Obrigado! Querido! Benfica! - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

09/04/2018

Obrigado! Querido! Benfica!

09/04/2018 + 2 Comentários
O VENCEDOR DOS VENCEDORES DA TAÇA DE PORTUGAL ESTÁ DE REGRESSO.



Depois do descalabro em 2016/17 eis de novo o "Glorioso" com mais cinco troféus que o SC ESpinho.


Não há equipas invencíveis
Foi uma "campanha" cheia de significado pois o Benfica só teve uma "pêra fácil" nas meias-finais, derrotando nos quatro jogos, três dos melhores plantéis de 2017/18: Sporting CP (1.º na fase a pontuar), AJ Fonte do Bastardo (4.º na fase a pontuar) e Castêlo da Maia GC (5.º na fase a pontuar). A final começou por ser um susto de tão mal jogada. Depois o Benfica foi Benfica. E...ganhou!


Clube com mais troféus
O Benfica continua a ser o clube com mais troféus – 17 – em 22 finais onde participámos, dignificando, como nenhum outro emblema, a modalidade tão maltratada pelas entidades oficiais que contabiliza 54 edições (ver Quadro I).

QUADRO I
Totais na Taça de Portugal (54)
N.º
Clube
Última
17
SL BENFICA
2017/18
 12
SC Espinho
2016/17
  6
FC Porto
1987/88
  6
Castêlo Maia GC
2013/14
  5
Leixões SC
1988/89
  3
Sporting CP
1992/93
  1
AA IS Técnico
1966/67
  1
Esmoriz GC
1981/82
  1
ISEF Lisboa
1985/86
  1
VSC Guimarães
2008/09
  1
AJ Fonte Bastardo
2012/13

Domínio avassalador
Nas últimas catorze temporadas, o "Glorioso" conquistou oito troféus, com um “Tri de Taças” (2004/05 a 2006/07). Após dois anos sem presença no jogo decisivo, mais três finais consecutivas, mas ficámo-nos por um “Bi de Taças” (2010/11 e 2011/12). Mais dois anos sem chegar à final e quando a expectativa era um “Tri de Taças” registamos duas consecutivas, em 2014/15 e 2015/16. Em 2017/18 cá estamos com a expectativa de iniciar - obrigado a inaçar estes jogos - novo ciclo vitorioso! (ver Quadro II)

QUADRO II
Todas as finais do Voleibol Benfiquista (22)
N.º
Época
Local
Adversário
Res.
Parciais
Melhor
Pontuador
  1
65/66
 Ílhavo
 Lisboa GC
V 3-1
15-04; 15-11; 12-15; 15-10
(11)
Vítor Caroço
  2
66/67
 Barreiro
 AA IS Técnico
D 2-3
07-15; 05-15; 15-08; 15-11; 08-15
(11)
Vítor Carvalho
  3
69/70
 Leiria
 FC Porto
2-3
06-15; 16-14; 15-12; 08-15; 13-15
(07)
Vítor Carvalho
  4
71/72
 Tomar
 FC Porto
0-3
08-15; 06-15; 13-15
(06)
Carlos Figueiredo
  5
73/74
 Viseu
 Leixões SC
V 3-1
15-06; 15-11; 06-15; 16-14
(11)
Artur Monteiro
  6
74/75
 Almada
 SC Espinho
V 3-0
15-04; 15-06; 15-10
(08)
Vítor Caroço
  7
75/76
 Leiria
 FC Porto
V 3-1
13-15; 15-04, 15-13; 15-13
(10)
Hélder Antunes
  8
77/78
 P. Delgada
 FC Porto
V 3-0
15-12; 15-10; 15-10
(13)
Valério Capaz
  9
78/79
 T. Vedras
 Atlântico CM
V 3-0
15-08; 15-11; 15-13
(11)
Jorge Infante
  10
79/80
 Braga
 Leixões SC
V 3-1
09-15; 15-11; 15-08; 20-18
(12)
Pedro Barros
  11
89/90
 C. Branco
 Leixões SC
V 3-0
15-04; 15-07; 15-11
(12)
Márcio Karas
  12
91/92
 Almada
 Sporting CP
V 3-2
16-14; 09-15; 16-14; 06-15; 18-16
(17)
Galabinov
  13
04/05
 Santo Tirso
 Esmoriz GC
V 3-2
22-25; 23-25; 25-14; 25-16; 16-14
(18)
André França
  14
05/06
 Almada
 SC Espinho
V 3-0
25-19; 25-19; 25-22
(14)
Eduardo Silva
  15
06/07
 Resende
 Castêlo Maia GC
V 3-0
25-23; 27-25; 25-23
(13)
André Lukianetz
  16
09/10
 Coimbra
 Castêlo Maia GC
1-3
24-26, 25-21; 19-25, 23-25
(24)
Pedro Dornelas
  17
10/11
 Lordelo
 SC Espinho
V 3-0
25-22; 25-18; 25-19
(06)
Flávio Soares
 18
11/12
 Coimbra
 AA Espinho
V 3-1
21-25; 25-12; 25-16; 25-15
(13)
Flávio Cruz
 19
14/15
 Santo Tirso
 SC Espinho
V 3-0
25-20; 25-19; 25-14
(14)
Hugo Gaspar
20
15/16
Figueira
da Foz
 AJ
Fonte Bastardo
V 3-1
25-19; 20-25; 25-19; 25-17
(16)
Hugo Gaspar
Flávio Soares
21
16/17
 Gondomar
 SC Espinho
0-3
18-25; 19-25; 22-15
(11)
Hugo Gaspar
22
17/18
 Sines
 Castêlo Maia GC
V 3-1
24-26; 25-18; 25-22; 25-12
(29)
Mrdak
Vermelho encarnado               Vitórias
Vermelho azulado                    Finalista

A maior figura - não só como jogador e treinador, mas como resistente em tempos difíceis - do Glorioso Voleibol (a par de Nuno Barros) que tenho o prazer de "conhecer" desde 1978, ou seja, desde a equipa de Juniores de Voleibol do Liceu Gil Vicente (Lisboa). Com o curiosidade do «puto» José Carlos Soares também jogar Voleibol nas equipas do LGV mas nos Iniciados/Juvenis

Agora… queremos o título de Campeão Nacional! É pedir pouco, para um plantel com tanta categoria!

Alberto Miguéns

2 comentários
comentários
  1. Muitos parabéns aos atletas, treinadores e dirigentes do voleibol do SL Benfica!

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue