A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

01/06/2011

O Censor Serpa não lê, não vê, nem ouve

01/06/2011 + 8 Comentários
SERPADAS
             
O Homem do Regime Rui Moreira é um dos maiores lambe-botas do poder portista. E exerce, como poucos, a lambebotice, utilizando nas sextas-feiras a página 38 do jornal “A Bola”. Com a conivência (o aplauso e a vigilância) do censor pidesco Vítor Serpa.

Rui Moreira nunca perde uma oportunidade para mostrar serviço ao seu suserano, prestando-lhe a vassalagem feudal digna de um lacaio. Mostra serviço sublinhando as atitudes do pintodecostismo e conspurcando um jornal “A Bola”, que já foi a “Bíblia”, para gáudio de um clube imperialista como é o FC Porto. Quando o seu presidente diz “Azul”, logo Rui Moreira afirma: “É sim senhor! Até diria mais! É azulíssimo!”

Bastou, em Argoncilhe, o seu presidente Pinto da Costa (PdC) ter andado a divagar acerca de títulos e preconceitos, tal como se ilustra:

O Jogo 26 de Maio de 2011


Bastou PdC balbuciar, para Rui Moreira afifar em “A Bola” com o truque dos convites. Como PdC “fez que gozou” com o jornal que outrora já foi importante, o Ruizinho do Castelo do Queijo aproveitou “A Bola” para, com mais um truque caceteiro, afifar uma canelada.

A Bola 27 de Maio de 2011


É vulgar os portistas residentes n’ “A Bola” – Francisco Viegas, Miguel Tavares e Rui Moreira (só lá falta o micro-ondas Manuel Serrão) - apropriarem-se das páginas desta para passagem recados musicados. Sabem que estão a mentir, mas mentem… Nisto são óptimos espécimes portistas.

Mas, se eles põem e dispõem, é porque alguém os deixa por e dispor. E deixa bem. Por que até censura quem os quer ridicularizar. Eles podem ridicularizar, mentindo, mas ai de quem os contradiga ou menospreze. Leva logo com lápis azul. Sempre no seu posto de vigia, Vítor Coronel Serpa, não permite. Vigilante, sibarita e anafado dá-lhes cobertura, ignorando as mentiras e estimulando a aldrabice.

Quem te viu e quem te vê!

Alberto Miguéns

NOTA: Como é possível, ainda, “nesta altura deste campeonato” andar a comparar títulos nacionais e internacionais, troféus conquistados em 14, 18, 22, 26, 30, 34 ou 38 jornadas com outros conquistados num jogo, como a Supertaça, quando se defrontam por vezes clubes que nada conquistaram, a não ser, o facto de serem finalistas vencidos na final da Taça de Portugal. Como comparar uma Supertaça FC Porto versus Vitória SC de Guimarães com uma Taça dos Clubes Campeões Europeus, entre o SL Benfica e o Real Madrid CF ou o FC Barcelona? Ridículo.

Nunca se podem comparar alhos com bugalhos! Elementar!

Tudo não passa de brincadeira mediática.

Se os famosos Rui Santos, Record, O Jogo, Lusa, A Bola, Público, Correio da Manhã, DN, JN, etc, etc, andam a brincar aos títulos, eu também quero brincar, por isso proponho:

A Liga dos Campeões equivale a 2 Ligas Europa
A Liga Europa equivale a 2 Taças Latinas
A Taça Latina equivale a 2 Campeonatos Nacionais
O Campeonato Nacional equivale a 2 Taças de Portugal
A Taça de Portugal equivale a 2 Taças Intercontinentais
A Taça Intercontinental equivale a 2 Supertaças Europeias
A Supertaça Europeia equivale a 2 Taças da Liga
A Taça da Liga equivale a 2 Taças Ibéricas
A Taça Ibérica equivale a 2 Supertaças “Cândido de Oliveira”
A Liga dos Campeões equivale a 512 Supertaças “Cândido de Oliveira” (se não me enganei na matemática!)


Troféus Oficiais
Coef
SLB
FCP
Liga dos Campeões
512
1 024
1 024
Liga Europa
256
--
512
Taça Latina
128
128
--
Campeonato Nacional
64
2 048
1 600
Taça de Portugal
32
540
400
Taça Intercontinental
16
--
32
Supertaça Europeia
8
--
8
Taça da Liga
4
12
--
Taça Ibérica
2
  2
--
Supertaça Portuguesa
1
  4
17
TOTAIS
-
3 758
3 593




8 comentários
comentários
  1. A BOLHA ESTÁ TRANSFORMADA EM RETRETE, ONDE OS CORRUPTOS AZUIS DEFECAM !!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Mais um post simplesmente memorável.

    Não sei do que muitos benfiquistas por essa Blogosfera estão à espera para se fazerem seguidores deste Blog e passarem a palavra ao próximo.

    BENFICA SEMPRE!!

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  3. Anónimo1/6/11 16:44

    Mais uma…
    Início de carreira…ordenado chorudo… será familiar de algum..?? Moreira..??ou merceeiro no porto ou algum ex da banca das antas ..

    Vencimento 4.088,00 € ! ! !
    Mafalda Coelho Moreira, 27 anos, deve ter muita experiência para fazer Estudos Técnico Jurídicos … … …


    Estas nomeações são uma ofensa para os milhares de funcionários da DGCI que foram transformados em proletários estatais por uma reforma que não considerou que tivessem funções de soberania, que trabalham que se fartam, estão sujeitos a objectivos do SIADAP, ganham menos do que esta júnior e a quem o Sindicato pede sacrifícios para resolver de uma vez por todas esta vergonha das contas públicas.

    São os telhados de vidro dos androides ..

    ResponderEliminar
  4. Anónimo1/6/11 16:55

    Mafalda Coelho Moreira (20-Jan-1983)

    Filha de:

    Luis Miguel Carvalho de Araújo Moreira (27-Fev-1962)

    Irmão de:

    Rui de Carvalho de Araújo Moreira (8-Ago-1956)

    E quem é Rui Moreira????

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Rui_Moreira

    É preciso mais? Tudo tem uma explicação!

    Pouca vergonha! vamos continuar a deixar que isto aconteça? Portugal é uma monarquia encoberta. Funciona tudo por regime hereditário.

    Link para o despacho no DR:
    http://www.dre.pt/util/getpdf.asp?s=udrd&serie=2&iddr=95.2010&iddip=2010026779

    off....

    Julgamento: Audiência suspensa no Porto

    Filha de Amorim diz que evasão fiscal é normal
    Normal era que o preço declarado fosse inferior ao real." Este é um dos argumentos apresentados pela defesa de Paula Amorim no processo-crime em que é acusada, juntamente com Filomena Pinto da Costa, de fraude fiscal. A filha do comendador Américo Amorim terá vendido um palacete à mulher do presidente do FC Porto por um preço bastante superior ao que foi declarado.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo1/6/11 18:24

    Corrupção na UEFA
    Juiz amigo na UEFA
    Decorria o verão de 2008, o FC Porto a poucas horas de entregar na UEFA a contestação à nota de culpa, que pretende o afastamento dos azuis-e-brancos das competições europeias, o clube já prepara a defesa para a instância de recurso. É aí que o FC Porto acredita poder vencer, num momento em que muitos dirigentes dão como certa a determinação por parte da UEFA do afastamento daqueles que, na época em que são acusados de tentativa de corrupção, se sagraram campeões europeus. A Defesa estará a cargo do escritório de Adelino Caldeira e Gil Moreira dos Santos.



    A tensão no Dragão é grande e a esperança reside agora no Comité de Apelo da UEFA.Onde o FC Porto encontrará o juiz AntónioMortágua, ex-presidente do Conselho de Disciplina da FPF e tido como próximo de Pinto da Costa e de outros arguidos envolvidos no ‘Apito Dourado’.
    Recorde-se, aliás, que António Mortágua foi uma das testemunhas arroladas por Valentim Loureiro aquando da instrução do processo em julgamento em Gondomar, tendo também o juiz sido suspeito de ter contactado Pinto da Costa nos dias em que aquele se manteve foragido à Justiça.


    O mesmo magistrado foi também alvo de escutas no mesmo processo e há conversas transcritas do juiz a Pinto de Sousa, Pinto da Costa e Valentim Loureiro. Há ainda uma mensagem enviada para o telemóvel do então presidente do Boavista, na qual o juiz conselheiro se manifestava solidário com o major, depois da sua prisão. 'A amiza- de supera isso tudo', disse então o magistrado ao Loureiro filho.
    A possibilidade de afastamento das competições europeias tratará também importantes custos financeiros aos azuis-e-brancos. Não só na perda de receitas imediatas da participação na Liga dos Campeões, como até em receitas com a venda de lugares anuais.
    OFCPorto deverá adiar a renovação das cadeiras, já que no pacote vendido aos associados o clube inclui os jogos da Champions.Nestemomento, a certeza da participação na prova é nula.


    FEDERAÇÃO ENTREGOU LISTAGEM
    A Federação Portuguesa de Futebol entregou ontem na UEFA as licenças para que os clubes portugueses possam disputar as competições europeias. O FC Porto foi um dos sete clubes licenciados pela FPF. Os portistas têm licença do organismo português, mas ainda aguardam uma posição da UEFA em relação à participação na Liga dos Campeões – a decisão está marcada para amanhã.
    Os outros clubes licenciados foram o Sporting, o Vitória de Guimarães, o Benfica, o Marítimo, o Vitória de Setúbal e Sporting de Braga.
    Caso se confirme o afastamento do FC Porto, a vaga na fase de grupos sobra para o V. Guimarães, que teria entrada directa na Champions. OBenfica também sairá beneficiando, apurando-se para a 3ª pré-eliminatória da Liga milionária.


    PRÉMIOS DE PARTICIPAÇÃO
    A época 2003/04 foi a que rendeu ao FC Porto a maior receita nas provas da UEFA dos últimos cinco anos. Os números não contemplam outros tipos de ganhos, como bilheteiras ou direitos televisivos.
    2003/04 25,1 milhões de euros
    2004/05 8,2 milhões de euros
    2005/06 6,4 milhões de euros
    2006/07 12,6 milhões de euros
    2007/08 cerca de 13 milhões de euros


    PRÉMIOS (VALORES TEMPORADA 2007/2008)
    Fase de grupos: 3 milhões de euros
    Prémio por jogo: 400 mil euros
    Prémio por vitória: 600 mil euros
    Por empate: 300 mil euros
    Apuramento para 1/8: 2,2 milhões de euros
    Apuramento para 1/4: 2,5 milhões de euros
    Apuramento para 1/2: 3 milhões de euros
    Segundo lugar: 4 milhões de euros
    Primeiro lugar: 7 milhões de euros


    cont

    ResponderEliminar
  6. Anónimo1/6/11 18:24

    SAÍDA DE CRAQUES PARA SALVAR CONTAS
    A venda de activos valiosos do plantel pode ser a solução para a SAD do FC Porto cobrir o buraco financeiro resultante de uma exclusão das competições europeias.
    No orçamento os portistas têm por hábito perspectivar uma campanha na Liga dos Campeões em que são atingidos os oitavos-de--final da prova. Tal aconteceu nas últimas duas épocas, sendo que os prémios de participação rondaram os 13 milhões de euros.
    Contudo, a perda assume montantes bem mais elevados se lhe juntarmos receitas publicitárias, de bilheteira, de venda de lugares anuais, entre outras, que sem a presença na Champions descem de forma drástica.
    A salvação das contas poderá passar pela venda de jogadores internacionais e com mercado, como Quaresma, Lucho González, Bruno Alves ou Lisandro Lopez.
    Aliás, mesmo a vontade dos jogadores em alinhar na principal prova europeia jogará a favor da saída. Lucho, por exemplo, já afirmou o desejo de actuar numa liga mais visível e Quaresma anunciou no sábado a vontade de abandonar o FC Porto. Quem já saiu, de forma unilateral, foi Paulo Assunção e, caso se concretize a ausência dos portistas da Champions, poderá não ser o único a deixar o Dragão.

    SAIBA MAIS
    JUVENTUS NA DEFESA
    Para o FC Porto, uma exclusão da Champions teria de ser estendida à Juventus, envolvida no Calciocaos e este ano apurada para a Liga dos Campeões.
    25 milhões
    O FC Porto arrecadou 25,1 milhões de euros de prémios de participação nas provas europeias, em 2003/04, curiosamente na época dos jogos que levaram ao ‘Apito Dourado’.
    Fontes:
    Sérgio Pereira Cardoso/ Tânia Laranjo

    ResponderEliminar
  7. A relatividade dos troféus é de facto relevante e a análise está bem vista.
    A nossa vantagem (ainda) reside nos Campeonatos e Taças de Portugal.
    Também podíamos considerar as presenças nas finais Europeias que infelizmente perdemos mas que traduziram períodos fortes do SLB.
    Mas, sinceramente o que devemos defender é a memória das nossas conquistas (em particular a Taça Latina que tentam desvalorizar) e o que devemos olhar é o futuro: porque a contabilidade é dinâmica, o que interessa são as contas que vamos fazer daqui a 10 anos.
    É isso que os dirigentes da SAD e a estrutura do futebol do SLB tem de incutir nos jogadores: a raça e a mística que se perderam, irem para além das forças para vencerem.

    ResponderEliminar
  8. António Barreto2/6/11 18:54

    Vitor Serpa "castrou" o jornal "A Bola". À semelhança de outros pseudojornalistas, aparenta cultivar a equidistância clubista, para esconder a falta de coragem que parece ter. Ninguém integro é equidistante da verdade e da mentira. Dar cobertura à mentira, ao insulto, à provocação e aos "heróis" da trafulhice, não é um ato de pluralismo e isenção, mas antes de demissão ou cumplicidade.

    O Jornal "O Benfica" necessita - quanto a mim - de ser reestruturado numa lógica de disputa de mercado aos diários. O seu objeto deverá ser o desporto em geral, com prioridade ao Benfica. Nenhum Benfiquista compraria os outros desportivos. Poderia constituir uma das alavancas necessárias à viragem.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail