A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

14/02/2013

Na Alemanha Para Ser Benfica

14/02/2013 + 9 Comentários
OPINIÃO


NOTA INICIAL: Desde já as minhas desculpas. Por dificuldades de tempo – esta “posta” foi elaborada depois do jantar - não foi possível fazer todos os textos, que apenas foram terminados durante as primeiras duas horas da madrugada. O essencial (a pedido de vários leitores) foi publicado à meia-noite: os quadros com os jogos do Benfica, frente a clubes alemães e na Alemanha. Obrigado


Logo à tarde, pelas 18.00 horas o Benfica regressa aos jogos europeus com a estreia, em 2012/13, na Liga Europa para o primeiro (de dois encontros) com o TSV Bayer 04 Leverkusen, nos dezasseis-avos-de-final. Este jogo será mais um jogo, mas tem a “apimentá-lo” circunstâncias várias: reencontro, encontro e desencontro.


Reencontro do Benfica com o TSV Bayer 04 Leverkusen GmbH
O reencontro é com o poderoso “Grupo Desportivo e de Ginástica dos Trabalhadores da Fábrica Bayer”, fundado em 1 de Julho de 1094. Precisamente 4 meses depois do “Glorioso”. O Benfica em Lisboa, o clube germânico na cidade alemã de Leverkusen, no centro-oeste da Alemanha, na margem direita de um dos maiores rios da Europa, o Reno. Mas, mais do que isso, uma das regiões industriais e económicas mais ricas do Mundo, pejada de indústria pesada, com Leverkusen como “pátria” da indústria química mundial. Expressão desta tradição, pujança económica, social e desportiva, o adversário do “Glorioso” desta tarde, o TSV Bayer 04 Leverkusen: Turn (Ginástica) Sport (Desportivo) Verein (Grupo de Trabalhadores) 04 (ano da fundação: 1904) Leverkusen (localidade). Um dos clubes mais ecléctico da Alemanha. Com várias secções desportivas, a de futebol denomina-se: Bayer 04 Leverkusen GmbH, de Ltd ou SAD, desde que o futebol na Alemanha passou a profissional (anos 60). Há pelo menos duas semelhanças entre o “Glorioso” e o Bayer 04. São dois dos clubes mais eclécticos do Mundo e equipam de vermelho-e-branco.


Um jogo electrizante? Não! Mais que um jogo, uma eliminatória excitante
Quem viu, no estádio ou na televisão, a primeira mão dos quartos-de-final da Taça dos Clubes Vencedores das Taças, disputada na "Saudosa Catedral" no final do encontro ficou, deveras preocupado. O "Glorioso" conseguira empatar, através do incansável Izaías, no último minuto, num jogo em que estivera 23 minutos em desvantagem, devido ao golo dos germânicos, aos 66 minutos, depois de um pontapé de canto. Mas, mais do que isso, a equipa do clube da Bayer revelara-se compacta, com futebolistas de classe em grande forma. Nos "primeiros" 90 minutos da eliminatória, estivemos em igualdade durante os 65 minutos inicias e no último minuto, ou seja durante 66, com 24 em desvantagem. O jogo na Alemanha adivinhava-se no mínimo... "terrível".





QUADRO I
UMA ELIMINATÓRIA INACREDITÁVEL
Min
utos
1.ª mão (E 1-1)
2.ª mão (E 4-4)
Marcador
Res
Vantagem
Marcador
Res.
Vantagem
24


=
----------
0-1
TSV Bayer 04
57


=
----------
0-2
TSV Bayer 04
58


=
Abel Xavier
1-2
TSV Bayer 04
59


=
João Pinto
2-2
SL BENFICA
66
----------
0-1
Bayer 04


SL BENFICA
78


Bayer 04
Kulkov
3-2
SL BENFICA
80


Bayer 04
----------
3-3
SL BENFICA
82


Bayer 04
----------
3-4
TSV Bayer 04
85


Bayer 04
Kulkov
4-4
SL BENFICA
90
Izaías
1-1
=


SL BENFICA

Que segunda mão! Inacreditável!
E não é que a "segunda mão" foi um dos jogos "mais extraordinários" (no sentido desta palavra ter o significado de "fora do normal") das competições europeias e, mesmo, em toda a história do futebol no Mundo!
Quando o encontro, em Leverkusen, se iniciou a equipa visitada estava em vantagem na eliminatória, porque marcara um golo na "Saudosa Catedral". Com o resultado em 0-0 valia-lhes o golo marcado "fora", uma das alíneas de desempate de eliminatórias para a UEFA. E com maior vantagem ficaram após marcarem dois golos, colocando o resultado em 2-0 a seu favor (aos 24 e 57 minutos). A nossa equipa agigantou-se, valorosa e intrépida, respondeu no minuto seguinte, sob a batuta de dois mestres (Rui Costa, no meio-campo e João Pinto, na linha avançada) e dois incansáveis (Schwarz, na defensiva e Kulkov, como médio-defensivo). E "deu a volta" ao resultado: Abel Xavier, aos 58 minutos e... um minuto depois (aos 59'), João Pinto colocou o marcador empatado a dois golos e o Glorioso" em vantagem, pela primeira vez na eliminatória, com 149 minutos (90' + 59') disputados. Estávamos a 31 minutos do final do jogo e dos quartos-de-final! Seguiu-se um jogo de "parada e resposta", com duas equipas gigantes à procura das meias-finais. Aos 78 minutos o delírio, em Portugal e na diáspora portuguesa (incluindo a da Alemanha) com o golo magistral de Kulkov. Dois minutos depois, aos 80, um "pequeno sobressalto" com o golo do TSV Bayer 04. E... mais dois minutos, aos 82, um "grande sobressalto", o clube alemão passava, de novo, para a dianteira do jogo e da eliminatória, com o 4.º golo (4-3).  Só mais um golo "Glorioso" chegava, mas havia - porque vontade nunca faltara - força e tempo para isso? Houve! Aos 85 minutos Kulkov fez o empate (4-4) pondo em delírio milhões de benfiquistas e extasiando o mundo dos adeptos do futebol espectáculo. A digna equipa germânica sofreu um golpe que não esperava, depois do seu treinador, após o 4.º golo dos alemães, ter dado - apontando nove dedos - a indicação para o capitão da equipa germânica de que faltavam nove minutos. O Benfica "passou" mas o TSV Bayer 04 Leverkusen também merecia passar. Por vezes diz-se isto em jogos muito disputados ou eliminatórias muito "apertadas". Mas é de circunstância. Em Leverkusen, a 15 de Março, foi verdade. A UEFA "devia" ter conseguido que passassem as duas!





QUADRO II
JOGOS DO BENFICA COM O TSV BAYER 04 LEVERKUSEN
Época
Data
Comp
Estádio
Local
Res.
1993/
1994
01.03.94
TVT
(1/4)
Luz
Lisboa
E 1-1
15.03.94
UlrichHaberlan
Leverkusen
E 4-4
2012/
2013
14.02.13
LE
(1/16)
BayArena
Leverkusen
?
21.02.13
S.L.B.
Lisboa
?
NOTAS: TVT - Taças dos Clubes Vencedores das Taças;
                 LE - Liga Europa;
Estádio BayArena (antigo UlrichHaberlan)

Dominar mais de 70 por cento da eliminatória
Se na primeira mão o clube germânico esteve em vantagem durante 24 minutos (e nunca em desvantagem), na segunda mão conseguiu estar na dianteira da eliminatória durante 61 minutos (nos 58 iniciais e três minutos, entre os 82 e os 84 minutos). O "Glorioso" esteve na frente, entre os 59 e os 81 minutos (23 minutos) a meio da 2.ª parte e nos seis minutos finais (um total de 29 minutos)! Os que contam... mais! Tempo final! O tempo que decide! Decidiu!
 QUADRO III
PARA A HISTÓRIA FICAM OS NOMES DE 33 FUTEBOLISTAS QUE HONRARAM O FUTEBOL
Futebolistas
Pos.
1.ªM
2.ª M
Golos
Rudiger Vollborn
GR
90'

- 1
Dirk Heinen
GR

90'
- 4
Neno
GR
90'
90'
- 5
Markus Happe
DD
90'
90'
1 (66')
Abel Xavier
DD
90'
90'
1 (58')
Christian Worms
DE
90'
90'

Veloso
DE
90'


Schwarz
DE

90'

Ioan Lupescu
DC
90'
90'

Ralf Becker
DC
78'
66'

Hélder
DC
61'
90'

William
DC
90'
90'

Franco Foda
Mdf
90'
90'

Mozer
Mdf
90'


Kulkov
Mdf

90'
2 (78', 85')
Pavel Hapel
MAD
90'
90'
1 (66')
Vítor Paneira
MAD
90'
90'

Mario Tolkmitt
MC
90'
66'

Rui Costa
MC
90'
85'

Jens Melzig
MAE
90'


Bernd Schuster
MAE

90'
1 (57')
Paulo Sérgio
Mof
90'
24'

Ailton
Mof
73'


Izaías
Mof
29'
90'
1 (90')
Andreas Thom
AV
87'
90'

João Pinto
AV
90'
90'
1 (59')
Ulf Kirsten
PL

90'
2 (24', 80')
Iúran
PL
90'
88'

Andreas Fischer
Sup
12'
24'

César Brito
Sup
17'


René Rydlewicz
Sup
3'


Hernâni
Sup

5'

Rui Águas
Sup

2'



Encontros do "Glorioso" com clubes germânicos
O primeiro jogo frente a um clube alemão ocorreu num jogo particular, em 4 de Outubro de 1961, há mais de 51 anos, quando na "Saudosa Catedral" recebemos o SG Eintracht de Franqueforte (D 2-3, com golos de Coluna e Cavém). Seguiram-se muitos jogos, entre particulares, para torneios ou uma das três competições oficiais da UEFA). Logo à tarde, em Leverkusen, o "Glorioso" completará 63 encontros frente a clubes alemães. Quantos emblemas do futebol mundial, fora da Alemanha, têm tantos jogos frente a um dos futebóis mais poderosos do Mundo? em Portugal nenhum. Quer FC Porto, quer Sporting CP apresentam valores inferiores a 30 encontros!
Apesar das dificuldades colocadas por um futebol colectivo (o mais colectivo do Mundo), dinâmico, com força e capacidade técnica, registamos mais quatro vitórias (24/20) e mais seis golos marcados (89/83).


QUADRO IV
JOGOS DO BENFICA COM CLUBES ALEMÃES
Adversário
J
V
E
D
GM
GS
FC Bayern Munique
10
2
3
5
9
20
1.FK Nuremberga
5
3
1
1
12
6
FK Carl Zeiss Jena
4
1
2
1
2
3
VFL Bor. Monchengladbach
4
-
3
1
1
3
BV Borússia Dortmund
3
1
-
2
3
8
FC Schalke 04
3
1
-
2
2
4
Fortuna Dusseldorf
3
1
2
-
3
2
VfB Estugarda
3
2
-
1
4
4
Hertha BSC
3
1
2
-
6
2
SG Eintracht Franqueforte
2
-
1
1
2
3
Misto SGEF + OFCKO
2
1
-
1
3
3
1.FK Lokomotiv Leipzig
2
1
-
1
3
4
FK Vorwarts (Berlim Or.)
2
1
-
1
2
2
1.FK Dinamo Dresden
2
-
1
1
0
2
TSV Bayer 04 Leverkusen
2
-
2
-
5
5
1.FC Kaiserslautern
2
1
-
1
2
2
Hamburgo SV
1
1
-
-
4
3
OFC Kickers Offenbach
1
1
-
-
3
0
Selecção Berlim Ocidental
1
1
-
-
4
2
Misto FKN + FCBM
1
-
1
-
2
2
SV Riedlhutte
1
1
-
-
2
0
FC Sachsen Leipzig
1
1
-
-
5
1
1.FC Traunstein
1
1
-
-
6
0
VFR Aalen
1
1
-
-
4
1
FSV Mainz
1
-
-
1
0
1
Karlsruher SC
1
1
-
-
1
0
 TOTAL
62
24
18
20
89
83
NOTA: Bayern é Baviera em português;
              Misto SGEF (Eintracht) + OFCKO (Kickers);
              Misto FKN (Nuremberga) + FCBM (Bayern)


Desencontro nos jogos realizados na Alemanha
A estreia na Alemanha ocorreu na RFA (República Federal da Alemanha ou Alemanha Ocidental), em 1 de Fevereiro de 1962, na 1.ª mão  dos quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus, com o "Glorioso" a perder por 1-3, com um golo obtido pelo inesquecível Cavém. Na segunda mão, a Saudosa Catedral" viveu um dos melhores jogos de futebol alguma vez presenciados, com o campeão português a golear o campeão germânico 1.FK Nuremberga, por... seis a zero (6-0). Um resultado que fez mudar o futebol germânico. Na ressaca deste jogo, a Federação Alemã decidiu que o futebol germânico passaria a ser exclusivamente profissional, terminando o semi-profissionalismo! A seguir - em final de 1962/63 - foi criada a "Bundesliga", um campeonato a pontuar reunindo os clubes da RFA, terminando o apuramento do campeão através de eliminatórias que reuniam os campeões estaduais (em vigor desde 1903).


QUADRO V
JOGOS DO BENFICA NA ALEMANHA
Época
Cmp
Adversário
Estádio
Local
V
E
D
61/62
TCE
1.FK Nuremberga
Franken st.
Nuremberga


1-3
62/63
Par.
Hamburgo SV
Volksport st
Hamburgo
4-3


MistoEint/Off.
Wald st.
Franqueforte


0-2
63/64
TCE
BV Borússia D.
Rote Erde
Dortmund


0-5
66/67
TcF
1.FK Lokomotiv
Zentral
Leipzig


1-3
70/71
TVT
FK Vorwarts
FL JahnSp.
Berlim Or.


0-2
72/73
Par.
Misto Eint/Off.
Bieberer B.
Offenbach
3-1


Misto Nur/B.Mun
Franken st.
Nuremberga

2-2

74/75
TVT
FK Carl Zeiss
Ernest Abbe
Jena

1-1

75/76
Par.
VFL Borússia M.
Bokelberg
MonchGB

1-1

TCE
FC BayernMun.
Olímpico
Munique


1-5
76/77
TUE
1.FC Dínamo
Dínamo
Dresden


0-2
78/79
TUE
VFL Borússia M.
Bokelberg
MonchGB


0-2
79/80
TAG
FC Schalke 04
Park st.
Gelsenkirchen
1-0


80/81
TVT
Fortuna Dusseldorf
Rhein st.
Dusseldorf

2-2

FK Carl Zeiss
Ernest Abbe
Jena


0-2
81/82
TCE
FC BayernMun.
Olímpico
Munique


1-4
93/94
TVT
TSV Bayer 04
UlrichHab.
Leverkusen

4-4

95/96
TUE
FC BayernMun.
Olímpico
Munique


1-4

98/99
Par.
SV Riedlhutte
Sports st.
Riedlhutte
2-0


1.FK Nuremberga
Franken st.
Nuremberga
2-1


VFL Borússia M.
TSV Marl
Marl

0-0

TCE
1.FC Kaiserslautern
Fritz-Walter
Kaiserslautern


0-1


99/00
Par.
BV BorússiaDort.
Fulda st.
Fulda


1-2
FC Sachsen
AlfredKun.
Leipzig
5-1


1.FC Traunstein
Trift st.
Traunstein
6-0


VFR Aalen
Wal st.
Aalen
4-1


FSV Mainz
Bruchweg
Mainz


0-1
Karlsruher SC
Wildpark st
Karlsruhe
1-0


04/05
TUE
VfB Estugarda
Neckar st.
Estugarda


0-3
07/08
TUE
1.FK Nuremberga
Franken st.
Nuremberga

2-2

08/09
TUE
Hertha BSC
Olímpico
Berlim

1-1

09/10
TUE
Hertha BSC
Olímpico
Berlim

1-1

10/11
LC
FC Schalke 04
Aufschalk
Gelsenkirchen


0-2
TUE
VfB Estugarda
Neckar st.
Estugarda
2-0


12/13
Par.
Fortuna Dusseldorf
Esprit
Dusseldorf

0-0

LE
TSV Bayer 04
ByArena
Leverkusen
?
?
?
TOTAIS (36)
10
  10
16
NOTAS: TcF - Taça das Cidades com Feiras (depois, Taça UEFA (TUE), na actualidade Liga Europa (LE);
                 TVT - Taça dos Clubes Vencedores das Taças (extinta)
                 TCE - Taça dos Clubes Campeões Europeus, na actualidade Liga dos Campeões (LC)


Primeira vitória (oficial) na Alemanha
Foi necessário o século XXI iniciar a 2.ª década para que o Benfica conseguisse, ao 20.º jogo uma vitória para uma competição organizada pela UEFA. Mas, contabilizando todos os jogos na Alemanha, foi a 10.ª vitória, em 35 jogos. Hoje ao final da tarde vamos correr para a segunda vitória consecutiva em jogos para competições oficiais e a 11.ª em solo germânico ao 37.º jogo!

Até parece que é fácil vencer na Alemanha!
Antes da primeira vitória (em jogos oficiais) do Benfica na Alemanha, cada vez que o sorteio colocava o "Glorioso" em solo germânico lá vinha, nos media, a ladainha do costume: "O Benfica nunca ganhou na Alemanha". Com a vitória em Estugarda já nos livrámos desta conversa! Mas... quem é que ganha na Alemanha? Parece que é fácil vencer o futebol alemão na... Alemanha!

Quantos jogos venceu a selecção portuguesa na Alemanha?
Um! E quando o jogo de apuramento para o campeonato do Mundo cuja fase final se realizou no México em 1986 já não contava "nada", para a RFA pois já estava apurada! Ficou em 1.º lugar do grupo 2 com 12 pontos. Portugal é que jogava tudo nesse jogo de Estugarda. Ao vencer por 1-0, depois de perder por 1-2 em Portugal, conseguiu os dez pontos que deram acesso ao 2.º lugar, que permitiu estar no México. Foi pois um jogo para "cumprir calendário" para a Alemanha e decisivo para Portugal. Isto não tira valor à vitória da selecção nacional, mas tira dramatismo à derrota da selecção alemã! Como é óbvio a comunicação social portuguesa nunca mostra a verdade. Esconde, pacoviamente, esse facto - a RFA já estava apurada antes do encontro - para valorizar a vitória portuguesa! E faz de Carlos Manuel (que marcou o golo) o herói do jogo, quando o melhor futebolista em campo foi... o nosso guarda-redes Bento! Ai se não fosse ele! Nem o golo de Carlos Manuel chegava!
A selecção portuguesa realizou seis encontros em solo alemão, contabilizando uma vitória (1-0), dois empates (por 1-1) e três derrotas (1-2, 1-3 e 1-3)! É fácil vencer a Alemanha, na Alemanha, não é!

Quantos jogos (para as competições europeias) venceram os clubes portugueses na Alemanha?
Apenas quatro clubes portugueses conseguiram derrotar, na Alemanha, clubes germânicos: GD CUF (1972/73 na Taça UEFA), CF "Os Belenenses" (1988/89 na Taça UEFA), FC Porto (1993/94, 1999/2000 e 2006/07 na Liga dos Campeões) e SL BENFICA (2010/11 na Liga Europa). Seis vitórias em 42 jogos oficiais de sete clubes nas três competições da UEFA! É fácil vencer os clubes alemães, na Alemanha, não é!

Quantos jogos oficiais perderam – nas competições europeias - os clubes alemães na Alemanha?
Mas, o "problema" em derrotar os clubes germânicos na Alemanha não é exclusivo de Portugal. Os clubes alemães apenas sofreram 13 por cento de derrotas em solo pátrio. Ou seja, perdem um jogo a cada dez que fazem na Alemanha! É fácil vencer equipas de clubes alemães, na Alemanha, não é!




Nós Benfiquistas só podemos estar orgulhosos de um clube que honra o desporto e o futebol desde 1904. Podemos vencer, empatar ou perder. Em Portugal, na Alemanha ou noutro qualquer local do planeta Terra. Mas saímos sempre de cabeça levantada. Sem medo de "pombos correios", cartas, telefones, telefaxes ou Youtubes!


TUDO O QUE CONSEGUIMOS E CONQUISTÁMOS FOI COM LEALDADE E VERDADE DESPORTIVA. E JÁ LÁ VÃO (QUASE) 109 ANOS



Alberto Miguéns

NOTA FINAL: Quando estava a terminar os textos - como referi na NOTA INICIAL - nem queria acreditar no que vi/ouvi na promoção da SIC ao jogo em Leverkusen:
«Os alemães querem vingar a eliminação sofrida há 19 anos e vão fazer de tudo para vencer!»
Quem escreveu este texto é um anormal! Quem autorizou a emissão deste texto é um palerma!
Não têm - os dois cultura desportiva - nem respeitam o desporto. No desporto não há vinganças. A SIC não deve promover ódios e ressentimentos. Os alemães querem vencer o jogo (tal como o Benfica) e garantir vantagem na eliminatória (tal como o Benfica), e ao contrário da SIC vão dignificar - tal como o Benfica - o desporto, e em particular, o futebol!
Há duas décadas o Benfica não humilhou o TSV Bayer 04 nem o TSV 04 Leverkusen se sentiu humilhado. O Benfica sentiu-se um vencedor digno (sem ter vencido um único jogo!) e os alemães foram uns dignos vencidos (sem perderem um único jogo!). Ambos honraram as camisolas e os símbolos dos seus clubes!

Que parolice esta SIC! Por isso povos como o alemão não lhes dá crédito. À SHIC! Shic Esperto!


9 comentários
comentários
  1. BOM DIA. O RESULTADO CO O NUREMBERGA EM 2007-2008 NÃO FOI 2-2 ? E NÃO JOGAMOS COM O LIVERPOOL NA ALEMANHA NO TORNEIO DO SCHALKE 04 ?

    OBRIGADO


    SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Carlos Lima

      Exacto. Na 1.ª mão V 1-0 e na 2.ª mão E 2-2

      Jogámos com o Liverpool FC na final Torneio do 75.º Aniversário do FC Schalke 04, depois de eliminarmos o clube aniversariante. Conquistámos o torneio. Já houve mais jogos na Alemanha, mas frente a adversários de outros países. Por exemplo, frente ao PSV Eindhoven, em Estugatrda (1987/88).

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      AM

      Eliminar
  2. Caro Alberto Miguéns,

    O jogo tem início às 18h ;)

    Saudações benfiquistas,

    Hugo1904

    P.S.: http://benficaecletico.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certo!

      Seis horas, mas da tarde e não 16.00. Trapalhada feita a correr...

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      AM

      Eliminar
  3. BOA TARDE QUANDO PODER PODIA FAZER UM QUADRO COM OS JOGOS REALIZADOS NA ALEMANHA CONTRA EQUIPAS DE OUTROS PAISES.

    OBRIGADO

    SAUDAÇOES BENFIQUISTAS

    ResponderEliminar
  4. BOA TARDE SR. ALBERTO MIGUÉNS.

    TENHO O LIVRO "SE MAIS MUNDO HOUVERA" DO SR. AFONSO DE MELO, TEM UM JOGO COM O B.MONCHENGLADBACH NA PRÉ ÉPOCA DE 1998-99 EM MARL NA ALEMANHA, E QUE VOCÊ NÃO TEM NO QUADRO DOS JOGOS REALIZADOS NA ALEMANHA,E NÃO FALA DO JOGO COM O SV RIEDLHUTTE NA MESMA ÉPOCA.

    NÃO SEI SE JÁ VIU O LIVRO, MAS DEVE TER JOGOS DA EQUIPA PRINCIPAL E DA "B" TUDO JUNTO PORQUE TEM MAIS JOGOS REALIZADOS NA ARÁBIA SAUDITA DO QUE VOCÊ TEM NO QUADRO QUE FEZ QUANDO REALIZAMOS O JOGO PARTICULAR NOS E.A.U.

    OBRIGADO
    SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS

    ResponderEliminar
  5. Caro Carlos Lima

    Não tenho o livro mas vou comprar. Não estou em casa, neste momento, por isso não consigo confirmar esse jogo! Mas é possível que tenha ficado esquecido. Só quando forem publicados os 4939 jogos (já conto o de hoje), ou seja, todos é possível "dar conta" através do somatório dos parciais, neste caso, por países se falta algum pois o tatal teria, se fosse feito neste domingo, de dar 4939. Como é feito parcialmente pode sempre faltar algum. Uma "coisa" garanto-lhe. Logo, ainda neste domingo, quando chegar a casa vou saber desse jogo. E se ele existir, o porquê do erro, ou seja, por que não foi considerado! E farei uma adenda a esta resposta, além de refazer o quadro, não para parecer que não houve erro, mas para que os Benfiquistas que consultem o Quadro (e não vejam estes comentários) fiquem na posse da verdade. A verdade que mostra a grandeza do Benfica! A nossa melhor Defesa! Um clube - parece-me - que apenas é "batido" no número de países "visitados" e jogos realizados no estrangeiro pela selecção brasileira.

    Obrigado. Sempre que se aperceba de erros e incorrecções informe. Agradeço. Sei que lhe dá trabalho mas é ajuda preciosa!

    Gloriosas Saudações Benfiquistas

    Alberto Miguéns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Carlos Lima

      O quadro está completo. Havia mais duas incorrecções: em 1998/99, o jogo com o 1.FK Nuremberga foi depois do jogo com o SV Riedlhutte (este a 26 e o outro em 27 de Julho). Os dois golos ao SV Riedlhutte foram marcados por Nuno Gomes e Pringle. Curiosidade: o guarda-redes foi Paulo Lopes.
      Em 1978/79 o jogo na Taça UEFA não foi com o FC Bayern Munique mas sim com o Borrússia MonchenGladBach (D 0-2 com 120 minutos) depois de 0-0 na Luz. E é aqui que está a "chave" do engano. Como tenho de consultar a base de dados, passar a informação para um papel manuscrito e depois fazer estes quadros, ao passar os jogos do FC Bayern Munique e do VFL Borrússia MonchenGladBach, para ser mais rápido utilizei abreviaturas (B.M.). Deu erro! Quando fiz o quadro conferi com os valores do FC Bayern Munique (por serem mais jogos) e percebi que em 1998/99 não havia nenhum jogo com este clube. Eliminei a linha. Só não eliminei a linha do jogo em 1978/79 porque não vi! Se não fosse este "duplo erro" esse jogo com o Bayern Munique (porque não existiu) também não constaria do quadro. Ficou lá mas indexado a um clube errado.

      O quadro dos totais (62 jogos) está correcto. E estão lá os 4 jogos com o VFL Borrússia MonchenGladBach: dois em MonchenGladBach, um em Lisboa e um em Marl.

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  6. Anónimo8/1/16 12:18

    Boa tarde consócio Alberto Miguéns, sera que tem mais detalhes do Jogo do "Glorioso" contra os Kickers Offenbach na época dos anos sessenta? Desde já muito obrigada e Saudações Benfiquistas
    Sónia Horn

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail