A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

19/03/2014

O Valor Absoluto do Relativo

19/03/2014 + 0 Comentários API
OPINIÃO



Estava a actualizar a informação das pontuações por jornada quando decidi comparar várias épocas. Deixo apenas as classificações referentes a duas temporadas: 2012/13 e 2013/14.

2013/14



O que conta no desporto (em competições conquistadas por pontos)
É o valor relativo das pontuações, porque as classificações estabelecem-se no confronto directo entre os clubes de uma mesma competição.

Há um ano em 2012/13
Tinha funcionado o "rolo compressor" em Guimarães, onde o Benfica, em 17 de Março de 2013, exactamente na 23.ª jornada, cilindrou o Vitória SC com uma vitória por 4-0, golos de Cardozo (37'), Garay (61'), Salvio (82') e Rodrigo (90'). Após a 23.ª jornada o "Glorioso" liderava a classificação invicto com 61 pontos, resultantes de 19 vitórias e quatro empates, com 60 golos marcados e 14 sofridos. Isto após uma semana em que o Gil Vicente FC saiu derrotado, por 5-0,  da "Catedral" (22.ª jornada, em 10 de Março) e o FC Girondinos Bordéus foi afastado, por 3-2, da Liga Europa (2.ª mão dos oitavos-de-final, em 14 de Março).

O 2.º classificado em 2012/13
O FC Porto nessa 23.ª jornada empatara a um golo na deslocação ao reduto do CS Marítimo, com o seu avançado a falhar a grande penalidade oferecida por João Capela aos 68 minutos, depois de 1-0 aos 33' para o FC Porto e empate a 1-1 aos 38'. O FC Porto que estava a dois pontos do Benfica passou a quatro: 57 pontos com 17 vitórias e seis empates (sem derrotas) e 52/11 em golos.

Comparativo do "Glorioso" em 2012/13 com 2013/14
Na temporada actual (2013/14) o Benfica tem 58 pontos, 18 vitórias, 4 empates e uma derrota, com 44 golos marcados e 15 sofridos. Ou seja, menos três pontos (58 para 61), resultantes de ter o mesmo número de empates (4), mas mais uma derrota (uma para zero) e menos uma vitória (18 para 19). Em golos, menos 16 marcados (44 para 60) e mais um sofrido (15 para 14). Mesmo tendo em conta que o calendário de jogos não era em rigor o mesmo, quem se lembra, sabe que há um ano o Benfica jogava mais do que agora.

Como se vê e percebe o futebol tem SEMPRE um valor relativo...
Ainda que os comentadores que "cogumelam" nos media nos queiram impingir através do valor relativo obtido nas diferenças pontuais das classificações gerais um valor absoluto. Que o futebol (e o desporto) nunca teve, não tem, nem nunca terá!

Que campeonato "prefiro"? Claramente o actual. Em 2013/14! "Sabem" tão bem os sete pontos (líquidos) sobre o 2.º classificado e os 12 (ainda ilíquidos) sobre o 3.º lugar! Não façam é de nós parvos!


Alberto Miguéns
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail