Obrigado! Querido! Benfica! - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

10/12/2017

Obrigado! Querido! Benfica!

10/12/2017 + 2 Comentários API
DE REGRESSO AS INDOMÁVEIS DO RÂGUEBI PORTUGUÊS.



Depois de uma temporada passada (2016/17) incaracterística com um triunfo episódico no troféu da Supertaça (um jogo) mas depois desboroou-se nas competições que exigiam mais consistência, as Gloriosas estão de regresso ao que serem foram. As «Campeãs das campeãs». 


CAMPEONATO NACIONAL DE RÂGUEBI DE DEZ (seniores femininos)

   Principais troféus oficiais seniores femininos
   (Râguebi de XIII, X  e de VII)
 A vermelho: Épocas com actividade do SL Benfica (que
   teve início no GD Pescadores Costa de Caparica)
  * Entre 2013/14 e 2017/18 – Râguebi de Sete; 
  NR - Não se realizou

Alberto Miguéns
2 comentários
comentários
  1. Querido Alberto,

    Tal vez diga asneiras, mas acho que a variante que foi disputada em femininas até a época 2012-13 e em que o SLB conquistou 5 títulos foi râguebi "union", ou seja, râguebi de XV. Que eu saiba, não se joga râguebi de XIII em Portugal e se fosse jogado, as competições não seriam organizadas pela FPR, já que, ao contrario das variantes 10's e 7's que são concebidas como irmãs menores do XV e estruturadas pelo World Rugby, o râguebi de XIII, ou rugby league, extremamente popular em Austrália, no Norte da Inglaterra e no Sudoeste francês, é regido por outras instâncias (o Mundial conclui-se no anterior fim-de-semana, a Austrália sagrando-se mais uma vez campeã perante a Inglaterra).
    O Tens é uma estranheza e que eu saiba, só em Portugal existe um campeonato para esta variante. Mas é com certeza um sinal positivo para o regresso a médio prazo para o XV em competições femininas -são especulações, mas imagino que as condições são poucas para organizar um campeonato de XV, já que algumas equipas nem têm plantel para XV, de aí as fusões de equipas neste campeonato. Com a nossa base em Sevens, poderíamos ter uma seleção relativamente competitiva, o que seria uma boa noticia num contexto de expansão da modalidade num plano internacional (os Mundiais femininos têm cada vez mais cobertura, e a Espanha tem estado presente). Imagino também que, com o crescimento da modalidade em Portugal na vertente feminina, o calendário ficava curto com "apenas" um circuito de Sevens.
    Se você chegar a dar alguns esclarecimentos, querido Alberto, seriam muito bem-vindos! Seja como for, este título é mais um sinal de regresso do SLB aos mais altos patamares nacionais numa modalidade que tem-nos dado muitas alegrias, após uma época complicada. Espero que, com a Supertaça conquistada no arranque da época, seja também o início da recuperação da nossa hegemonia, bem contestada pelo Sporting últimamente! Agora, rumo ao título e à Taça de Sevens!
    Carrega Benfica!!! Viva a Gloriosa secção de râguebi! Parabéns para a vitória dos masculinos em Montemor!
    Hervé (Nice, França)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O rugby XIII, que me lembre, sempre foi jogado por cá. Até em provas oficiais. Tiram-se os asas da meéle. O rugby league tem regras diferentes.

      Eliminar

Subscrever este blogue