A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

25/07/2017

O Benfica Necessita de Mais Um Plantel Sénior de Futebol

25/07/2017 + 9 Comentários API
COM A MEDIATIZAÇÃO EXACERBADA DO FUTEBOL FEMININO E O SPORTING CP A CANDIDATAR-SE A SUPER-EQUIPA.


O Benfica tem de organizar, o mais rápido possível, as condições para inscrever-se no Campeonato de Promoção (segundo escalão), em 2018/19. Cada época vai ser uma temporada perdida. Não convém dar avanço como no Futsal.

Os media estão ávidos pelo chamado «Futebol Feminino»
Como se as modalidades tivessem género. Na Selecção Nacional Feminina de Futebol (assim se escreve em bom português) qualquer golo que se marque põe os media em êxtase (clicar). Sem a noção da realidade. O Benfica tem de aproveitar enquanto é tempo. Depois a "febre" vai passar.

Uma das primeiras páginas mais "azeiteiras" na história da Imprensa portuguesa

A UEFA e a FIFA (e a FPF) dão muita importância às mulheres a jogar futebol
Percebe-se que é o politicamente correcto a funcionar. O Futebol vai mais atrasado que outros desportos na igualdade de género, por isso está em aceleração pois vai querer tornar igual as competições para homens e mulheres. As finais da Liga dos Campeões já coincidem no fim-de-semana e cidade.

E depois dos extras o essencial
O Benfica é neste momento (a par com a Associação Académica de Coimbra) o clube com maior coerência na valorização do desporto feminino com plantéis seniores. Além de outras modalidades com características mais individuais, há "Glorioso" em modalidades colectivas como o Basquetebol, Futsal, Hóquei em Patins, Pólo Aquático e Râguebi, todas a competir no primeiro escalão. Em Futsal e Hóquei em Patins o Benfica é o Campeão Nacional, em 2016/17. Além de ainda ter o segundo melhor palmarés nacional em Andebol, Ténis de Mesa (terceiro melhor) e Voleibol. Faz todo o sentido juntar um plantel de Futebol a este leque de modalidades e títulos.

Uma história de hegemonia
Se o Benfica não competir, o Sporting CP tem todas as condições para igualar os ciclos do Boavista FC e do SU 1.º Dezembro. É barato e dá títulos nacionais. Em 14 possibilidades, houve onze "dobradinhas"!!!!!!!!!!!(onze pontos de exclamação um por "dobradinha") 

Tanto "vale" uma Liga dos Campeões como uma Supertaça
Como é tradição em Portugal equiparar os títulos por atacado, está à vista o objectivo primordial sportinguista. "Vale" tanto um campeonato nacional masculino como feminino e estes tanto como uma Supertaça, que nem é uma competição. Não passa de um jogo, por isso nem título é! "Vale" tanto uma Taça CERS como uma Liga Europeia, masculina e feminina, ou uma Taça Challenge (Andebol e Voleibol), por exemplo. É tudo ao monte e fé na demagogia. Aliás no Benfica começa a fazer-se o mesmo...Rapar até ao fundo à procura de tudo o que é conquista. Já só falta dizer que somos Campeões Olímpicos ou que temos o título de vice-campeões (já ouvi na Benfica TV!). Eis a Sportinguização do "Glorioso".

LISTA DOS CLUBES VENCEDORES DAS DUAS COMPETIÇÕES NACIONAIS E DA SUPERTAÇA

Épocas
Campeonato Nacional
(30)
Taça de Portugal
(14)
Supertaça

(2)
1987/88
01. Boavista FC


1988/89
02. Boavista FC

1989/90
03. Boavista FC

1990/91
04. Boavista FC

1991/92
05. Boavista FC

1992/93
06. Boavista FC

1993/94
07. Boavista FC

1994/95
08. Boavista FC

1995/96
01. ADC Lobão

1996/97
09. Boavista FC

1997/98
01. Gatões FC

1998/99
02. Gatões FC

1999/00
01. SU 1.º Dezembro

2000/01
03. Gatões FC

2001/02
02. SU 1.º Dezembro

2002/03
03. SU 1.º Dezembro

2003/04
04. SU 1.º Dezembro
01. SU 1.º Dezembro

2004/05
05. SU 1.º Dezembro
01. SM Murtoense

2005/06
06. SU 1.º Dezembro
02. SU 1.º Dezembro

2006/07
07. SU 1.º Dezembro
03. SU 1.º Dezembro

2007/08
08. SU 1.º Dezembro
04. SU 1.º Dezembro

2008/09
09. SU 1.º Dezembro
01. Escola FC

2009/10
10. SU 1.º Dezembro
05. SU 1.º Dezembro

2010/11
11. SU 1.º Dezembro
06. SU 1.º Dezembro

2011/12
12. SU 1.º Dezembro
07. SU 1.º Dezembro

2012/13
01. CA Ouriense
01. Boavista FC

2013/14
02. CA Ouriense
01. CA Ouriense

2014/15
01. CF Benfica
01. CF Benfica

2015/16
02. CF Benfica
02. CF Benfica
01. CF Benfica
2016/17
01. Sporting CP
01. Sporting CP
01. Valadares Gaia FC



Totais
12. SU 1.º Dezembro
09. Boavista FC
03. Gatões FC
02. CA Ouriense
02. CF Benfica
01. ADC Lobão
01. Sporting CP
07. SU 1.º Dezembro
02. CF Benfica
01. SM Murtoense
01. Escola FC
01. Boavista FC
01. CA Ouriense
01. Sporting CP
01. CF Benfica
01. Valadares Gaia FC
NOTA: As cinco edições iniciais (1987/88 a 1991/92) como Taça Nacional; Épocas em destaque (a negro) com "dobradinhas".

Acorda Benfica

Alberto Miguéns
  
9 comentários
comentários
  1. Concordo! Este Campeonato Europeu que está em disputa e as transmissões televisivas permitem abrir os olhos a muita gente. O futebol feminino tem já níveis competitivos interessantes. O SL Benfica tem de encarar o assunto de frente. É preciso entrar, disputar e ganhar.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, o futebol Benfica já não está, de alguma maneira, ligado ao nosso clube? Se for o caso, teríamos uma excelente base. Saudações gloriosas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Micael Santos

      1. Se refere o Clube Futebol Benfica desengane-se. O seu presidente Domingos Estanislau (meu vizinho) é um sportinguista fanático, personalidade irascível e responsável pelo Núcleo de Benfica do Sporting CP (não sei se ainda é pois está traumatizado com a formação do plantel do seu SCP);

      2. O Clube Futebol Benfica é um emblema independente do SLB e com grande rivalidade durante décadas do "Glorioso" no Hóquei em Patins e no Hóquei em Campo;

      3. Aliás a reorganização do CFB em 1933 fez-se à custa da deserção de hoquistas do SL Benfica para esse clube, tais como Fernando Adrião e os irmão Olivério e Sidónio Serpa.

      Gloriosíssimas Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. NOTA: Aliás João Sousa quando conquistou um torneio ACP na Malásia, em 2013, teve grande destaque nas primeiras páginas dos jornais portugueses e uma recepção apoteótica no aeroporto Sá Carneiro.

      AM

      Eliminar
  3. Não existe qualquer tipo de mediatização exacerbada, falta de noção da realidade ou politicamente correcto. O que está acontecer é apenas previsível. E não se trata de uma febre, os meios de comunicação vão ter cada vez mais espaço para as equipas femininas, por várias razões. É essa a dinâmica que existe na Europa e um pouco por todo o mundo, e em Portugal está a ser igual, embora com uns anos de atraso, como é normal.

    O avanço já é praticamente igual ao que foi dado no futsal, o prazo para se fazer esse alerta expirou há algum tempo. Chegando à Liga em 19/20 são provavelmente 3 campeonatos de avanço, e tempo suficiente para montarem uma equipa incomparavelmente mais forte que a actual. Neste momento o cenário menos mau é que não se ultrapasse os 6 de avanço do futsal, o que já é um grande desafio.

    ResponderEliminar
  4. Concordo com o artigo, só discrepo é do foco: igualdade de gênero não é brincadeira ou "politicamente correcto". É uma simples questão de luta pela igualdade. E também é uma questão de fazer do Benfica o que sempre foi, um espaço de igualdade e participação. Neste sentido, quando uma tenista portuguesa consegue vencer a número 1 mundial no maior torneio do mundo, não vejo o que há de "azeteiro" neste tema - se fosse o João Sousa a vencer o Federer em Londres, os jornais fariam o mesmo e não haveria nenhuma suspeita de "azeteirismo". Bem ao contrário, acho que os nossos jornais não sabem valorizar o crescente ecletismo desportivo em Portugal. Ao ver as fracas assistências das modalidades encarnadas, lamento que haja também muito trabalho que fazer neste aspeto na nossa própria casa. No entanto, concordo com a necessidade do Benfica construir uma equipa feminina, e também acho que deveríamos, pouco a pouco e com projetos com base na formação, regressar ao andebol e voleibol em femininas, onde temos um registo ainda significativo!
    Saudações benfiquistas e parabéns para este excelente blogue!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Hervé

      O "azeiteiro" está relacionado com o facto da tenista adversária ter jogado lesionada como depois se pode ver/ler nas páginas interiores. Sharapova só não desistiu antes do jogo porque pensou que a adversária (Michelle Brito) era tão fraca que Sharapova mesmo lesionada conseguiria vencê-la e conseguir mais uns pontos para o "ranking".

      Obrigado

      Saudações Gloriosíssimas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  5. Não é por estar na moda. É porque faz sentido... Execute-se

    ResponderEliminar
  6. Defendo uma secção de feminina de futebol pela simples razão que um clube como o SL Benfica tem por dever criar as condições para o acesso à prática desportiva do máximo possível de praticantes.

    Considero no entanto que esta secção deve ter um processo de crescimento estruturado e que seja sustentado nos mesmos moldes do masculino, com escalões de formação.

    O Sport Lisboa e Benfica pode marcar a efectiva diferença no desporto nacional se defender uma politica desportiva inclusiva, que olhe para o Desporto como parte da formação integral do indivíduo. Esta linha orientadora, aplicada à nossa acção desportiva será o garante da defesa dos valores democráticos, inclusivos e progressistas que estiveram presentes nos melhores momentos do nosso clube e que hoje em dia, à força da secundarização perante o negócio do espectáculo desportivo, se vão perdendo.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail