A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

02/01/2016

Ganhar em Guimarães é Fundamental

02/01/2016 + 2 Comentários
GANHAR É SEMPRE O OBJECTIVO. DESTA VEZ É OBRIGATÓRIO. PARA APROVEITAR O RESULTADO DO JOGO IMEDIATAMENTE SEGUINTE. O CLÁSSICO DAS RISCAS TROCADAS E O SLB VOLTAR A DEPENDER DE SI PARA SER TRICAMPEÃO.



A convocatória é a esperada. Com Salvio, Nélson Semedo , Luisão lesionados e Samaris suspenso (5.º cartão amarelo) vão a Guimarães os 19 anunciados mais Paulo Lopes (pois o “Glorioso e qualquer clube convoca sempre três guarda-redes) não vá ocorrer um percalço de última hora até no aquecimento que antecede o jogo. Até por isso, mesmo futebolistas de campo” vão sempre mais um ou dois" que os 18 do limite na ficha de jogo.


Com Djuricic “fora das contas”, tal como Taarabt e as apostas iniciais de jovens “Made in Seixal” há muito esquecidas (Nuno Santos, João Teixeira, Victor Andrade, até Clésio, por exemplo) actualmente concentrados em conseguir salvar a equipa B da descida ao escalão amador (ex- Campeonato Nacional de Seniores) estão aptos para defrontar o Vitória SC aqueles que se esperavam tendo o capitão Gaitán recuperado da lesão!


Regressar ao lugar onde fomos felizes em Maio de 2015
Foi no estádio D. Afonso Henriques, frente ao Vitória SC, em Guimarães que se conquistou o 34.º título de campeão nacional. A vitória esperada para logo à noite não corresponderá a mais um título de campeão nacional mas é fundamental para o permitir em Maio deste ano! De resto, o domínio do Benfica, frente ao Vitória SC, de Guimarães, é avassalador (ver Quadros I a IV).


No total, em 163 jogos, 112 vitórias (mais 87 que as 25 derrotas), 26 empates e 377 golos marcados (mais 237 que os 140 sofridos). No campeonato nacional, em 140 jogos, 96 vitórias (mais 75 que as 21 derrotas), 23 empates e 323 golos marcados (mais 206 que os 117 sofridos).

                                       QUADRO I
                   JOGOS TOTAIS POR COMPETIÇÃO
frente ao Vitória SC Guimarães
Competição
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
163
112
26
25
377
140
Campeonato Nacional
140
  96
23
21
323
117
Taça de Portugal
  13
    8
  1
  4
32
  15
Taça da Liga
    4
    3
  1
  -
9
   3
Torneios
    4
    4
  -
  -
   11
   4
Particulares
    2
    1
  1
  -
2
   1

História intensa mas recente
O primeiro jogo entre o Vitória SC Guimarães e o Benfica, em Guimarães, não é muito antigo. Ao contrário dos clubes: O Benfica fundado em 28 de Fevereiro de 1904 e o Vitória SC em 22 de Setembro de 1922. Essa estreia do "Glorioso" em Guimarães, correspondeu cronologicamente ao segundo jogo entre os dois clubes, na 20.ª jornada do campeonato nacional, em 1941/42, o primeiro em que o Vitória SC participou, numa gloriosa vitória por 2-1 (depois de 4-2 na primeira volta, em 15 de Março de 1942, há quase 74 anos). O adversário de hoje já utilizou três recintos para disputar jogos em Guimarães: Bem-Lhe-Vai (inaugurado em 24 de Janeiro de 1932), Amorosa (inaugurado em 3 de Janeiro de 1946) e o Municipal, a partir de 1998 denominado D. Afonso Henriques (inaugurado em 3 de Janeiro de 1965).

Apesar do "Glorioso" registar jogos em três espaços: 79 jogos com 57 encontros no Municipal/D. Afonso Henriques, 18 na Amorosa e quatro no Bem-Lhe-Vai, eles nunca distaram muito uns dos outros. A localização do Bem-Lhe-Vai foi-me indicada, no início dos anos 80, por um jogador veterano do futebol vimaranense (havia mais clubes em Guimarães até meados dos anos 40 que apenas o actual!) e como se pode observar a Amorosa e o Municipal chegaram a coexistir até 1977, funcionando o estádio da Amorosa como segundo campo (treinos e outras categorias) para os futebolistas do Vitória SC.
Um benfiquista na origem da viragem da hegemonia regional de Braga para Guimarães
Coube a Alberto Augusto trazer para a ribalta o futebol de Guimarães. Nascido (31 de Julho de 1898) e criado em Benfica é uma das maiores Glórias do Benfica entre a segunda metade da década de 10 até meados dos anos 20. Recordemos que foi Alberto Augusto (extremo-esquerdo do Benfica e da selecção nacional) que marcou o primeiro golo de Portugal frente à selecção espanhola, em Madrid, na derrota por 1-3, em 18 de Dezembro de 1921.

Alberto João Augusto (1917/18-1924/25 e 1928/29, nesta época apenas os três jogos iniciais da temporada já como médio-centro).Extremo-esquerdo. Oito temporadas consecutivas mais uma episódica. 119 jogos/ 10 703 minutos; 32 golos . Cinco troféus regionais: Dois títulos de campeão regional, duas Taça de Honra e uma Taça Associação. Quatro internacionalizações: 1921 (1 golo), 1922, 1923 (estas três pelo SLB) e 1926 (esta a primeira de um futebolista do SC Braga)

Alberto Augusto foi um dos primeiros profissionais do futebol em Portugal. Do Benfica rumou ao SC Braga (1925/26), mas depois de passagens episódicas por clubes da área da cidade do Porto (com destaque para o SC Salgueiros) fixou-se definitivamente no Minho, em 1927/28 até falecer em 20 de Janeiro de 1973. Foi a passagem dele de jogador/treinador do SC Braga em 1935/36 para o Vitória SC que alterou o panorama do desporto na Associação de Futebol de Braga. O SC Braga ao deixar de contar com ele deixou de conquistar os títulos de campeão regional que permitiam o acesso ao Campeonato de Portugal (actual Taça de Portugal) e depois de 1934/35 ao campeonato da I Liga (actual campeonato nacional da I Divisão). Foi assim até 1947/48 quando o apuramento para disputar o campeonato nacional deixou de se fazer através dos Regionais e passou a existir um "quadro fixo de clubes" com despromoções e promoções entre os últimos classificados na I Divisão e os melhores na II Divisão. Em 1933/34 o SC Braga já perdera o título pelo facto de Alberto Augusto ter representado outro clube de Braga o Comercial FC, curiosamente o clube que equipava com as cores do município bracarense: azul e branco!

CAMPEONATO REGIONAL DE BRAGA (1.ª CATEGORIA)
entre 1922/23 e 1946/47 num total de 25 edições


Senso Comum
Ao contrário daquilo que parece o Vitória SC tem muito mais presenças no primeiro escalão do futebol português que o SC Braga. Em 82 edições o clube de Guimarães soma a 71.ª participação (5.º com mais presenças) enquanto o SC Braga regista nesta edição (2015/16) a 60.ª presença.  O Vitória SC "falhou" as sete edições iniciais da I Liga/ I Divisão pelas razões já apontadas pois os representantes de Braga estavam impedidos de participar no campeonato do primeiro escalão entre 1934/35 e 1939/40, reservada a oito clubes de apenas quatro associações: Lisboa (4), Porto (2), Coimbra e Setúbal. A partir de 1941/42 (com o alargamento ao Algarve) havia uma final de apuramento entre o campeão regional de Braga e de Aveiro que permitiu ao Vitória SC garantir a presença entre os clubes da I Divisão. Desde essa estreia (1941/42) o Vitória SC apenas não esteve presente em quatro edições: três consecutivas entre 1955/56 e 1957/58 e em 2007/2008.

Ampla superioridade mesmo em Guimarães
No recinto do adversário, em 81 jogos, 44 vitórias (mais 25 que as 19 derrotas), 18 empates e 151 golos marcados (mais 58 que os 93 sofridos). No campeonato nacional, em 70 jogos, 37 vitórias (mais 19 que as 18 derrotas), 15 empates e 123 golos marcados (mais 41 que os 82 sofridos).

                                               QUADRO II
                   JOGOS TOTAIS POR COMPETIÇÃO
no campo do Vitória SC Guimarães
Competição
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
81
44
18
19
151
93

Campeonato Nacional
TOTAIS
70
37
15
18
123
82
Bem-Lhe-Vai
4
2
1
1
7
9
Amorosa
16
5
5
6
37
32
Municipal*
48
29
8
11
76
40
Braga/Felgueiras
2
1
1
-
3
1
Taça de Portugal
TOTAIS
4
2
1
1
11
4
Amorosa
2
2
-
-
9
1
Municipal
2
1
-
1
2
3
Taça da Liga
3
2
1
-
7
2
Torneio Cidade Guimarães
3
3
-
-
9
4
Particulares
1
-
1
-
1
1
NOTAS: * Em 1998 a autarquia vimaranense entregou o estádio municipal ao Vitória SC passando o recinto a designar-se D. Afonso Henriques;
Em 1990/91 o jogo do campeonato nacional disputou-se em Braga (V 2-0) e em 2002/03 realizou-se em Felgueiras (E 1-1)




Nas duas últimas décadas, desde 1990/91 continuamos a exercer uma superioridade factual que se traduz nos resultados: 44 vitórias (mais 33 que as onze derrotas) e oito empates, em 63 jogos, com 112 golos marcados (mais 67 que os 45 golos sofridos).

                                               QUADRO III
ÚLTIMOS 63 SLB vs Vitória SC
Jogo
N.º
Época
Comp
Sit
V
E
D
101
1990/91
CN
F
2-0
102
CN
C
2-0
103
1991/92
CN
C
2-0
104
CN
F
3-1
105

1992/93
CN
F
1-0
106
TP
F
2-1
107
CN
C
3-1
108
1993/94
CN
F
2-1
109
CN
C
0-0
110
1994/95
CN
F
3-1
111
CN
C
1-3
112

1995/96
CN
C
1-1
113
CN
F
4-2
114
TP
C
1-0
115
Par
C
1-0
116

1996/97
TP
C
3-2
117
CN
F
0-1
118
CN
C
0-1
119
1997/98
CN
C
1-0
120
CN
F
1-0
121
1998/99
CN
F
2-0
122
CN
C
3-1
123
1999/00
CN
F
1-2
124
CN
C
3-0
125
2000/01
CN
F
4-0
126
CN
C
1-0
127
2001/02
CN
C
0-0
128
CN
F
4-1
129
2002/03
CN
F
1-1
130
CN
C
4-0
131
2003/04
CN
C
2-0
132
CN
F
1-0
133
2004/05
CN
F
2-1
134
CN
C
2-1
135
2005/06
Par
F
1-1
136
CN
C
2-1
137
CN
F
0-2
138
TP
C
0-1
139
2007/08
CN
C
0-0
140
CN
F
3-1
141
2008/09
TCG
F
2-1
142
CN
F
2-1
143
TL
F
2-0
144
TL
C
2-1
145
CN
C
0-1
146
2009/10
TCG
F
2-0
147
CN
F
1-0
148
TP
C
0-1
149
TL
F
1-1
150
CN
C
3-1
151
2010/11
TCG
F
5-3
152
CN
F
1-2
153
CN
C
3-0
154
2011/12
CN
C
2-1
155
TL
F
4-1
156
CN
F
0-1
157
2012/13
CN
C
3-0
158
CN
F
4-0
159
TP
N


1-2
160
2013/14
CN
F
1-0


161
CN
C
1-0


162
2014/15
CN
C
3-0


163
CN
F

0-0
164
2015/16
CN
F



165
CN
C



TOTAIS
63 - 44 8 - 11
(112/45)

Carrega Benfica!

Alberto Miguéns

NOTA FINAL:
Um jogo À Benfica, fundamental para conquistar o campeonato nacional em 1944/45. Depois de estar a perder por 0-1 os "Gloriosos" souberam dar a volta por cima acabando por vencer por 2-1 e dar um passo de gigante rumo ao 6.º título na 11.ª edição da competição iniciada em 1934/35. A última época em que se jogou no velho campo de Bem-Lhe-Vai, em Guimarães, num espaço situado junto ao actual estádio, onde está na actualidade um Centro Comercial pentagonal. Fica o registo:







2 comentários
comentários
  1. Anónimo2/1/16 00:48

    patriarca disse:


    Nunca mais são horas do jogo, lá estarei para apoiar o Glorioso, sabendo de antemão que quem vai apitar o jogo é uma personagem SINISTRA e DESONESTA contra o Benfica, o Xistrema.
    Não desejamos nem queremos apoios arbitrais, mas que não nos prejudiquem e infelizmente é sempre isso que acontece.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo2/1/16 14:29

    SR DR ALBERTO MIGUÉNS.....antes de mais permita-me desejar-lhe uma ano de 20016 com (principalmente)muita saúde, e depois o AMOR FAMILIAR, e o RESPEITO E AGRADECIMENTO DA FAMILIA BENFIQUISTA POR TUDO QUE O SR DR TEM SACRIFICADO(O SEU BEM PESSOAL) EM DEFESA DO GLORIOSO SPORT LISBOA E BENFICA.....SR DR ALBERTO..com o devido RESPEITO, gostaria de pedir ao SR DR(numa altura em que vai acontecer o regresso dos clubes rivais ao ciclismo),aqui nos traga a história, e estórias do CICLISMO DO NOSSO GLORIOSO CLUBE......Partindo do principio, que o nosso JOSÉ MARIA NICOLAU, foi o nosso COSME DAMIÃO por essas estradas fora do nosso PORTUGAL...e, ao mesmo tempo se desmonte e CABALA, e o BLUFF, que foi e nos quiseram impingir Joaquim Agostinho..(queriam que se acreditasse que estávamos perante o REI EUSEBIO do ciclismo)....ABRAÇO

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail