A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/05/2011

Peço desculpa a Coutinho, Hagan e Simões

15/05/2011 + 3 Comentários
OPINIÃO
             
Foi um sábado muito negativo para o Benfica. É incompreensível o que se passa no nosso clube. Somos o Maior Clube do Mundo, os adeptos pagam (e bem) a gama variada de produtos da “Marca” e não ganhamos!? É preciso perceber que, por enquanto, o SLB ainda é um clube desportivo. Não é uma Fundação Filantrópica, Lúdica e Recreativa.

Depois de 2010/11, o Benfica já não é o único Campeão Português Invicto, mas foi-o desde 1972/73.Peço desculpa ao presidente da Direcção, Borges Coutinho, treinador Jimmy Hagan e capitão Simões, pelo facto do Benfica contemporâneo ter traído o Benfica de sempre.


Desculpa! Borges Coutinho (1921/1981)


Desculpa! Jimmy Hagan (1918/1998)


Desculpa! Simões (n. 1943)

Não deveria ser um adepto a pedir desculpa, mas sim o presidente (em nome dos dirigentes), o treinador (em nome dos técnicos) e o capitão (em nome dos futebolistas). Mas, eles ainda andam em festas e fantochadas a comemorar o título de 2009/10. Estão demasiado ocupados.

Degradante n.º 1
O sábado começou na noite de sexta-feira. Impensável a equipa de Basquetebol perder por 26 pontos de diferença. O nosso orçamento é superior (pouco, mas é!) ao do FC Porto. Depois de perdermos, em casa, na fase regular (25.ª jornada) por 29 pontos… agora foram 26! A nossa maior vitória, com o FC Porto, foi por 37 pontos (107-70), em 1973/74. Arriscamo-nos, neste final de 2010/11, a perder por mais pontos.  
Não somos um clube qualquer. Percebem.

Degradante n.º 2
Impensável a equipa de Futsal (o maior orçamento de sempre da modalidade, três vezes superior ao 2.º mais gastador e frente a um clube – GD Fundação Jorge Antunes - em manifesta dificuldades económicas) perder, por 1-3 com o 8.º classificado, neste momento a viver dos juniores, por dispensa dos futsalistas mais caros. INACREDITÁVEL. Resta-nos, vencer os dois jogos em casa. TODOS AO PAVILHÃO. Já no próximo sábado, 21, uma autêntica final. Qualquer deslize será fatal.
O Benfica somos todos nós.

Degradante n.º 3
Impensável a equipa de Futebol, na “Catedral”, depois de estar em vantagem por 3-1, empatar 3-3. O grande responsável foi o treinador Jorge Jesus. Com o resultado, em 3-2, e o Luisão expulso (Benfica reduzido a dez!), em vez de equilibrar a equipa coloca Nuno Gomes em campo. Grande inteligência, o nosso treinador. Que regalo! O que ficou na história – para sempre – é um empate a três golos, em casa, com a equipa da UD Leiria e uma diferença de 21 pontos para o 1.º classificado. Não é Nuno Gomes a jogar oito minutos. O Benfica não vive do Efémero, vive da Glória.
Profissionalismo. Exige-se ao “Glorioso”. Foi com ele (e muito amor dos Benfiquistas) que o SLB se fez grande.

Brilhante (e único)
O Hóquei em Patins cumpriu, eliminando (V 11-5) nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, o HC Carvalhos. Onde nós chegámos. Temos de destacar o facto, do plantel mais caro do hóquei em patins português, eliminar uma equipa a competir na II Divisão.
Onde nós chegámos. Qualquer vitória (ainda mais a eliminar) é sempre de destacar. Mas, do SL Benfica, termos “apenas” isto a alegrar-nos o sábado!? Onde nós chegámos!

Amanhã, há uma decisão e uma “meia-decisão”.

No Seixal (CFC), às 11.00 horas, última jornada do CN de Juvenis (futebol) na recepção ao FC Porto. Temos três pontos de vantagem, três golos (12/9 na diferença) e V 3-2, no Olival “Que Todos Nós Pagamos”. Vamos vencer o jogo e conquistar o título.

No Pavilhão n.º 2, às 17.00 horas, 1.ª mão das meias-finais da Taça Desafio (Challenge), frente ao RK Cimos Koper. Vamos vencer o jogo, pelo máximo de golos possível e encaminharmos a conquista do título.

Eu vou estar lá!

O Benfica somos todos nós. Então temos de ser TODOS a apoiar o Benfica. Em nossa casa – Estádio e pavilhões. Deixemos de pagar bilhetes para os outros viverem subservientes ao portismo. O FC Porto – e o portismo - que lhes pague!

Alberto Miguéns
3 comentários
comentários
  1. O Pior é que o Jorge Jesus para fazer o Gosto aos amigos ou os contrata para a Equipa sabendo que eles não têm categoria para jogarem, neste por enquanto grande clube ou os coloca a jogar quando deveria fazer contenção nas AMIZADES e olhar para a Equipa, para o Benfica e para os Sócios/Adeptos. Mais uma vez foi vergonhoso o que se passou na Catedral. Uns não jogam porque não querem, outros não jogam porque não sabem e os outros nem uma coisa nem outrae depois é o DEBOCHE TOTAL, só o Fabio Coentrão e mais dois ou três é que lutam. Jogo Miserável que deixou DEFRAUDADOS os 29084 Espectadores EU INCLUÍDO, que estavamos no Estádio da Luz. A continuar assim a época que se avizinha vai ser linda vai.

    ResponderEliminar
  2. com o estádio inteiro a gritar pelo Nuno Gomes (lembram-se, a alcunha dele há uns anitos era "Nulo Gomes", e agora já é o maior do mundo??) desde o início do jogo, o que queriam? É claro que num jogo normal o Jesus nunca (!) faria aquela substituição. mas os benfiquistas no estádio festejaram mais o momento em que o Nuno foi aquecer do que o (excelente) golo do Jara. se o homem não tivesse posto o Nuno em campo e, mesmo assim, tivessem empatado, caía o Carmo e a Trindade. assim, lá fez a vontade aos milhares de pessoas que foram ao estádio da luz. já agora, ninguém menciona o facto de que neste jogo fomos, mais uma vez, roubados? o Luisão faz duas faltas que não merecem amarelo, e leva.. dois amarelos. a fruta continua. vá continuem a assobiar o treinador, devem ter saudades do fernando santos. ou do quique. ou do koeman. ou dos 1001 outros que passaram sem fazer nada de jeito.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns e obrigado por lutar por reerguer um Benfica que está a ser sepultado por quem nos lidera.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail