A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

18/10/2016

1974/75: Reconversão: De Goleador para Referência

18/10/2016 + 0 Comentários
FARIA HOJE 68 ANOS. EM 1 DE JANEIRO DE 2017 FARÁ 18 ANOS QUE MORREU. TINHA 50 ANOS E POUCO MAIS DE DOIS MESES.




1. Enquadramento político-desportivo: Para recuperar o título de campeão nacional o Benfica contratou Milorad Pavic. Épocas politicamente conturbadas em Portugal não foi fácil ter acesso aos treinadores agendados, mas Pavic surgiu quase do nada pois o Benfica pretendia Miljanic que “fugiu” para o Real Madrid CF. Com Pavic o Benfica recuperou o título de campeão nacional, foi finalista na Taça de Portugal (frente ao Boavista FC no estádio do…Sporting CP num erro colossal dos dirigentes do Benfi), conquistou a Taça de Honra de Lisboa (V 5-1 ao CF “Os Belenenses” e V 1-0 frente ao Sporting CP). E na Taça dos Vencedores das Taças cedeu, nos quartos-de-final perante o PSV Eindhoven porque faltava “pulmão” no meio-campo. Embora os Benfiquistas influenciassem os dirigentes que o “problema” estava nos avançados. Só Eriksson mudaria a mentalidade. Mas ainda faltava uma década!


Da esquerda para a direita. Em pé: Fernando Cabrita, Moinhos, Toni, Victor Batista, Fernando Neves (dirigente), Dr. Borges Coutinho (presidente), Milorad Pavic (treinador), dirigente?, Móia, Ibraim, Sheu, Jordão, adjunto de Pavic?, Eusébio, José Henrique. Em baixo: Messias, Palhinhas, Barros, Simões, Humberto Coelho, António Bastos Lopes, Artur Correia, Diamantino Costa, Bento, Néné (e Sandro, o seu filho?)

2.Enquadramento desportivo-competitivo: O Benfica dispensou Rui Rodrigues e o “chatarrão” Nelinho. Contratou Ibraim (21 anos, do Vitória SC Guimarães, que o jornal “A Bola” dizia ser a “última maravilha”) e Móia (25 anos, ao COL/Oriental, que em 1971/72 marcara dois golos ao “Glorioso” na Taça de Portugal pelo CD Cova da Piedade). A equipa-titular pode ser considerada a seguinte:



Da esquerda para a direita. Em cima: Nené, Toni, Víctor Batista, Diamantino Costa, Simões, Pavic (treinador) e Moinhos; Em baixo: Messias, Artur Correia, Humberto Coelho, Barros, Bento. Fazer do Futebol uma "arte". Com um maestro. Verdadeiro!

3.Victor Batista com 3 436 minutos, 45 jogos (41 a titular e 29 completos) e 7 golos foi o oitavo jogador mais utilizado e sétimo melhor marcador depois de Nené (28), Jordão (20), Moinhos (19), Humberto Coelho (15), Diamantino  Costa (9) e Eusébio (8). Pavic fez dele, essencialmente, uma referência para apoio aos extremos e avançado. Dos 58 jogos da temporada, não esteve presente em 13, ou seja, 22 por cento! Na quarta temporada livrou-se de lesões prolongadas, o que desmente, quem diz que o seu comportamento social se foi degradando devido “ao muito dinheiro com que o Benfica o contemplava”.


ADVERSÁRIO, COMPETIÇÕES, JOGOS E GOLOS
Clube
Minutos
Jogos (45)
Golos (7)
C
T
E
H
R
P
C
T
E
H
R
P
TOTAIS
3 436
23
4
5
2
5
6
3
-
-
-
2
2
CF Monterrey
90





1





-
CF Léon (México)
90





1





1
EC Cruzeiro (Brasil)
180




2





2

Selecção França
45





1





-
CA Mineiro/Galo
90




1





-

CF “Os Belenenses”
174
1
1

1


-
-

-


SC Farense
152
2





-





Vanlose IF
180


2





-



SC Olhanense
180
2





-





Leixões SC
270
2
1




-
-




Boavista FC
90
1





-





Sporting CP
210
2


1


-


-


FC Porto
135
1




1
-




-
Carl Zeiss Jena FC
135


2





-



SC Espinho
62
1





1





Vitória SC Guimarães
78
1





-





GD CUF Barreiro
135
2





-





Vitória FC Setúbal
250
2
1




-
-




COL/Oriental
135
2





2





Celtic FC
13





1





-
As. Acad. Coimbra
112
2





-





PSV Eindhoven
90


1





-



Portimonense SC
90

1





-




Atlético CP
90
1





-





União C I Tomar
90
1





-





Selecção Africana/CAN
90





1





1
R. Standard Liége
90




1





-

Badajoz CF
90




1





-


NOTAS: C – Campeonato Nacional; T – Taça de Portugal; E – Competições Europeias; H – Taça de Honra de Lisboa; Torneios; P - Particulares 

Obrigado Victor Batista

Alberto Miguéns

Continua
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail