A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

21/06/2013

Os Media Não Têm o Exclusivo da Tolice

21/06/2013 + 3 Comentários
O Prometido é Devido (outra vez), Mas... Mais De Um Ano Depois

Em 4 de Julho de 2012, há quase um ano, em resposta a um pedido de um leitor do EDB publicou-se um texto de opinião - mas com sustentação histórica -  acerca da trapalhada na contagem dos títulos - campeonato nacional e Taça de Portugal - no hóquei em patins. E prometeu-se voltar ao assunto, mostrando o que ocorreu não só nessa temporada de 1962/63, mas também antes (1961/62) e depois (1963/64 e 1964/65). E explicar porque não quiseram, à "última hora", dois clubes - Clube Infante de Sagres e Académico Futebol Clube - participar na edição de 1962/63. Utilizou-se a expressão "Os outros dois representantes, o Clube Infante de Sagres e o Académico FC (Porto) decidiram, em vésperas da primeira jornada, não participar. Porquê? Fica para depois… Mas é uma razão “deliciosa”!

Quem quiser informações "mais detalhadas" deverá ler esse texto, disponibilizado em 4 de Julho de 2012. 

Entretanto, como os leitores habituais do EDB sabem, compromissos vários ocuparam-me muito tempo, durante o último ano, inviabilizando a produção e publicação de mais um texto. Apesar de ter a recolha feita (dos "outros clubes" pois as do Benfica tinha eu!) e as digitalizações tiradas, nunca houve disponibilidade para digitar os resultados e compor o texto. Como o prometido é devido, hoje aqui fica este texto. "Antes tarde do que nunca", como indica o adágio popular.

Explicação (sumária) do “assunto” 

O número de campeonatos atribuídos ao Benfica, na modalidade de hóquei em patins, varia entre quem consulta a wikipédia e quem acompanha (ou estuda) a modalidade em Portugal desde que se começou a jogar em 1914, pelos Desportos de Benfica e Desportos Recreativos da Amadora, os primeiros clubes a praticar hóquei em patins em Portugal. Porque a Federação de Patinagem de Portugal em relação ao assunto responde (ou pelo menos tem respondido... nim!)

Versão correcta (para mim e não só…)
Nas temporadas de 1962/63 e 1963/64, com a conquista dos títulos, respectivamente por SL Benfica e CD Malhangalene, a competição foi um campeonato nacional, ainda que o troféu tenha a denominação de "Taça de Portugal". Porque não há diferenças - nos apuramentos e na forma de realização - entre essas duas temporadas e a anterior (1961/62) e a seguinte (1964/65).

Eis os resultados obtidos na temporada em que o SL Benfica se sagrou campeão nacional:

“Taça de Portugal”
1962/63




SL Benfica
AD Oeiras
Sporting CP
GD CUF
Barr.
AD Sanjoan.
CS Marítimo
SLB

2-2
2-1
3-1
4-1
5-0
ADO
2-2

0-0
4-0
3-2
5-2
SCP
3-3
0-1

3-1
5-3
5-0
CUF
2-6
3-4
4-4

5-2
7-3
ADS
1-2
3-4
0-4
2-5

3-2
CSM
0-9
2-3
0-7
1-4
3-4


Na temporada seguinte o campeonato nacional, também foi, "Taça de Portugal"
A (des)organização continuou na época seguinte, se bem que as críticas ao nome tenham aumentado. Um campeonato nacional designar-se por "Taça de Portugal"?! Só em... Portugal! Desta vez nem houve finalíssima, pois o 1.º classificado (CD Ferroviário de Lourenço Marques, de Moçambique) conseguiu três pontos de vantagem para o 2.º e 3.º classificados.

“Taça de Portugal”
1963/64




CD Malh.
SL Benfica
Sport. CP
GDS Cascais
C. Infante Sagres
E
Vig.
Sport
FC
Porto
C.
União Sportiva
CDM

1-2
3-2
3-2
4-2
8-1
6-1
6-0
SLB
2-2

3-1
1-3
2-2
5-5
3-2
2-0
SCP
2-3
3-2

0-2
3-0
4-0
2-0
4-2
GDSC
3-2
0-2
3-10

1-3
4-2
3-0
4-0
CIS
0-3
5-5
1-2
3-3

4-3
2-1
4-1
EVS
2-7
0-3
3-6
2-2
1-7

1-1
1-0
FCP
0-1
0-9
0-1
1-2
1-5
3-2

6-3
CUS
0-7
0-8
1-4
1-4
2-8
2-3
0-4



Como era antes (1961/62)
Se em 1962/63 entenderam designar o campeonato nacional por Taça de Portugal, houve alterações significativas que sustentassem essa mudança? Não! Nessa época anterior "à tolice" o campeonato decorreu como o da temporada seguinte já com "tolice"!

Campeonato nacional
1961/62




CD Ferr
SL Benfica
Acad
FC
Sporting
CP
AD Oeiras
C. Infante Sagres
AA Espinho
C.
União Sportiva
CDF

2-2
3-1
5-2
4-1
4-2
8-2
6-0
SLB
1-3

2-2
1-2
4-2
2-1
7-2
11-0
AFC
4-0
0-2

1-1
4-0
5-2
7-1
5-2
SCP
0-5
2-3
1-3

2-2
5-2
5-1
7-0
ADO
3-1
1-4
3-5
1-6

3-1
4-1
9-2
CIS
1-6
2-4
3-7
2-4
1-0

4-1
5-1
AAE
2-8
0-9
0-3
1-11
3-2
1-1

2-1
CUS
0-14
0-6
0-9
1-12
2-4
2-9
0-5



Como foi depois (1964/65)
Depois de duas épocas como "Taça de Portugal" o campeonato retomou a designação habitual e normal. Para trás ficaram dois anos de um "nome sem nexo". A Taça de Portugal (verdadeira) só teria início em...1975/76, doze temporadas depois! É obra!

Campeonato nacional
1964/65




GD CUF
AD Oeiras
CA
Cam.
Our.
SL Benfica
C. Infante
Sagres
FC Porto
AD Sanjoan
AD Valongo
CUF

2-1
4-1
2-2
2-1
1-0
6-1
3-2
ADO
2-4

5-5
2-1
6-3
2-2
5-1
8-2
CACO
4-3
2-4

4-3
5-0
6-1
11-2
13-2
SLB
1-2
3-4
4-4

6-1
3-1
5-1
3-3
CIS
2-4
0-1
4-2
2-3

2-0
2-0
1-0
FCP
3-1
5-2
0-0
2-0
1-2

3-6
2-0
ADS
2-5
0-1
2-6
0-3
2-3
3-2

2-1
ADV
1-2
3-7
1-3
2-4
2-11
1-0
1-3



Semelhanças entre estas quatro edições consecutivas
Fórmula e locais de disputa
Os campeonatos entre 1961/62 e 1964/65 - designados "Taça de Portugal" em 1962/63 e 1963/64 - tiveram sempre a mesma metodologia de disputa: Uma competição em 14 jornadas, cada uma com quatro jogos - seis jornadas com dois jogos no Sul e dois jogos no Norte, quatro jornadas só com jogos no Norte (as chamadas jornadas "Norte-Sul") e outras quatro jornadas com os jogos no Sul (as chamadas jornadas "Sul-Norte"). Em 1962/63, devido à desistência de dois clubes, a competição teve dez jornadas.

Método de Apuramento
O apuramento para a competição era feita em quatro zonas: três representantes da zona norte, três emblemas da zona sul, um das "Ilhas" (Açores/ Madeira) e um do "Ultramar" (Angola/ Moçambique).

Zona de Apuramento
CN
TP
TP
CN
1961/62
1962/63
1963/64
1964/65

Zona Norte
Clube
Infante
Sagres
Clube
Infante
Sagres     (1)
Clube
Infante
Sagres
Clube
Infante
Sagres
Académico FC Porto
Académico FC Porto (1)
FC Porto
FC Porto
AA Espinho
AD Sanjoanense
Estrela e Vigorosa Sport
AD Sanjoanense

Zona Sul
SL BENFICA
SL
BENFICA
SL BENFICA
SL
BENFICA
Sporting CP
Sporting CP
Sporting CP
GD CUF
AD Oeiras
AD Oeiras
GDS Cascais
AD Oeiras
Ilhas
CUS
Ponta Delgada
CS Marítimo
CUS Ponta Delgada
União FC Madeira (3)
Ultramar
CD Ferroviário Lourenço
Marques

(2)
CD Malhangalene
CD Malhangalene
(4)
NOTAS:
(1) Académico FC Porto e CIS recusaram participar porque não concordaram com o local da realização das jornadas no Norte, em São João da Madeira;
(2) Não foi possível, em tempo útil, apurar o representante do Ultramar (eliminatória entre os campeões de Angola e Moçambique (para substituí-lo foi escolhido o GD CUF);
(3) Esteve em Portugal (continente) mas regressou ao Funchal por não poder suportar os custos;
(4) Justificou a ausência por dificuldade em conseguir deslocar-se (para substituir este e o representante das Ilhas, foram escolhidos o CA Campo de Ourique e a AD Valongo)


O que é inacreditável?
Há muitas perplexidades para aceitar que a Federação de Patinagem de Portugal não se pronuncie sobre este "assunto" deixando ao critério de cada um estabelecer o que "lhe parece"! Sem conhecer o que realmente se passou!

1. Alguém acredita que seja possível interromper - durante duas temporadas - um campeonato nacional que é dos mais antigos de Portugal, com início em 1938/39, após 24 edições consecutivas?

2. Alguém acredita que seja possível realizar uma Taça de Portugal apenas duas temporadas (não realizando o campeonato nacional) interrompendo-a depois durante onze anos consecutivos, para retomá-la em 1975/76?

3. Alguém acredita que foi possível não realizar durante duas temporadas campeonatos nacionais entre clubes, onde competiam alguns dos melhores hoquistas da Europa e do Mundo, jogos necessários para seleccionar os jogadores para representar Portugal num dos melhores períodos da sua história?

4. Inventem o que quiserem, como quiserem, mas não façam de nós parvos!

Quem é que acredita nisto?! No que querem fazer crer que se passou em 1962/63 e 1963/64!?



ÉPOCAS
NACIONAIS
SELECÇÃO NACIONAL
CAMPEONATO NACIONAL
TAÇA DE PORTUGAL
CAMPEONATOS MUNDO (CM)
EUROPA (CE)
Campeão
Vencedor
Cp
Vencedor
POR
1925/26


CE
INGLATERRA

1926/27
CE
INGLATERRA

1927/28
CE
INGLATERRA

1928/29
CE
INGLATERRA

1929/30
CE
INGLATERRA

1930/31
CE
INGLATERRA

1931/32
CE
INGLATERRA
4.º
1932/33
--
Não se disputou
--
1933/34
CE
INGLATERRA
5.º
1934/35
--
Não se disputou
--
1935/36
CECM
INGLATERRA
3.º
1936/37
CE
INGLATERRA
3.º
1937/38
CE
INGLATERRA
4.º
1938/39
 Sporting CP
CECM
INGLATERRA
3.º
1939/40
  C Fut Benfica
--
Não se disputou
--
1940/41
  C Fut Benfica
--
Não se disputou
--
1941/42
CD Paço Arcos
--
Não se disputou
--
1942/43
  C Fut Benfica
--
Não se disputou
--
1943/44
CD Paço Arcos
--
Não se disputou
--
1944/45
CD Paço Arcos
--
Não se disputou
--
1945/46
CD Paço Arcos
--
Não se disputou
--
1946/47
CD Paço Arcos
CECM
PORTUGAL
1947/48
CD Paço Arcos
CECM
PORTUGAL
1948/49
HC Sintra
CECM
PORTUGAL
1949/50
HC Sintra
CECM
PORTUGAL
1950/51
SL Benfica
CECM
ESPANHA
2.º
1951/52
SL Benfica
CECM
PORTUGAL
1952/53
CD Paço Arcos
CECM
ITÁLIA
2.º
1953/54
CAC Ourique
CECM
ESPANHA
2.º
1954/55
CD Paço Arcos
CECM
ESPANHA
3.º
1955/56
SL Benfica
CECM
PORTUGAL
1956/57
SL Benfica
CE
ESPANHA
2.º
1957/58
HC Sintra
CM
PORTUGAL
1958/59
HC Sintra
CE
PORTUGAL
1959/60
SL Benfica
CM
PORTUGAL
1960/61
SL Benfica
CE
PORTUGAL
1961/62
C Ferr L Marques
CM
PORTUGAL
1962/63
Não se disputou
SL Benfica
CE
PORTUGAL
1963/64
Não se disputou
CD Malhangalene
CM
ESPANHA
2.º
1964/65
GD CUF (Barr.)
Não se disputou
CE
PORTUGAL
1965/66
SL Benfica
Não se disputou
CM
ESPANHA
2.º
1966/67
SL Benfica
Não se disputou
CE
PORTUGAL
1967/68
SL Benfica
Não se disputou
CM
PORTUGAL
1968/69
CD Lo. Marques
Não se disputou
CE
ESPANHA
2.º
1969/70
SL Benfica
Não se disputou
CM
ESPANHA
2.º
1970/71
CD Lo. Marques
Não se disputou
CE
PORTUGAL
1971/72
SL Benfica
Não se disputou
CM
ESPANHA
2.º
1972/73
CD Lo. Marques
Não se disputou
CE
PORTUGAL
1973/74
SL Benfica
Não se disputou
CM
PORTUGAL
1974/75
 Sporting CP
Não se disputou
CE
PORTUGAL
1975/76
 Sporting CP
 Sporting CP
CM
ESPANHA
3.º
1976/77
 Sporting CP
 Sporting CP
CE
PORTUGAL
1977/78
 Sporting CP
SL Benfica
CM
ARGENTINA
3.º
1978/79
SL Benfica
SL Benfica
CE
ESPANHA
2.º
1979/80
SL Benfica
SL Benfica
CM
ESPANHA
3.º
1980/81
SL Benfica
SL Benfica
CE
ESPANHA
2.º
1981/82
 Sporting CP
SL Benfica
CM
PORTUGAL
1982/83
 FC Porto
FC Porto
CE
ESPANHA
2.º
1983/84
 FC Porto
  Sporting CP
CM
ARGENTINA
3.º
1984/85
 FC Porto
FC Porto
CE
ESPANHA
3.º
1985/86
 FC Porto
FC Porto
CM
ITÁLIA
3.º
1986/87
 FC Porto
FC Porto
CE
PORTUGAL
1987/88
 Sporting CP
FC Porto
CM
ITÁLIA
3.º
1988/89
 FC Porto
FC Porto
CE
ESPANHA
2.º
1989/90
 FC Porto
  Sporting CP
CE
ITÁLIA
3.º
1990/91
 FC Porto
SL Benfica
CM
PORTUGAL
1991/92
SL Benfica
  ÓC Barcelos
CE
PORTUGAL
1992/93
 ÓC Barcelos
  ÓC Barcelos
CM
PORTUGAL
1993/94
SL Benfica
SL Benfica
CE
PORTUGAL
1994/95
SL Benfica
SL Benfica
CM
ARGENTINA
2.º
1995/96
 ÓC Barcelos
FC Porto
CE
PORTUGAL
1996/97
SL Benfica
UD Oliveirense
CM
ITÁLIA
4.º
1997/98
SL Benfica
FC Porto
CE
PORTUGAL
1998/99
 FC Porto
FC Porto
CM
ARGENTINA
3.º
1999/00
 FC Porto
SL Benfica
CE
ESPANHA
2.º
2000/01
 ÓC Barcelos
SL Benfica
CM
ESPANHA
4.º
2001/02
 FC Porto
SL Benfica
CE
ESPANHA
2.º
2002/03
 FC Porto
  ÓC Barcelos
CM
PORTUGAL
2003/04
 FC Porto
  ÓC Barcelos
CE
ESPANHA
3.º
2004/05
 FC Porto
FC Porto
CM
ESPANHA
3.º
2005/06
 FC Porto
FC Porto
CE
ESPANHA
3.º
2006/07
 FC Porto
H Ac Cambra
CM
ESPANHA
6.º
2007/08
 FC Porto
FC Porto
CE
ESPANHA
2.º
2008/09
 FC Porto
FC Porto
CM
ESPANHA
3.º
2009/10
 FC Porto
SL Benfica
CE
ESPANHA
2.º
2010/11
 FC Porto
UD Oliveirense
CM
ESPANHA
3.º
2011/12
SL Benfica
UD Oliveirense
CE
ESPANHA
2.º
2012/13
 FC Porto

CM



 SL Benfica
21
FC Porto
13
PORTUGAL
CM
CE
15
20

 FC Porto
21
 SL Benfica
13
ESPANHA
CM
CE
15
16

 CD Paço Arcos
  8
 Sporting CP
  4
INGLATERRA
CM
CE
2
12

 Sporting CP
  7
 ÓC Barcelos
 4
 ITÁLIA
CM
CE
4
2

 HC Sintra
  4
  UD Oliveirense
 3
 ARGENTINA
CM
4

  C Futebol
    Benfica
  3
  CD Malhangalene
  1




 CD Lo Marques
  3
  H Ac Cambra
  1



 ÓC Barcelos
  3
(39)




 CAC Ourique
  1





   C Ferroviário
    L. Marques
  1





 GD CUF Barrei.
  1





(73)
















Alberto Miguéns

NOTA: Não sei se os resultados das matrizes de resultados (construída por mim) coincidem com os das tabelas classificativas, pois há sempre (ainda hoje é assim, falta de rigor na imprensa) diferenças entre vários jornais. Os do Benfica estão porque confirmei, os outros estarão ou não! Para o Benfica consultei, pelo menos três publicações diferenciadas (se não houvesse coincidência, consultava mais publicações, até ter margem significativa de certeza). Para os "outros clubes" apenas consultei o "Diário Popular" que por ser vespertino podia acompanhar, devidamente e diariamente, as duplas jornadas nalguns dias (manhã e noite). Mas o importante é perceber, que foram campeonatos, daí as digitalizações de jornais da época, que servem como prova!

Número total de títulos de campeão nacional do SLB:

22



Número total de títulos na Taça de Portugal do SLB:

12


3 comentários
comentários
  1. CARREGAAAAAA Miguéns !!!

    NUNCA deixes de 'desmascarar' essa gentalha!

    ResponderEliminar
  2. O sr Alberto Miguéns mas aqui:

    http://www.slbenfica.pt/pt-pt/homehóquei/palmarés.aspx

    do S.L.Benfica tem isto ....

    [ 21 Campeonato Nacional ] xxxxxx [ 13 Taça de Portugal]


    ResponderEliminar
  3. Muito obrigado pelo esclarecimento caro Alberto. Ainda hoje não acredito como a FPP fica calada sobre isto, é clamoroso. Mas a escumalha que lá anda não está alheia de um certo clube...

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail