A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

06/11/2011

100.º! Mas… Assim Soube a Pouco

06/11/2011 + 3 Comentários API
Conquista da Taça Continental na época de 2011/12. O primeiro troféu oficial de muitos - Campeonato Nacional, Liga dos Campeões e Taça de Portugal - nesta época. Assim esperamos! E o 100.º em 96 temporadas de uma história sem paralelo

OPINIÃO
             
O Glorioso Hóquei em Patins conquistou, pela 1.ª vez, a Taça Continental, que coloca em confronto o Campeão Europeu e o vencedor da Taça CERS.

Mas… o facto de não ter sido conquistado em rinque pelos jogadores cobertos pelo “Manto Sagrado” retirou-lhe o brilho que poderia ter se o HC Liceu Corunha tem comparecido no pavilhão de Monserrate, em Viana do Castelo, numa organização do CERH (Comité Europeu de Rinque Hóquei).

Oitavo clube a conquistar o troféu
O Benfica tem toda a legitimidade em inscrever o seu nome na lista dos clubes que conquistaram a Taça Continental, pois o CERH é a entidade que organiza a competição e estabelece os regulamentos. O clube que não cumprir é penalizado com derrota por falta de comparência.

VENCEDORES SUPERTAÇA/ TAÇA CONTINENTAL
N.º
T
FC
Barcelona
HC
Igualada
HC Liceu Corunha
FC Porto
CE Noia
ÓC Barcelos
SL BENFICA
T
16
5
5
1
1
1
1
  1
80/81
91/92
87/88
86/87
89/90
09/10
11/12
  2
81/82
93/94
88/89




  3
82/83
94/95
90/91
  4
83/84
95/96
92/93
  5
84/85
98/99
04/05
  6
85/86
99/00

  7
97/98

  8
00/01
  9
01/02
10
02/03
11
03/04
12
05/06
13
06/07
14
07/08
15
08/09
16
10/11
16 edições (1980/81 – 1995/96) Supertaça (vTCCE vs v TVT)
Na época de 1996/97 não se realizou
15 edições (1997/98 – 2011/12) Taça Continental (vLC vs vT.CERS)

Não foi a primeira vez que vencemos por FC
Desde que o Benfica pratica a modalidade – e somos o clube a nível mundial com mais tempo e épocas de prática ininterrupta de hóquei em patins – foi a 12.ª vez que ganhámos um jogo por falta de comparência do adversário, mas a primeira vez numa final.

VITÓRIAS DO SLB POR FALTA DE COMPARÊNCIA
Época
Data
Adversário
Rinque
S.
Competição
1929/30
08.Dez
 Sporting CP

 Sede
C
 Camp. Regional
22.Dez
 Ateneu
F
1932/33
16.Jun
 Hóquei CP – C
 Sede
C
 Torneio Iniciação
1935/36
08.Nov
 GD “Os 13”
 Sede
C
 Taça de Honra
1936/37
07.Jul
 Ateneu CL
 Sede
C
 Camp. Regional

1937/38
06.Dez
 Hóquei CP
 Ateneu
F
 Taça de Honra
27.Dez
 CD Lisgás
 Sede
C
06.Abr
 Hóquei CP
 Sede
C
 Torneio Abertura
1943/44
14.Ago
 GD Tabacos
 Tabacos
F
 Camp. Regional
1964/65
06.Nov
 CD Pataiense
 Sede
C
 Camp. Nacional
1970/71
02.Nov
 Parede FC
 Amadora
N
Torneio APL
2011/12
05.Nov
 HC Liceu Cor.
 Monserrate
N
Taça Continental
NOTA: Até 1967/68 as faltas de comparência eram punidas com 0 pontos (sem marcação de golos),
por que as derrotas valiam 1 ponto, os empates 2 pontos e as vitórias 3 pontos;
Em 1970/71, com as derrotas a valerem 0 pontos, as faltas de comparência passaram a valer V 5-0;
Em 2011/12 as vitórias por falta de comparência do adversário já valem V 10-0


São os dirigentes que devem decidir pois são eles que estão “por dentro” da problemática da modalidade e das ocorrências que obrigaram a que a decisão fosse marcar falta de comparência ao Campeão Europeu.

Talvez não fosse má ideia…
Mas… considerando que neste momento somos os legítimos detentores do troféu, não deveria ser colocada de parte a possibilidade de estabelecer conversações com os responsáveis pelo HC Liceu Corunha a fim de poder realizar um jogo ou uma final a duas mãos, primeiro na Corunha e depois no nosso Pavilhão n.º 1, que é onde está agora, a Taça Continental 2010/11, conquistada pelo plantel de 2011/12.


                   TROFÉUS OFICIAIS
   (TOTAIS)
       COMPETIÇÕES
Títulos
Oficiais
Em Jogos Regionais
51
Em Jogos Nacionais
45
Em Jogos Internacionais
  4
      TOTAIS
 100
R
Camp. Regional
24
Taça de Honra
  9
Torneio Abertura
18
N
C.º Metropolitano
  6
Camp. Nacional
21
Taça de Portugal
12
Supertaça
  6
I
Taça CERS
 2
Torneio Montreux
 1
Taça Intercontinental
 1

Este título é o 100.º na gloriosa história do nosso Hóquei em Patins

Alberto Miguéns
NOTA: As temporadas de hóquei em patins iniciavam-se com as provas regionais (organizadas pela Associação de Patinagem de Lisboa) primeiro a Taça de Honra (depois Torneio de Abertura) seguindo-se o Campeonato Regional que (a partir de 1938/39 passou a apurar para o Campeonato Nacional, até 1969/70). Depois (1970/71) e até 1980/81 havia um Nacional (zona sul) que apurava para a fase final do Nacional, pois a partir de 1981/82 passou a existir um quadro fixo, com despromoções e promoções entre a I e a II Divisão. Entre 1966/67 e 1973/74 o Regional ou, depois, a zona sul do Nacional apurava para o Campeonato Metropolitano, com o Campeão e o 2.º classificado a disputarem o Campeonato Nacional com o Campeão de Angola e o Campeão de Moçambique.

            BENFICA “CENTENÁRIO” NO HÓQUEI EM PATINS
                     Estreia da nossa equipa de Honra:
19 de Agosto de 1917
(V 5-0, Hockey Club Carcavelos,
no Rinque da nossa Sede,
na Avenida Gomes Pereira  (em Benfica)
Épocas
REGIONAIS
(APL)
NACIONAIS
(FPP)
Inter
nacional
(CERH)
TH/TA
CR
CM
CN
TP
ST
100
9+18
24
6
21
12
6
4
1925

  1.º





1926

  2.º





1927

  3.º





1928

  4.º





1929

  5.º





1930

  6.º





1931

  7.º





1932

  8.º





1933 (Épocas no ano civil)
1934

  9.º





1935
1936
1.ª TH






1937

10.º





1938
2.ª TH






12 Épocas
1950/51

11.º

  1.º



1951/52
3.ª TH


  2.º



1952/53
4.ª TH
12.º





1953/54
5.ª TH
13.º





1954/55
6.ª TH






1955/56
7.ª TH
14.º

  3.º



1956/57
8.ª TH


  4.º



1957/58
9.ª TH






1958/59

15.º





1959/60

16.º

  5.º



1960/61
  1.º TA
17.º

  6.º



1961/62
  2.º TA
18.º




Montreux
1962/63
  3.º TA
19.º

  7.º



1963/64
  4.º TA
20.º





1964/65
1965/66
  5.º TA
21.º

  8.º



1966/67

22.º
1.º
  9.º



1967/68
  6.º TA
23.º
2.º
10.º



1968/69
1969/70

24.º
3.º
11.º



1970/71
1971/72
  7.º TA

4.º
12.º



1972/73


5.º




1973/74


6.º
13.º



1974/75
  8.º TA






2 Épocas
1977/78
  9.º TA



1.ª


1978/79
10.º TA


14.º
2.ª


1979/80
11.º TA


15.º
3.ª


1980/81
12.º TA


16.º
4.ª


1981/82
13.º TA



5.ª


3 Épocas
1985/86
14.º TA






3 Épocas
1989/90
15.º TA






1990/91
16.º TA



6.ª

1.ª CERS
1991/92
17.º TA


17.º



1992/93





1.ª

1993/94



18.º
7.ª


1994/95
18.º TA


19.º
8.ª
2.ª

1995/96







1996/97



20.º

3.ª

1997/98



21.º



1998/99
1999/00




  9.ª


2000/01




10.ª


2001/02




11.ª
4.ª

2002/03





5.ª

6 Épocas
2009/10




12.ª


2010/11





6.ª
2.ª CERS
2011/12






Continental
CR – Campeonato Regional (entre 1938/39 e 1969/70 apurava
para o Campeonato Nacional;
TH – Taça de Honra (a partir de 1959/60 passou a designar-se
TA -Torneio de Abertura);
CN – Campeonato Nacional (entre 1966/67 e 1973/74) 
           realizava-se depois do Campeonato Metropolitano (CM) 
           apurar os 2 finalistas do Continente que se juntavam aos 
           campeões de Moçambique e Angola
TP – Taça de Portugal (início em 1975/76)
ST – Supertaça (início em 1982/83)
Torneio de Montreux – Início em 1921
Taça CERS – Início em 1980/81
Taça Continental – Início em 1997/98 (substituiu a Supertaça)

3 comentários
comentários
  1. Cara Alberto,

    Não sabia a quem me dirigir para falar deste assunto por isso deixo aqui este comentário.

    Desde sempre me interessei pela história do nosso clube, pela estatística e tudo mais relacionado com a grandeza desta instituição. Por causa disso e vendo a falar de rigor da página do hóquei em patins do SLB, tentei dar alguma credibilidade e transmitir a verdade para essa mesma página porém, não o consegui de todo. O problema está na Taça de Portugal de 1962/63, que o Benfica, e bem, considera ser um campeonato nacional, porém a federação portuguesa não é da mesma opinião e não o valida desse modo. Trata-se quanto a mim de uma mentira que se não for desmistificada se tornará numa daquelas verdades à moda do porto. Eu tentei editar a ta página, colocar-lhe os campeonatos que o Benfica reivindica mas um user da wikipédia (que deve ter sensores em tudo o que mexe sobre o Benfica) apagava-me constantemente o trabalho. Tive que me chatear com o suíno em questão e enfim, tive também que dar um pouco o braço a torcer... coloquei nessa página uma referência ao imbróglio que foi essa época e também a seguinte e deixei lá uma petição para levarmos este caso à FPP. Penso que poderíamos alterar isto e fazer com que a FPP oficializasse as taças de Portugal de 1963 e 1964 como campeonatos nacionais, para bem da verdade desportiva e claro, do Sport Lisboa e Benfica e do CD Malhangalene que foi o outro vencedor.

    Deixo-lhe aqui os links da referida página e da petição. Obrigado desde já pela sua atenção.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/H%C3%B3quei_em_patins_do_Sport_Lisboa_e_Benfica

    http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N20274

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário

      1.º. As páginas de desporto da wikipédia são controladas pelos andróides, basta ver as ligações às páginas do fcp;

      2.º Em 1963 e 1964 o Campeonato Nacional chamou-se Taça de Portugal, porque a FPP pensou que conseguiria dar mais visibilidade à competição distinguindo-a do... futebol. Palermices. Após duas temporadas desistiu. As edições de 1963 e 1964 em nada se distinguiram das anteriores e seguintes. Eram a pontuar jogadas a duas voltas;

      3.º A Taça de Portugal só se iniciou em 1975;

      4.º A FPP sempre considerou as edições de 1963 e 1964 como Campeonatos, até os andróides, através da APP, terem adquirido poder dentro da FPP, no início dos anos 90. Agora tem uma posição de NIM. Porque há muito idiota na FPP. Basta passar por lá...

      AM

      Eliminar
  2. Mas sendo assim esta mentira é para durar até quando ? Não compreendo como se pode aceitar uma coisa assim, eu fico indignado quando vejo a situação do hóquei em patins nacional, não só pelo que se passa actualmente dentro dos rinques mas também por estas cabalas alimentadas por gente corrupta. Deixo uma pergunta, não será possível a direcção do Sport Lisboa e Benfica exigir que se altere o referido título ? E mais, porque está sempre a direcção do Benfica sempre tão desligada deste desporto ? Deixar morrer a nossa secção de hóquei será deixar morrer o próprio hóquei, ou será coincidência que a escassez de títulos do Benfica ande de mãos dadas com a escassez da selecção nacional. Está mais que na hora de se tomar uma posição forte, de se apostar cada vez mais forte e de ganhar, contra tudo e contra todos, Temos que dar a volta à gente corrupta, temos que nos fazer ouvir. Ontem fomos roubados que nem meninos, tivemos que levar com comentadores deploráveis e no final pouco ou nada se disse sobre o assunto, o Sr. Sénica nem falou do facto de apenas um golo do porto ter sido obtido de bola corrida (o outro foi o nosso guarda-redes que marcou e depois... penalties e livres directos, ou seja, o habitual). E Para completar a vergonha, ainda temos que ouvir o merdoso (peço desculpa pelo termo mas não encontro nenhum melhor... ou pior) do tó neves a queixar-se da arbitragem e a dizer o Benfica andava a receber muito apoio.

    Como aficionado do hóquei em patins e sócio do Sport Lisboa e Benfica, fico bastante triste pela nossa atitude dócil e suave para com aqueles corruptos. É que nem as vitórias lá fora mudaram isto.

    Um bem haja e obrigado pela resposta,

    João Pedro Gonçalves

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail