82 e seis golos em três jogos: em 1981/82, no campeonato nacional, ao AD Valongo (V 12-4); em 1982/83, no Torneio de Abertura, à AE Física de Torres Vedras (V 12-2); e em 1987/88, na Taça de Portugal, à AD Sanjoanense (V 11-2).

N.º DE GOLOS POR JOGO CLUBES ADVERSÁRIOS
Clubes
Tot
0
1
2
3
4
5
6
7
8
GD Sesimbra
34
4
6
8
4
-
-
-
-
-
Sporting CP
31
9
15
4
-
2
-
-
-
-
FC Porto
30
6
11
6
1
1
-
-
-
-
AD Oeiras
30
1
1
2
4
2
1
-
-
-
CD Paço Arcos
28
2
6
8
2
-
-
-
-
-
SL Alenquer
27
-
6
2
3
-
-
-
-
-
AD Valongo
27
-
1
3
-
1
2
1
-
-
AD Sanjoanense
25
3
5
-
2
2
-
1
-
-












Não marcou, em apenas, 55 jogos
Leste participou em 299 jogos com o “Manto Sagrado”, não marcando golos em 55 encontros, ou seja, em 18 por cento dos jogos. Marcou um golo em 97 jogos, dois golos em 72 jogos e três golos em 39 encontros. O “contributo mais significativo” para os seus 523 golos foi conseguido nos 72 jogos em que marcou 72 golos, com 144 golos.

N.º DE GOLOS POR JOGO COMPETIÇÕES
Clubes
Tot
0
1
2
3
4
5
6
7
8
Campeonato Nacional
133
(246)
25
44
23
22
11
5
1
1
1
Camp. Nac.
Zona Sul
18
(42)
1
4
6
3
3
1
-
-
-
Torneio de
Abertura
58
(84)
13
20
17
4
3
-
1
-
-
Taça de
Portugal
32
(52)
5
13
9
1
3
-
1
-
-
Supertaça
4
(8)
-
2
1
-
1
-
-
-
-
T. CCE
14
(22)
3
4
5
1
-
1
-
-
-
T. VT
6
(17)
1
-
1
2
1
1
-
-
-
T. CERS
2
(2)
1
-
1
-
-
-
-
-
-
Torneios
(5)
22
(31)
5
7
6
4
-
-
-
-
-
Particulares
10
(19)
1
3
3
2
1
-
-
-
-
TOTAIS
299
(523)
55

(0)
97

(97)
72

(144)
39

(117)
23

(92)
8

(40)
3

(18)
1

(7)
1

(8)












Obrigado por teres honrado o “Manto Sagrado”

Alberto Miguéns

XXV CAMPEONATO DO MUNDO EM 1982

José Leste jogou com o número 9

video
video



NOTA FINAL (QUASE IGUAL À INICIAL): Foi com tristeza que não vi destaques nos media, a não ser notícias de circunstância. Leste merecia mais que os habituais 30 centímetros quadrados da necrologia desportiva. Ele que tantas páginas deu aos jornais e tantas horas ocupou nas rádios e televisão, para os media venderem aos leitores e ouvintes/ telespectadores. Tristeza a triplicar, pelo desaparecimento, ainda tão novo e esquecido. E o Benfica?


Record 23.Abril.2012

O Jogo 23.Abril.2012

Correio da Manhã 23.Abril.2012

Jornal de Notícias 23.Abril.2012


A Bola 23.Abril.2012


NOTA (MAIS QUE FINAL): Entretanto chegou ao conhecimento do EDB esta notícia publicada na página 19 de 24 de Abril de 2012 no n.º  3360 do jornal "Sporting".



Que pindéricos estes sapóides. Então Leste saiu da AJ Salesiana no final  de 1977/78 (19 anos). Jogou dez épocas, repartidas entre Itália (78/79), SLB (79/80), Itália (80/81), SLB (81/82 e 82/83), Itália (83/84 a 85/86) e SLB (86/87 e 87/88). Na época (88/89) em que fez 30 anos iniciou uma curta carreira no SCP. Mas para o "Sporting" chegou "a Alvalade proveniente da Juventude Salesiana". Uma década, a de maior vigor - a dos 20 anos - transformada em... nada. Estes sapóides ainda são piores que os andróides. Não têm é o Pinto da Costa que gostavam de ter!
                                                   Publicada em 1 de Maio de 2012 às 20.13


Outra notazita acerca de uma, outra, mentira. Então o jornal "Sporting" é mais antigo (tem 91 anos) que "O Benfica" (que tem 69 anos). São ambos semanários. A edição do jornal que tem 91 anos é a n.º 3360 (24 de Abril de 2012), enquanto "O Benfica" de 20 de Abril de 2012 é a n.º 3547. Publicada quatro dias antes, num jornal criado 22 anos mais tarde, mas... com mais 187 números! A seriedade e honestidade são muito mais bonitas, não são, não é... Sporting! 


13 comentários
comentários
  1. Felizmente os sócios, adeptos e simpatizantes que são mais ou menos 14 milhões cá e no resto do mundo do nosso Glorioso, tem na pessoa do Alberto Miguéns uma autentica enciclopédia que não deixa escapar nada.

    Na realidade o LESTE merecia mais...MUITO MAIS, dos dirigentes do nosso Glorioso.

    Mas é o que eu digo; quando uns falham...aparece o Miguéns a tapar os buracos...

    ResponderEliminar
  2. Bruno Leste22/7/12 20:01

    Sr. Alberto Miguéns, em nome de toda a Família obrigado pela Homenagem...
    Bruno Leste

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Bruno Leste

      Obrigado. Eu também agradeço ter visto o Leste jogar e honrar o Manto Sagrado.

      José Leste uma Glória e Saudade do "Glorioso"

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Boa tarde, sou cunhada do Zé e não posso deixar de lhe agradecer esta bonita homenagem que só hoje tive conhecimento. Infelizmente são muito poucas as pessoas que se dedicam aos outros, que se dedicam a lembrar sobre os outros. Pior só mesmo as instituições que andam ao colo com os "outros" enquanto lhes são úteis e depressa se descartam quando já não há retorno. Enfim... O Zé foi um campeão que levou Portugal ao Mundo e para a família foi mais ainda, foi um pai maravilhoso, um homem generoso, um grande amigo. Em nome da família agradeço o seu texto que vamos guardar.
    Susana Monteio

    ResponderEliminar
  4. A fotografia que foi publicada na notícia da morte do José Leste, no Correio da Manhã, não é do José Leste,....
    A foto é do Américo Solipa !!!
    É o jornalismo que temos, incompetente e sem vergonha !

    ResponderEliminar
  5. Obrigado por esta homenagem ao Zé Leste pessoa que tive o prazer de conhecer, é pena que o Sporting tenha tido esta atitude o Leste era Benfiquista e provávelmente muita gente foi lhe prestara a ultima homenagem ao alto de S. João.
    A unica coisa que me faz confusão é que pelo menos o Sporting homenageou o grande Homem e Desportista que foi o Leste coisa que o Benfica não fez. Sou Benfiquista e cada vez me convenço mais que somos mal liderados andos a dar ouro ao bandido à muitos anos e só por culpa própria.
    Obrigado Alberto Miguéns.

    ResponderEliminar
  6. Juntamente com Ramalhete,José Carlos,Fernando Pereira,Casimiro,Picas,Piruças,Cristiano e Virgilio formou a base da equipa do BENFICA que entre 1978 e 1983 ganhou 3 campeonatos,4 taças de Portugal e chegou a 2 finais europeias,para álem de ter feito parte da selecção campeã do mundo em 1982.Um dos imortais do nosso hóquei.Gostava tambem de pedir ao SR.Alberto Miguens se me poderia facultar a constituição dos planteis do hóquei do S.L.B. entre 1983-1984 e 1989-1990, ou então indicar-me algum site onde possa pesquisar.

    ResponderEliminar
  7. Alexandre25/5/13 01:02

    Infelizmente só agora tive a oportunidade de ler mais este artigo de grande qualidade do Sr. Alberto Miguéns.Por ter uma grande paixão pelo hóquei,e ainda uma paixão muito maior pelo SPORT LISBOA E BENFICA e por toda a sua historia , aqui vai o pouco que me lembro da carreira de José Leste no Glorioso.Começou por fazer a sua formação na Juventude Salesiana,e quando foi contratado a primeira vez pelo nosso clube apanhou uma geração que incluía Ramalhete,José Carlos,Picas,Piruças,Cristiano,Virgilio,Casimiro e F.Pereira.Com o desmantelamento dessa equipa que havia ganho 3 campeonatos,4 ou 5 taças,1 supertaça e foi a 3 finais europeias até meados da década de 80,parte mais uma vez para Itália e regressa ao Glorioso em 86 numa altura em que o nosso hóquei andava pelas ruas da amargura,devido á apertada politica financeira de Fernando Martins.Sai em 88 rumo ás osgas e a partir dai pouco acompanhei a sua carreira.Quanto a mim foi um dos jogadores de maior classe que passou pelo Benfica.Quanto á ausência de qualquer acto por parte da nossa direcção é melhor nem comentar.Descansa em paz campeão

    ResponderEliminar
  8. Alguém me pode os nomes dos jogadores da foto em cima da equipa campeã nacional em 1979/80?

    Obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Leitor

      Penso que a legenda deve ser a que inseri.

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  9. Anónimo6/4/15 01:24

    Em que ano Picas, Casimiro e Piruças se estrearam na equipa principal do Benfica?

    Ramalhete foi em 1965 ou 1966? Lembro-me de ter lido no Record que foi em 1966, mas tive acesso a uma ficha de jogo contra o Sporting em 1965 e constava o nome Ramalhete. Será outro?

    Daniel Ferreira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Daniel Ferreira

      É o mesmo. Ramalhete: 1 de Fevereiro de 1965. Campeonato Nacional denominado Taça de Portugal; Pavilhão dos Desportos Lisboa; D 2-3; Foi suplente utilizado do guarda-redes titular Luís Alves; Mas em 5 de Dezembro de 1964 foi suplente utilizado, também de Luís Alves, no jogo frente ao CACO (Pavilhão dos Desportos) D 1-2;

      Casimiro: 3 de Maio de 1965 (suplente utilizado);

      Piruças: 24 de Setembro de 1977 (dois golos),

      Picas: 22 de Setembro de 1979.

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  10. Anónimo7/4/15 01:15

    Muito obrigado pela resposta.

    Saudações Benfiquistas, Daniel Ferreira.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail