A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

16/10/2012

É Disto Que Eu Gosto…

16/10/2012 + 3 Comentários API


OPINIÃO
             
Não há fim-de-semana melhor do que aqueles em que há ocupação, da tarde à noite, a ver equipas seniores em competição, na nossa Cidade Desportiva: Estádio, Sintético, Piscina, Pavilhões (dois), Salão de Bilhar e Salão de Ténis de Mesa. Antes de falar do que gosto, vamos ao que não gosto.

A Habitual Conversa da Treta
Quando o Benfica perde ou ganha “por poucos” joga mal, não tem atitude, blá, blá…
Quando o Benfica ganha “sem espinhas” não é porque seja melhor, faça os outros piores ou porque os adversários são inferiores, é porque os outros ESTÃO FRACOS…
Já os outros quando ganham têm mérito porque sabem aproveitar as dificuldades alheias.
Que medias mais patetas, para não dizer outra coisa…

Alguém sabe como foram os “outros campeonatos”
Uma coisa eu sei. Qualquer campeonato que se conquiste na actualidade, em qualquer modalidade (extra futebol) tem um grau de dificuldade muito superior aos primeiros campeonatos nacionais que foram disputados NUM SÓ JOGO, em dois ou três. Quando se consulta uma listagem dos títulos de campeão nacional ninguém sabe quantos jogos foram necessários para apurar o campeão nacional, levando a pensar que os campeonatos nacionais eram nos anos 30, 40 e 50 o que são hoje. Engano. Vou dar apenas um exemplo - porque o “Glorioso” ficou em 2.º lugar – do campeonato nacional de basquetebol em 1935/36 conquistado pelo Carnide Clube.

Jogos do Carnide Clube no CNB em 1935/36:
Quartos-de-final………… CC – Ginásio Clube Olhanense (V 64-13)
Meias-Finais……………… Guifões SC – CC (D 16-27)
Final…………………………. CC – SL Benfica (V 33-16)

Ou seja, o CC para conquistar o campeonato apurou-se pelo regional de Lisboa e depois fez… três jogos! Nas listagens de títulos, para a história e palmarés da modalidade, “este” campeonato de 1935/36 (teve três jogos, mas até houve cinco a um jogo) VALE TANTO como um campeonato que na actualidade seja disputado com 40 jogos!

O Benfica tem é de vencer. O resto (competitividade e orçamentos) é deixá-los a falar sózinhos. A história regista conquistas, não averba dificuldades (competitividades ou orçamentos). Tretas!

AGORA SIM! É DISTO QUE EU GOSTO…


E ainda:
Ténis de Mesa Masculino (D 3-4 com SCP “B”) e Feminino (com Vitória FC Setúbal)

E ainda "faltaram" jogos:
Futsal Masculino (em Tbilisi, D 4-7) e Feminino (no recinto do GD Operário, V 7-0)
Râguebi Masculino (em Coimbra, D 10-97) e Feminino (parado)
Hóquei em Patins Feminino (no recinto do AC Tojal A, V 2-1)
Basquetebol Feminino (no recinto do CR Palhavã, V 72-29)
Bilhar Masculino (próximo jogo a 22 de Outubro) e Feminino (parado)

Esta converseta da competitividade do desporto português já enjoa. Como se alguma vez existisse. A não ser quando as arbitragens (a alterar leis do jogo) ou os dirigentes (a mudar regulamentos) decidem… equilibrar.

Alberto Miguéns


3 comentários
comentários
  1. Ao ver esse resultado no rugby fiquei espantado. Sabe o que se passa nessa modalidade que tenha originado tamanho descalabro ? Foi pontual ou é estrutural ? É que se é estrutural, se calhar devemos considerar se vale a pena continuar a competir ...

    ResponderEliminar
  2. Caro B Cool

    Começa a passar de pontual a estrutural. A justificação é a falta de um espaço em Lisboa para treinar e jogar. Sendo o râguebi uma modalidade amadora (não há contratações) a equipa principal tem de ser alimentada pelas equipas jovens. Não estando o râguebi do Benfica em Lisboa, o Clube não consegue atrair jovens para as equipas, não formando para a principal. Esta vive de jogadores que não queiram jogar noutros clubes onde se formaram. Se esta crise está a passar de conjuntural a estrutural temo que passe a sistémica. O fim. Somos o clube mais antigo do país (desde 1924) sempre a jogar râguebi.Esta época de 2012/13 é a 89.ª temporada ininterrupta.

    Gloriosas Saudações Benfiquistas

    Alberto Miguéns

    ResponderEliminar
  3. Obrigado (Enciclopédia ) Miguens ,no bom sentido claro .
    Um abraço deste seu fã , desde o programa com o António Melo .
    E fiquei feliz por saber que está a colaborar com o Museu , bem haja .

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail