A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

01/03/2016

Águia Metódica

01/03/2016 + 0 Comentários
BENFICA CUMPRE ENQUANTO OUTROS CEDEM.

1-0           por Jonas (Golo-rioso n.º 12 858)


2-0           por Jonas (Golo-rioso n.º 12 859)


E já só estão à distância de um ponto. Um pontinho.


Benfica pouco esclarecido na zona da verdade (em frente da baliza contrária)
Sem Renato Sanches o Benfica muda muito. Talisca tem outras características. Uma equipa com onze Eusébios perdia tanto como outra com onze Bentos. O segredo do bom futebol está em ter um plantel com várias soluções para dele escolher onze futebolistas que em campo desbaratem o onze adversário. Talisca tem características de avançado (onde pode ser gigante) mas não de centrocampista (onde apenas sabe que joga para ajudar a equipa). É o "mais médio" entre os avançados! O Glorioso Futebol ressentiu-se disso. A equipa quando chega à grande-área adversário, foi ultrapassando a "teia táctica" montada pelo treinador contrário, mas não está suficientemente equilibrada para desequilibrar as defesas contrárias com simplicidade. O Benfica ressentiu-se da falta de Sanches. e a culpa não pode ser endossada a Talisca. Não se pode pedir a um futebolista para fazer de outro que tem características distintas.


Ao jogo n.º 5 128 a estreia como titular do futebolista n.º 1 121 (Grimaldo). Bem-vindo. Muito sucesso com o Glorioso "Manto Sagrado". A partir de hoje ganhaste um lugar no Eterno: a tua Pátria passou a ser o Benfica! De cima para baixo. Da esquerda para a direita: Talisca, Júlio César, Mitroglou, Samaris, Jardel e Lindelof; Gaitán (capitão), Jonas, Nélson Semedo, Grimaldo e Pizzi. Nacionalidades? Todos de um País conhecido por Benfica! E os seus habitantes por BenfiquistasFoto retirada do Facebook do SL Benfica

Adversário cauteloso mas com rumo
Fiquei admirado com o futebol praticado pelo CF União. Não me tinha entusiasmado na primeira volta, talvez por ter ficado solenemente irritado com o nulo. Depois do adiamento. Ver jogos na televisão também não ajuda. É como fazer amor virtual. Nada como estar no estádio e perceber o que andam os vinte futebolistas de campo a fazer uns pelos outros, todos contra todos e como os dois guarda-redes - mesmo limitados a um espaço diminuto - assimilam as jogadas. Sempre equilibrados tacticamente, só cediam perante a qualidade dos nossos e mesmo assim, recompunham-se rapidamente, saindo com objectividade em direcção da baliza do Imperador Júlio César. Felizmente nenhum conseguiu ser Brutus (clicar)

Arbitragem a deixar jogar
Cosme Machado nunca consegue passar despercebido mas desta vez não foi empecilho. Nota de excelência. Pelo menos na bancada pareceu-me querer arbitrar naquilo que os comendadores do "futebolês" designam por "arbitragem à inglesa".

Rui Vitória a saber ler a grandeza
Percebeu-se a lógica da convocatória num plantel de 26 futebolistas, tendo cinco lesionados (Luisão, Fejsa, Lisandro, Nuno Santos e Carcela) e um castigado (Eliseu). Restavam vinte. Deixou o inapto Taarabt de fora, convocando os 19 disponíveis. Prescindiu de Jovic. Poupou Renato Sanches trocando-o por Talisca. Escolheu Grimaldo para entrosar no onze e com o Terceiro Anel da "Catedral". Deu minutos a Nélson Semedo. Quem de onze tira três, restam oito. De resto tudo "normal" nos restantes 0ito: César, Lindelöf, Jardel, Samaris, Pizzi, Gaitán, Jonas e Mitroglou. Depois saiu Talisca (por Salvio a necessitar de ritmo), Gaitán (por Guedes a precisar de jogar) e antes de Gaitán por Guefes, Mitroglou (por Raúl). Nesta não gostei. Com o resultado feito, eu como treinador de bancada, tinha mantido Mitroglou para tentar o oitavo golo consecutivo no campeonato nacional e colocava André Almeida no lugar de Samaris. A dez minutos do final Mitroglou ainda podia marcar.

Mitroglou deixa lá! Fica para as próximas dez!
O nosso ponta-de-lança ficou-se pelos sete jogos consecutivos a marcar golos (nove): seis com um golo e um com três tentos. Novo desafio: Faltam dez jornadas à espera de dez golos (ou mais) de Mitroglou. Pelo menos um por jogo. Já com início no reduto dos leões que rugem miau.




O "Glorioso" soma e segue
Quando está a chegar o tempo das decisões o Benfica está por dentro de três (das quatro competições, pois apenas a Taça de Portugal já era): Meia-final da Taça da Liga, boas perspectivas em rumar aos quartos-de-final da Liga dos Campeões e a um ponto da liderança do campeonato nacional, quando faltam disputar...trinta! Estamos cá! Vivos!

TEMPORADA 2015/16
Competições
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
41 (16)
26
4
11
89
38
Primeira Liga
24 (10)
19
1
4
65
17
Liga dos Campeões
6 (4)
3
1
2
10
8
Taça da Liga
3 (2)
3
-
-
8
1
Taça de Portugal
2
1
-
1
3
3
Torneios
4
-
2
2
3
5
Troféus
1
-
-
1
-
3
Supertaça
1
-
-
1
-
1


Jonas sem adjectivos: mais dois
A estrear-se a marcar ao CF União, que foi o 21.º clube a sentir a conjugação fatal: Jonas + Manto Sagrado. Um golo a cada 88 minutos. Só ao nível dos excelentes!

GOLOS DE JONAS
Épocas
2014/15
(31)
2015/16
(29)
Competições
CN
TP
TL
LC
CN
TP
TL
ST
Tor
Trf
P
TOTAIS
60
20
6
5
2
26
0
-
0
1
0
-
FC Arouca
4
1
1
1
1
SC Covilhã
3
3
CD Nacional
7
1
1
3
2
Moreirense FC
7
1
2
1
1
2
SC Braga
2
1
1
FC Penafiel
2
1
1
Vitória SCGuimarães
1
1
Boavista FC
1
1
Vitória FC Setúbal
2
1
1
GD Estoril Praia
4
2
2
Assoc. Acad.Coimbra
4
2
2
CF “Os Belenenses”
6
2
2
2
Gil Vicente FC
1
1
CS Marítimo
5
2
1
2
PSG FC
1
1
FC Paços Ferreira
3
2
1
CD Tondela
1
1
Galatasaray AS
1
1
Rio Ave FC
2
2
FC Zenit
1
1
CF União Madeira
2




2






Sporting CP
0
¼.f Liga Campeões
0

NOTAS: Golos em casa (37); Golos fora (21); Golos em terreno neutro (02)

Que chegue o próximo adversário
Mais um jogo, mais um Dérbi de Lisboa. Sábado. Ainda falta tanto...

CALENDÁRIO INTEGRADO COM TODAS AS COMPETIÇÕES ENTRE FEVEREIRO E MAIO DE 2016
Calendário
SL BENFICA
FC Porto
(- 3 p)
Sporting CP
(+ 1 p)
F
E
V
E
R
E
I
R
O
QUA
3
TP ½.1
Eliminado
F
V 3-0
  Eliminado
SEX
5
CN21
F
V 5-0
C
 D 1-2
C
E 0-0
QUI
11
TL1/2
C
  SC Braga (adiado)
Eliminado
Eliminado
SEX
12
CN22
C
D 1-2
F
V 2-1
F
V 4-0
TER
16
LC/LE
C
V 1-0
F
D 0-2
C
D 0-1
SÁB
20
CN23
F
V 3-1
C
V 3-2
C
V 2-0
QUI
25
LE1/16.2
--
------------
C
D 0-1
F
D 1-3
SEG
29
CN24
C
V 2-0
F
V 2-1
F
E 0-0




M
A
R
Ç
O
QUA
2
TP ½.2
Eliminado
C
 Gil Vicente FC
  Eliminado
SÁB
5
CN25
F
 SPORTING CP
--
------------
C
SL BENFICA
DOM
6
CN25
--
------------
F
SC Braga
--
------------
QUA
9
LC1/8.2
F
 FC Zenit
--
------------
--
------------
QUI
10
LE1/8.1
--
------------
Fenerbahçe SK (TUR) – SC Braga
DOM
13
CN26
C
 CD Tondela
C
CF União Mad.
F
GD Est. Praia
QUI
17
LE1/8.2
--
------------
SC Braga - Fenerbahçe SK (TUR)
DOM
20
CN27
F
 Boavista FC
(F)
Vitória FC Set.
C
FC Arouca
QUA
23
---

Jogos das selecções nacionais
DOM
27
---
QUA
30
---

A
B
R
I
L
DOM
3
CN28
C
 SC Braga
C
 CD Tondela
F
CF “Os Belenenses”
QUA
6
LC1/4.1
?
?
?
LE
?
LE
DOM
10
CN29
F
 As. Ac. Coimbra
F
FC P. Ferreira
C
CS Marítimo
QUA
13
LC1/4.2
?
?
?
LE
?
LE
SÁB
16
TL.F
?
?
  Eliminado
  Eliminado
DOM
17
CN30
C
 Vitória FC Set.
C
CD Nacional
F
Moreirense FC
QUA
20
---
Sem Jogos
DOM
24
CN31
F
 Rio Ave FC
F
As. Ac. Coimbra
C
CF União Mad.
QUA
27
LC1/2.1
?
?
?
LE
?
LE


M
A
I
O
DOM
1
CN32
C
 Vitória SC Gui.
C
SPORTING CP
F
FC PORTO
QUA
4
LC1/2.2
?
?
?
LE
?
LE
DOM
8
CN33
F
 CS Marítimo
F
Rio Ave FC
C
Vitória FC Set.
QUA
11
---
Sem Jogos
DOM
15
CN34
C
 CD Nacional
C
 Boavista FC
F
SC Braga
QUA
18
LE.F
--
------------
?
LE
?
LE
DOM
22
TP.F
Eliminado
?
?
  Eliminado
QUA
25
---
Sem Jogos
DOM
29
LC.F
?
?
  Eliminado
  Eliminado

NOTA: Se o Benfica e o SC Braga chegarem aos quartos-de-final das competições europeias, a meia-final da Taça da Liga só poderá ser realizada em 20 de Abril ou nas datas a seguir dependendo da presença (ou não) nas competições europeias de um ou dos dois clubes

Acredita Benfica! O que é um pontinho para um clube que já fez 3 847 em 81 edições e mais uns picos" da 82.ª (24 em 34 jogos)

Alberto Miguéns
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail