05/01/2018 - 06/01/2018 - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

31/05/2018

No Benfica Não Se Escolhe...Exclui-se

31/05/2018 + 5 Comentários API
FAZER UM ONZE EM 114 TEMPORADAS PARA UM CLUBE QUE EM 1909/10 JÁ ERA O MELHOR EM PORTUGAL?


Simplificando à «americana» onde há "topes" para tudo e mais alguma coisa e nem pensar em semelhanças (igualdades) pode excluir-se quase tudo, ou talvez, considerar que o Benfica nasceu para a grandeza como Campeão Europeu. Mas em 1961 já o "Glorioso" levava quase 60 anos a mostrar, em Portugal, na Europa e Mundo (África (1950) e América do Sul, em 1955 e 1957) alguns dos melhores futebolistas do Planeta.



Não há dificuldade em escolher um onze! Nenhuma!
Vamos lá colocar um por lugar ainda que tenham nomes complexos.

Guarda-redes
Francisco Vieira Martins Costa Pereira Bento


Defesa-direito
António Pinho Gaspar Pinto Jacinto Marques Pietra


Defesa-central-direito
Francisco Moreira Caiado Humberto Coelho Mozer

Defesa-central-esquerdo
Francisco Albino Félix Germano Ricardo Gomes


Defesa-esquerdo
Gustavo Teixeira Ângelo Cruz Adolfo

Médio-direito
Herculano Santos Arsénio Jaime Graça João Pinto


Médio-centro
Mário Coluna Eusébio Toni Sheu

Médio-esquerdo
Artur José Pereira Vítor Hugo Francisco Ferreira Cavém

Avançado-direito
Álvaro Gaspar Jesus Crespo José Augusto Néné

Avançado-centro
Vítor Silva Guilherme Espírito Santo Águas Torres

Avançado-esquerdo
Alfredo Valadas Rogério Simões Chalana

Escolher onze em 114 épocas?
Nem um onze por cada década!

Carrega Benfica

Alberto Miguéns

Ler Mais ►
30/05/2018

Mentir Neste Blogue?! Alto e Pára o Baile!

30/05/2018 + 27 Comentários API
ADIEI PARA AMANHÃ O TEXTO PREVISTO PARA HOJE POIS PARA RESPONDER A UM ANÓNIMO SPORTINGUISTA TENHO QUE UTILIZAR DIGITALIZAÇÕES.


Aí vão os nossos "antepassados-adeptos" a caminho do Campo 28 de Maio!


A resposta aos cinco pontos pode ser vista/lida no final do texto acerca do 28 de Maio. Agora no ponto 5 o leitor sportinguista deste blogue foi longe de mais acusando-me de mentir. Eis a troca de perguntas/insinuações e resposta. Depois segue-se a justificação.


Como se vê, na página 3, do jornal "Os Sports" de 25 de Outubro de 1935
Em 27 de Outubro de 1935 (época 1935/36) o Sporting CP recebeu o Carcavelinhos FC no «Campo Grande». Há dúvidas?

Clicar em cima da imagem para melhor visualização

Como se vê, na página 5, do jornal "Os Sports" de 8 de Janeiro de 1937
Em 10 de Janeiro de 1937 (época 1936/37) o Sporting CP recebeu a equipa da Associação Académica de Coimbra no «Campo 28 de Maio». Há dúvidas?

Clicar em cima da imagem para melhor visualização


Estádio do Campo Grande inaugurado em 5 de Outubro de 1941 numa vitória, por 3-2, sobre o Sporting CP 
O "Glorioso" reabilita um campo abandonado pelo Sporting CP, em 1939, quando aluga, em 1937, o estádio do Lumiar, acaba com a designação "28 de Maio" e regressa ao «Campo Grande» como está explicito na primeira página do jornal "Os Sports" em 7 de Outubro de 1941. A data do dia 5 de Outubro, em 1941 (ainda com muitos veteranos da República vivos) era problemática para o Estado Novo pois os partidários da I República aproveitavam para questionar o situacionismo colocando flores na campa dos assassinos - Manuel Buíça e Alfredo Costa - do Regicídio, no cemitério do Alto de São João e depositar flores no monumento a António José de Almeida em frente à entrada principal do Instituto Superior Técnico. Era o chamado Dia do Reviralho.


Clicar em cima da imagem para melhor visualização

Como se vê, na página 2, do jornal "Os Sports" de 10 de Outubro de 1941
Em 12 de Outubro de 1941 (época 1941/42, a primeira no novo estádio do SLB) o Benfica recebeu o Carcavelinhos FC no «Campo Grande». De novo Campo Grande! Há dúvidas?

Clicar em cima da imagem para melhor visualização

Este blogue é tão transparente como o Clube que o inspira!

Alberto Miguéns

NOTA: Não quer dizer que não possam existir incorrecções em alguns textos deste blogue. Mas nunca será intencional. Será por que é um blogue (amador) por isso "feito" nos tempos livres! 

Ler Mais ►
29/05/2018

Colheita 1948

29/05/2018 + 1 Comentários API
DOIS GLORIOSOS FUTEBOLISTAS. UM MUITO ESQUECIDO E OUTRO MUITO LEMBRADO.



AMBOS COMPLETAM 70 ANOS EM 2018*

Alberto Miguéns

NOTA: Bento ficou pelos 58 anos, em 1 de Março de 2007 
Ler Mais ►
28/05/2018

Os Saudosos de há 92 Anos e os Aproveitadores

28/05/2018 + 8 Comentários API
DEPOIS DO 28 DE MAIO DE 1926 UNS APROVEITARAM PARA CONSTRUIR ESTÁDIOS E O BENFICA PARA INAUGURÁ-LOS!


Gomes da Costa e a sua tropa leal entra garbosamente em Lisboa (vindo de Braga) em cima de um cavalo mas, claro, que de Braga chegou a Lisboa de automóvel. Com amplo apoio popular tal o descalabro financeiro, politico e social da I República que se envolveu de escândalo em escândalo até ao seu final sem honra nem glória. O pior viria depois quando em vez de organizar o País (e conseguiram) as forças do 28 de Maio decidiram que o País era delas e não de todos os portugueses. Não gostavam daquilo que se chama Democracia. Mas isso agora não é para aqui chamado. Vamos ao que interessa.


Com uma política de Obras  Públicas consistente
Logo começaram, um pouco por todo o País, a aproveitar-se do facto de 28 de Maio ser dia histórico, embora seja dito que só foi feriado duas vezes, em 1927 e 1936 (décimo aniversário). Em 1950 foi domingo e em Braga inaugurava-se o segundo estádio nacional (depois do 10 de Junho de 1944 no Vale do Jamor). E o Benfica foi convidado, vencendo o Sporting CP, por 3-2 (clicar para crónica no Diário de Lisboa). Um "bom ensaio" para a Taça Latina pois o onze utilizado foi o mesmo!


Foi só pedir
Em 1952, numa quarta-feira, integrado nas comemorações, a Norte, do 26.º aniversário da «Revolução de Maio» coube ao FC Porto agradecer ao Estado Novo as benesses para a aquisição de terrenos e contribuição para erguer um estádio. Lá foi o Benfica chamado. Oito-a-dois foi o Glorioso Resultado (clicar para a crónica do Diário de Lisboa). O "Glorioso" que tinha estado na inauguração, em 1913, do campo da Constituição estava na do novo estádio portista. No 1.º de Dezembro de 1954 o FC Porto retribuiria a inauguração da"Saudosa Catedral". O Benfica recusou sempre o 28 de Maio para inaugurar estádios. Em 1941, foi escolhido o 5 de Outubro, para inaugurar o Campo Grande retirando, mesmo, a designação que o Sporting CP dera a este estádio, designando-o "28 de Maio" entre 1936 e 1939! 



Mas muito antes de 1952 já o FC Porto se aproveitara da «Revolução de Maio» de 1926
À socapa, tendo em conta a informação pública desses tempos, os dirigentes do FCP tendo excelentes relações com alguns dos militares e civis que estiveram na implantação da Ditadura Militar, conseguiram uma golpada notável: ser Instituição de Utilidade Pública, menos de dois anos depois do «28 de Maio», quando tal distinção estava reservada - por significar isenções fiscais e benesses na educação - a instituições beneméritas como, por exemplo, a Cruz Vermelha Portuguesa e a Cáritas.


Depois de Cândido de Oliveira ser treinador do FC Porto em 1952/53 e 1953/54
Quando chegou a Lisboa, desligado do FC Porto, começou a divulgar que os clubes estavam em desvantagem (hoje seria designado, concorrência desleal) perante o FC Porto que era Instituição de Utilidade Pública (IUP) com todos os benefícios daí decorrentes. Finalmente, mais de 32 anos depois do FCP, o Governo da Nação decidiu conceder a IUP a cinco clubes de Lisboa, entre eles o Glorioso Sport Lisboa e Benfica!


E continuou...
Mesmo com tantas benesses a nível financeiro ainda tiveram que conseguir do MOP, eng.º Frederico Ulrich uma "cunha" para desbloquear terrenos através da CM Porto que expropriou terrenos privados e financiamento para fazer o estádio. O SLB em 1952/1954 teve que andar de leilão em leilão, mealheiros gigantes, campanhas e "enchadadas" a um escudo ou o que pudessem dar entre associados e simpatizantes Benfiquistas.



Assim se fez um FC Porto ainda maior (poupando no betão) para gastar no Futebol! E ainda "cospem na sopinha" do 28 de Maio de 1926!


Alberto Miguéns


Ler Mais ►

Esta Federação de Andebol Devia Ser Aquática

+ 0 Comentários API
POIS METE «ÁGUA» EM EXCESSO E COM FREQUÊNCIA NAS ESTATÍSTICAS.


Desta vez foi a viciar os marcadores numa final da Taça de Portugal. Eu já esperava daí ter feito uma NOTA2 no texto publicado pela meia-noite de hoje e que retirado desse texto (como ficou prometido) foi transferido para este como memória futura.

Davide Carvalho marcou oito (e não nove) golos e Belone Moreira facturou cinco (e não quatro).

Felizmente que na actualidade existem gravações e que estas podem ser vistas e revistas com rapidez. Abençoada tecnologia que permite reduzir mais de duas horas em vinte minutos caçando apenas os Golo-riosos. Para fazer uma cábula para a Federação, em cima, estão os dois Gloriosos Andebolistas, embora seja difícil confundir o n.º 11 com o n.º 3, para os responsáveis da Federação de Andebol não repetir os erros que vai continuar a fazer...


Copiado e retirado do texto: Obrigado! Querido! Benfica!
NOTA2: Os marcadores dos golos da final correspondem à ficha oficial (clicar) fornecida pela FP Andebol. Estando com mais atenção ao jogo que à estatística carece de confirmação, ou seja, terei de rever o jogo pois até fiquei com a ideia que Davide Carvalho marcou oito golos e Belone Moreira fez cinco. Os erros nas fichas oficiais são recorrentes. Depois de revisto o jogo - e ratificados ou rectificados os marcadores dos golos - esta nota será retirada do texto.



Glorioso! Sempre!


Alberto Miguéns


Ler Mais ►

Obrigado! Querido! Benfica!

+ 2 Comentários API
GRANDE CONQUISTA NA TAÇA DE PORTUGAL EM ANDEBOL FRENTE AO SPORTING CP.


O Bicampeão Nacional, 2016/17 e 2017/18, não teve argumentos frente a um plantel unido e determinado superiormente orientado pelo melhor treinador português, Carlos Resende. Ter bons treinadores - e como é difícil acertar nos bons entre tantos que são apenas suficientes - faz sempre a diferença entre plantéis tão desiguais em termos orçamentais. Afinal como na Sagrada Bíblia ainda há «Davides a derrotar Golias»! 



Uma caminhada auspiciosa
Com vários heróis como marcadores: André Alves com sete golos nos dezasseis-avos-de-final; Davide Carvalho com dez tentos ao ADC Benavente; Nuno Grilo com seis golos nos quartos-de-final; Belone Moreira com oito golos ao FC Gaia; e Davide Carvalho a brilhar com oito tentos na final.


Meias-finais frente a um clube do escalão secundário
Podia justificar-se que o Benfica eliminou nas meias-finais um emblema mais acessível mas na final derrotou o Bicampeão Nacional por sete (sete) golos. A conta certa ou não fosse o Andebol jogado por sete jogadores!


Uma conquista num espaço talismã
Foi no pavilhão com o nome do "filho desportista mais querido de Peso da Régua" que o Glorioso conquistou o troféu. O nome do nosso Campeão Europeu 1960/61, Saraiva falecido já este mês, em 7 de Maio. Muitas vezes os nomes das infraestruturas desportivas são apenas nomes, não se sabendo quem foram e o porquê de um estádio, piscina ou pavilhão ter determinado nome. Nunca se poderá deixar ocorrer tal situação com o pavilhão em Godim, Peso da Régua.



Saraiva é demasiado importante para não se saber quem foi
Não era nada supérfluo colocar um painel com dimensões certas em paredes enormes completamente nuas que ficariam muito bem engalanadas com esta fotografia numa das paredes do pavilhão, para que NUNCA SE ESQUEÇA. E o Benfica (os seus dirigentes) bem podia sensibilizar o Município da Régua e pagar a tela. Saraiva não é só um nome. É um Campeão Europeu em Futebol, na temporada em que o Benfica jogou a final frente ao FC Barcelona:


Benfica de regresso aos títulos na Taça de Portugal
Nas últimas temporadas temos visto os outros conquistarem os principais troféus. Em 2018/19 acredito que haja mais para contar.

AS ÚLTIMAS DOZE TEMPORADAS

Épocas
Campeonato
Nacional
Taça de Portugal
Supertaça
Taça Presidente da Republica
Vencedor
SLB
Vencedor
SLB
Vencedor
SLB
Vencedor
SLB
2006/07
ABC (Braga)
4.º
FC Porto
FIN
ND
---
 Madeira  SAD
FIN
2007/08
07.SL BENFICA
ABC (Braga)
1/4
ND
---
01.SL BENFICA
2008/09
FC Porto
2.º
ABC (Braga)
1/2
ND
---
 CF "Os Belenenses"
FIN
2009/10
FC Porto
3.º
CD Xico Andebol
1/4
FC Porto
5.º
 AA São Mamede
NP
2010/11
FC Porto
4.º
04.SL BENFICA
05.SL BENFICA
ND
---
2011/12
FC Porto
4.º
Sporting CP
1/4
ND
---
ND
---
2012/13
FC Porto
2.º
Sporting CP
1/2
06.SL BENFICA
ND
---
2013/14
FC Porto
4.º
Sporting CP
1/2
Sporting CP
NP
ND
---
2014/15
FC Porto
3.º
ABC (Braga)
1/2
FC Porto
NP
ND
---
2015/16
ABC (Braga)
2.º
05.SL BENFICA
ABC (Braga)
NP
ND
---
2016/17
Sporting CP
3.º
ABC (Braga)
1/4
07.SL BENFICA
ND
---
2017/18
Sporting CP
2.º
06.SL BENFICA
ABC (Braga)
NP
ND
---
2018/19
?
?
?




Pouca expressão entre FC Porto e Sporting CP
Até frente ao ABC bracarense. Urge conquistar títulos.

QUADROS DOURADOS POR COMPETIÇÃO
(ANDEBOL DE SETE)
Campeonato
Nacional
Taça de Portugal
Supertaça
Taça Presidente da Republica
FC Porto
20
Sporting CP
15
SL BENFICA
7
SC Horta
2
Sporting CP
19
ABC (Braga)
12
ABC (Braga)
7
D Francisco Holanda
1
ABC (Braga)
13
FC Porto
7
FC Porto
6
Madeira SAD
1
SL BENFICA
7
SL BENFICA
6
Sporting CP
3
SL BENFICA
1
CF "Os Belenenses"
5
CF "Os Belenenses"
4
CF "Os Belenenses"
1
CF "Os Belenenses"
1
SC Salgueiros
1
Madeira SAD
1
AA São Mamede
1
Madeira SAD
1
AA Águas Santas
1
CD Xico Andebol
1
(66)
(47)
(24)
(7)

Estreia em 1931/32 há 84 temporadas
Em 8 de Maio de 2018 completaram-se 86 anos da estreia do Glorioso Andebol em 8 de Maio de 1932. Mas o Andebol (de Onze) esteve interrompido durante três temporadas entre 1939/40 e 1941/42. Em 1998/99 iniciou-se a temporada mas a modalidade foi suspensa com a equipa sénior masculina a retomar a competição no campeonato distrital em 1999/2000. Entre 1931/32 e 2017/18 registam-se 84 temporadas, ininterruptas desde 1942/43, ou seja, há 76 temporadas.

TROFÉUS OFICIAIS (TOTAIS)

COMPETIÇÕES
Troféus Oficiais SLB
TOTAIS
SETE
ONZE
AAL/ Jogos Regionais
14
10
4
FAP/ Jogos Nacionais
27
26
1
      TOTAIS
41
36
5
R
Campeonato Regional
7
3
4
Torneio de Abertura
3
3
-
Taça Honra/Encerramento
4
4
-
N
Campeonato Nacional
8
7
1
Taça de Portugal
6
6
-
Supertaça
7
7
-
Taça Presidente República
1
1
-
Taça da Liga
3
3
-
Taça ANCA
1
1

Taça Federação
1
1
-
NOTA: As duas primeiras Supertaças foram organizadas pelos clubes: 1982/83 (com o CF "Os Belenenses") e 1983/84 (com o Sporting CP). À semelhança do que acontecia no Futebol. A Supertaça 1980/81 foi organizada pelo Benfica e Sporting CP, à revelia da FPF, que era contra a prova!

Jornal "O Sport de Lisboa"; Página 4; 12 de Maio de 1932


O Glorioso Andebol tem um historial de resistência notável

Alberto Miguéns

NOTA1: Espero que o Benfica NUNCA desrespeite a História do Desporto em Portugal jogando no «Dérbi de Lisboa» ou no «Clássico de Portugal» com um não-equipamento. Sempre de vermelho (camisola) e branco (calção). À Benfica!







Ler Mais ►
Em Defesa do Benfica no seu E-mail