A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

09/11/2014

Entrar e Jogar Com Tudo

09/11/2014 + 0 Comentários API
NA CHOUPANA PARA CONFIRMAR A LIDERANÇA


Neste domingo, Choupana é a capital do Benfica.  Todos os Benfiquistas estão lá. Fisicamente ou não! Espera-se um grande jogo. Mas principalmente o resultado. A vitória. Os três pontos!

LISTA DOS 20 CONVOCADOS
NOTA: Tudo dentro da "normalidade" face aos indisponíveis por lesão (Ruben Amorim, Ola John, Fejsa, Eliseu e Sílvio). César, Cristante, Tiago (ex-Bébé) e Sulejmani cederam os lugares em termos de rotação dos convocados. Aprecio que o Clube finalmente indique quais os três guarda-redes pois numa deslocação vão sempre três guarda-redes visto não se poder correr o risco de irem apenas dois e um deles lesionar-se antes do jogo se iniciar. O "terceiro" ao não ser colocado na lista dava sempre a ideia de ir clandestino ou a passear o que, como é óbvio, não correspondia à verdade!

"Gente" com elevada categoria e muita classe
A jogar À Benfica têm qualidade para desde o primeiro minuto lutarem pelos três pontos. O futebol não deixa de ser um jogo. E começa sem golos (0-0). Mas À Benfica o "Glorioso" estará sempre mais perto de vencer do que de perder...


Lá no alto da serra, no cocuruto do Monte
Num terreno difícil pela absurda localização do estádio de um clube do Funchal, à beira-mar plantado, num alto da serra esperemos que o nevoeiro tenho feito férias, o terreno húmido não esteja muito "molhado" e que os Gloriosos Futebolistas consigam resistir ao cansaço que dá mais forte nos últimos 15 minutos pela localização do campo a cerca de seiscentos metros acima do nível do mar! Valor que numa ilha atlântica é muito significativo: Quando o estádio dos Barreiros, no Funchal, foi um estádio construído pelo CD Nacional e não pelo CS Marítimo como se pensa! O campo tradicional do CS Marítimo era o de Almirante Reis! Uma história rocambolesca.



Deve e Haver
Se, historicamente, as diferenças são abissais não será hoje – num jogo que se quer de caminhada para a conquista do 34.º título de campeão nacional – que o “Glorioso” vai ceder. Em 39 jogos, temos mais 24 vitórias (28 vitórias face às quatro derrotas) e 80 golos marcados (mais 55 em relação aos 25 sofridos).

QUADRO I
JOGOS TOTAIS POR COMPETIÇÃO com o CD NACIONAL
Competição
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
39
28
7
4
80
25
Campeonato Nacional
30
21
5
4
58
21
Taça de Portugal
  4
  3
1
-
15
  1
Taça da Liga
  2
  2
-
-
2
  0
Particulares
  3
  2
1
-
5
  3
                           
Há oito jogos consecutivos sem perder
E nestes estão sete vitórias, quarto sem golos sofridos e apenas um empate a dois golos. Quem foi o árbitro? Pedro Proença. Ele e Carlos Xistra são sempre a "referência" para os insucessos do "Glorioso"! Quem consultar estas "análises" no blogue vão sempre encalhar nestes figurões.

       QUADRO II                      
      OS 39 BENFICA – CD NACIONAL
N.º
Época
Comp
Sit
V
E
D
01
35/36
Par
F
3-2


02
38/39
TP
F
9-0


03
TP
C
4-0


04
48/49
Par
F

1-1

05
88/89
CN
F
1-0


06
CN
C
1-0


07
89/90
CN
F
4-1


08
CN
C

1-1

09
90/91
CN
C
3-0


10
CN
F
2-0


11
02/03
CN
F


0-1
12
CN
C
2-0


13

03/04
CN
C
1-0


14
TP
C
2-1


15
CN
F


2-3
16
04/05
CN
C
2-1


17
CN
F
1-0


18

05/06
CN
C
1-0


19
TP
C

0-0
V5-3gp

20
CN
F

1-1

21
06/07
CN
C
1-0


22
CN
F
2-0


23

07/08
CN
F
3-0


24
Par
F
1-0


25
CN
C

0-0

26
08/09
CN
C

0-0

27
CN
F


1-3
28

09/10
CN
C
6-1


29
TL
C
1-0


30
CN
F
1-0


31
10/11
CN
F


1-2
32
CN
C
4-2


33
11/12
CN
F
2-0


34
CN
C
4-1


35
12/13
CN
C
3-0


36
CN
F

2-2

37

13/14
CN
C
2-0


38
TL
F
1-0


39
CN
F
4-2


40
14/15
CN
F



41
CN
C



TOTAIS
39 J – 28 – 74 (80/25)

Carrega Benfica

Alberto Miguéns




0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail