A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

16/08/2014

Agora É Que É...

16/08/2014 + 0 Comentários API
DEPOIS DE UMA JUSTA CONQUISTA MAS COM EMPATE EM 120 MINUTOS, NO CAMPEONTO NACIONAL SÓ SE CONQUISTAM TRÊS PONTOS MARCANDO PELO MENOS MAIS UM GOLO QUE O ADVERSÁRIO. E EM 90 MINUTOS!


Depois do jogo de ontem já adivinhei as primeiras páginas de logo: FC Porto lidera isolado o campeonato nacional.

Lopetegui e os bascos no futebol (Parte I)
Tal como desde há cerca de 20 anos (ou épocas) vejo os jogos de FC Porto e Sporting CP - há uns anos também o Boavista FC e nos últimos tempos o SC Braga - nas três/ quatro jornadas iniciais. Depois como percebo que está "tudo na mesma como a lesma" passo a ver apenas os jogos do Benfica. Dos outros apenas quando jogam - nos dois encontros: primeira e segunda volta - frente ao Benfica.



Lopetegui e os bascos no futebol (Parte II)
Vi o jogo do FC Porto. Três notas: A primeira supérflua. O FCP jogou pouco. Bem até ao 1-0. Ia adormecendo entre o 1-0 e os 90 minutos. Não dormi, mas fiquei na madorna, como se diz lá na minha aldeia de Montalvão. Ou dizia, quando tinha pessoas com menos de 70 anos! Depois despertei com o 2-0. Mas a haver um vencedor seria sempre o FC Porto. Foi muito melhor - ainda que lento e previsível - e a jogar positivo. Sem dúvida!;
Segunda. Fiquei surpreendido com o Carlos Xistra. Boa arbitragem para o que era espectável. Será que "isto" está a mudar!?;
Terceira. Não fiquei surpreendido com os comentários e palavreado na Sport TV. Lambe-portismo. Mais do mesmo.


Lopetegui e os bascos no futebol (Parte III)
Estou muito ansioso para ver como vão os árbitros actuar face ao facto do actual treinador do FCP ser um protegido do presidente da Real Federação Espanhola de Futebol e também o mandante da arbitragem na UEFA - Ángel María Villar Llona (Bilbao, España, 21 de enero de 1950) es un ex futbolista y dirigente deportivo español. Es presidente de la Real Federación Española de Fútbol desde 1988, actualmente vicepresidente de la FIFA y vicepresidente tercero de la UEFA. (retirado da Wikipédia).

Ele (Lopetegui) e o treinador do Sevilha FC (Unai Emery) ambos "vizinhos & amigos" bascos são dos mais protegidos do basco Villar Llona. Estou em "pulgas" para ver as arbitragens dos jogos do FC Porto frente ao Lille OSC. Já percebo a de Turim na final da Liga Europa, em 2013/14.
Os "bascos bons" - aqueles que não questionam o espanholismo - são ultraprotegidos na sociedade espanhola, que quer mostrar aos "bascos maus" que o espanholismo não tem nada contra os bascos, apenas não tolera os "bascos maus". Mas as bascos, "bons ou maus", protegem-se como grupo, pois a sociedade basca é muito arcaica, conservadora, paternalista e maternalista. Os "bascos bons" são um grupo fortíssimo em todos os sectores da sociedade espanhola pois beneficiam dessa "protecção" e tolerância. No futebol - onde têm muita tradição pois o futebol do País Basco era o mais forte de Espanha no início do século XX - são ultraprotegidos. Um perigo sem controle. Repito. Estou em "pulgas" para ver as arbitragens dos jogos do FC Porto frente ao Lille OSC.



Sem margem para errar
O campeonato começa amanhã para o clube mais titulado de Portugal: 33 campeonatos nacionais (3 como I Liga e 30 como campeonatos nacionais da I Divisão) em 80 edições; e 28 Taças de Portugal (3 como Campeonato de Portugal e 25 como Taça de Portugal) em 91 edições. São 61 (33 + 28). Muito longe do FC Porto (47 = 27 + 20) e do Sporting CP (37 = 18 + 19).
O Benfica no final da edição n.º 81 do campeonato nacional (77 como campeonato nacional da I Divisão) vai conquistar o seu quarto Bicampeonato, depois de 1941/42 - 1942/43; 1959/60 - 1960/61; e 1982/83 - 1983/84. Quarto como quem diz! Porque o Bicampeonato poderá ser anulado em 2015/16 com o terceiro título consecutivo. Mas para isso é necessário ser campeão em 2014/15.
Convém é não dar avanço ao FC Porto. Como, por exemplo, há um ano. E ainda... Olhem o Lopetegui.

Quando o FC Paços de Ferreira foi fundado - 5 de Abril de 1950 - o SLB estava a dias de conquistar a Taça Latina. E eu sempre gostei mais do SC Freamunde! A aldeia que batia o pé à vila! Qual Astérix...
Tudo por tudo pela vitória frente ao FC Paços Ferreira
O histórico de confrontos serve "apenas" para comparar grandeza entre clubes, nunca equipas, pois estas se mudam de jogo para jogo, alteram-se muito mais entre épocas e abissalmente entre decénios. Em termos de clubes, comparando SLB e FC Paços de Ferreira, nem são necessárias análises aos resultados para "medir grandezas". Mas podem-se quantificar.
Em 39 jogos, mais 29 vitórias (32 triunfos, contra 3 derrotas e 4 empates) e mais 72 golos (106 marcados e 34 consentidos). Nem há comparações.


  JOGOS TOTAIS POR COMPETIÇÃO
  com FC Paços de Ferreira
Competição
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
 39
32
4
3
106
34
Campeonato Nacional
 32
 26
3
3
87
29
Taça de Portugal
 5
4
1
-
16
4
Taça da Liga
 1
 1
-
-
2
1
Particular
 1
 1
-
-
1
0

O sorteio ditou um jogo com o FC Paços Ferreira na abertura do campeonato nacional mas... não houve
Em 1992/93 poder-se-ia ter realizado um Benfica frente ao FC Paços de Ferreira pois o sorteio ditou esse confronto para a 1.ª jornada. Só que o Benfica apenas defrontaria o clube pacense entre a 16.ª e a 17.ª jornada. Para quem quiser saber mais acerca desde jogo é clicar aqui (6 de Agosto de 2014). Apesar de ser a segunda vez que o sorteio coloca em confronto as equipas dos dois clubes na abertura do campeonato nacional vai ser mesmo a primeira vez que tal vai ocorrer.


Há 20 jogos (oito temporadas) que o "Glorioso" não perde com o simpático clube amarelo
E nesses 20 jogos invictos, apenas se registaram dois empates, ambos a um golo: em 2006/07 para o campeonato nacional - 4.ª jornada - no campo do adversário (o Benfica esteve a vencer desde os 24 minutos com um golo de Katsouranis, e o clube visitado empatou aos 90 minutos, com o Benfica reduzido a dez jogadores desde os 53 minutos por expulsão de Léo, numa arbitragem "estúpida" do sportinguista Lucílio Baptista; e em 2012/13 na 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal, com um golo do inigualável Cardozo, aos 54 minutos, e igualdade aos 80 minutos. Mas os 2-0 da 1.ª mão não permitiram "outras habilidades" a Bruno Esteves.

      TODOS OS 39 SLB vs FC Paços de Ferreira
Jogo
N.º
Época
Comp
Sit
V
E
D
01
82/83
TP
F
5-1


02
87/88
TP
F
4-1


03
91/
92
CN
F

1-1

04
CN
C
4-0


05
92/
93
CN
C
5-0


06
CN
F
2-0


07
93/
94
CN
F
2-1


08
CN
C
2-1


09
97/98
Par
F
1-0


10
00/
01
CN
F

0-0

11
CN
C


2-3
12
01/
02
CN
F


1-2
13
CN
C
4-0


14
02/
03
CN
C
7-0


15
CN
F
3-1


16
03/
04
CN
F
3-0


17
CN
C
2-1


18
05/
06
CN
C
2-0


19
CN
F


1-3
20
06/
07
CN
F

1-1

21
CN
C
3-1


22
07/
08
CN
F
2-1


23
TP
C
4-1


24
CN
C
4-1


25
08/
09
CN
F
4-3


26
CN
C
3-2


27
09/
10
CN
F
3-1


28
CN
C
3-1


29
10/
11
CN
C
2-0


30
CN
F
5-1


31
TL
N
2-1


32
11/
12
CN
C
4-1


33
CN
F
2-1


34

12/
13
CN
F
2-1


35
TP
F
2-0


36
CN
C
3-0


37
TP
C
1-1

38
13/
14
CN
C
3-1


39
CN
F
2-0


40
14/
15
CN
C


41
CN
F



TOTAIS

39 J - 32 - 4 - 3 (106/34)

Agora é que é! O primeiro dia do resto do campeonato (com 34 dias)!

Alberto Miguéns

Plano para Agosto
(Previsão sempre à meia-noite)
De 16 para 17: O Glorioso na Primeira Jornada;
De 17 para 18: Era uma vez um jogo com o FC Paços Ferreira;
De 18 para 19: Tanta e Tanta Glória Glorioso (o 47 mil);
De 19 para 20: Centenário da Gloriosa Natação (parte III);
De 20 para 21: Eu Benfiquista no Museu do FCP by BMG (parte II);
De 21 para 22: Tanta e Tanta Glória Glorioso (o 50 mil);
De 22 para 23: Mil e Cem de Cem em Cem (parte II);
De 23 para 24: O Glorioso na Segunda Jornada;
De 24 para 25: Era uma vez um jogo com o Boavista FC
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail