A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/07/2012

Há 100 ANOS (5)

15/07/2012 + 0 Comentários API

HOMENAGEM

Portugal vivia febrilmente a vontade de participar pela primeira vez nos Jogos Olímpicos, os 5.ºs da era moderna, a realizar em Estocolmo. A República procurava realizar o que a Monarquia não conseguira – levar uma delegação aos Jogos.

A caminho dos Jogos Olímpicos
Francisco Lázaro encontrava-se entre os atletas pré-seleccionados, transferindo-se no final da época de 1911 para o Lisboa Sporting Club, um clube fundado em 1911 na Cruz da Pedra, por um magnata para receber o maratonista. Um clube que existiu enquanto o olímpico Francisco Lázaro existiu. No “ano olímpico de 1912” na 6.ª Maratona Nacional, Lázaro registou um tempo fantástico de 2 horas, 52 minutos e 8’ segundos. 




Muitas expectativas para Estocolmo
Instalou-se a euforia entre os portugueses – o popular Lázaro detinha uma das melhores marcas mundiais conhecidas. Dizia-se: “Se há quatro anos, 2 horas e 55 minutos deram o ouro olímpico, Lázaro com menos três minutos - e a ter que subir a Calçada de Carriche - é o favorito…”


Estava tudo reunido, para uma epopeia ou uma tragédia. Oito ou oitenta. Venceu a tragédia.

MELHORES MARCAS
Prova                                     Marca
Maratona (42,2 km)             2 h 52’ 08’’
Fundo (30 km)                     2 h 10’
Corta-Mato (5 km)                     20’ 25’’

Alberto Miguéns

NOTA: A desenvolver nas próximas horas:

1. A delegação portuguesa nos 5.ºs Jogos Olímpicos

2. A preparação para a fatal corrida

3. A certidão de óbito

4. A vida da família Lázaro depois da morte
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail