A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

23/11/2015

Ressaca

23/11/2015 + 7 Comentários
ENTRE CERTEZAS E INCERTEZAS TEMOS QUE FAZER POSSÍVEL OS IMPOSSÍVEIS.



AVISO: O facto de ter ido jantar a casa da minha mãe (jantar adiado desde ontem por motivos óbvios) e ter demorado mais do que o normal (os petiscos feitos pelas nossas mães sabem a manjares de deusas) atrasou o texto para hoje. Mas vou fazê-lo custe o que custar, prolongue-se até que horas se prolongar. Os temas são quatro. Terminado às 02:35. Vá lá!

1. Farto de enganos (estava previsto independentemente do resultado do Dérbi);


Tal como já estava à espera, tinha-o escrito neste blogue em 29 de Outubro de 2015 (clicar) o Record continuou a enganar os leitores com informações que não correspondem à realidade (e por consequência) à verdade histórica. Insistem em ignorar a vitória do Benfica que continua (infelizmente) a ser a única em que efectivamente o “Glorioso” eliminou o Sporting CP, para a Taça de Portugal, no seu terreno, ainda no estádio do Lumiar, em 1942/43. Apesar de lhes ter enviado uma nota a que não ligaram minimamente. Pelo menos no essencial. Fiz essa nota por temer o efeito dominó que até seria repercutido em informação oficial nas plataformas informativas do Clube…como foi. Porque graficamente, entre os três jornais era a informação mais apelativa. Entre os três jornais desportivos diários apenas “A Bola” deu a informação correcta. "O Jogo" e o "Record" inventaram.

Vamos ao Record

Depois da notícia comentada neste blogue em 29 de Outubro de 2015 continuaram a “festa”. Eis outra notícia de 17 de Novembro de 2015 publicada na página 9.


Ainda tive o trabalho de para não haver confusão com textos enviar em anexo por correio electrónico para a redacção do jornal o seguinte:


Nada. Eis o que voltaram a publicar no dia do jogo, 21 de Novembro de 2015, página 2 e 3.


A única "coisa" que fizeram foi referirem que eram jogos de desempate. Se eram jogos de desempate, foram em "campo neutro". Então porque os colocaram como "Dérbis no Estádio do Sporting"? Nem são jogos no estádio do SCP, nem no do Benfica! Não tem sentido. A não ser arranjar mais duas vitórias para o Sporting CP! Ridículo! E porque continuam a ignorar o jogo de 1942/43? Não se percebe. Talvez se perceba, mas nem quero imaginar, por isso não vou escrever. A história foi feita em 1942/43. O Benfica foi eliminar o Sporting CP ao seu estádio. As duas vitórias que o Record assinala não tiveram consequência negativa para o SCP. Em 1944/45 venceram no jogo da 2.ª mão (3-2 no Campo Grande) e depois no de desempate (1-0) e eliminaram o "Glorioso". Em 1962/63 venceram na 2.ª mão por 2-0 na "Saudosa Catedral" e eliminaram o Benfica no acumulado em golos (2-1).

Em 1942/43, o Record pode "não querer ou gostar" mas o Benfica eliminou o Sporting CP no estádio do Lumiar.

Revista "Stadium" n.º 28; página 11; 16 de Junho de 1943




Jornal "Os Sports"; página 15; 14 de Junho de 1943


A Bola

Correcto. Em 1942/43 o jogo é Sporting-Benfica 2-3. O "problema é que não se percebe quais são os jogos em Casa, Fora, Campo neutro, finais, etc. Que raio de informação é esta?

Jornal "A Bola"; página 3; 21 de Novembro de 2015
Era difícil fazer um quadro deste tipo?




O Jogo

O jogo em 1942/43 é Sporting-Benfica(MF) 2-3. 

Jornal "O JOGO"; página 2; 21 de Novembro de 2015
Zero.zero

Continua a farra de inventarem muito. Pouca credibilidade para estatísticas anteriores à criação do portal. E se isto é para "assuntos" de dois dos três clubes mais mediáticos então para os restantes deve ser um "fartote"!


Retirado de www.zerozero.pt às 00:45 de 23 de Novembro de 2015


2. Farto do novo Proença;


Jorge Sousa a nível disciplinar regressou em Alvalade XXI aos bons velhos tempos em tudo permitia contra os futebolistas do Benfica!



Jorge Sousa a nível técnico regressou em Alvalade XXI aos bons velhos tempos em tudo permitia para que o Benfica fosse derrotado!


Golo do empate em "escandaloso" fora-de-jogo do Vitória SC Guimarães na final da Taça de Portugal frente ao Benfica!

3. Rui Vitória ou talvez seja mais "Que fazer?";


Já fiz vários, mas não muitos, textos acerca do que penso de Rui Vitória. Recordo o primeiro em 11 de Junho de 2015 (clicar) para quem o quiser conhecer ou relembrar. Mantenho a mesma posição. O que não quer dizer que seja a melhor. Mas é assim que penso. E posso dizer que desde que sou associado do Benfica, desde Janeiro de 1979, já me enganei muitas vezes. E acertei algumas. Rui Vitória tem de ficar até final de 2015/16. Ainda que deva ser feita uma análise (e apreciação) do seu trabalho pelos adeptos, principalmente pelos associados, que são os adeptos contribuintes em finanças, disponibilidade de tempo e vontade para tomar decisões nas assembleias gerais e actos eleitorais e poderem dirigir o Clube. Se não existissem associados não havia clube. É uma evidência que nunca se pode esquecer embora por ser tão evidente (como o ar que respiramos) nem pensemos nisso. Mas só há vida porque o ar (com Oxigénio q.b.) existe! Tal como só há Benfica porque há associados. E quantos mais e melhor forem, melhor é o Benfica! 

Regressando ao prático e deixando teorias
O trabalho de qualquer treinador deve ser avaliado pelo que vai fazendo no dia-a-dia, mas principalmente por ciclos e fundamentalmente no final de cada temporada. E estamos a meio de um ciclo. Fundamental. Começou (mal) com a eliminação da Taça de Portugal mas tem até segunda-feira dois jogos importantes: Astana (para definir a passagem aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões) e Braga, para manter “controlados” os rivais – Sporting CP e FC Porto – candidatos, a par do “Glorioso”, à conquista do título de campeão nacional.

Ida para o Cazaquistão e depois seguir para Braga
O Benfica tem de estar E PLURIBUS UNUM nesta fase ou ciclo. E para além de estar tem de o mostrar. Qualquer situação neste momento, que não seja esta, é sempre pior. Se o Benfica vencer em Astana manterá o 1.º lugar do grupo e assegurará a passagem à fase a eliminar. Se o Benfica vencer na “Pedreira” afastará o Braga e mantém-se colado ao FC Porto e Sporting CP. E isso só pode ser feito tendo Rui Vitória como treinador. E apoiá-lo, mesmo quem desconfie da sua competência para dirigir o futebol do Benfica. Neste momento terá de ser com ele. Depois o calendário é mais favorável. Se o Benfica conseguir duas vitórias nos dois próximos jogos fica em boa posição para continuar a pontuar até final de 2015 e esperar pelo jogo entre o FC Porto e o Sporting CP logo no início de 2016. Divisões nesta fase, com dois jogos tão importantes será “dar tiros nos pés”!




4. Luís Filipe Vieira ou talvez seja mais "Eleições".


Em tempos fiz um histórico dos títulos conquistados pelo Benfica desde que Pinto da Costa foi eleito presidente do FC Porto. Esses textos terminaram na presidência do actual presidente da Direcção. Nesse texto – 27 de Maio de 1911 (quem quiser saber mais é clicar, mas não vale a pena ir perder tempo com um assunto ultrapassado) – aproveitei para fazer um quadro dando a minha opinião acerca de 30 presidências da Direcção dividindo-as por três grupos de 10, ordenando-as por ordem cronológica, entre melhores, razoáveis e piores. Como se depreende pelos títulos a comparação tem valor relativo. É entre umas e outras. E os nomes que aparecem em primeiro lugar devem-se ao facto cronológico pois se já é difícil estabelecer “dois cortes” entre os três grupos fazer hierarquias dentro de cada um dos três grupos seria além de absurdo um exercício meramente especulativo. Retirei as duas iniciais (1904 – 1908) que por serem numa fase embrionária do Clube não são comparáveis. Estariam num grupo à parte o da “Excelência” porque nos legaram o Clube. Permitiram que ele existisse! Até que todos os outros presidentes tivessem clube para dirigir. Foram José Rosa Rodrigues e Januário Barreto que criaram os caboucos. Que acreditaram – eles e todos os primeiros associados – que, o Benfica “Ser Glorioso”, era uma possibilidade. Não era impossível. E foi. Passou a ser designado “Gloriosíssimo”, em 10 de Fevereiro de 1907, após derrotar o Carcavellos Club, no seu campo da Quinta Nova, aqueles que eram conhecidos como os mestres ingleses invencíveis do Cabo Submarino, em Carcavelos, que não perdiam (e tinham empatado uma vez) desde 1898. Além disso também não incluí o 33.º presidente, pois não fazia sentido, nem continua a fazer. Só quando concluir o mandato. Apenas quando deixar de presidir ao Clube se poderá – eu penso assim – dizer o que fez, desde muito bem a muito mal. E depois fazer a apreciação global. O que conta mais. O que “pesa mais”. E depois cada simpatizante do Benfica tem a sua ideia. Que vale. Felizmente ainda não há – espero que nunca seja inventado – “Benficómetros” para medir o grau de Benfiquismo. Do que conheço dos 30 presidentes que estão no quadro, não há um que não tenha feito ou que não tenha tido uma decisão de excelência (positiva). Mas também não há nenhum que não tenha tido uma decisão absurda (negativa). Como não consta que não haja algum que não tenha umbigo, não há nenhum extraterrestre. Assim, como todos os seres humanos cometem erros (decidem mal) ou não decidem no tempo certo o que, depois, o tempo mostrou ser o que é certo! A diferença é que nos “Melhores” estão os que tiveram muitas decisões de excelência e raras decisões absurdas. Ao contrário dos “Piores” que tiveram muitas decisões absurdas (incluo a “não decisão” quando tinha de decidir como absurdo) e raras decisões de excelência.

 Os presidentes da Direcção do SL Benfica
Melhores
Razoáveis
Piores
04
João José Pires
03
Luís Faria Leal
05
Alfredo Luís Silva
07
Alberto Lima
10
Félix Bermudes
06
Almeida Guimarães
12
Bento Mântua
13
Alfredo Ávila Melo
08
José Moreira Sales
14
Conceição Afonso
15
Vasco Rosa Ribeiro
09
José Antunes Santos
17
Augusto Fonseca
18
Tamagnini Barbosa
11
Nuno Themudo
20
Ferreira Bogalho
19
Mário Madeira
16
Júlio Ribeiro Costa
21
Maurício V. Brito
22
Fezas Vital
24
Catarino Duarte
23
Adolfo Vieira Brito
27
Fernando Martins
29
Jorge Brito
25
Ferreira Queimado
28
João Santos
30
Manuel Damásio
26
Borges Coutinho
32
Manuel Vilarinho
31
Vale Azevedo

Actual presidente
Ao fazer e publicar o quadro, já por diversas vezes fui questionado em que grupo colocaria o actual presidente ou presidência que até é mais real, pois quando se escreve acerca de qualquer presidente está implícito que se escreve acerca da Direcção a que os presidentes…presidem. O actual presidente iniciou a gerência em 3 de Novembro de 2003 quando tomou posse. Em princípio, as próximas eleições terão de ser, no limite até 28 de Outubro de 2016, última sexta-feira desse mês de Outubro. Até lá os Benfiquistas têm de ir fazendo o balanço do que foi feito, bem e mal. Depois terá de haver eleições com recandidatura ou não. E haverá ou não outras candidaturas! Anunciar não é existir. Eu não me importava nada, mesmo nada, antes pelo contrário, de colocá-lo no grupo dos “Melhores”. Mas também não terei pejo em colocá-lo num dos outros grupos. É apenas opinião, por isso pessoal. Na história que vou fazendo do Benfica não há lugar para classificações destas. Apenas factos. O que foi feito. Percebendo-se o que não foi feito. Em todas as anteriores 32 presidências. Certamente esta não fugirá a essa regra. Uma História de um Clube não pode ser inócua, oca, sem significado e sentido, mas também não poderá ser subjectiva, nem panegírica. “Apenas” rigorosa! Verdadeira realçando a excelência do Clube. Deixando de parte este aspecto, em termos pessoais, vou estabelecendo a minha opinião e conto dá-la quando se aproximarem as eleições. É um direito e um dever a qualquer associado do Clube fazê-lo. Até lá vou lendo, ouvindo, vendo (de ver) e pensando. Pois se ainda por cá andar vou votar!

A nossa Gloriosa Magna Carta, os Estatutos
No Benfica desde 1908 que se sabe quando terminam os mandatos. E que haverá eleição de associados para estarem a dirigir o Clube no tempo determinado pelos Estatutos. Já foi anual (até 1967), bienal (1967/69 a 1987/89), trienal (1989/92 a 2009/12) e actualmente (desde 2012/16) é por quadriénio. Nunca foi como nalguns clubes, quando os dirigentes - em particular o presidente da Direcção ou do Conselho Directivo - decidir que quer ser substituído!



Resultados dos dezasseis-avos-de-final na Taça de Portugal

Desde já no meio de tanta tristeza ficámos a saber, com a eliminação do clube madeirense, que passou a existir uma data disponível para a jornada em atraso do "Glorioso" na Choupana frente ao CF União da Madeira: 16 de Dezembro de 2015, dia agendado para ser disputada a eliminatória da Taça de Portugal referente aos oitavos-de-final.

CALENDÁRIO INTEGRADO COM TODAS AS COMPETIÇÕES
Calendário
SL BENFICA
FC Porto
(+ 3 p)
Sporting CP
(+ 8 p)
+ 1 jogo

A
G
O
S
T
O
DOM
9
ST
N
D 0-1
Afastado
N
V 1-0

QUA
12
---
Sem jogos

DOM
16
CN1
C
V 4-0
C
V 3-0
F
V 2-1

TER
18
LC/PE
Isentos
C
V 2-1

DOM
23
CN2
F
D 0-1
F
E 1-1
C
E 1-1

QUA
26
LC/PE
Isentos
F
D 1-3

SÁB
29
CN3
C
V 3-2
C
V 2-0
F
V 3-1

S
E
T
E
M
B
R
O
QUA
2
---

Jogos das selecções nacionais

DOM
6
---

QUA
9
---

SÁB
11
CN4
C
V 6-0
F
V 3-1
F
V 2-1

TER
15
LC1
C
           V 2-0
F
E 2-2
C
D 1-3

DOM
20
CN5
F
D 0-1
C
V 1-0
C
V 1-0

QUA
23
---
Sem jogos

SÁB
26
CN6
C
V 3-0
F
E 2-2
F
E 0-0

QUA
30
LC2
F
V 2-1
C
V 2-1
F
E 1-1

O
U
T
U
B
R
O
DOM
4
CN7
F
 CF União Mad
C
V 4-0
C
V 5-1

QUA
7
---

Jogos das selecções nacionais

DOM
11
---

QUA
14
---

SEX
16
TP1/32
F
V 2-1
F
V 2-0
F
V 4-0

QUA
21
LC3
F
D 1-2
C
V 2-0
C
V 5-1

DOM
25
CN8
C
D 0-3
C
E 0-0
F
V 3-0

QUA
28
---
Sem jogos

SEX
30
CN9
F
V 4-0
ADIADO (02.Dez)
C
V 1-0

N
O
V
E
M
B
R
O
TER
3
LC4
C
V 2-1
F
V 3-1
F
D 0-3

DOM
8
CN10
C
           V 2-0
C
V 2-0
F
V 1-0

QUA
11
---

Jogos das selecções nacionais

DOM
15
---

QUA
18
---

SÁB
21
TP1/16
F
D 1-2
F
V 2-0
C
V 2-1

TER
24
LC
-
------
C
  FK DínamoKiev
-
------

QUA
25
LC5
F
 FC Astana
-
------
-
------

QUI
26
LE
-
------
-
------
F
 FK Lokomotiv

SÁB
28
CN11
-
------
F
 CD Tondela
-
------


SEG
30
CN11
F
 SC Braga
-
------
C
 CF “Os Belenenses”


D
E
Z
E
M
B
R
O
QUA
2
---
------
F
 CF União Mad
------


SEX
4
CN12
C
  As. Ac. Coimbra
-
------
-
------

SÁB
5
CN12
-
------
C
  FC Paços Ferreira
F
 CS Marítimo


TER
8
LC6
C
  C. Atlético Madrid
-
------
-
------


QUA
9
LC
-
------
F
 Chelsea FC
-
------


QUI
10
LE
-
------
-
------
C
 Besiktas JK


DOM
13
CN13
F
  Vitória FC Set.
F
 CD Nacional
C
 Moreirense FC


QUA
16
CN7
F
 CF União Madeira
?
TP1/8
?
TP1/8


DOM
20
CN14
C
  Rio Ave FC
C
  As. Ac. Coimbra
F
 CF União Madeira


QUA
23
---
Sem jogos


DOM
27
---
NATAL


QUA
30
TL1
F
 Moreirense FC
F
 GD Estoril Praia
C
 As. Ac. Coimbra



Acredita Benfica!

Alberto Miguéns
7 comentários
comentários
  1. Vieira e Rui Derrota têm que sair do Benfica ... já !!!

    ResponderEliminar
  2. De longe, o melhor blog benfiquista. Parabéns, caro Alberto.

    Pedro Barreto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Pedro Barreto,

      Sei que me vou repetir.

      Mas nada há de mais saboroso no Benfiquismo que ser reconhecido entre os nossos. Entre os Benfiquistas nossos pares no interesse pelo Clube.

      Agradeço com estima.

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Alberto, não tenha medo de dizer que vieira está nos piores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo.

      Por acaso, se por algum motivo, a presidência de LFV terminasse agora não penso que o colocaria nos piores. No final da temporada de 2015/16 - futebol e finanças (o que mais conta), e um pouco de modalidades vão ser, para mim, decisivos para o "coloca" num dos grupos. Vamos esperar.

      Que LFV no final de 2015/16 esteja entre os "Melhores". Opinião pessoal, apenas isso!

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  4. Excelente post caro Miguéns!
    Tem razão, nada há mais saboroso do que ser reconhecido entre os nossos! Nem sempre isso tem acontecido, para mal de todos nós, benfiquistas, que só temos a ganhar com a sua sabedoria imensa, colocada inúmeras vezes ao serviço do nosso amado Benfica e às vezes esquecida. Pelo menos nós, os anónimos que o admiram e estimam, reconhecem-lhe o valor, a dignidade e o imenso amor que nutre pelo nosso Glorioso.
    Que a voz nunca lhe doa.
    Abraço Glorioso

    ResponderEliminar
  5. Mais uma Cátedra do Miguéns !!!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail