Venha a Juventus FC - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

28/07/2018

Venha a Juventus FC

28/07/2018 + 5 Comentários
O "GLORIOSO" NÃO DEFRONTA O MAIOR EMBLEMA ITALIANO DESDE 2014. 

E não vai a Harrisson desde 27 de Julho de 2015, fez ontem três anos numa derrota (1-2) frente ao Red Bull Nova Iorque. 

A matriz primacial na génese do Benfica é ser Glorioso
Ao Benfica exige-se sempre que prepare qualquer jogo para vencer. No final deste logo se saberá se foi por "negligências várias e responsabilidades próprias" ou por impossibilidade natural que houve um adversário mais forte. Se o Benfica não ousasse tentar ser o melhor em campo nunca tinha sido Campeão Europeu nem obtido alguns dos mais extraordinários resultados nos quatro cantos do Mundo em 115 temporadas.

Ainda numa fase embrionária da temporada
Aposto no seguinte onze.



Começa-se a perceber quem estará do primeiro jogo frente ao Fenerbahçe SK em 7 de Agosto
O plantel vai fazendo o seu caminho.

          ASSIM VAI O PLANTEL DE 29 GLORIOSOS
NOTAS: Minutos jogados; TitularSuplente utilizado; Suplente utilizado substituído;  Suplente não utilizado; L - Lesionado; F* - Regresso de férias; F - Férias; A – Assistências para goloG – Golos

Há 50 anos assinalados em 9 de Maio de 2018
Jogou-se o primeiro Benfica frente à Juventus FC (Turim). Para as meias-finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus. Depois desta estreia hoje, pelas 18:00 horas será o nono encontro. Venha ele que é bem-vindo!

     JOGOS COM A JUVENTUS FC
Época
Competição
Res.
Cidade
 Estádio
S
Marcadores
(minutos)

1967/68
Taça Clubes
Campeões
Europeus
V 2-0
Lisboa
Luz
C
(63) José Torres
(69) Eusébio
V 1-0
Turim
Comunale
F
(68) Eusébio

1992/93

Taça UEFA
V 2-1
Lisboa
Luz
C
 (12) (76)
Vítor Paneira 
D 0-3
Turim
Alpes
F
---------------
2005/06
Particular
D 0-2
Lisboa
SLB
C
----------------
2012/13
Particular
E 1-1
Genebra
Est. Genebra
N
(87) Cardozo

2013/14

Liga Europa
V 2-1
Lisboa
SLB
C
(02) Garay
(84) Lima
E 0-0
Turim
Juventus Arena
F
---------------
2018/19
  Torneio "Taça
  Internacional
  Campeões"
?
Harrisson
Nova Jérsia
EUA

Arena "Red Bull"

N
?

A culminar uma campanha extraordinária
Meias-finais com duas vitórias em dois jogos. Seis dias de diferença o mesmo onze. E que onze! Na primeira mão na «Saudosa Catedral» foram dois-a-zero. Em Turim chegou um golo de Eusébio que para quem o viu diz ter sido um dos melhores golos alguma vez marcados. Já se escreveu neste blogue acerca do golo em 3 de Fevereiro de 2015: O Golo Perdido de Eusébio (clicar). Seguir-se-ia a final,  em Wembley (Londres), naqueles tempos de pouca mobilidade, praticamente em casa, do Manchester United FC. 



Nos anos 90 mais dois jogos de excelência
Na segunda mão soou o alarme. A Juventus FC é poderosa dentro e fora de campo.



Já no século XXI um jogo particular
Em 6 de Agosto de 2005 num jogo desastrado o "Glorioso" sofre uma derrota na "Catedral". Ao oitavo encontro de 2005/06 o campeão nacional fez a segunda apresentação aos seus adeptos 8a primeira foi com o Chelsea FC), depois de jogos na Suíça (2), Lisboa, Albufeira, Barreiro, Guimarães e Estoril.




E na segunda década deste século um encontro na Suíça
Em 1 de Agosto de 2013 o Benfica desloca-se a Genebra para empatar a um golo com a equipa do clube de Turim. Foi o oitavo encontro - num regresso à Suíça - depois de jogos da Suíça (em Sion), Luxemburgo, França, Polónia (2), Lisboa (V 5-2 frente ao Real Madrid CF) e Barcelos.



Mais umas meias-finais
Em 2013/14, para a Liga Europa, a culminar uma fase a eliminar exemplar o Benfica elimina em Turim o clube que disponibilizou o estádio para a final e depois nesta o Betoteiro do Sevilha FC foi mais forte.



Eis que se chega aos EUA para a competição da moda
Nas últimas pré-temporadas. Um torneio que para movimentar 18 clubes a três jogos não permite que joguem "todos-contra-todos". Depois do BV Borussia 09 (Dortmund) chega de Turim a poderosa Juventus FC. É para ganhar.

Carrega Benfica

Alberto Miguéns


NOTA (acerca de Paulo Sousa): Foi na eliminatória frente à Juventus FC, em 1992/93, que os dirigentes do clube de Turim se interessaram pela contratação do futebolista no final da temporada permitindo o «normal funcionamento da tesouraria do "Glorioso"». Só que no final desta, Paulo Sousa aproveitou a proposta de Sousa Cintra para passar uma temporada no Sporting CP, ser Campeão Nacional e transferir-se com maior benefício (recebendo o SCP menos do que estava a ser negociado pelo Benfica e o futebolista...mais). Felizmente tudo lhes saiu ao contrário excepto a Paulo Sousa que lá foi atafulhar-se de liras para Turim mas vendo (tal como Pacheco) o Benfica sagrar-se Campeão Nacional). No jogo dos 3-6 (em Alvalade) o maior "enterra" do SCP até foi Pacheco que com aquela sua habitual passividade exibida nos anos 90 foi uma "auto-estrada" quando entrou depois do intervalo. 

5 comentários
comentários
  1. Caro Alberto
    O seu “onze” não terá 12?
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Daniel Duarte

      Era mesmo à "medida". Infelizmente não pode ser. Mas Jonas naquele onze encaixava bem!

      Obrigado

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  2. Senhor Alberto Minguéns, com o máximo respeito e admiração pelo seu benfiquismo, permita-me referir-lhe que a equipa que indica acima como sua aposta de onze para o jogo de hoje com a Juventus tem 12 jogadores. Não pretendo, de modo nenhum, que publique esta nota, pois não se trata de qualquer comentário. Um abraço e saudações Benfiquistas. Jorge Gonçalves, sócio 15051

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Gonçalves Jorge

      Agradeço sempre essas chamadas de atenção. E claro que merece a publicação pois ajuda a compreender o erro. Até porque isso revela muitas das dúvidas que como adepto tenho. é preciso ter um meio-campo que proteja mais as laterais da defesa e o guarda-redes mas alguém que tenha capacidade de fazer chegar a bola ao ponta-de-lança em condições de ser letal. É aqui que entra Jonas. O "problema" é que o Benfica só pode jogar com onze.

      Vamos ver/perceber como Rui Vitória vai resolver esta situação.

      Gloriosas Saudações com um enorme obrigado

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Um clássico com muita história e com saldo positivo para o SLB. Esperemos que tenhamos mais um capítulo positivo mesmo que seja para um amigável. Importante continuar o crescimento colectivo e tornar o mais sólida possível a nossa capacidade competitiva.

    (sobre Paulo Sousa) não me lembrava de que existiam contactos da Juventus com a Direcção do SLB. Paulo Sousa sempre foi individualista e calculista. É pena que virtudes desportivas tenham esbarrado naquele carácter. Nesse aspecto terá sido o capítulo mais infeliz que me lembro de um jogador formado no nosso Clube. Gente daquela deixa um rasto de indiferença ou desdém. Sobre o famoso 6-3 tenho ideia que foi realmente a entrada de Pacheco e a saída de Palo Torres que abriram a auto-estrada. Erro táctico brutal e decisivo de Carlos Queirós, um treinador que aprecio nunca ter treinado no SLB. Aquelas cavalgadas de Paneira nem sempre são lembradas mas foram decisivas para o avolumar do resultado. JVP, Izaías e Paneira foram fantásticos. E numa dessas cavalgadas a ironia de Paneira ter passado com classe por Paulo Sousa. Sousa era esperto a jogar, era uma das suas virtudes. Percebeu o buraco mas não teve pernas para o Glorioso Paneira. e lá foi ele gerir as lesões e as liras e os marcos lá para onde ganhou títulos a jogar pouco e a lucrar bem. Que nunca volte e que nunca o deixem voltar.

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue