A Competição Mais Parva do Mundo - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

09/10/2018

A Competição Mais Parva do Mundo

09/10/2018 + 1 Comentários
TRANSFORMARAM A TAÇA DE PORTUGAL NUM ANACRONISMO HISTÓRICO. EM NOME E APURAMENTOS.


Só os pacóvios que mandam na Federação Portuguesa de futebol - que não gostam do Futebol - se podiam lembrar no século XXI recolocar em prova numa competição a eliminar clubes que já foram eliminados.

O estrangulamento da Taça de Portugal ocorre na segunda eliminatória
Nada de novo pois é assim desde a criação das "Equipas B" que estão impedidas de participar na competição sabendo-se que a 3.ª eliminatória correspondendo aos 32-avos-de-final tem de ter 64 clubes para apurar 32 para os dezasseis-avos-de-final. Ora, de época para época o número de participantes do segundo escalão é variável. Em 2018/19 há quatro Equipas B (SL Benfica, SC Braga, FC Porto e Vitória SC) impedidas de participar por isso são 14 os clubes do segundo escalão.


Os inteligentes da FPF inventaram
Que o melhor é viciar a competição a eliminar "repescando" 22 eliminados para emparelharem com os 56 vencedores da primeira eliminatória juntando-se aos 14 clubes do segundo escalão: 56 + 22 + 14 = 92. Assim lá arranjam os 46 clubes que juntando-se aos 18 clubes do primeiro escalão completam os 64 de onde sairão os 32 clubes para a 4.ª eliminatória (1/16-de-final).


Seria muito mais honesto (significado que na FPF é do domínio do oculto)
Colocar mais clubes dos campeonatos distritais na primeira eliminatória de modo a ter os 78 clubes necessários para juntando-se aos 14 do segundo escalão atingir os tais 92 para serem apurados 46 a seguir para a eliminatória de estreia dos 18 clubes da Liga NOS. Fácil. O melhor é desvirtuar o sentido da competição. O clube que foi eliminado, eliminado está!

Olhem-me para isto
Derrotas, algumas expressivas, que depois são anulados por um qualquer sorteio que escolhe 22 dos 56 eliminados para continuarem em competição.

AFASTADOS NA 1.ª ELIMINATÓRIA DEPOIS REPESCADOS
Sertanense FC
V 2-0
A. Beneditense CD
SC Ideal
D 0-2
Real SC
União Sport Clube
D 1-2
CF Vasco Gama
AD Limianos
V 4-0
SC Valenciano
GD Joane
D 0-2
AD Fafe
Lusitano FC Vildemoinhos
D 2-4
SC Beira-Mar
CDC Montalegre
D 2-3
J. Pedras Salgadas
GD Vila de Silgueiros
D 0-2
GD Gafanha
SCM Aljustrelense
E 0-0
Vgp 3-2
CD Praia Milfontes
ARC Oleiros
V 2-0
CD Fátima
FC Felgueiras 1932
V 9-0
Vila Flor SC
SC Maria Fonte
V 4-0
GD Mirandês
Gondomar SC
V 2-0
Leça FC
UD Vilafranquense
E 0-0
Dgp 2-4
Caldas SC
Valadares Gaia FC
E 0-0
Vgp 4-2
USC Paredes
SC Lourinhanense
D 1-2
GD Peniche
GS Loures
V 6-1
CD Portalegrense 1925
Amora FC
V 3-2
Louletano DC
SC Coimbrões
D 0-2
SC Rio Tinto
SG Sacavenense
V 2-1
FC Alverca
GRA Paz
V 2-0
CD Torres Novas
CD Pinhalnovense
V 5-0
FC Vale Formoso

Lá vão eles cantando e rindo
Sobrevivendo numa competição, a eliminar, na qual já perderam e pondo-se a jeito - se os sorteios não forem viciados - de voltarem a encontrar-se dois adversários que já o foram na primeira eliminatória. Eis o "Futeluso" no seu melhor!

22 REPESCADOS NA  2.ª ELIMINATÓRIA *
* A vermelho os oito clubes que passaram à 3.ª eliminatória depois de eliminados na 1.ª eliminatória
A. Beneditense CD
D 0-3
CF "Os Armacenenses"
AD Fafe
V 1-0
SC Ideal
GRA Paz
D 2-4
União Sport Clube
CD Praia Milfontes
D 2-5
SC Valenciano
FC Felgueiras 1932
V 2-0
GD Joane
FC Oliveira do Hospital
E 1-1
Dgp 4-6
Lusitano FC Vildemoinhos
GD Peniche
D 1-3
CDC Montalegre
GD Vila de Silgueiros
D 0-2
SC Angrense
CD Fátima
V 1-0
UD Oliveirense
Vila Flor SC
D 0-5
Amarante FC
GD Mirandês
D 2-3
SC Coimbrões
Leça FC
D 0-3
Leixões SC
União FCI Tomar
D 0-3
UD Vilafranquense
Silves FC
V 2-1
USC Paredes
CD Santa Iria
V 3-1
SC Lourinhanense
CD Portalegrense 1925
D 0-3
SC Farense
Valadares Gaia FC
D 0-1
Louletano DC
FC Alverca
D 0-3
CAF Viseu
CD Torres Novas
D 0-4
SC Maria Fonte
FC Vale Formoso
D 0-3
UD Leiria

NOTAS FINAIS

1. Num país com tão poucos clubes até fazia sentido as primeiras eliminatórias estarem reservadas a todos os emblemas existentes em Portugal de modo a servirem para apurar os 85 clubes dos campeonatos distritais que se juntariam aos 71 de terceiro escalão (Campeonato de Portugal). Esta temporada a primeira eliminatória - dividida (e bem) em oito séries regionais - jogou-se em 9 de Setembro, por isso havia "mais do que tempo" para as fazer entre meados de Agosto e início de Setembro. Aliás denominar o terceiro escalão como Campeonato de Portugal é só por si um desrespeito pela História do Futebol português;  

2. Na Benfica Futebol SAD ninguém se interessa por isto. Aliás para muitos nem há futebolistas. Há sacos de dinheiro!

Também o que esperar
De alguém que devia estar preso por ter sido cúmplice da viciação de resultados e classificações no «Apito Dourado». Talvez seja ele, que vive e faz viver a FPF para o seu "amigo" Ronaldo e companheiros de jogo (selecção nacional) que tem as cuecas da americana do Cristiano!




É preciso ter muita pachorra!

Alberto Miguéns

1 comentários
comentários facebook
  1. só mesmo de uma republica das bananas nem em países do 3°mundo se ve coisas destas, e equipas b nao é exclusivo português, o que é exclusivo português é Chico-espertiçes destas.
    E PLURIBUS UNUM.

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue