A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

29/12/2014

Um Sportinguista Que Admiro...

29/12/2014 + 7 Comentários API
MANUEL FERNANDES. A PROPÓSITO DO MODO COMO SOUBE DEFENDER O SPORTINGUISMO (MAS PODIA SER UM ...ISMO QUALQUER).


Um sportinguista amigo solicitou que visse o programa de segunda-feira da SIC - Notícias (Play-off) que geralmente para mim está mesmo "fechado"! Mas pela consideração que tenho por ele fui visionar no arquivo Meo o tal programa. Manuel Fernandes esteve muito bem, tal como Toni. Souberam pôr o portista Rodolfo onde este deve ser colocado. Quem insinua que todos os clubes são iguais embora o FC Porto seja mais eficaz e competente porque sabe ameaçar quem não interessa e obtém resultados (ao contrário de outros), tal como Rodolfo afirmou, merece ser questionado que «no Sporting não é assim! No Sporting ninguém ameaça pela calada da noite!» Perante um Rodolfo indignado a vociferar que o futebol é igual em todo o lado! Não é... nalguns aspectos! Métodos À Porto não são regra. São excepção!


Excepção é também este texto. Que "foge" àquilo que entendo ser o âmbito deste blogue. Mas "Defender o Benfica", ou seja, porque são sinónimos, o Benfiquismo é também (e muito) saber respeitar os adversários que merecem ser respeitados. Que são leais. Manuel Fernandes foi. E é! O Benfica só cresceu e foi engrandecendo, progressivamente, porque teve adversários para o fazer. O Benfica não joga nem vence sozinho.  

Nunca mais é terça-feira!

Alberto Miguéns

NOTA: Apesar de já ter dado a minha opinião acerca deste assunto a quem o solicitou por meio privado penso ser justo e razoável fazê-lo publicamente neste espaço. 
7 comentários
comentários
  1. Completamente de acordo. Isto sim é o Benfiquismo com o qual me identifico.

    ResponderEliminar
  2. Concordo inteiramente consigo. Era criança mas lembro-me de um tempo em que o futebol mesmo que também jogado nos bastidores era bem mais puro e assente essencialmente no que se jogava dentro das 4 linhas.

    De Manuel Fernandes ficou-me a memória de um adversário de talento e que fazia uma dupla infernal com Jordão. O "nosso" Jordão que um erro estúpido e histórico o levou para o nosso rival. E quem viveu esses tempos sabe como eram empolgantes os dias de SLB-SCP ou SCP-SLB. Ficaram célebres alguns jogos. Esse é o verdadeiro derbi do nosso futebol. Os jogos com o FCP foram coisa menor até o começo dos anos 80 e depois disso passaram a ser aquilo que é a imagem de marca daquele clube. Não vale a pena continuar.

    Nem mesmo naquele dia em que Bento perde a cabeça com Maniel Fernandes eu, criança, consegui "odiar" o SCP e "odiar" Manuel Fernandes. Eram demasiado grandes. Mas claro, mais pequenos que o Benfica. Como era bonito o futebol nesse tempo.

    Ficou-me também uma entrevista que não consigo precisar hoje qual, talvez na revista Foot, em que Manuel Fernandes falava da sua infância difícil e da memória querida de sua mãe. Ficava clara a sua dimensão humana. É sportinguista pois é mas é pessoa decente. Foi um jogador talentoso, adversário leal e soube sempre criar e manter o respeito dos seus pares e dos adeptos. É um homem que enriquece o futebol Português.

    ResponderEliminar
  3. Muito bem dito (escrito)! O Benfica e o Sporting (dos Maneis Fernandes) NÃO são iguais ao clube que aquele defende. Ele, porque está formatado naquele sistema, pensa, que todos são iguais. Mas eles, claro, são mais "eficientes"! Toni e Manuel Fernandes, ídolos e símbolos do futebol português! E o "outro"?

    ResponderEliminar
  4. Não podia estar mais de acordo. Ali se viu, pelas palavras de um portista, o que eles consideram normal neste mundo do futebol. Fazer esperas e ameaças. Enfim...
    O Manuel Fernandes, apesar de não ser muito hábil com as palavras, demonstra que é um 'puro' do futebol. Um pouco à semelhança do 'nosso' Jesus. E, quando fala de futebol jogado, consegue explicar as coisas sem recorrer às 'transições rápidas', ou à 'basculação' ou a outros termos do gênero. Quando caracteriza um jogador, principalmente se for um avançado, fá-lo de uma forma genuína e que qualquer pessoa entende o que ele quer dizer. Estou muito de acordo consigo, e só demonstra que somos diferentes quando num blog Benfiquista se elogia o herói dos 7-1.
    Parabéns

    ResponderEliminar
  5. o nosso saudoso bento é que não partilhava da mesma opinião sobre a lealdade dele, pelo menos como jogador de futebol.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro João Carlos

      Nem é necessário recordar esse episódio entre o Bento e o Manuel Fernandes no estádio deste último. Eu também não gostava muito dele como jogador simulador. Mas tenho de reconhecer que pelo Benfica também passaram jogadores assim. E eu dos nossos assim até aceitava. Porque futebol é futebol. Dentro de campo. Conversa é conversa. Fora dele!

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  6. Feita a análise ao DNA desse andrade corrupto comprova-se que o cruzamento de um toiro bravo com uma porca bísara, resulta sempre uma ninhada de porcos andrades corruptos que marram compulsivamente em tudo que é vermelho e chafurdam em tudo que é esterco!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail